Histórias da Bíblia entre povos antigos: Torre de Babel

Algo interessante que ressalva o quão fiável a Bíblia é.

Por toda a Austrália, e sem se aperceberem da ligação, os Aborígenes possuem lendas e histórias que são muito parecidas com as histórias Bíblicas.

Por exemplo, quando George Rosendale no norte de Queensland ouviu pela primeira vez a história da Torre de Babel (enquanto criança e durante a Escola Dominical) ele levantou o braço e disse:

Vocês brancos tem a história totalmente distorcida. A história das línguas não aconteceu para lá dos mares. A minha avó disse que aconteceu aqui, perto de Cooktown.

A sua avó tinha ouvido a história quando ela era pequena, muito antes dos missionários chegaram.

Reparem que estas histórias nunca são sobre eventos depois da Dispersão de Babel. Elas podem ser reminiscentes de Adão e Eva no Jardim, o Dilúvio e Babel, mas, por exemplo, nada sobre Moisés atravessar o Mar Vermelho.

A razão é óbvia: depois da dispersão que Deus causou (Génesis 11), deixou de haver interacção entre os povos de onde procedem os Aborígenes e os povos que deram origem aos Hebreus.

Isto é exactamente o que seria de esperar se a Bíblia fosse historicamente fiável. A existência de lendas e histórias um pouco por todo o mundo semelhantes aos eventos reportados na Bíblia apontam para uma fonte comum.

Não deixa de ser curiosa a posição dos evolucionistas: quando eles observam semelhanças entre as formas de vida eles erradamente inferem que toda a vida deve ter um ascendente comum. Afinal, se os animais não possuem um parente comum, como é que se explicam as semelhanças?

No entanto, quando se observam semelhanças entre lendas e histórias mundiais acerca de um Dilúvio, eles já não inferem uma “origem comum”, mas sim “várias descrições localizadas de eventos distintos“.

Excepto no que toca ao Épico de Gilgamesh; neste caso, como há muitas semelhanças, e como aparentemente o Épico foi escrito antes de Génesis, os ateus dizem que Génesis e Gilgamesh tem uma origem comum. Segundo os cépticos, a Bíblia copiou o mito.

Não lhes passa pela cabeça que provavelmente Gilgamesh e Génesis reportam o mesmo evento histórico. Como esta hipótese contradiz o seu evolucionismo, a mesma tem que ser ideologicamente rejeitada.

Portanto, a “lógica” dos evolucionistas funciona assim:

1. Semelhanças entre os animais »» origem comum.

2. Semelhanças universais entre as descrições dum Dilúvio global »» origem distinta.

3. Semelhanças entre Gilgamesh e Génesis »» origem comum outra vez!

Conclusão:

A existência de tais lendas e histórias em povos tão afastados do Médio Oriente está de acordo com o que seria de esperar se o que a Bíblia relata aconteceu como reportado.

Houve verdadeiramente um Dilúvio que cobriu toda a Terra, e após isso houve uma Dispersão. Os povos levaram consigo a memória desses eventos e foram passando de geração em geração através dos séculos. Claro que, como eram maioritariamente tradições orais, muitos acrescentos foram feitos. Felizmente que Deus preservou a Reportagem dos eventos num Livro com o nome de “Bíblia”.


Graças Te damos, Pai Celestial, por teres tido o cuidado de preservar a Tua Palavra através dos séculos para nosso benefício. Neste mundo de escuridão e pecado, a Tua Palavra – a Bíblia Sagrada – é de facto Lâmpada para os nossos pés e Luz para o nosso caminhar (Salmo 119:105).

