O pescoço da girafa

Como é que a girafa adquiriu o seu longo pescoço? Existe alguma explicação cientificamente válida?

Um famoso contador de histórias disse que “a girafa tinha a aparência semelhante a de outros animais que pastam nas savanas de África“.

A dada altura, a girafa viu folhas frescas em ramos mais elevados.

A girafa reparou que essas folhas tinham uma aparência mais deliciosa e como tal, ele esticou-se, esticou-se e foi-se esticando.[Rudyard Kipling, "How the Giraffe Got its Long Neck," Just So Stories.]

O seu pescoço aumentou de tamanho, mas o mesmo aconteceu com o seu orgulho. De facto, diz-nos o contador de histórias, a girafa ficou demasiado orgulhosa ao se recusar a inclinar o seu pescoço como forma de comer a comida que se encontrava perto do chão.

Devido a isto, só as girafas com pescoços suficientemente longos conseguiram atingir os ramos mais altos e alimentarem-se. Todas as outros morreram.

História triste, certo?

Imaginem o cenário: centenas de girafas mortas espalhadas pelas savanas de África apenas e só porque não quiseram vergar os pescoços e comer a vegetação mais rasa, ao mesmo tempo que os antílopes, os búfalos, as zebras e todos os outros herbívoros africanos caminhavam entre os cadáveres, alimentando-se calmamente da erva rasa.

Mas isto são histórias infantis; certamente que ninguém acredita que o uso de partes corporais vai modificar a informação genética que é passado aos descendentes, certo?

Daí, talvez não..

Entra a teoria da evolução.

Charles Darwin tentou dar uma explicação cientifica mais específica em relação à origem do pescoço da girafa. Ele diz:

. . . . os membros que conseguiam chegar aos ramos mais elevados e eram, durante [as secas], capazes de atingir 1 ou 2 centímetros acima dos outros, foram preservados. Através deste processo longamente contínuo . . . sem dúvida combinado de um modo importante com os efeitos hereditários incrementado pelo uso de partes, parece-me com toda a certeza que qualquer quadrúpede com cascos (inglês: “hoofed”) poderia ser convertido numa girafa.
[Charles Darwin, Origin of the Species (1859), p. 202, em Link]

Mas será isto verdade? Se as girafas mais baixas morreram porque não conseguiram chegar aos ramos mais elevados, o que é que aconteceria às girafas bebés ou ainda em desenvolvimento físico? Os seus pescoços seriam bem mais pequenos. E se as girafas mais pequenas começassem a morrer, não existiriam girafas adultas.

Mas há razões científicas que demonstram de forma bem clara que os delírios de Darwin são pura fantasia. Vamos examiná-las uma a uma.

  • Foram alguma vez encontrados fósseis de manadas de girafas com pescoços mais pequenos, num estado evolutivo anterior?

RESPOSTA: Não.

  • Será verdade que as girafas mais pequenas morreram porque não conseguiam chegar à comida?

RESPOSTA: Não. Tal como todos os outros animais, elas poderiam muito bem inclinar a cabeça e ingerir a vegetação mais rasa. A crença de que a girafa tenta sempre chegar aos ramos mais elevados é falsa:

De acordo com a hipótese competitiva, as girafas usam os seus pescoços como arma vantajosa durante as secas quando a comida é mais rara. No entanto, o que é observado nas savanas é exactamente o oposto.

( . . . )

As fêmeas passam mais de 50% do seu tempo a alimentarem-se com o pescoço na posição horizontal [um comportamento tão comum que é usado para determinar o sexo do animal à distância] e ambos os sexos alimentam-se de um modo mais rápido e mais frequentemente com os pescoços inclinados.

Estas observações, eles concluem, sugerem que ‘os longos pescoços não evoluíram especificamente para levar a alimentação nos ramos mais elevados.
["THE TALLEST TALE" - Link]

Darwin não tinha conhecimentos suficientes para levantar hipóteses ridículas, mas isso pode ser de alguma forma “desculpado”. Os militantes evolucionistas modernos, ao aderirem aos erros de Darwin mesmo depois do que a ciência já mostrou, estão “inexcusáveis” (Romanos 1:20).

  • O que é que acontece quando os seus pescoços são mais longos que as suas pernas? Como é que eles atingem as folhas junto ao chão?

RESPOSTA: Elas apenas afastam as suas pernas da frente. É isso que fazem quando querem beber água.

  • Uma vez que a sua cabeça está abaixo do seu corpo, será que o sangue invade o seu cérebro e causa a que ela desmaie?

RESPOSTA: Os vasos sanguíneos do pescoço da girafa possuem válvulas especiais que controlam o fluxo de sangue. Se ela apenas tivesse um pescoço longo mas as válvulas não estivessem presentes, a girafa morreria.

