Quem construiu a pirâmide descoberta na Bósnia?

Torna-se hilariante, exasperante e repetitivo observar a forma como os métodos de datação usados pelos evolucionistas continuam a gerar “surpresa” junto dos seus crentes. Sinceramente, o que é preciso ser encontrado nas suas “datações” para que eles mesmos se apercebam que elas não são fiáveis? Um telemóvel no Período Câmbrico?

Um estudo conduzido por um grupo de arqueólogos da Itália coloca em dúvida grande parte das certezas dos historiadores sobre o início das civilizações humanas.

Não. A descoberta coloca em dúvida todas as teorias históricas que assumem a datação evolucionista. A descrição real das nossas origens que não depende dos milhões de anos, nem da teoria da evolução, tal como reportada no Livro de Génesis, não precisa de qualquer tipo de ajuste ou modificação devido à descoberta desta pirâmide.

O motivo é uma investigação de carbono para datar a idade de uma pirâmide encontrada há sete anos na Bósnia. Surpreendentemente, a análise da matéria orgânica encontrada na Pirâmide da Bósnia do Sol indica que ela teria 25 mil anos, ou seja, seria 20 mil anos anterior aos babilónios e sumérios, civilizações que, supostamente, marcam o começo da história das civilizações humanas.

Ou seja, temos aqui um problema grave (para os crentes nos métodos de datação evolucionistas).

Até 2005, antes de ser descoberta, a pirâmide até então era conhecida como a Colina de Visoko, já que se pensava que ela era apenas um morro, por conta do seu tamanho (700 metros) e pela  cobertura vegetal. Contudo, de acordo com as investigações após a prova de carbono, esta pirâmide pertenceu a uma avançada civilização pré-histórica da qual não se tem nenhum conhecimento.

Correcção: esta pirâmide pertenceu a uma civilização humana com tecnologia avançada, mas cujo grau de sofisticação é ignorado visto o mesmo não se enquadrar na narrativa evolucionista das origens.

Enquanto isso, os pesquisadores estão fadados a tentar desvendar uma rede subterrânea localizada sob a pirâmide, em busca de mais informações sobre este achado. Já a comunidade científica, em um geral, terá que se empenhar em fazer um novo mapa da história das civilizações, caso seja confirmada a necessidade de se reescrever o que sabemos sobre isso.

Tradução: as pessoas que acreditam que 1) a Terra tem milhões de anos, 2) que o homem era mais ignorante no passado e 3) que os métodos de datação são fiáveis, vão ser forçadas a reformular todas as suas teorias em torno da história das civilizações.

Do ponto de vista Bíblico, estas construções muito provavelmente foram feitas alguns séculos após o Dilúvio de Noé, e depois de Deus ter dispersado  a humanidade (Génesis 11:8).

Embora elas tenham sido sobrenaturalmente espalhadas de Babel, as civilizações levaram consigo o conhecimento que trouxeram de lá. Essa é uma das razões que encontramos pirâmides similares espalhadas um pouco por todo o mundo.

Fonte: http://seuhistory.com/noticias.html

About these ads

Sobre Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
Esta entrada foi publicada em Arqueologia, Paleontologia com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

61 respostas a Quem construiu a pirâmide descoberta na Bósnia?

  1. igor diz:

    Eu vejo de outra forma, essas piramides são anteriores ao dilúvio, por isso foram cobertas com esses sedimentos por tanto tempo, mas a tradição de fazer piramides continuou após o diluvio…. Agora para os naturalistas mais bitolados, certamente isso quer dizer que tais piramides foram feitas por aliens que ajudaram a vida na terra evoluir então isso fecha as lacunas da evolução, mas quem ajudou os aliens a evoluirem? Ora ele evoluiram por acaso LOL ;)

    Gosto

    • Márcio diz:

      Prove, então, que isso foi obra de extraterrenos…

      Basta abandonar algumas ruínas por algumas décadas para ficarem cobertas de sedimentos e vegetação.

      Gosto

    • Massena diz:

      Engraçado aqui o igor a falar dos aliens. Porque estas “pirâmides” estão exatamente na mesma categoria “científica” dos “aliens antigos”: pseudo-ciências e embustes.

      Quando li este artigo nem queria acreditar… Para além do senhor que teve a ideia de chamar àquilo pirâmides e dos seus acólitos, poucos dão qualquer crédito a que sejam construções humanas. Ficarei cético a esse assunto até que uma escavação a sério seja realizada, de forma a ver blocos de pedra formados para o propósito de uma pirâmide e que alguma entidade como a Unesco se mostre interessada nisso.

      Qual o artigo seguinte? Que se pode ver Atlantis no Google Earth? Ou que os homens-lagarto estão a querer dominar o mundo?

      Mas a questão é, afinal os métodos de datação funcionam ou não?

      M

      Gosto

  2. Welton diz:

    Ué, se a pirâmide é mais antiga do que qualquer coisa que até então conhecemos, isso só prova que os evolucionistas estão errados, mas não vejo como isso prova que os criacionistas estão certos. Isso porque, aumenta ainda mais a provável idade da terra, algo negado pelos criacionistas. E de onde saiu a suposição de que as pirâmides foram construídas pela civilização babilônica? Nem evolucionistas e nem a bíblia diz nada sobre isso. E concordo com o que foi dito pelo Igor, isso com certeza da munição para aqueles que acreditam na intervenção de alienígenas. Mas fica a pergunta, pra que uma civilização adiantada ia viajar anos luz, construir um monte de piramides e depois ir embora? Não faz muito sentido. Mas no final das contas a pergunta é: importa mesmo a idade que a Terra tem? Ou o mais importante é, quantos anos o planeta ainda terá? Acho que qualquer um dos lados (naturalistas/evolucionistas, criacionistas e aqueles que querem acreditar em outras possibilidades) deveriam se perguntar, pois todos estão (estamos) no mesmo planeta. :)

    Gosto

    • Azetech diz:

      Welton

      E de onde saiu a suposição de que as pirâmides foram construídas pela civilização babilônica? Nem evolucionistas e nem a bíblia diz nada sobre isso.

      Mas quem disse que foram os Babilônicos??
      A Bíblia relata que povos altamente desenvolvidos existiram antes da catástrofe global (Dilúvio).
      Flávio Josefo (Historiados Judeu) relata em seu livro Antigüidades dos Judeus (Livro I, Cap. IV.) Que alguns artefatos e obras do povo prédiluviano sobreviveram a catástrofe, sendo visível aos povos daquela geração posterior.
      Creio eu, que não somente as pirâmides, mas ruinas megalíticas e artefatos “misteriosos”, onde ufólogos julgam ser de ET´s, são na verdade evidências remanescentes daquele povo que existiu no planeta.
      Então como a bíblia já relatava e os evolucionistas não sabem de nada, é mais um ponto para a bíblia.

      Gosto

      • The Night diz:

        Ao dizer que os evolucionistas não sabem de nada, você afirma que esta pirâmide/esse povo tem milhões de anos de antecedência, correto?
        Afinal, a escala evolucionista é focada nos Milhões (Fim da era dos dinossauros, primeira espécia do nosso gene há 4 milhões de anos atrás, Homo Sapiens apareceu há pelo menos 300.000 anos…)
        Por que afinal, povos que viveram na época depois do desenvolvimento final do nosso gene, não realmente importam para a escala de tempo. Só se eles surgiram há uns milhões de anos.. pff.

        Gosto

    • Rodrigo diz:

      As talvez quando encontrarmos todas as piramides conseguiremos um mapa estelar que nos guie à nossa origem, por isto os ETs deixaram o legado das piramides, agora eu tenho outra teoria, as piramides ja estavam ai a muito tempo, e os maias egypcios e bósnios do qual temos registro só se utilizaram delas, da a lacuna na inteligência evolutiva do homem.

      Gosto

    • Evanir Prante diz:

      As piramides não são a coisa mais antiga que conhecemos. As minas descobertas na Africa tem a idade, algumas de 50 a 100 mil anos. E as construções subaquaticas do Japão? E construções e tumulos incas, com 50.000 mil anos de idade?

      Gosto

  3. Andnrios Maximus diz:

    Evidentemente há algo errado na teoria da evolução. Já vi em documentários cientistas dizerem que o ser humano é praticamente o mesmo desde certo tempo. Um longo período que não evoluímos.
    Se o ser humano evolui, então como esses seres humanos foram capazes de conhecer tanto de engenharia para construir uma pirâmide dessas e eu não imagino como eles começaram?
    Será que eles já sabiam escrever? Certamente eles não passavam métodos matemáticos através da tradição de contar histórias.

    Não foram os aliens que ajudaram os seres humanos. Se falarmos em aliens só levará a mais questões como: quem são eles, de onde vieram, por que vieram, se vieram de outro sistema solar como eles conseguiram viajar anos luz sem envelhecer e morrer, por que não há nenhuma evidência da influencia alien nos seres humanos, etc.

    Esse negócio de alien é ficção.

    Gosto

  4. jephsimple diz:

    Um pouquinho de humor…

    Ou então essa pirâmide surgiu sem-querer-querendo , sem realmente a intenção de se trazer a existência uma pirâmide, sem projeto, sem inteligência.Ela após milhões de anos, surgiu acidentalmente por processos físicos/naturais da matéria e energia.Tenho certeza que pra essa hipótese não faltariam histórinhas imaginárias naturalista, uma vez que eles possuem imaginação fértil para defender que o código ADN surgiu acidentalmente, e que cria seres vivos diferentes acidentalmente.

    Ou então foi alguma população de quadrúpedes irracionais parecidos com macacos que fizeram essa pirâmide; estavam entediados.Depois os humanos racionais apenas copiaram .