Que Deus nos ajude a propagar Esta Palavra que Ele teve tanto cuidado a preservar, e mais importante ainda, que Essa Mesma Palavra seja preservada dentro de nós para os combates que se avizinham.
“Guarda e ouve todas estas palavras que te ordeno, para que bem te suceda a ti e aos teus filhos depois de ti, para sempre, quando fizeres o que for bom e recto aos Olhos do Senhor, teu Deus.”
DEUTERONÓMIO 12:28
About these ads

Sobre Mats

Salmo 139:14 - Eu Te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as Tuas obras
Esta entrada foi publicada em Antropologia, Bíblia, Sociedade com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

5 respostas a Histórias da Bíblia entre povos antigos: Torre de Babel

  1. Karina diz:

    Muito bom!

  2. Ora aqui tens uma hipótese que é perfeitamente testável:

    Há diversos relatos de grandes inundações no passado. Será que tais relatos se referem a um evento global e este é o dilúvio descrito no Gênesis ?

    [[ Como é que explicas as semelhanças entre as histórias dos povos antigos e a Bíblia? ]]

    Os relatos podem ser meras fantasias ou referirem-se a eventos distintos.

    [[ Ou então referirem-se a um único evento. Curioso que nem coloques essa hipótese. ]]

    Vamos apenas explorar a hipótese de se tratar um evento global.

    [[ Vamos comparar a hipótese de se tratar dum evento global com as alternativas e vêr qual se ajusta melhor aos dados. É assim que funciona. ]]

    Há algum evento conhecido que envolva água e seja global ?

    [[ O Dilúvio de Noé. ]]

    Há e está muito bem documentado há cerca de 10.000 anos.

    [[ Impossível ser há 10,000 anos uma vez que a Terra não tem mais do que 7,000 anos. Se vais assumir coisas, então também
    posso fazer o mesmo. ]]

    O fim da ultima era glaciar. Áreas muito extensas de terra foram inundadas pelas águas. Esta memória poderá ter passado de geração em geração e ter dado os diversos mitos sobre inundações.

    [[ "Poderá". Ou então as histórias que foram passadas de geração em geração, onde há pontos comuns como uma grande embarcação, um julgamento pelo pecado, um pequeno número de pessoas salvas, animais recolhidos, se referem a um único evento catastrófico e global.

    Não te esqueças dessa hipótese. ]]

    Podem estes relatos serem melhor explicados por ter havido um dilúvio global há 2500 e que destruiu todas as civilizações e matou toda a gente excepto 8 pessoas?

    [[ Sim. É por isso que se encontram demasiados pontos em comum para serem relatos de histórias distintas. ]]

    É altamente improvável. Há 2500 anos várias civilizações floresciam, erigiam monumentos, lutavam entre si e deixaram monumentos, escritos, corpos e um sem número de evidências que não foram afetadas por algo se quer parecido com o dilúvio.

    [[ E todos esses monumentos e escritos foram destruídos com o Dilúvio. ]]

    Assim, a ter existido um tal fenômeno global que tenha impressionado as pessoas, deu-se há muito mais tempo.

    [[ O Dilúvio que cobriu toda a Terra deu-se há mais tempo ? Bem, pelo menos já estás a entrar nos eixos ao aceitar os dados históricos. ]]

    Não temos qualquer evidência que tenha morto uma percentagem significativa dos seres vivos da época.

    Uma forte evidência disso é que se a era glacial, ao contrário de todas as evidências, se tivesse dado após a data do alegado dilúvio Bíblico, haveria relatos da baixa dos níveis do mar, alterações profundas do clima, assim como a subida posterior dos níveis do mar, etc e etc.

    [[ Ninguém está a falar da era glaciar mas do Dilúvio. tu é que assumiste a era glaciar e agora falas dentro dessa caixa. ]]

    Assim parece que o relato do dilúvio Bíblico, a referir-se a um evento histórico, parece apontar para o fim da última glaciação ou a uma inundação local mas numa época anterior ao inicio das civilizações (cerca de seis mil anos AC)

    [[ Ou então refere-se ao Dilúvio falado na Bíblia, que ocorreu entre 2,500 a 2,400 antes de Cristo.]]