Desde o princípio que a girafa foi construída para sobreviver:

O coração da girafa é provavelmente o mais poderoso do mundo animal uma vez que é necessária uma pressão duplamente superior para fornecer sangue ao cérebro da girafa.Com um coração tão poderoso e uma pressão sanguínea tão forte, apenas características cuidadosamente construídas impedem que a sua cabeça “expluda” quando ela se inclina para beber água.

Igualmente maravilhoso é o facto do sangue não invadir as pernas da girafa, e elas não sangrarem muito se se ferirem nas pernas. O segredo encontra-se na pele extremamente dura e na fáscia interna que impede que o sangue se concentre.

Esta combinação dérmica está a ser estudada pelos cientistas da NASA como forma de se desenvolverem fatos de gravidade para os astronautas.
[Lynn Hofland, B.S.E.E., "Giraffes … animals that stand out in a crowd," - Link]

Não se afigura possível que os evolucionistas construam um cenário cientificamente plausível para a origem quer do pescoço da girafa quer do seu complicado sistema de regulação da pressão sanguínea.

Este sistema espantoso gera pressão sanguínea suficientemente forte para impulsionar o sangue até 5 metros até chegar ao cérebro, mas rapidamente reduz a pressão – para impedir danos cerebrais – quando o animal se inclina para beber água.


Depois de mais de um século de intensa exploração em busca de fósseis, os mais populares museus evolucionistas do mundo são incapazes de fornecer um único fóssil intermédio que consiga ligar a girafa a qualquer outro animal [Luther D. Sunderland, Darwin's Enigma (1988), pp. 83-84. t., pp. 26-27. - Link].

  • Existe planeamento na origem destas estruturas ou são elas obra do acaso evolutivo? Será credível afirmar que todos estes sistemas são o resultado dum processo aleatório não-inteligente filtrado pela selecção natural?

RESPOSTA: Não. A interpretação evolutiva é claramente ridícula e deficiente. Afirmar que estes mecanismos são o resultado de processos não inteligentes não é muito diferente da história infantil aludida no início do post. A diferença é que Rudyard Kipling não tencionava que a sua história fosse levada a sério, mas Darwin sim.

Então para quê o pescoço tão longo?

O pescoço da girafa cumpre de um modo perfeito dois critérios da Teoria da Mensagem:
  • Refuta o naturalismo ao mostrar que o pescoço nunca poderia ser o resultado de forças naturais
  • Une a girafa com o padrão de vida; Quem criou a girafa e o seu complexo sanguíneo, criou as outras formas de vida presentes na biosfera.

O criacionismo Bíblico – um sub-conjunto da Teoria da Mensagem – fornece-nos uma explicação 100% satisfatória em torno da origem do pescoço da girafa.

“E fez Deus as bestas-feras da terra, conforme a sua espécie, e o gado, conforme a sua espécie, e todo o réptil da terra, conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom.”
Génesis 1:25


About these ads

Sobre Mats

Salmo 139:14 - Eu Te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as Tuas obras
Esta entrada foi publicada em Biologia com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

15 respostas a O pescoço da girafa

  1. igorgitirana diz:

    Ora, mas é claro que a diferença entre a evolução e o conto de fadas é o acréscimo dos milhões de anos, na “história”…

    Num conto de fadas a princesa beija o sapo e ele vira um príncipe, na evolução, ela beija o sapo e espera milhões de anos até que vire um príncipe. :)

    Mats, quando puder, dê uma lida nesse artigo:

    http://cienciadacriacao.blogspot.com/2011/11/guanina-e-citosina-bases-nitrogenadas.html

    Gosto

  2. Tu, e qualquer pessoa interessada, pode procurando 3 termos no google perceber como foi a evolução da girafa.

    Bohlinia

    Honanotherium schlosseri

    Giraffidae

    É que até há fósseis e tudo.

    Gosto

  3. Rui diz:

    Só isto… se tivesse sido pesquisado um bocadinho que fosse sobre a selecção natural, já teria percebido que o que conta não são os que morrem mas sim os que se reproduzem mais…não é preciso morrer nenhum individuo, basta só que o do lado tenha alguma vantagem em relação ao primeiro.

    [[ Então as girafas mais altas tinham vantagens em relação às mais baixas por chegarem a folhagem mais elevada? - Mats]]

    Como por exemplo, comer não só as ervas secas do chão mas também as folhas verdes da copa das árvores. se no final da sua vida tiver deixado mais descentes (repito mais porque o 1º também não precisa de não deixar descendência), os seus genes terão maior representação na população….

    [[ Porque é que as girafas com pescoços mais longos deixariam mais descendentes que as girafas com os pescoços mais curtos? - Mats]]

    Gosto

  4. Karina diz:

    Mats, não tenho comentado muito (problemas de acesso), mas os últimos posts estão muito bons!