    Gosto

    • Azetech diz:

      Jeph

      HAHAHAHAHAHAHAHA muito bom……
      Porém mesmo sendo de brincadeira, pode até ser que algum crente darwinista leve a sério esta “possibilidade”. Como para eles o acaso fez uma lama virar vida em um ambiente ESTÉRIL, pirâmides formarem sozinhas por “forças” naturais são “Fichinha” LOL ;-)

      Gosto

      • jephsimple diz:

        rsrsrsrsrs,

        Verdade.

        Pela “lógica” naturalista, evolucionista, pirâmides muito bem formadas podem surgir acidentalmente, aleatoriamente.

        Chega a ser divertida a posição fundamental dos naturlalista.

        Gosto

  5. André diz:

    Interessantemente, a opinião de que este morro é uma pirâmide artificial é minoritária e amadora, fruto de “pesquisas” de um bósnio que acredita que seu povo tem alguma identidade antiga. Geólogos, quando foram para lá, encontraram apenas um morro com a mesma composição do resto do terreno. O formato, inclusive, é extremamente comum; tem um morro piramidal do lado da minha antiga casa, e em milhares de outros lugares no planeta.

    Pela leitura que fiz, me pareceu que essa visão é propagada por bósnios interessados em mitificar o próprio passado. Pseudo-ciência a serviço de uma agenda, nada mais típico. Quando me mandaram essa matéria, fiquei assustado; E me espantou que um blog, que se propõe cético e científico (embora eu discorde amplamente das conclusões que vi por aqui) tenha utilizado de um trabalho tão amador quanto do tal Osmanagich.

    Resumindo, é um morro natual de argila e arenito.

    Fonte: http://www.smithsonianmag.com/history-archaeology/The-Mystery-of-Bosnias-Ancient-Pyramids.html?c=y&page=1

    Gosto

    • Marcelo diz:

      Rapaz, você tem problemas sérios a resolver para que sua justificativa tenha alguma validade:
      1. Foi um grupo de arqueólogos da Itália que conduziu o estudo, e não bósnios que acreditam que seu povo tenha alguma identidade antiga;
      2. Não se trata de achismo, embora, pra mim, dê na mesma, mas a pirâmide foi submetida à datação por Carbono, método utilizado por cientistas cujos resultados subsidiam, juntamente com outros métodos, a cronologia de praticamente tudo, inclusive da humanidade;
      3. Você diz que os geólogos que foram lá encontraram apenas morro. Como, então, chegou-se à conclusão de que a tal pirâmide pertenceu a uma avançada civilização? E a tal rede subterrânea localizada sob a pirâmide?
      4. Pseudo-ciência? Agenda? Tsc.

      Resumindo, é um morro natural de argila e arenito com 25 mil anos, também chamado por alguns cientistas de pirâmide, que pertenceu a uma avançada civilização e que tem uma rede subterrânea. Sem esquecer que tudo isso é obra do acaso.

      Gosto

      • Para quem acha que é apenas morro, olhe as fotos das escavações neste site:

        http://www.bosnianpyramidofthesun.com/

        Gosto

      • Azetech diz:

        Marcelo

        Resumindo, é um morro natural de argila e arenito com 25 mil anos, também chamado por alguns cientistas de pirâmide, que pertenceu a uma avançada civilização e que tem uma rede subterrânea. Sem esquecer que tudo isso é obra do acaso.

        LOL… Como este tal “acaso” é poderoso não é mesmo?
        Não há nada impossível para o onipotente “acaso”.
        Ele pode fazer tudo, como criar um universo do nada, criar Informações codificadas funcionais, criar vida da LAMA em um ambiente ESTÉRIL, transformar amebas em seres humanos, e para completar, criar pirâmides na bósnia e embaixo do mar do Japão hehehehe ;-)

        Como diz aquele ditado, é rir para não chorar. rsrsrsrs

        Gosto

      • Massena diz:

        @Marcelo
        Mas o @André até deu referências do que disse. Se não sabes ler inglês ou não tens paciência para ler 7 páginas, então não o culpes disso.
        “1. Foi um grupo de arqueólogos da Itália que conduziu o estudo”
        Qual estudo? O que concluiu que o material testado tem 25 mil anos? Ou o que conclui que aquilo é de facto uma pirâmide? Ou o que conclui que foi feita por uma civilização avançada? É que foste ao site do History Channel, leste os 3 parágrafos ambíguos que lá estão, sem referências para nenhuma das afirmações e vieste dizer isso?

        “2. Não se trata de achismo, embora, pra mim, dê na mesma, mas a pirâmide foi submetida à datação por Carbono”
        Certo, e o resultado foi que o material testado deu uma idade de 25 mil anos (a Terra não tem só 6500 anos?). O que isso tem a ver com aquilo ser uma pirâmide feita por uma civilização avançada?

        “3. Você diz que os geólogos que foram lá encontraram apenas morro. Como, então, chegou-se à conclusão de que a tal pirâmide pertenceu a uma avançada civilização? E a tal rede subterrânea localizada sob a pirâmide?”
        Porque simplesmente não há nenhum trabalho científico creditado que chegue a essa conclusão. Quem chegou a essa conclusão foi um senhor bósnio que vive(vivia?) no Texas, que não tinha qualquer estudo relacionado com arqueologia ou história. E escreveu um livro sobre isso. E depois fez uma fundação sobre isso. E depois convenceu meia dúzia de seguidores disso, na sua maioria utilizadores de fóruns de teorias da conspiração. Já agora esse senhor também escreveu um livro em que dizia que o Hitler e os comparsas fugiram para uma base secreta na Antártica e que depois andaram a guerrear a expedição científica feita em 1946. Para além disso, ainda escreveu outri a dizer que os Mayas são descendentes de pessoas de Atlantis e que estas vieram de um conjunto de estrelas… Credível hã?
        Rede subterrânea de túneis? Uau, nunca se ouviu falar disso criado naturalmente. Ah espera lá, já se ouviu já, é só ir visitar um sistema de grutas em qualquer serra… Há ali umas muito boas na Serra de Aire e Candeeiro em Portugal, aconselho!

        “4. Pseudo-ciência? Agenda? Tsc.” Pseudo-ciência é o que esse senhor faz, tem uma ideia infundada e independentemente das evidências que encontra, provem ou desprovem a conclusão inicial, essa nunca é alterada!

        “Sem esquecer que tudo isso é obra do acaso.”
        De facto se for um morro natural, é obra do acaso…

        M

        Gosto

    • Azetech diz:

      André

      Então o que tem a dizer das construções com alicerces MEGALÍTICOS de Baalbek (Onde nem mesmo 100 guindastes modernos poderiam levantar), arquitetura precisa de Puma Punku (onde os traços dos desenhos possuem a precisão similar a desenhos feitos em tornos mecânicos atuais) e as pirâmides submersas de Yonaguni?
      Por um acaso TODOS eles são morros naturais de Argila? hehehehehe :-)

      Aproveitando o ensejo, gostaria de saber, baseado em seu modelo de fé, como os crânios alongados e GIGANTES do Perú e outros encontrados em Cuzco, se enquadram em tua cronologia darwinista. Seria estes crânios de ET´s (como creem os ufólogos) LOL :-)

      Fontes:
      Baalbek: http://www.bibliotecapleyades.net/esp_baalbek_1.htm

      Yonaguni: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=366012

      Puma Punku: http://nadanoslibradeescorpio.blogspot.com.br/2012/04/puma-punku-construyendo-cosmovisiones.html

      Crânio Peru: http://thegreaterpicture.com/skulls.html

      Gosto

  6. Diamantino diz:

    Na minha opinião construção em forma piramidal é das mais antigas capacidades humanas, Actualmente ainda é para as criaças algo qua as fascina, constatei isto há poucos dias com o meu neto de sete anos, quando ele fez algumas cortando e dobrando de papel.
    Há 25.000 anos o homem já era desenvolvido. A ciência afirma é que o Homem do Neandertal vivia na Europa há cerca de 40 mil anos. Portanto a comparação do homem de há 25.000 anos com um símio é no mínimo abusiva. Há 40.000 foi o início do Paleolítico Superior na Europa. Há uma abundância de fósseis incluindo cerimônias elaboradas de enterro de mortos; registro arqueológicos das chamadas vênus paleolíticas e arte rupestre. As estatuetas de Vênus são consideradas deusas da fertilidade. As pinturas de caverna em Chauvet e Lascaux são consideradas representativas da manifestação de um pensamento religioso.

    Gosto

  7. Marcelo diz:

    Hehehe… postei em um fórum que visito e o pessoal já veio falando em pareidolia Auahauh. Só pra constar, vi essa notícia em um site (acho que é caminho alternativo XD) e lá há mais detalhes, como o nome dos italianos responsáveis pelo estudo, um print do resultado do teste com carbono etc.

    Gosto

  8. Até acredito que existam obras feitas antes do dilúvio, pois a bíblia mostra claramente que os seres humanos antes do dilúvio eram muito fortes.

    Depois do dilúvio os seres humanos continuaram fortes também e Deus certamente permitiu isso para facilitar o repovoamento do mundo, numa geografia e clima bem diferentes, mas depois os seres humanos foram perdendo rapidamente a força que tinham. Prova disso é a idade das pessoas depois do dilúvio que vai caindo rapidamente, de uma maneira estranha e rápida.

    Mas já ouvi falar (mas não sei se é verdade) que nas pirâmides do Egito são encontrados fósseis, o que leva a crer que elas foram feitas depois do dilúvio, provavelmente antes e durante o período do Êxodo e a bíblia parece indicar indiretamente algo relacionado ou algum acontecimento ‘diferente’ no Egito, como em Gênesis 41:43.

    Não creio que a inacabada Torre de Babel teve uma forma piramidal, pois uma pirâmide não é exatamente uma torre e também, como ela tinha que alcançar uma altura muito grande (Gêneses 11:4), ela teria que ter janelas para as pessoas respirarem, caso ela chegasse a certa altura, o que é algo pouco comum em pirâmides e seria mais complicado construir algo imenso numa forma de pirâmide.