  3. [[ Ou então refere-se ao Dilúvio falado na Bíblia, que ocorreu entre 2,500 a 2,400 antes de Cristo.]]

    E os Egípcios, Núbios e o pessoal na Mesopotâmia continuavam a sua vida como se nada fosse ?

    [[ Não existiam antes do Dilúvio. ]]

    Parece-me altamente improvável.

    Tens alguma fonte que te indique que essas civilizações só começaram depois de 2400 AC?

    [[ Tens alguma fonte credível que refute a linha temporal Bíblica que diz que o Egipto, como nação, só apareceu depois do Dilúvio? ]]

    Não me parece. São mais antigas e continuaram o seu percurso aparentemente enxutas durante o tal dilúvio.

    [[ Não existiam na altura. ]]

    Se tens razões para crer no contrário indica-as que eu, e milhares de historiadores, temos imensa vontade de as conhecer.

    [[ Milhares de historiadores já conhecem. Só os evolucionistas é que parecem ter problemas com os dados históricos. ]]

    Vá lá não sejas egoísta e mostra lá o que tens na manga. Vai ser uma revolução na História.

    Estou ansioso para conhecer.

    Quanto ao fim da ultima época glaciar: tens alguma alternativa para a data da última há cerca de dez mil anos ?

    [[ Não há motivos científicos para se confiar nas datações evolutivas. Ou tens motivos para isso? ]]

    Estou ansioso para saber qual a tua alternativa. Devem ser fontes. dados e evidências fortíssimas. Cá as espero. Sentado, é claro.

    [[ Lê com atenção ao que escreve neste blog. Sentado, claro. ]]

  4. Adalberto Felipe diz:

    João Melo,

    [[ Como é que explicas as semelhanças entre as histórias dos povos antigos e a Bíblia? ]]

    Os relatos podem ser meras fantasias ou referirem-se a eventos distintos.

    É muita coincidência, esses relatos serem de povos distantes de várias populações da terra.

    É muita coincidência muitos desses relatos falarem da arca.

    É muita coincidência muitos desses relatos falarem que a inundação veio por causa da maldade das pessoas.

    É muita coincidência muitos desses relatos fala de 8 pessoas.

    É muita coincidência muitos desses relatos falarem de uma arca.

    [[ Ou então referirem-se a um único evento. Curioso que nem coloques essa hipótese. ]]

    Vamos apenas explorar a hipótese de se tratar um evento global.

    Repare no que o Mats falou e no que falastes agora. Olhe bem as frases para você ver, que então você está colocando essa hipótese, ora.

    Peeeeeeennnsa um pouco, João Melo!! Faça uma análise crítica do que você diz também e não só do que nós dissemos!!! Pare de puxar lenha para suas sardinhas e achar que é só nós que temos verdades absolutas quando é você quem está tendo. Pare de achar que não caçamos evidências e que essas coisas são mentiras, quando você pode facilmente acessar! Sai desse paradigma naturalista do qual você não admite, meu filho!

    [[ Vamos comparar a hipótese de se tratar dum evento global com as alternativas e vêr qual se ajusta melhor aos dados. É assim que funciona. ]]

    Há algum evento conhecido que envolva água e seja global ?

    Vejam a cara do João Melo quando ele fez essa pergunta: http://cache.ohinternet.com/images/2/2d/Trollface_HD.png

    [[ O Dilúvio de Noé. ]]

    Há e está muito bem documentado há cerca de 10.000 anos.

    Então leia a bíblia, pois ao somarmos as idades, dá pouco mais de 6.000 anos e não 10.000.

    [[ Impossível ser há 10,000 anos uma vez que a Terra não tem mais do que 7,000 anos. Se vais assumir coisas, então também
    posso fazer o mesmo. ]]

    O fim da ultima era glaciar. Áreas muito extensas de terra foram inundadas pelas águas. Esta memória poderá ter passado de geração em geração e ter dado os diversos mitos sobre inundações.