    Gosto

  5. Rui diz:

    “Porque é que as girafas com pescoços mais longos deixariam mais descendentes que as girafas com os pescoços mais curtos?”
    Como deverá saber, a reprodução é um processo que absorve uma quantidade imensa de energia. Só um organismo saudável é que sequer arrisca a reprodução, ainda que seja esse o seu impulso. Se eu tiver qualquer vantagem em relação aos outros, por mínima que seja (como por exemplo um alimento mais rico), terei maiores probabilidades de me reproduzir. Se pensarmos numa situação em que o alimento escasseia, aqueles que mais facilmente encontrarem alternativas são aqueles que irão deixar descendentes. Um animal doente não se reproduz, assim como um animal com fome não se reproduz porque a auto-preservação é primeira e reprodução o objectivo último. É óbvio que chegar mais alto, por si, não é nenhuma vantagem. Aliás, nenhuma característica é por si uma vantagem. Apenas pode sê-lo numa determinada situação, como no caso em que chegar mais alto implica melhor alimentação.

    Gosto

  6. jefferson diz:

    “Porque é que as girafas com pescoços mais longos deixariam mais descendentes que as girafas com os pescoços mais curtos?”
    Boa pergunta!>>>Todas as espécies deveriam existir hoje ou pelo menos muitas de pescoços bem diferenciados entre si,não há motivos racionais p/ acreditar na extinção de exatamente as girafafas transicionais!
    E mais como os mecanismos peculiares da girafa foram aparecendo ,a medida q seu pescoço ia se alongando? …como os evolucionistas se atrevem a dizer q acontece sem direcionamento?Poderia esses mecanismos aparecerem de forma aleatória?ou será que eles tem q funcionar de forma q as girafas não morram aida mais sabendo q a agua é uma nescessidade para elas?
    Oras tem q ter fé ,e fé essa que eu nem sei d onde procede,tem q ter fé q pelo simples desejo de um animal certos mecanismo foram aparecendo tornando esse animal adaptado a um novo plano corporal,e esse plano corporal tem mecanismos q obedecem as leis da fisica,pq se não fossem esses mecanismos específicos ,ao beber água esse animal morreria!
    É óbvio que ao criar a girafa ele criou esses mecanismo isso ,pq nenhum animal ganha asas pq qr ,nenhum animal ganha quelras pq qr,nenhuma bactéria vira pluricelular pq qr.
    Assim é facil validar essa teoria,qndo não é pela vontade do animal é por pressão seletiva,ou pressão ambiental…qndo não é por presão seletiva ou ambiental é por vontade da espécie.Mas nessa tal crença não passa da falacia da concretude deslocada … pq todas as espécies de girafas tem o pescoço longo e possuem os mecanismos específicos q obedecem as leis físicas e eu desconhe a existencia de espécies intermediarias de girafas,os tais fósseis transicionais…se bem q os evolucionistas crem q o Ocapi possa ser um “fóssil vivo”>>> Sua cabeça e sua pelagem aveludada parecem ter sido tomadas de empréstimo à girafa[segundo a crença evolutiva].

    Gosto

  7. Nuno Dias diz:

    Boa tarde

    pretendo que o meu nome e imagem deixem de estar associados a este blog/site, pelo que, se houver disponibilidade para apagar a informação que diz respeito a mim, agradeço.

    Cumprimentos

    Gosto

  8. guest diz:

    A bem da verdade, alguns evolucionistas creem que o pescoção da girafa não é por causa da comida mais alta (afinal, isto só lhes daria vantagem em épocas de seca, já que a maior parte da comida da girafa é “rasteira”). Eles concluem que o pescoção é bom na hora da briga e que isto impressiona as fêmeas.

    Claro, mais uma explicação, mas falta dizer se tem algum sentido…

    Gosto

  9. Claudio Neto diz:

    Eu não manjo muito desses assuntos, por isso minha pergunta pode parecer idiota. Mas como fiquei curioso então não custa nada perguntar: por que essa evolução do pescoço das girafas só aconteceu com elas e não aconteceu também com outros mamíferos quadrúpedes?

    abraços.

    Gosto

  10. jefferson diz:

    Claudio Neto

    “por que essa evolução do pescoço das girafas só aconteceu com elas e não aconteceu também com outros mamíferos quadrúpedes?

    abraços.”

    Vou dar uma de evolucionista,heheheh:

    Não questione a evolução,quem questiona questiona pq é religioso,a evolução é tão clara,ela é um fato,nem precisa mais ser encarada com teoria,ou hipótese, ela aconteceu!