    Acredito que a Torre de Babel tenha sido mais ou menos como é retratada nas intrigantes obras de artes européias antigas: uma forma cônica, com várias “janelas”.

    Sobre as pirâmides, elas podem e certamente tem alguma relação com a Torre de Babel sim, mas pirâmides também tem muita relação com o ocultismo e a bíblia também mostra como o mundo retornou a ficar ruim depois do dilúvio (salvo o povo de Israel) e as próprias evidências dos povos antigos que tinham pirâmides como os egípcios, maias, etc., mostram ocultismos.

    Independente disso é algo intrigante, o mundo antes e pouco depois do dilúvio de Noé e como as pessoas eram naqueles tempos e com fé, nós seremos até mais do que essas pessoas, eternamente!

    Gosto

  9. iknowyou diz:

    Cada um com a sua versão, não é mesmo?

    Gosto

  10. Azetech diz:

    Massena

    Certo, e o resultado foi que o material testado deu uma idade de 25 mil anos (a Terra não tem só 6500 anos?)

    O que mais me impressiona é a capacidade inerente de crentes darwinistas deturparem argumentos que não estão de acordo com a fé em Darwin.
    Ou fazem propositalmente ou isso é resultado da cegueira espiritual que possuem.

    Primeiro: Existe alguma data ou período descrito em de 1.1 de Gênesis: “No princípio criou Deus, os céus e a terra?”
    Onde está a data aí prezado? Cadê seus supostos 6500 anos???

    Segundo: é a HISTÓRIA HUMANA que possui esta aproximadamente esta idade, pois o tempo foi contado A PARTIR da divisão da luz e trevas no INÍCIO da formação dos princípios antrópicos.
    Antes disso, o “tempo” não é declarado.

    Terceiro, a Datação de C14 é válida APENAS PARA A ATMOSFERA E CLIMA ATUAL (Com as taxas atuais). Se houvesse uma alteração brusca nesta atmosfera o método seria invalidado.
    Com isso, somente a fé de vós em no uniformitarismo (Crença que nunca houve uma mudança brusca e radical no planeta) é que a torna em sua totalidade confiável.

    Como não temos a vossa fé em crer que o hoje sempre foi igual ao passado, mas simplesmente aceitamos as evidências e o fato de, aproximadamente 4000 a 5000 anos atrás ter ocorrido a catástrofe global que alterou TODO ecossistema (assim como o clima e a atmosfera), este método é válido PARCIALMENTE. Seu nível de confiabilidade vale-se para seres que habitaram em NOSSO ambiente hoje, ou seja, para seres com menos de 4000 anos.
    Para seres ALÉM deste periodo, este método de datação é obsoleta.
    Então a datação que indicar mais de 5000 anos, só demonstra que ela é PRÉ-DILUVIANA e mais nada.
    Entendeste prezado?

    Agora, aproveitando o raciocínio, levanto uma questão:
    como tu comprovas que NUNCA houve-se uma catástrofe global no planeta? Como tu comprovas que a fé no uniformitarismo é real?
    Lembre-se se quiseres validar o método do C14 para TODO periodo de 50000 anos (como a crença no método diz), este princípio fundamentado em FÉ deverá ser verdadeiro.
    Como tu comprovas que a tua FÉ é verdadeira?

    Gosto

  11. Massena diz:

    Primeiro: Não existe, de facto, idade para a Terra na bíblia. Mas o número que os criacionistas chutam é entre 6500 anos e 10000 anos, ou estou errado?

    Segundo: é a história escrita que tem aproximadamente 7000 anos. Antes disso existiam os homens pré-históricos que não registavam eventos, mas pintavam as suas vidas nas paredes das cavernas em que viviam. Conheces o conceito “pré” certamente.

    Terceiro: A datação de C14 é calibrada, usando como referências outros dados conhecidos para cada período de tempo, de forma a contabilizar essas mudanças atmosféricas de que falas, que na verdade são, na sua maioria, diferenças entre o rácio de C14 e C12. Por exemplo conheces o método de contagem dos anéis das árvores? Ou da taxa de crescimento dos corais? E das camadas de gêlo?

    “Então a datação que indicar mais de 5000 anos, só demonstra que ela é PRÉ-DILUVIANA e mais nada.
    Entendeste prezado?”
    Não entendi, porque não há evidências de que houve um dilúvio global em altura nenhuma, isso é a tua fé. Sabes quantos anos têm as pirâmides do Egito? Sabes quantas pessoas existiriam quando estas foram construídas, caso o dilúvio global tivesse ocorrido e apenas 8 pessoas teriam sobrevivido?

    “como tu comprovas que NUNCA houve-se uma catástrofe global no planeta?”
    Da mesma forma que tu comprovas que nunca existiram unicórnios na lua. Não consigo provar uma negação dessas, mas a questão é que tu é que afirmas que houve, tu é que tens de provar isso.
    E sim, de facto a datação por C14 está calibrada para períodos de até 50000 anos. Poderás ir ler a edição 303 da revista Science se quiseres ler sobre isso. Já desde 69 que se percebeu isso que acusas de ninguém ter em conta, e por isso surgiram os métodos de calibragem.

    Relativamente ao artigo em si. Quando (se) for comprovado que aquilo são de facto pirâmides artificiais, então os historiadores vão ter trabalho a rever algumas coisas e é assim que funciona o método científico. Mas nesse caso, em que é que prova ou evidencia que houve um dilúvio global e que Deus criou tudo e todos há uma dezena de milhares de anos? Mais rápido me convenceriam que foram aliens do que essa vossa fábula.

    Gosto

    • Azetech diz:

      Massena

      Primeiro: Não existe, de facto, idade para a Terra na bíblia. Mas o número que os criacionistas chutam é entre 6500 anos e 10000 anos, ou estou errado?

      Sim está errado. A maioria dos criacionistas não citam nada da idade da terra, até mesmo porque a bíblia não revela. A Maioria dos criacionistas, assim como eu, definimos a idade HISTÓRICA com o período de 6600 anos 7000 anos. Este período HISTÓRICO começou com a formação dos princípios antrópicos que envolve a Terra assim como a criação do primeiro Homem, que foi Adão.

      Segundo: é a história escrita que tem aproximadamente 7000 anos.

      Errado novamente. A escrita mais antiga é o sânscrito e possui aproximadamente 5400 anos. Houve-se escavações narrados por Claos Dona de uma linguagem universal presente em artefatos no PLANETA TODO, sendo classificado de pré sânscrito. sua data segundo fé darwinista era desconhecida, mas de acordo com s bíblia, pertencia a humanidade antes da divisão das línguas em Babel.

      Antes disso existiam os homens pré-históricos que não registavam eventos, mas pintavam as suas vidas nas paredes das cavernas em que viviam.

      E como provas isso? Como prova a idade das escritas? Qual método de datação utiliza? Devo te relembrar que não possuo tua fé darwinista assim como tua fé na cronologia que envolve sua “religião”?

      Conheces o conceito “pré” certamente.

      Conheço sim. Este periodo se enquadra em gênesis 1.1 quando o tempo ainda não era contado.

      Terceiro: A datação de C14 é calibrada, usando como referências outros dados conhecidos para cada período de tempo, de forma a contabilizar essas mudanças atmosféricas de que falas, que na verdade são, na sua maioria, diferenças entre o rácio de C14 e C12. Por exemplo conheces o método de contagem dos anéis das árvores? Ou da taxa de crescimento dos corais? E das camadas de gêlo?

      Primeiro, o C14 depende sim de uma uniformidade na atmosfera assim como sua taxa presente. Uma mudança brusca tornaria irrelevante esta técnica.
      Segundo, Comparas com crescimento de corais e anéis de árvores e camadas de gêlos???
      Não foste feliz em teu raciocínio, pois este argumento fortalece a uma terra jovem. Explicarei o porque:
      O método das camadas de gelo se assemelha aos métodos estratigráficos, portanto não tem NENHUMA ligação com o C14. O método C14 é voltado para seres vivos e não para água ou rochas. Então desconsiderarei esta tua falha.
      O recife de corais mais antigo do mundo é o de Great Barrier Reef, e possui a idade de 4200 anos. A arvore mais antiga registrada do mundo é a Bristlecone Pines e possui uma idade de 4300 anos. O método c14 sobre elas, foi efetuado sobre o nosso clima atual (Pois a catástrofe global foi a 4500 a 5000 atrás), então foi confirmado suas idades.
      Porém aí é que está o detalhe, se a “farta” idade da terra, baseado pela fé darwinista é um fato, porque a árvore e os corais possuem menos de 5000 anos?
      Porque estes outros métodos não corroboraram uma idade maior, como por exemplo 10.000 anos, juntamente com o C14?
      Percebemos que esta tua correlação só serviu de “corda” para sua própria forca
      Prezado, preste atenção, o C14 é válido apenas para 4500 e 5000 anos atrás pois a atmosfera era a mesma de hoje. Antes disso, segundo relatos bíblicos, o planeta possuía outra atmosfera.

      Não entendi, porque não há evidências de que houve um dilúvio global em altura nenhuma, isso é a tua fé.

      Prezado, é a tua FÉ cega no darwinismo que não te faz enxergar das evidências do dilúvio. Formação das camadas estratigráficas, grandes quantidades de fósseis, registros de animais marinhos em locais desérticos, mares com águas salgadas e doce juntas (Como o Mar Morto), continentes divididos, fossas marítimas, montanhas altas, etc… tudo isso é evidência do Dilúvio universal.
      O problema é que a tua fé cega no darwinismo o faz “interpretar” estas evidências como se fosse “provas” dos seus supostos “zilhões” de anos.
      A evidência existe, o problema é reconhece-las o que de fato elas representam.