    E o João Melo não questiona se isso é válido.

    Será que foi tão grande que chegaria ao topo do monte Everest (do qual são achados fósseis).

    Será que essas pessoas sobreviveriam sem comida por causa da inundação?

    Essa inundação chegaria até a China?

    Por quê alguns dos relatos falam sobre arca, 8 pessoas, conseqüência do pecado, etc.?

    Esse dilúvio de era glacial teria força sufiente para forma um Grand Canyon e cadeinas montanhosas?

    [[ "Poderá". Ou então as histórias que foram passadas de geração em geração, onde há pontos comuns como uma grande embarcação, um julgamento pelo pecado, um pequeno número de pessoas salvas, animais recolhidos, se referem a um único evento catastrófico e global.

    Não te esqueças dessa hipótese. ]]

    Podem estes relatos serem melhor explicados por ter havido um dilúvio global há 2500 e que destruiu todas as civilizações e matou toda a gente excepto 8 pessoas?

    Sim, ora.

    [[ Sim. É por isso que se encontram demasiados pontos em comum para serem relatos de histórias distintas. ]]

    É altamente improvável. Há 2500 anos várias civilizações floresciam, erigiam monumentos, lutavam entre si e deixaram monumentos, escritos, corpos e um sem número de evidências que não foram afetadas por algo se quer parecido com o dilúvio.

    Mas muitas civilizações deixaram, ora. São civilizações, muitas vezes, antiguíssimas.

    [[ E todos esses monumentos e escritos foram destruídos com o Dilúvio. ]]

    Assim, a ter existido um tal fenômeno global que tenha impressionado as pessoas, deu-se há muito mais tempo.

    Pense como quiser. O foco é o dilúvio ter acontecido pelo jeito. O tempo é relevante para o debate, é algo que pode ser debatido em outro assunto.

    Falando de novo (ah, não resisto: o João Melo fala a mesma coisa repetida tantas vezes que é bom falarmos novamente para tentar fazê-lo questioná-lo e retutar também): é igual quando os ateus, na tentativa de desmerecer a Deus, adoram usar essa técnica, perguntando qual deus: “Thor Júpiter, Shiva, etc.” (né João Melo?), sendo que a ciência, mostra que pode haver um design e qual deus é outro assunto de outra categoria e sendo também que os ateus não tragam argumentos lógicos para essas outras divindades, nem procuram saber sobre esses outros tais deuses e nem se questionam porque eles estão certos e quem tem opinião diferente deles está errado.

    [[ O Dilúvio que cobriu toda a Terra deu-se há mais tempo ? Bem, pelo menos já estás a entrar nos eixos ao aceitar os dados históricos. ]]

    Não temos qualquer evidência que tenha morto uma percentagem significativa dos seres vivos da época.

    Faz o cálculo populacional de 2 pessoas no período de 1656 (ah, não, essa não…).

    Uma forte evidência disso é que se a era glacial, ao contrário de todas as evidências, se tivesse dado após a data do alegado dilúvio Bíblico, haveria relatos da baixa dos níveis do mar, alterações profundas do clima, assim como a subida posterior dos níveis do mar, etc e etc.

    Exato, mas os relatos que vemos são dos dilúvios e muitas vezes falam de coisas que a bíblia diz.

    [[ Ninguém está a falar da era glaciar mas do Dilúvio. tu é que assumiste a era glaciar e agora falas dentro dessa caixa. ]]

    Assim parece que o relato do dilúvio Bíblico, a referir-se a um evento histórico, parece apontar para o fim da última glaciação ou a uma inundação local mas numa época anterior ao inicio das civilizações (cerca de seis mil anos AC)

    Só que não foi local. É muita coincidência povos de várias partes do mundo falarem sobre isso e terem semelhanças com a bíblia.