    Quanto as girafas?
    É pq só as girafas tem pescoço longo e só elas tem um mecanismo eficaz para mante-la viva ,como esses mecanismo apareceram?De verdade?Não sei!…mas a evolução é UM FATO,então os mecanismos precisos e eficazes da girafa surgiram DE FATO , aleatóriamente,cegamente,sem qqr nível de inteligência envolvida,resultante de mutações aleatórias,que eu creio,[ops...] tenho certeza que geram novas informações [apesar da Margulis em vida ter discordado]

    Se outros quadrupedes,animais parecidos com bufalos,cavalos,zebras,enfim,antílopes tbm evoluíram para essa forma corporal peculiar às girafas …sim! todos esses morreram,desapareceram,nem fósseis deixaram!Só ficou a girafa prá nos contar a história… Qnto aos fósseis um dia nós acharemos os fósseis transicionais… Um dia;temos fé! [...ops]…acreditamos nessa hipótese!
    Mas a evolução já foi provada como verdadeira!

    Gosto

  11. vitor betleos diz:

    achei o que queria valeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Gosto

  12. Thales diz:

    Não entendo muito sobre o assunto, mas seguindo a ideia darwinista, por que as girafas atualmente nao tem o pescoço cada vez maior?

    Gosto

  13. Marcos diz:

    VOCÊ: Como é que a girafa adquiriu o seu longo pescoço? Existe alguma explicação cientificamente válida?

    RESPOSTA: Não adianta querer preencher as lacunas sem respostas respondendo que foi Deus que fez. Você só está perdendo seu tempo juntando falsas evidências e argumentos contra a evolução, pois ela é a única explicação científica para a diversidade de vida na Terra, a mais aceita na ciência, e mesmo se a evolução for provada como mentira, isso não faria o criacionismo automaticamente ser verdade. Se seu blog refutasse a evolução, os fóruns e sites científicos negariam que ela existe, não haveria mais biologia evolutiva, a parte sobre evolução seria retirada dos livros de Biologia.

    Aqui vai um conselho: Se a evolução for mentira ou não, isso não prova e nunca provará o criacionismo, portanto, se eu fosse você, deixaria de perder tempo em sites como este e buscaria estudar mais o criacionismo, já que você o defende tanto.

    Gosto

    • Lucas diz:

      VOCÊ: Como é que a girafa adquiriu o seu longo pescoço? Existe alguma explicação cientificamente válida?

      RESPOSTA: Não adianta querer preencher as lacunas sem respostas respondendo que foi Deus que fez.

      Não adianta querer preencher as lacunas sem respostas respondendo que foi a evolução que fez.

      Você só está perdendo seu tempo juntando falsas evidências e argumentos contra a evolução, pois ela é a única explicação científica para a diversidade de vida na Terra

      Você só está perdendo seu tempo juntando falsas evidências e argumentos contra a criação, pois ela é a única explicação científica para a diversidade de vida na Terra

      , a mais aceita na ciência,

      Irrelevante.

      e mesmo se a evolução for provada como mentira, isso não faria o criacionismo automaticamente ser verdade.

      Mas os evolucionistas dizem que como Deus não criou, então a teoria da evolução está certa. Se existe este dualismo quando ele pode pender para o lado da vossa fé evolucionista, então o mesmo acontece quando a verdade pende para o lado criacionista. Vocês só negam esse dualismo quando sentem que as evidências estão a ser usadas contra a teoria da evolução.

      Se seu blog refutasse a evolução, os fóruns e sites científicos negariam que ela existe, não haveria mais biologia evolutiva, a parte sobre evolução seria retirada dos livros de Biologia.

      Ou seja, o prova de que a evolução está certa, é o facto de existirem pessoas que acreditam nela.

      Claro que o mesmo pode ser dito de qualquer outra mitologia.

      1. A evidência de que geocentrismo está certo é o facto de ainda existirem pessoas que acreditam nisso.

      2. A evidência de que islamismo está certo é o facto de ainda existirem pessoas que acreditam nisso.

      3. A evidência de que - inserir_crença_aqui - está certa é o facto de ainda existirem pessoas que acreditam nisso.

      Aqui vai um conselho: Se a evolução for mentira ou não, isso não prova e nunca provará o criacionismo

      http://darwinismo.wordpress.com/2011/04/18/criacao-ou-evolucao-evolucionistas-negam-este-dualismo-mas-usam-no-com-frequencia/

      portanto, se eu fosse você, deixaria de perder tempo em sites como este e buscaria estudar mais o criacionismo, já que você o defende tanto.

      http://en.wikipedia.org/wiki/Law_of_excluded_middle

      Gosto

  14. JOEL CARVALHO diz:

    É completamente ilógico afirmar que o pescoção da girafa com essa característica foi a “escolhida” na seleção natural, quando exatamente esta tem muita dificuldade para beber água, exatamente por causa de seu pescoção. E logo a água que tem maior relevância para a sobrevivência.

    Gosto

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s