      Sabes quantos anos têm as pirâmides do Egito?

      Mais de 6500 anos elas não tem.

      Sabes quantas pessoas existiriam quando estas foram construídas, caso o dilúvio global tivesse ocorrido e apenas 8 pessoas teriam sobrevivido?

      Ora, mas antes do dilúvio a Bíblia relata que houve uma civilização MAIS EVOLUÍDA FISICAMENTE que possuíam tecnologias avançadas e uma linguagem universal.
      As evidências destes monumentos demonstram que seus engenheiros eram habilidosos, fortes e possuíam tecnologia. A uniformidade e a linguagem pré-sânscrita também demonstra que uma linguagem universal existiu.
      Todas evidências se enquadram aos relatos bíblicos. Somente para a tua fé darwinista estes achados reais são um “mistério”

      Da mesma forma que tu comprovas que nunca existiram unicórnios na lua.

      Puxa vida, não consegue provar que não existe unicórnio na lua O_o? Teu raciocínio lógico está falho não? Sabia que a lógica não era um ponto forte de vós crentes darwinistas, mas perceber que esta debilidade era tão grande a ponto de não conseguir comprovar algo lógico…. estou impressionado.
      É muito fácil comprovar que não existem unicórnios na lua, dou uma dica, utilize as EVIDÊNCIAS EXISTENTES que refutam este pensamento. Se não conseguir te ensinarei depois.

      Não consigo provar uma negação dessas, mas a questão é que tu é que afirmas que houve, tu é que tens de provar isso.

      Prezado, se conseguisse provar que a terra tivesse os “zilhões” de anos, automaticamente conseguiria me provar que o dilúvio nunca ocorreu.
      Por um acaso não consegues também provar que o planeta é antigo? Por um acaso está aceitando que CRE POR FÉ nesta suposta idade da Terra?? Humm…. Muito bem… se for o que estou pensando então seu discernimento está evoluindo

      E sim, de facto a datação por C14 está calibrada para períodos de até 50000 anos. Poderás ir ler a edição 303 da revista Science se quiseres ler sobre isso. Já desde 69 que se percebeu isso que acusas de ninguém ter em conta, e por isso surgiram os métodos de calibragem.

      Prezado, ela está calibrada a 50000 anos SE A ATMOSFERA FOSSE CONSTANTE E UNIFORME.
      Se houvesse uma mudança brusca que alterasse as taxas de C14 radicalmente, ela se tornaria obsoleta.
      Uma dica, leia mais sobre os método, Conheça-a melhor. A dúvida é o maior aliado da ignorância.

      Relativamente ao artigo em si. Quando (se) for comprovado que aquilo são de facto pirâmides artificiais, então os historiadores vão ter trabalho a rever algumas coisas e é assim que funciona o método científico.

      Não necessariamente. Nem todos historiadores precisarão rever. os darwinistas sim, terão muito trabalho. porém os historiadores que reconhecem a bíblia, só dirão: “Nós já sabia-mos”

      Mas nesse caso, em que é que prova ou evidencia que houve um dilúvio global e que Deus criou tudo e todos há uma dezena de milhares de anos?

      Como se prova a história prezado? Se de fato conhecesse a ciência, saberia que a história não pode ser reproduzida em laboratório.
      História já passou, não tem como comprova-la empiricamente.

      Mais rápido me convenceriam que foram aliens do que essa vossa fábula

      E como tens certeza que cremos em fábula e tu crê em uma realidade? como sabes que não és tu que está vivendo na fábula dos homens macacos e pedras superpoderosas que viram vidas (sem contar no milagroso NADA que se explode virando o universo)
      Por um acaso provas que a tua “verdade” é de fato verdade através da FÉ? Hum… se a resposta for sim, realmente está evoluindo em seu raciocínio lógico ;-)

      Gosto

      • Massena diz:

        Não vou discutir outros assuntos, porque não vale a pena. Vocês estão fixos nos vossos dogmas e independentemente das provas que vos puserem diante dos olhos, vão dizer que é tudo uma conspiração “darwiniana”. Vou só esclarecer algumas coisas que me parece teres entendido mal.

        Tu não és a maioria dos criacionistas. A maioria (sejam os “cientistas”, sejam os políticos, sejam os que têm programas de “tv” na net) diz que a Terra tem entre 6000 e 10000 anos. Já agora qual o teu valor?

        Tens razão na questão dos 5400 anos, queria dizer 6000, mas mesmo assim é mais perto de 5400. O resto do que falas são teorias da conspiração com pouca credibilidade (por enquanto, não digo que é tudo mentiras, só que é uma hipótese pouco apoiada com evidências, tal como estas pirâmides). E acredita em mim, houve uma altura da minha vida, em que eu queria que os cientistas estivessem todos errados, e que estas teorias fossem reais, mas isso era como a religião, era só “wishful thinking”. Só porque a história da humanidade seria muito mais espetacular, não faz disso real. Depois conheci o método científico e como os cientistas chegavam às conclusões que chegavam.

        Parece-me que não percebeste o que quis dizer com calibragem do C14. Pegas num método de datação independente do C14 e calculas a idade de determinada coisa. Depois resolves a equação do decaimento de C14 baseado nessa idade e obtens o racio certo entre c14 e c12, e aplicas esse rácio nas datações de C14. Sabes que um coral cresce x por ano, vês o tamanho dele e dá-te 5000 anos. Fazes a datação por C14, sendo a idade conhecida e resolves em função do rácio de c14-c12. O mesmo com as camadas de gêlo. Não estava a insinuar que irias datar uma camada de gêlo com C14…

        “Puxa vida, não consegue provar que não existe unicórnio na lua O_o?”
        Eu não disse que não conseguias provar que existem atualmente unicórnios na lua. Disse que não consegues provar que nunca, ou seja em tempo algum, existiram unicórnios na lua.

        “Prezado, se conseguisse provar que a terra tivesse os “zilhões” de anos, automaticamente conseguiria me provar que o dilúvio nunca ocorreu.”
        As provas existem que o sistema solar tem 4.5 mil milhões de anos, os teus dogmas é que te impedem de ver isso. Deixo-te este link para veres um resumo dos métodos usados para chegar aos 4.5 mil milhões: http://www.talkorigins.org/faqs/faq-age-of-earth.html

        “E como tens certeza que cremos em fábula e tu crê em uma realidade? como sabes que não és tu que está vivendo na fábula dos homens macacos e pedras superpoderosas que viram vidas (sem contar no milagroso NADA que se explode virando o universo)”
        Porque a única evidência para a tua realidade está contida num único livro escrito há uns milhares de anos, sem mais nenhuma referência histórica em lado nenhum.
        Já a minha realidade é apoiada pela física, matemática, biologia, cosmologia, geologia, história, olhos e lógica.
        Relativamente ao “nada”, aconselho-te a ir ver a palestra do Prof. Lawrence Krauss (http://www.youtube.com/watch?v=EjaGktVQdNg).
        Eu não “acredito” no big bang ou na evolução. Eu “aceito” essas teorias como as mais prováveis para explicar como a humanidade surgiu. Isto porque a alternativa seria “acreditar” num ser mágico.

        Na tua teoria, todas as galáxias estão a menos de 10000 anos luz da Terra? Ou Deus criou os fotões já a caminha da Terra? Ou entra a teoria que a luz andava milhões de vezes mais rápido?

        Gosto

  12. Manolo diz:

    Então, só porque a datação de carbono-14 indica ser mais antiga que as civilizações que surgiram no oriente médio isso torna o evolucionismo errado? Não entendi, seria como achar um “evangelho perdido” e dizer que só porque algumas coisas nele estão diferentes a bíblia é completamente falsa? Porque é o que está parecendo.

    Eu vejo isso como a necessidade de realizar escavações no local para encontrar tudo que for possível na área e em regiões próximas para desvendar quem pode ter criado a pirâmide, além de escavações no próprio monte para encontrar a base da construção.

    Quanto ao fato de existirem pirâmides tanto no Egito quanto em partes da América Central, isso é questão de engenharia: estruturas em formato piramidal são muito resistentes graças à sua base ampla, o que torna construções grandes nesse formato mais fáceis de se fazer e duradouras.

    Gosto

  13. Marcelo diz:

    Ao Massena,

    tá meio complicado entender seus questionamentos, principalmente quando você faz perguntas cujas respostas estão no próprio texto. Faz o seguinte, dá uma lida nesse link: http://caminhoaltern…em-25-mil-anos/ . A notícia está mais detalhada, inclusive dando nomes aos responsáveis pelo ‘estudo’. E pasme você, não é um senhor Bósnio que vive/vivia no Texas. Lá você poderá refutar, além de todas as informações ‘novas’, o resultado obtido a partir do teste de carbono (tem um print do resultado).

    Gosto

    • Massena diz:

      Mais um que tem dificuldades em usar o cérebro e prefer ir beber tudo o que alguém disse sem validar os factos.

      O “material organico” poderia ser um pedaço de carvão. Em lado nenhum que eu visse diz o que é esse material orgânico. Também em lado nenhum eu questionei a validade dessa datação nem dos cientistas que fizeram essa datação.

      A questão que eu levantei é: aquilo é mesmo uma pirâmide feita artificialmente? É que a comunidade científica parece discordar. Isto porque formações em forma de pirâmides ocorrem naturalmente, e quem afirmou que aquilo é uma pirâmide foi o Osmanagić, o tal bósnio texano. E a reputação dele persegue-o.