  5. Mats :

    [[ Tens alguma fonte credível que refute a linha temporal Bíblica que diz que o Egipto, como nação, só apareceu depois do Dilúvio? ]]

    Não há nenhuma fonte Histórica que coloque, nem de perto, a fundação do Egito depois de 2500 AC. Nessa altura já andavam eles a construir pirâmides.

    [[ Segundo os dados históricos, e, principalmente, segundo a Bíblia, isso é falso. ]]

    [[ Milhares de historiadores já conhecem. Só os evolucionistas é que parecem ter problemas com os dados históricos. ]]

    E quem são esses Historiadores ? Indica-os.

    [[ Dr. Robin Greer, Chemist, History
    Dr. Terry Mortenson, History of Geology
    Dr. Noel Weeks, Ancient Historian (also has B.Sc. in Zoology)
    John Ray (1627–1705) Natural history
    ...etc, etc.

    Provavelmente há mais, mas a censura evolucionista faz com que escondam a sua fé com medo de represálias.
    ]]

    Continuo à espera das tais fontes Históricas que expliquem como é que há 2500 anos houve um dilúvio que matou toda a gente excepto 8 e todos os animais excepto os da arca quando havia impérios, civilizações, construções, etc e etc.

    [[ Depende dos "impérios, civilizações e construções". Tu especificamente falaste das construções egípcias. Mas essa só vieram depois do Dilúvio, portanto, a tua pergunta não faz sentido nenhum. Sem dúvida que havia OUTRAS civilizações e OUTRAS construções antes do Dilúvio, mas não é disso que falas.

    Contínuo à espera que expliques como é possível o Dilúvio ser falso, quando é o evento que melhor explica o padrão geológico presente.]]
    Penso que só depois de as conhecer as tais fontes históricas podemos tentar chegar a uma conclusão, não é ? Venham elas.

    Adalberto :

    Os relatos existem. São bastante parecidos no próximo oriente. O Épico de Gilgamesh é mesmo muito parecido com o Gênesis. E também anterior. Penso que os Egípcios também tem relatos de grandes inundações.

    O problema, como já disse acima ao Mats, é que na data (2500 AC) não pode ter sido. Cita as fontes Históricas e vamos discuti-las.

    [[ Ó João, "não pode ter sido" ou TU PENSAS que não pode ter sido ? Lá estás tu a repetir o que já foi refutado vezes e vezes sem conta. Continua assim e lá vamos ter que rejeitar os comentários repetitivos. ]]

    Conclusão:

    Continuam a não me mostrar qualquer fonte histórica. E , pelo menos para mim , é bastante difícil entender um dilúvio global que não molhe os egípcios, núbios e por aí fora.

    [[ Mas ninguém disse que os egípcios existiam antes do Dilúvio. Mas és cego ou fazes-te? Mostra lá onde foi dito que já existia o povo egípcio antes do Dilúvio.]]

    Venham lá as fontes….

    Ou há uma conspiração de historiadores, egiptólogos, arqueólogos que se mantém nas ultimas centenas de anos ?

    [[ Como ninguém diz que existiam egípcios antes do Dilúvio, a tua pergunta é auto-refutante]]

    Penso que para quem afirma que só os Historiadores evolucionistas não aceitam o dilúvio mostra poucos trabalhos e historiadores que corroborem o dilúvio há 4500 anos….

    [[ Em vez de mostrar historiadores, é melhor mostrar evidências e isso já foi feito. Por isso é que tu não tens forma de responder às perguntas em relação aos cemitérios fósseis e aos fósseis de animais presos às rochas no exacto momento que estão a dar à luz. Isto demonstra um evento catastrófico bastante rápido para prender o tal animal.
    Não tens resposta pra isto, como a tem evolucionista algum.]]

    Lá vai o Mats começar a censurar os comentários…..é que a verdade é coisa difícil de engolir…

    [[ Por acaso este comentário passou. Assim as pessoas podem vêr como um evolucionista fica bloqueado quando fica sem argumentos.]]

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s