A Falsa Espiritualidade

Isaías 55:6
Buscai ao Senhor, enquanto se pode achar, invocai-O, enquanto está perto.

Pequeno texto retirado de um livro.

“O homem era mais ridículo do que poderia imaginar-se. Ao vê-lo iluminado pelos focos de luz da televisão, Jeremy pensou que o guia dos espíritos parecia obstipado ao clamar que ouvia vozes vindas do além-túmulo.

Tinha adoptado um tom de falsa intimidade, agindo como se fosse o irmão ou o melhor amigo de cada um dos presentes que, na sua maioria, pareciam tomados de uma reverência temerosa – incluindo a loura e a mulher a quem o convidado estava a dirigir-se – e o consideravam uma bênção vinda do céu.

O que até fazia sentido, pensava Jeremy, pois esse era o local para onde os entes queridos mortos acabavam sempre por ir.

Os espíritos de além-túmulo estavam sempre rodeados de uma luz angelical e imersos numa aura de paz e tranquilidade. Nunca Jeremy ouvira falar de um guia de espíritos que estabelecesse a ligação com o outro local, o mais quente. Nunca um ente querido morto se queixava de estar a ser assado no espeto ou a ser cozido num caldeirão de óleo de motores, por exemplo”.1

De facto não deixa de ser curioso que os “guias espirituais” que contactam com os supostos entes queridos já falecidos, afirmam sempre que os mesmos “estão em paz”. Quantas vezes estes mesmos “guias” entraram em contacto com entes a suportar dores extremas e rodeados de fogo por todo o lado? Não seria de esperar haver um ou outro a reportar isso mesmo? Porque é que isso nunca acontece?

Uma situação semelhante acontece com a série “Em Contacto“. Nesta série, e depois do episódio revelar a razão que leva este ou aquele “espírito” estar ainda a divagar entre os familiares ou amigos próximos, todos os mortos (ou a esmagadora maioria deles) dirigem-se para “a luz” independentemente da forma como viveram a sua vida. Não há menção de julgamento nem de castigo pela vida vivida. Lembro-me até dum caso em que até um ateu foi para “a luz” no final do episódio (!).

Claro que as pessoas podem justificadamente dizer que estes “gurus” espirituais (e estes programas de televisão) só enganam quem se deixa enganar. Até pode ser verdade, mas, pelo que se tem visto um pouco por todo o mundo, e principalmente depois da recepção entusiástica que Bento XVI recebeu por parte dos portugueses, há milhões de pessoas com fome de Deus. Há milhões de pessoas que genuinamente se apercebem que a sua vida é muito mais que aquilo que os ateus pregam um pouco por todo o lado, e como tal elas buscam “algo” que dê sentido à sua existência.

O que estes gurus televisivos fazem é satisfazer esta sede com uma falsa história do mundo espiritual. Neste visão espiritual (tão apreciada hoje em dia) não há lugar a arrependimento, julgamento, redenção, inferno e tormento eternos. Só o céu.

Todos são suficientemente bons para ganhar por si só um lugar no lugar de paz eterna (céu). Neste nova espiritualidade o que importa é manter as pessoas presas a uma droga que as destrói interiormente sem as pessoas se aperceberem.

A Palavra de Deus, por outro lado, diz-nos que o homem por si só não pode ganhar um lugar no mundo que está para vir. Precisamos da Graça e do Perdão de Deus. As nossas boas, por melhores que elas sejam, não apagam os nossos pecados e as nossas falhas. É preciso reconhecer que somos fracos e pecadores, e que como tal precisamos desesperadamente de depositar a nossa fé Naquele que Deus enviou, nomeadamente, o Senhor Jesus Cristo. Ele e só Ele nos pode fazer agradáveis aos Olhos de Seu Pai.

Esta é a verdadeira espiritualidade que nunca vai ser encontrada entre os gurus, médiums ou consultadores de espíritos mas só em Cristo Jesus.

Inclinai os vossos ouvidos e vinde a Mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque, convosco farei um concerto perpétuo, dando-vos as firmes beneficências de David.
Isaías 55:3


1. “Quem Ama Acredita” , Nicholas Sparks, páginas 11,12 (Ing: “True Believer”)
About these ads

Sobre Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
Esta entrada foi publicada em Religião, Sociedade com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a A Falsa Espiritualidade

  1. eclypse diz:

    [off-topic]

    Olá Mats!

    Veja esta notícia do Wall Street Journal, um tanto curiosa:

    Look Who’s Irrational Now

    http://online.wsj.com/article/SB122178219865054585.html?mod=googlenews_wsj

    Abraço!
    Eclypse

    Gosto

  2. Mats diz:

    Eclypse,
    Obrigado pelo link. Ele confirma o que muitos já sabiam: o ateísmo conduz a irracionalidade. Mas isto é o que seria de esperar. Uma ideologia que defende que o universo criou-se a si mesmo, e que a vida criou-se a si mesma está destinada a gerar comportamentos irracionais.

    Gosto

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s