      Resumindo:
      – Uns italianos analizaram um pedaço de “matéria orgânica” encontrada na “pirâmide” e esta foi datada com 25 mil anos (estranho no texto diz 25 mil e 12.5 mil ?). Aceito estas afirmações;
      – Aquilo é uma pirâmide artificial, construída por uma civilização avançada, há mais de 25 mil anos (ou 12.5 mil). Não aceito, porque não há evidência nenhuma (ainda) que aquilo
      é sem dúvida artificial e não uma formação natural. Isso foi a afirmação do Osmanagić, que não tem estudos na área, sem nenhuma aceitação por pessoas que estudam estas coisas.

      Dito isto, espero sinceramente que o senhor Osmanagić consiga o dinheiro suficiente para conseguir fazer escavações a sério no local e de uma vez por todas se saber se é uma pirâmide artificial ou mais um embuste monumental.

      Gosto

  14. É claro que as “pirâmides” da Bósnia não são construções feitas por humanos.

    Seria o sonho de qualquer cientista descobrir uma civilização que há 25 mil anos construísse pirâmides maiores que as do Egipto.

    Não iria interferir com a teoria da evolução. Iria sim com a história que conhecemos.

    É claro que isto de ciência é uma chatice. Não chega imaginar cenários e admiti-los como verdadeiros. É necessário investigar mesmo…

    Queres ver um exemplo Azetech :

    Tu dizes :

    ” a Datação de C14 é válida APENAS PARA A ATMOSFERA E CLIMA ATUAL (Com as taxas atuais). Se houvesse uma alteração brusca nesta atmosfera o método seria invalidado.”

    Isso é correcto.

    Faz então as contas para ver que composição tinha de ter a atmosfera de há 5000 anos para que :

    As datações dêem certas até há 5000 anos e depois tendo a amostra mais de 5000 anos pareça que as amostras são muito mais antigas.

    Tens de conjugar o decaimento do C14 com o decaimento dos outros elementos radioactivos de forma que a partir dos 5000 anos o decaimento seja de tal modo rápido que as medições dêem datas coincidentes entre si e extremamente rápidas a partir de há 5000 anos.

    Repara que nos isótopos com meia vida mais elevada tens de lidar com taxas de decaimento milhões de vezes maiores que os observados actualmente e, portanto, com uma libertação de energia sob a forma de calor e radiação muito elevadas.

    Podes tentar começar por calcular qual a temperatura que ia atingir a terra nessas condições.

    Boa sorte !

    PS :
    Não te canses que esse não é o método do criacionismo da terra jovem…..continua a afirmar que foi assim e que isso da física é tudo evolucionismo…

    Gosto

    • Azetech diz:

      João Melo

      Faz então as contas para ver que composição tinha de ter a atmosfera de há 5000 anos para que :
      As datações dêem certas até há 5000 anos e depois tendo a amostra mais de 5000 anos pareça que as amostras são muito mais antigas.
      Tens de conjugar o decaimento do C14 com o decaimento dos outros elementos radioactivos de forma que a partir dos 5000 anos o decaimento seja de tal modo rápido que as medições dêem datas coincidentes entre si e extremamente rápidas a partir de há 5000 anos.
      Repara que nos isótopos com meia vida mais elevada tens de lidar com taxas de decaimento milhões de vezes maiores que os observados actualmente e, portanto, com uma libertação de energia sob a forma de calor e radiação muito elevadas.
      Podes tentar começar por calcular qual a temperatura que ia atingir a terra nessas condições.
      Boa sorte !

      Caro João, sem querer estragar novamente tua “alegria” como ocorreu anteriormente a teu argumento em favor da abiogêneses, mas já estragando (hehehe ;-) ) Cometeste um equivoco no entendimento de meu raciocínio.

      Se as taxas da QUANTIDADE de C14 presentes na atmosfera do passado fossem as mesmas de HOJE , de fato a energia para faze-las decair mais rapidamente deveriam ser maiores (proporcionando um calor onde seria impossível a vida no planeta)
      Porém não foi este meu ponto.
      Meu ponto foi referente aos relatos bíblicos, onde cita que havia uma outra camada presente na atmosfera.
      Esta camada DIMINUIRIA a taxa de QUANTIDADE do C14, e não ACELERARIA a taxa de decaimento como afirmaste.
      Percebeste? Aí está teu erro.

      Em momento nenhum referi-me a taxa DECAIMENTO. Me referia a taxa de sua produção e PROPORÇÃO na atmosfera.

      Sabemos que a formação do C14 ocorre nas camadas superiores da atmosfera onde os átomos de nitrogênio-14 são bombardeados por neutrons contidos nos RAIOS CÓSMICOS

      Se houvesse outra camada atmosférica que protegesse o planeta mais intensamente dos raios cósmicos, diminuindo sua intensidade, o C14 seria formado em menos quantidade.
      A bíblia relata que o planeta era envolto por outra camada protetora, e esta camada NÃO PERMITIA O SOL ESCALDANTE (com isso deduz-se que o nível de raios cósmicos também eram inferiores)

      Então a taxa da quantidade de C14 ingerida pelos seres vivos através das plantas seriam inferiores (mesmo se o decaimento fosse constantes, o que também não concordo)
      Com isso, a taxa agregadas a eles seria diferentes aos seres de hoje que possuem taxas mais elevadas.
      Por isso, haveria uma impressão ERRÔNEA de serem mais “velhos”, visto que ocorreria um erro de anacronismo da medição, desconsiderando as taxas REAIS presentes no período pré-diluviano.
      Bom… como ninguém de hoje esteve lá no passado para medir esta taxa, fica impossível saber a que nível o C14 era presente na atmosfera e a que nível ele decaia.

      Não foi desta vez prezado, este argumento que coloca em dúvida a tua fé na inerrância método do C14 deverá ser “engolido seco” por ti (e por outros darwinistas da terra velha).
      Como diz aquele ditado: “Coloque no cachimbo e fume”

      Não te canses que esse não é o método do criacionismo da terra jovem…..continua a afirmar que foi assim e que isso da física é tudo evolucionismo…

      Mas quem afirma que os métodos são obsoletos em SUA TOTALIDADE? Se perceberes eu NUNCA afirmei que o C14, e a estratigrafia são em sua totalidade errôneos. Eu NUNCA afirmei que a teoria TODA evolutiva está errada.
      Sempre admiti que parte delas estão corretas, como por exemplo a Adaptação (micro-evolução) e a seleção Natural na teoria evolutiva, o nível de certeza em técnicas de datação pelo modelo estratigráfico e C14 ATÉ 4500 e 5000 anos, etc..

      Não é a mentira ou erro completamente declarados que enganam, mas sim a MEIA VERDADE que induz ao equivoco.
      Se perceberes, no relato bíblico, satanás sempre utilizou das “meia-verdades” para enganar.
      Se fez no início, porque não faria agora?

      O detalhe é que nós, por estarmos fundamentados na VERDADE (Cristo) conseguimos diferenciar o que é verdade ou não. Vós porém………

      sds
      Diogo.

      Gosto

  15. Azetech diz:

    Massena

    Não vou discutir outros assuntos, porque não vale a pena. Vocês estão fixos nos vossos dogmas e independentemente das provas que vos puserem diante dos olhos, vão dizer que é tudo uma conspiração “darwiniana”.

    Prezado, veja bem, o cristianismo assim como os relatos bíblicos, estão vigentes a mais de 3500 anos (Contando com o A.T).
    Apesar da crença naturalista também ser antiga (Com Tales de Mileto, Epícureu, etc..) a religião darwinista é recente.
    Então prezado, quem se propõe em “dar uma nova visão” para as evidências são vós. Com isso temos todo direito de rejeitar esta doutrina a não ser que PROVE ao contrário. Agora pergunto, que PROVAS tens ao contrário? Como PROVAS de fato afirmações como Macro-evolução, Big Bang, Longas eras, etc… existiram? Existe alguma evidência EMPIRICAMENTE COMPROVADA que o que dizem é a realidade?
    Eu mesmo respondo NÃO

    A única coisa que possuem, são explicações fundamentadas em pressuposições (crenças) e mais NADA.
    Não adianta tentar nos “empurrar” goela abaixo vãs filosofias, forjada por pessoas que desejam rejeitar a Deus. Se vós possuem fé nestes tipos de coisas, o problema é de vocês. Agora tentar nos converter para teu naturalismo, sem mesmo COMPROVAR o que falas…… é menosprezar demais nossa capacidade cognitiva.

    Tu não és a maioria dos criacionistas. A maioria (sejam os “cientistas”, sejam os políticos, sejam os que têm programas de “tv” na net) diz que a Terra tem entre 6000 e 10000 anos. Já agora qual o teu valor?

    Com base NO QUE afirmas isso? Com base em teu ACHISMO? Ora se afirmas que a maioria dos criacionistas pensam de acordo com o espantalho que fizeste, deverás PROVAR este argumento. Como fazes isso? Possui um senso de entrevistas a TODOS criacionistas para ver o que eles pensam? Por favor né….. Não sou tolo para acreditar no que falas. Se quiser credibilidade mostre PROVAS e não argumentos baseados em achismos e fé.

    Tens razão na questão dos 5400 anos, queria dizer 6000, mas mesmo assim é mais perto de 5400. O resto do que falas são teorias da conspiração com pouca credibilidade (por enquanto, não digo que é tudo mentiras, só que é uma hipótese pouco apoiada com evidências, tal como estas pirâmides). E acredita em mim, houve uma altura da minha vida, em que eu queria que os cientistas estivessem todos errados, e que estas teorias fossem reais, mas isso era como a religião, era só “wishful thinking”. Só porque a história da humanidade seria muito mais espetacular, não faz disso real. Depois conheci o método científico e como os cientistas chegavam às conclusões que chegavam.

    Prezado, com métodos ou sem métodos científicos, as evidências das pirâmides assim como as arquiteturas megalíticas e edificações em baixo do mar Japonês, são “mistérios” para tua fé darwinista. Por mais que tente encaixa-los na cronologia da “Terra antiga” e dos “Homens Macacos”, não conseguem.
    Porém para quem simplesmente não crê nesta nova religião chamada “Darwinismo”, apenas aceitando o que SEMPRE FOI VIGENTE (a Bíblia), não possuem problema nenhum frente a estas evidências, mas pelo contrário, elas CORROBORAM os relatos.

    Parece-me que não percebeste o que quis dizer com calibragem do C14. Pegas num método de datação independente do C14 e calculas a idade de determinada coisa. Depois resolves a equação do decaimento de C14 baseado nessa idade e obtens o racio certo entre c14 e c12, e aplicas esse rácio nas datações de C14. Sabes que um coral cresce x por ano, vês o tamanho dele e dá-te 5000 anos. Fazes a datação por C14, sendo a idade conhecida e resolves em função do rácio de c14-c12. O mesmo com as camadas de gêlo. Não estava a insinuar que irias datar uma camada de gêlo com C14…

    Sim amigo, eu entendi perfeitamente. Mas quem não entendeste foi tu.
    Não duvido dos métodos de datação até 4500 e 5000 anos, visto que a atmosfera e o estado do planeta é o que conhecemos hoje. Eu duvido que estas mesmas técnicas funcionem para periodos que o planeta apresentava OUTRA ESTRUTURA. (acima de 5000 anos)
    O método C14 possui pressuposições. Segundo J.C. KOTZ, a Quantidade de carbono-14 deveria manter-se constante nos últimos 20.000 anos. Seu teor também deveria ser constante nos vegetais e animais.
    Agora pergunto, como se sabe que a atmosfera da terra assim como a estrutura SEMPRE FOI UNIFORME para permitir estes cálculos? Somente a CRENÇA no princípio uniformitarista este método seria viável. Se o planeta apresentasse outro clima, atmosfera e estrutura que IMPACTASSE na quantidade e Teor do C14, o método seria invalidado.

    Nós não cremos nesta proposta de planeta sempre uniforme, pregado pela crença darwinista. Se quiser que acreditemos, PROVE-NOS.

    Eu não disse que não conseguias provar que existem atualmente unicórnios na lua. Disse que não consegues provar que nunca, ou seja em tempo algum, existiram unicórnios na lua.

    Então quer dizer que se não consegue comprovar algo, então este algo não existe? é isso? este é o raciocínio que tens?
    Se for assim, como ficaria a tua situação visto que o Big Bang, Abiogêneses, Macro-evolução, acaso gerando informação, não foram comprovados? Eles não existem?
    Por um acaso trabalhas com dois pesos e duas medidas?

    As provas existem que o sistema solar tem 4.5 mil milhões de anos, os teus dogmas é que te impedem de ver isso.

    O sol tem 4.5 mil milhões de anos??? Como chegaste a esta conclusão? Através de seu dogma evolucionista que te doutrina assim?
    Fizeste uma afirmação prezado, disseste que o sol tem toda esta idade. Com isso o ônus é seu.
    Então me mostre, PROVE que o sol possui esta idade.

    Deixo-te este link para veres um resumo dos métodos usados para chegar aos 4.5 mil milhões: http://www.talkorigins.org/faqs/faq-age-of-earth.html

    Eu conheço estas doutrinas. Conheço as técnicas que tentam comprovar esta religião. Estas supostas técnicas envolvem Datação por Rochas, C14 e Estratigrafia. Para cada uma delas tenho as refutações. Gostaria de Debater?

    Porque a única evidência para a tua realidade está contida num único livro escrito há uns milhares de anos, sem mais nenhuma referência histórica em lado nenhum.

    Tu estás totalmente por fora.
    Primeiro, embasamento histórico dos relatos assim como evidências históricas é o que não faltam. Existe até uma disciplina científica chamada “Arqueologia Bíblica”
    Existem universidades, mestres e doutores referente a este ramo.
    Existem museus com artefatos bíblicos registrados.

    Segundo, se registro fóssil, colunas geológicas, registros de animais marítimos em locais desérticos, fossas marítimas e o continente dividido em placas, dizes existir apenas na bíblia, afirmo que está TOTALMENTE ENGANADO. Estas evidências são reais e estudadas.
    Todas elas testificam os relatos bíblicos, assim como todas as LEIS científicas. Não há nada científico COMPROVADO que refuta alguma passagem bíblica, mas ao contrário, a corrobora.
    A única crença que se choca com os relatos bíblicos são as INTERPRETAÇÕES das evidências pelo modelo naturalista darwinista evolucionista, e não as evidências em si.

    Já a minha realidade é apoiada pela física, matemática, biologia, cosmologia, geologia, história, olhos e lógica.

    Não me parece, afinal segundo sua “lógica”, o NADA (Ex Nihilo) pode gerar ALGO, o Acaso pode gerar informação codificada aperiódica funcional, a sorte pode ajustar a sintonia fina do universo, assim como os princípios antrópicos do planeta, o tempo é capaz de fazer LAMA tornar-se VIDA em um ambiente ESTÉRIL e a soma de tempo mais acaso e sorte podem fazer “surgir” cérebro, olhos e outros órgãos complexos em amebas, fazendo-os tornarem GENTE.
    Definitivamente com uma visão assim, de física, matemática, biologia, cosmologia, geologia, história, olhos e lógica, não há apoio NENHUM, mas pelo CONTRÁRIO, refuta o modelo de fé que possui.
    Em contra partida como a física, matemática, biologia, cosmologia, geologia, história, olhos e lógica foram CRIADOS POR DEUS, todas elas simplesmente fortalecem as escrituras que também foi inspirada por Ele.
    Para ser sincero, até a tua cegueira espiritual em ACHAR que o que crê é Lógico, corrobora os relatos bíblicos, assim como as mensagens de Cristo.

    Relativamente ao “nada”, aconselho-te a ir ver a palestra do Prof. Lawrence Krauss (http://www.youtube.com/watch?v=EjaGktVQdNg).

    O “Nada” pode ser de duas formas:
    O “Não ser” (Ex-nihilo) e o Vácuo Quântico.
    O Nada que me referi foi ao “Não ser”

    Eu não “acredito” no big bang ou na evolução. Eu “aceito” essas teorias como as mais prováveis para explicar como a humanidade surgiu. Isto porque a alternativa seria “acreditar” num ser mágico.

    Então prezado, este é o motivo. Preferes fechar os olhos para a realidade, crendo em fábulas ilógicas, simplesmente para rejeitar a Deus. Esta atitude é muito comum para quem está se perdendo. Devido a isso tua mente sempre será fechada e tua “realidade” sempre será esta.

    Na tua teoria, todas as galáxias estão a menos de 10000 anos luz da Terra? Ou Deus criou os fotões já a caminha da Terra? Ou entra a teoria que a luz andava milhões de vezes mais rápido?

    Primeiro, se não sabes, Anos luz demonstra DISTÂNCIA e não tempo. Quem confunde distância com tempo são os crentes darwinistas evolucionistas, como tentativa (frustrada) de corroborar a fé que possuem.

    Segundo, os relatos bíblicos demonstram que Deus criou as estrelas e a LUZ em contato com a Terra ao mesmo tempo, com IDADE APARENTE. Ele as criou e deixou o seu fluxo como se já existissem.

    Terceiro, se o universo tivesse sido formado como crês, as galáxias distantes (Red Shifting) deveriam se parecer jovens e as mais próximas (Blue Shifting) deveriam se parecer velhas.
    Porem quando analisados, AMBAS GALÁXIAS possuem características similares JÁ FORMADAS, o que torna um problema ENORME para a tua fé, onde professa que anos luz significou tempo.

    Gosto

  16. Se a sociedade aceitasse a teologia como ciência e não como religião com certeza todas as perguntas teriam respostas, a Bíblia cita tudo isto que a ciência diz está descobrindo agora.

    Gosto

  17. Anonimo diz:

    ( Piramides na bósnia levantam debate “religião vs ciências )

    É natural uma descoberta que extrapola o conhecimento cientifico atrair a religião num debate.
    É justamente para isso que estou escrevendo isso tudo.

    Preparem-se para ler um comentário um pouco diferente.

    A teria criacionista é filosofia poética, como é o tao te Ching (filosofia do tao) sobre o caminho que segue o buscador, a bíblia possui muitas alegorias para a própria consciência conceber a terra e o universo na imaginação e fazer ponderar sobre a nossa realidade, é um belo poema e historia religiosa, e faz uso de logica espiritual.

    “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
    Ele estava no princípio com Deus.”

    O “verbo” esta simbolizando a razão, a vontade, o sentimento de criar a vida e o mundo, o verbo é a verdade que não se alimenta da fonte: O verbo é a fonte.. que é o principio de toda criação, crescemos com a verdade, caminhamos com os pés descalços na floresta do desconhecido e andamos sobre as águas do mar do inconsciente. Deus é essa visão e consciência magnânima do mecanismo do universo que nós temos na evolução da nossa especie, e que sempre esteve no principio de tudo, também simboliza a existência do mistério indecifrável, e do sentimento puro.

    “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.”

    Em outras palavras “E não veio do homem, é anterior ao homem e sempre esteve ao redor do homem.”

    “Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.”

    Dê um proposito sentimental ao humano, equivale ao poema do caminho (Tao Te Ching – O caminho é como o vazio de um vaso – vasto, profundo como um abismo! É como se fosse o Ancestral de todas as coisas, Deixemos que as rodas percorram os velhos sulcos da estrada. Devemos cegar nossas adagas, desfazer os nós, e diminuir o brilho para que nós harmonizemos com a escuridão alheia. Oh como é puro e tranquilo o caminho, pode ser que continue para alem do céu. Não sei de quem possa ser filho, pode ser anterior ao próprio Imperador de Jade) que compromete a própria auto-afirmação e o orgulho clássico (aquele com que Sócrates lutou até ser condenado a morte) e dê complemento ao entendimento das coisas “Inquestionavelmente o pobre animal intelectual equivocadamente chamado homem não só não sabe, como sequer sabe que não sabe… ”

    “E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.”

    As trevas representam o oposto do verbo, a falta de consciência, a falta do auto conhecimento e da mudança, as trevas não compreendem a luz.. a luz anuncia o novo e a velha escuridão não compreende o novo.

    Por fim, é uma bela historia cheia de segredos que tem correspondências físicas, anímicas e mentais, a religião é cientifica… não tente separar os dois, só dê um limite para a capacidade das duas perspectivas de analisar uma com a outra, pois a dualidade possui um circulo do oposto nas duas gotas do simbolo taoista YinYang, não ultrapassa os círculos, não extrapole o orgulho defendendo o seu bem e julgando aquele mal, toda filosofia e teosofia é humana como toda a religião e ciência, vamos acabar com a nossa ignorância, certo?

    E quando eu termino de escrever o comentário, me arrependo mortalmente… pois normalmente percebo que, nossos comentários estão carregados de necessidades de auto-aprovação das coisas que pensamos crer e ser..

    Gosto

    • Mats diz:

      A teria criacionista é filosofia poética, como é o tao te Ching (filosofia do tao) sobre o caminho que segue o buscador,

      A “teoria criacionista” não é uma “filosofia poética”.

      Gosto

    • Azetech diz:

      Anônimo

      “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
      Ele estava no princípio com Deus.”
      O “verbo” esta simbolizando a razão (..)

      No Grego (língua original do Novo Testamento), a palavra utilizada em João 1:1 é “LOGOS” , deixando a frase neste formato:

      No princípio era o LOGOS, e o LOGOS estava com Deus, e o LOGOS era Deus.

      A palavra Logos, no original, significa lógica, razão.

      Então o “verbo” NÃO simboliza a razão, mas É a própria razão no seu sentido original.

      Porém as palavras descritas neste trecho, na verdade simboliza JESUS CRISTO, pois ele É a RAZÃO pelo qual TODA CRIAÇÃO foi originada.

      Gosto

  18. Sérgio Sodré diz:

    Ao analisar o sítio supostamente arqueológico, geólogos confirmaram se tratar de formação natural sem nenhuma espécie de intervenção humana. Além disso, autoridades científicas francesas criticaram as autoridades governamentais bósnias por tentarem forçar o turismo místico apoiando a ideia de que Visocica seria realmente obra humana de engenharia “misteriosa”. Chegaram a enviar nota à mídia dizendo que havia uma trama de boatos e farsas patrocinadas por autoridades.

    Por “amor de Deus” façam uma pesquisa sobre as “evidências” que apresentam a debate!

    Gosto

    • Azetech diz:

      Sergio Sodré

      Ao analisar o sítio supostamente arqueológico, geólogos confirmaram se tratar de formação natural sem nenhuma espécie de intervenção humana.

      Estes mesmos geólogos (evolucionistas, é claro) que afirmam que as pirâmides da Bósnia são formações naturais, são os mesmos que afirmam que as arquiteturas submersas de Yonaguni também são naturais.

      Basta olhar a estrutura de ambos, para perceber que naturais não possuem nada.

      Agora vem a questão, porque os geólogos possuem um posicionamento tão irracional frente a uma evidência tão clara?

      Simplês, Isso ocorre pelo motivo destas evidências se chocarem com a narrativa mitológica evolucionista, sobre a suposta origem da humanidade.

      Como para os crentes evolucionistas é mais fácil ignorar os fatos, do que abandonar a fé darwinista, afirmações “non-sense” como esta torna-se comum e frequente no meio em que vivem.

      Gosto

  19. Sérgio Sodré diz:

    Não há pirâmide nenhuma, é uma mistificação já desmascarada…. Vocês adoram pseudo-mistérios. Faço minhas as vossas duas primeiras palavras do “post”…”Torna-se hilariante”.

    Gosto

    • Azetech diz:

      Sergio Sodré

      Não há pirâmide nenhuma, (…)

      Para a seu desapontamento e desespero, existem pirâmides não apenas na Bósnia mas espalhadas em TODOS CONTINENTES DO MUNDO.

      Além de pirâmides, há artefatos “misteriosos” pelo qual historiadores evolucionistas, não conseguem encaixar em seus mitos.

      Veja este vídeo e observe mais achados pelo qual deixam historiadores evolucionistas mais perdidos do que “cego em tiroteio” :-D :

      Gosto

      • Azetech diz:

        Só uma observação, É óbvio que no vídeo acima, muitos pelos quais se deparam com estes artefatos “Misteriosos”, acabam atribuindo sua origem a seres extra-terrestres. Isso ocorre pois infelizmente o mito evolucionista sobre o modus operandi da origem do intelecto do homem, contaminou a mente de muitas pessoas.

        Segundo o mito, o homem era menos evoluído intelectualmente no princípio, e com o passar do tempo tornou-se mais evoluídos.
        Então artefatos EVOLUÍDOS encontrados em um periodo que o homem, segundo a lenda, era menos evoluído, acaba atraindo a atenção de ufólogos, imaginando que os mesmos foram criados por alienígenas.

        Porém para os historiadores da história REAL do mundo, descrito na Bíblia, percebem que não há surpresa nenhuma nestes artefatos que indicam tecnologia e uma linguagem universal no planeta.

        A Bíblia desde o início relata que os homens eram MAIS EVOLUÍDOS em sua estrutura física, e que intelectualmente receberam “ajuda” dos “Filhos de Deus” (explicando a existência destes artefatos)

        Porém com o advento do dilúvio universal, houve-se uma grande involução do homem, tanto fisicamente, quanto intelectualmente (forçando-os a evoluir tecnologicamente posteriormente).

        Com outras palavras, houve uma civilização global no início, e com o dilúvio esta civilização foi destruída.
        Os artefatos “misteriosos” nada mais são, resquícios da civilização anterior ao dilúvio e evidência de sua “diáspora” após Torre de Babel (na nova civilização).

        Como evolucionistas desconsideram estes fatos, ficam perdidos (como sempre) nestas descobertas. ;-)

        Gosto

  20. Sérgio Sodré diz:

    Só podem ser mistificações, até porque as datações apresentadas são muito anteriores aos + ou – 4000 a. C. em que Javé fez o mundo.

    Gosto

    • Azetech diz:

      Sergio Sodré

      Mas quem disse que as datações estão corretas? Citei o vídeo pelas EVIDÊNCIAS e não pelas explicações que ufólogos colocam sobre ela.

      Gosto

  21. sergiosodre@sapo.pt diz:

    Como evolucionistas desconsideram estes fatos, ficam perdidos (como sempre) nestas descobertas. ;-)

    Sim, ficamos perdidos de riso… Cabeças comprimidas em criança para deformar o crânio são evidência de uma raça mais evoluída…, nem o Adolfo se lembraria de uma destas!

    Gosto

    • Azetech diz:

      Sergio Sodré

      Sim, ficamos perdidos de riso…

      Vocês riem para não chorar? :-D

      Cabeças comprimidas em criança para deformar o crânio são evidência de uma raça mais evoluída…

      Ora, pelo visto não deves ter analisado o vídeo direito. Aconselho a faze-lo novamente
      com seu filtro cognitivo (pelo qual descarta evidências que se chocam com sua fé) “desligado”
      A diferença não está APENAS no formato do crânio, mas sim em sua ESTRUTURA como um todo (globo ocular, mandíbulas, tamanho, etc..)

      Gosto

  22. Tudo o que está no filme, como as pseudo pirâmides, estão bem explicadas.

    Podemos é claro optar por teorias da conspiração.

    Bastam umas pesquisas no google para confirmar isso.

    É como o fóssil do parafuso….

    A “ciência” criacionista, os adeptos de diversas teorias da conspiração adoram estas coisas.

    Aconselho vivamente a leitura do pêndulo de Foucault do Umberto Ecco…

    E mais livros escolares e menos páginas que desvendam os segredos ocultos….

    Gosto

    • Azetech diz:

      João Melo

      Então tu ignoras deliberadamente as evidências lá expostas?
      Não diga. que novidade! :-D
      Como se fosse algo novo ignorar qualquer coisa que foge do escopo de fé pelo qual decidiu adotar.
      Este comportamento é típico em grande parte dos evolucionistas.
      Como disse antes, é mais fácil ignorar os fatos do que deixar uma fé refutada de lado.

      Gosto

    • João Sousa,
      Talvez se possa concluir que a tendência para as explicações maravilhosas e para o pseudo-misterioso é comum entre determinado tipo de pessoas…, e não há nada a fazer…, é o mesmo repúdio da Razão de sempre, embora camuflado com pretensas explicações “racionais” e “científicas” por força dos tempos modernos…
      Como explicou Lutero “a razão é a meretriz do Diabo” bem na linha de Tomás de Aquino que disse “Sacrificamos o intelecto da Deus”.

      Gosto

      • Mats diz:

        João Sousa,
        Talvez se possa concluir que a tendência para as explicações maravilhosas e para o pseudo-misterioso é comum entre determinado tipo de pessoas…

        Palavras interessantes vindas de alguém que defende a teoria da evolução e todas as coisas “lógicas” que ela defende – tais como répteis a evoluir para pássaros, mamíferos terrestres a evoluírem para baleias e a vida a surgir como efeito de forças naturais ainda por descobrir.

        Gosto

      • Azetech diz:

        Sergio Sodré

        Como explicou Lutero “a razão é a meretriz do Diabo” bem na linha de Tomás de Aquino que disse “Sacrificamos o intelecto da Deus”

        Engraçado que em tese estas alegações seriam totalmente ao contrário do que a PRÓPRIA BÍBLIA DIZ.

        Poderia citar a fonte destas declarações? Não que Lutero e ou Tomas de Aquino sejam porta voz e representantes supremos do cristianismo, mas sim porque suspeito destas frases serem atribuídas falsamente a eles.

        Das duas uma, ou eles foram caluniados ou simplesmente eles não entenderam corretamente as palavras descritas na bíblia.

        Gosto

  23. Azetech,
    “A razão é a prostituta, sustentáculo do diabo, uma prostituta perversa, má, roída de sarna e de lepra, feia de rosto, joguemos-lhe imundícies na face para torná-la mais feia ainda.” (sermão em Wittemberg – Grisar, Hartmann, S.J., Martin Luther, His life & work, The Newman Press, 1960) também a fonte Brentano: 17

    Gosto

    • Azetech diz:

      Sérgio Sodré

      Estranho, porque não citaste as outras frases polêmicas de Lutero, como por exemplo:

      “Eu devo cortar a cabeça da filosofia, e que Deus me ajude a fazê-lo; pois assim deve ser.” (Grisar: 462) .

      “A terra é seu centro (…) Acima da Terra, uma abóboda imensa (…) a abóboda azul (…) é firme, sólida; e por cima, se estende o céu. O inferno fica no centro da terra, sob nossos pés (sic.). …Lê-se na Bíblia que Josué deteve o Sol; não foi a Terra que ele deteve. Copérnico é um tolo.” (Brentano: 145).

      “O arbítrio humano, (…) se assemelha a uma sela de cavalo entre os dois [Deus e o diabo]. Se Deus monta na sela, a vontade do homem quer e age de acordo com a vontade de Deus… Mas se o demônio é o cavaleiro, o homem deseja e age conforme a vontade do demônio. Ele não tem forças para correr para um ou outro dos cavaleiros, e oferecer a si mesmo, mas os cavaleiros lutam para obter a posse do animal. (sic)” (Grisar: 300).

      Agora, testando teus conhecimentos bíblicos, pergunto:
      Estes relatos pessoais dele, endossam o que os profetas, juízes, reis, Cristo e os apóstolos disseram?
      Se acreditas que sim, poderia citar UMA fonte bíblica que corrobore qualquer afirmação de Lutero?
      Se não, pergunto: qual é seu ponto?

      Posso citar milhares de passagens bíblicas que falam exatamente ao contrário, refutando todos os pensamentos dele.
      Segundo tua visão, o que tem mais valor? a fonte ou o canal que se diz interpretar esta fonte?

      Gosto

      • “Segundo tua visão, o que tem mais valor? a fonte ou o canal que se diz interpretar esta fonte?” (Azetech)
        O que interessa é falar no contexto da questão que se debate e, nesse contexto, o “canal” é mais importante, porque são os chefes que arrastam os fiéis e lhes explicam como devem interpretar. São os chefes que desvalorizam o pensamento racional precisamente para que os seguidores não pensem livremente analisando a “fonte”. Tal poderia ser uma ameaça à sua autoridade.

        Gosto

      • Azetech diz:

        Sergio Sodré

        O que interessa é falar no contexto da questão que se debate e, nesse contexto, o “canal” é mais importante

        Mas que contexto da questão?
        O tema abordado por mim foi relacionado aos achados arqueológicos pelo qual não se enquadram na fé darwinista que possuem, porém se enquadram perfeitamente a contextos bíblicos.

        Tu como resposta disse:

        “”é o mesmo repúdio da Razão de sempre, embora camuflado com pretensas explicações “racionais” e “científicas” por força dos tempos modernos…””

        Mas que repúdio a razão é alegar que os achados se enquadram melhores aos conceitos bíblicos do que as crenças darwinistas?

        As evidências DE FATO se enquadram aos relatos bíblicos, do que a suposições evolucionistas a respeito da evolução da humanidade.
        Segundo a fé evolucionista, aqueles achados não deveriam existir, porém segundo a Bíblia, eles são completamente previsíveis.

        Se tem alguém que repudia a razão, simplesmente para não negar a fé que professa és TU, fechando os olhos para as evidências, ignorando-as deliberadamente simplesmente por não se enquadrar a mitologia darwinista.

        Se fosse mais racional, analisaria a tua fé com mais cautela, e veria a inconsistência que a mesma possui com os dados observados.

        Gosto

  24. jephsimple diz:

    Sodre,

    o “canal” é mais importante, porque são os chefes que arrastam os fiéis e lhes explicam como devem interpretar.

    “Ora, estes de Beréia eram mais nobres do que os de Tessalônica; pois receberam a Palavra com toda a avidez, EXAMINANDO as Escrituras todos os dias PARA VER se as cousas eram de fato assim. (Atos 17:11)”

    Significado de Examinar

    v.t. Ponderar, observar ou analisar atentamente, minuciosamente: examinar um negócio.

    Raciocínio Sodré! Não somos alheios a razão tu queres te convencer disto, convence a ti e teus amigos ateus , mas a um livre pensador não vais convencer dessas alegações falsas.

    O ser humano é racional capaz de sozinho verificar se algo é verdadeiro ou falso, Nenhum líder religioso vai me impedir de pensar, de questionar… e nenhum lider religioso vai me salvar ou condenar … Parece que certos ateus querem fazer uma leitura sobre nossas faculdades cognitivas e ficam falando tolices nonsenses.

    Eu não sei de onde certos ateus acham que nós seguimos homens … lideres religiosos. Se algo não estiver em acordo com as escrituras o que importa o LIXO pronunciado por uma pessoa … mesmo que essa pessoa tbm esteja seguindo o cristianismo, sendo até líder … Oras lixo é lixo. Não vai ser um líder que vai mudar lixo para algo útil pq ele é um líder.

    Gosto

  25. Rilhas diz:

    Penso que este post mostra uma grande falta de cuidado do autor ao fazer afirmações e tirar conclusões. Um grupo vasto de cientistas bem proeminentes (geólogos, paleontólogos, historiadores) publicou uma declaração na qual todos eles dizem que não há qualquer indício de as pirâmidas da Bósnia serem mais do que ocorrências geológicas naturais. Mais ainda, vão ao ponto de chamar a hipótese promovida por Semir Osganagic (de que são pirâmides construídas por humanos) uma piada cruel e de mau gosto.

    Por isso só posso entender este post como uma tentativa desesperada de provar que o raciocínio científico está errado, prova essa que é impossível fazer para quem nem sequer tenha a mais rudimentar formação científica (rapidamente a discussão se transforma numa “conversa de surdos”). Pegar numa notícia mal cozinhada, mal documentada, e muito contestada, e usá-la para provar que os cientistas estão errados numa matéria que nada tem a ver afinal com a notícia original, não me parece – de todo – obra de quem trabalha para Deus.

    Parecer-me-ia muito mais condizente com os ensinamentos de Cristo um post menos motivado em provar que todo o mundo científico é idiota e está errado, especialmente quando o post não fundamenta nada do que diz (apenas acusa, ainda por cima sem lógica). Julgo que um verdadeiro cristão deve ter como base na sua actuação pública saber em primeira mão aquilo que vai dizer, e não basear as suas opiniões em boatos mal cozinhados, especialmente se há o risco de serem ofensivos para outros. Os jornalistas não são – regra geral – cientistas, por isso o autor deveria ter assumido que o que os jornalistas dizem podem conter erros, e deveria ter procurado a informação por si em vez de acreditar piamente e preguiçosamente naquilo que o jornalismo da internet lhe oferece.

    Gosto

  26. Sodré diz:

    Se olharmos bem para a fotografia na Bósnia vê-se que foi tirada de modo ardiloso, de um determinado ângulo, para dar a ilusão de pirâmide (e talvez retocada?). Mas é mera ilusão! Vejam o pseudo-cume da “pirâmide” é evidente que se prolonga diretamente para a retaguarda (vejam a mancha verde claro sem árvore),Ou seja não há nenhuma face de pirâmide do lado oposto à “face” visível… Apenas há uma ilusão de uma face virada para nós e de uma parte de uma segunda face á esquerda do observador…É pura habilidade fotográfica para atrair turistas…

    Gosto

  27. Daniel Lucas diz:

    Sinceramente os comentários aqui na minha opinião são absurdos,pessoas não sabem diferenciar teologia,ciência e ufologia,todas entram em um debate chato para que algum seja o vencedor,olha eu sou Protestante,amo Ciências,História…
    Mas nem por isso entro em sites que tratam de assuntos “misteriosos” se assim posso dizer,para dizer a verdade então acho que pessoas religiosas,teólogos,entre outras áreas (não somente que se trata de religião) deveriam entrar em sites assim para dizer o que achou da reportagem,resumindo vocês não precisam se dar o trabalho de dizer a “verdade” é chato eu querer pesquisar e ver:”tudo mentira”,ou quando fui ver as reportagens sobre as Luas de Sangue que ocorreriam nesse ano 2014,uma pessoa pôs assim:”isso é uma experiência que vão fazer na Lua”,”na Bíblia eu li Que isso significa que Jesus está voltando”,”coitado de vocês que não conhecem a verdade”,sinceramente se a Bíblia diz tudo para que estudar né? Eu tenho a Bíblia!!!
    Resumindo Deus não te obriga a vocês ou nós virmos para sites que tratam de assuntos que envolvem ciência ente outras área para pregar a palavra!!!, desculpe sair do contexto em sua maioria mas vamos acordar e evitar dizer “coisas” que entrem em confronto em Ciências e Religião,nós queremos um mundo onde podemos falar sem preconceito ou confrontos em debates,e procurar dizer a verdade,ou citar não vai fazer pessoas abrirem os olhos e confirmarem o que dizem elas debaterão e virará um grande bate boca!!!

    Gosto

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s