Porque é que quase todas as civilizações mundiais possuem uma tradição em torno dum Dilúvio Global?

Diluvio2

Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?”  (I Coríntios 1:20)

Uma das evidências mais fortes em favor dum dilúvio global que aniquilou todas as pessoas da Terra -  com a excepção de Noé e a sua família – é a presença ubíqua de lendas dum dilúvio no folclore de grupos de pessoas de todo o mundo. E o mais interessante é que as histórias são muito similares. Geografia local e aspectos culturais podem estar presentes, mas todas estas lendas parecem contar a mesma história.

Através dos anos, eu [John Morris] recolhi mais de 200 destas histórias, originalmente reportadas por missionários, antropólogos e etnólogos.

Embora as diferenças nem sempre sejam triviais, a essência comum das histórias é muito informativa quando é compilada da seguinte forma:

  1. Havia uma família favorecida? Em 88% dos casos, sim.
  2. Foram avisados antecipadamente? Em 66% dos casos, sim.
  3. É o dilúvio o castigo pela maldade do homem? 66%.
  4. É a catástrofe nada mais que um dilúvio? 95%
  5. Foi o dilúvio global? 95%
  6. É a sobrevivência garantida através dum barco? 70%
  7. Houve animais salvos? 67%
  8. Os animais desempenharam algum papel? 73%
  9. Os sobreviventes aterraram numa montanha? 57%
  10. Era a geografia local? 82%
  11. Foi algum pássaro enviado para fora da embarcação? 35%
  12. Foi o arco-íris mencionado? 7%
  13. Os sobreviventes ofereceram algum sacrifício? 13%
  14. Foram salvas especificamente 8 pessoas? 9%

Unindo todos estes dados num evento único, a história ficaria mais ou menos assim:

DiluvioHá algum tempo atrás ocorreu um dilúvio global, enviado por Deus para julgar a maldade da humanidade. Mas havia uma família justa que foi antecipadamente avisada do dilúvio eminente. Eles construíram uma embarcação que lhes permitiu sobreviver ao dilúvio – para além de permitir a sobrevivência de alguns animais. Quando o dilúvio acabou, e o barco aterrou numa montanha elevada, eles saíram do mesmo e repopularam toda a Terra.

Obviamente que esta história é claramente parecida com a descrição Bíblica do grande dilúvio que ocorreu nos dias de Noé.

As descrições mais similares com a descrição Bíblica são as que se encontram presentes junto dos povos do Médio Oriente, mas, surpreendentemente, lendas semelhantes são encontradas na América do Sul e nas Ilhas Pacíficas – e em todo o lado. Nenhuma destas histórias contém a beleza, clareza e detalhe credível que a Bíblia tem, mas cada uma delas é significativa para a cultura respectiva.

Os antropólogos dirão que um mito normalmente é uma memória desbotoada dum evento real. Detalhes podem ter sido adicionados, perdidos ou obscurecidos durante a transmissão da história, mas o cerne de verdade permanece.

Quando duas culturas distintas possuem o mesmo “mito” no seu floclore, os seus ancestrais devem ter experimentado o mesmo evento, ou ambos os povos descendem da mesma fonte que experimentou o evento agora descrito através da história transformada em lenda.

A única forma credível de entender as similares lendas do dilúvio amplamente dessiminadas é reconhecer que todas as pessoas hoje vivas, embora geograficmente, linguisticamente, e culturalmente separadas, descendem das poucas pessoas que sobreviveram o genuíno dilúvio global, num genuíno barco que eventualmente aterrou numa genuína montanha. Actualmente, os seus descendentes, que nunca chegaram a esquecer esse evento, preenchem a Terra.

Mas, claro, esta não é a visão mantida pelos estudiosos modernos. Em vez disso, eles preferem acreditar que algo na nossa psicologia comumente evoluída força cada cultura a inventar o mesmo dilúvio imaginário, sem qualquer base na História.

Em vez de adoptarem uma posição cientifica em relação a este assunto, eles “voluntariamente ignoram” o facto de que  “pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio.”  (2 Pedro 3:5,6).

Como alguns comentadores já ressalvaram, não deixa de ser curiosa a falta de coerência dos militantes ateus: quando eles observam semelhanças entre as formas de vida, imediatamente alegam que elas possuem uma “origem comum”. No entanto, para eles, as inúmeras semelhanças entre as várias descrições dum dilúvio global já não servem como evidência duma fonte comum.

AtheistOu seja, os evolucionistas são desonestos, usam dualidade de critérios e rejeitam a História quando esta não lhes convém. Isto demonstra que a sua aliança à “ciência” é uma fachada; eles não aceitam a ciência como ela é, mas sim aquela que eles pensam que fortalece a sua crença de que peixes evoluíram para pescadores, mamíferos terrestres para baleias, e dinossauros para pássaros.

Por isso é que é bom levar em conta uma coisa: sempre que nós discutimos com um evolucionista, estamos a discutir com uma pessoa desonesta; o nosso propósito não é só mostrar que o evolucionista está errado, mas também que ele é um ideólogo, falso, provavelmente mentiroso, e um indivíduo mascarado de  “pessoa de mente aberta” quando na verdade é uma pessoa fortemente intolerante dos factos que perturbam o seu frágil edifício ateu.

About these ads

Sobre Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
Esta entrada foi publicada em Geologia com as etiquetas , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

32 respostas a Porque é que quase todas as civilizações mundiais possuem uma tradição em torno dum Dilúvio Global?

  1. Antonio Carlos de Carvalho diz:

    Problemas insanáveis do díluvio, e por tabela, de credibilidade da bíblia:
    1) Segundo os estudiosos da bíblia, o dilúvio ocorreu bem depois das separações dos continentes. O que torna impossível o povoamento dos demais continentes pelos animais que estavam na arca, já que a arca segundo a bíblia aportou sobre o monte Ararate que fica na Turquia, localizada entre dois continentes: o Europeu e o Asiático.
    2) Mas você sabe por que deus destruiu o mundo?
    Por que anjos caídos começaram a se casar com mulheres e dessa união nasceram gigantes sobre a terra, como está escrito dos versículos 3 ao 7 (Gênesis)?? Por que ele fez o homem a sua imagem e semelhança, mas mostrou sua ira quando os seus anjos misturaram-se com sua criação? Ele nos mandou uma mensagem ensinando que não devemos nos misturar com outros povos? Ele queria uma nação pura?
    3) Deus comete erros: Gênesis cap. 6 versículo 6: Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração.
    Arrepender-se confirma que deus errou ao criar o ser humano, ou que sua criação não saiu como ele gostaria. Mas para ele é fácil resolver isso, ele extermina tudo que há sobre a terra e começa de novo…
    4) “Mas no meio do caminho encontra Noé que era o único homem justo em toda a terra, e por isso ele resolve dar uma chance” Deus achou que Noé era justo? Noé colocou um filho como escravo do outro porque ele o havia visto nu, após um porre de vinho !!!! E amaldiçoou seu neto e toda a sua descendência? Pessoas inocentes que nem tinham nascido? Isso é justo aos olhos de deus?
    5) Se o dilúvio foi um evento mundial como relata a bíblia, e apenas os escolhidos por Noé foram salvos, como explicar a existência de outras raças como as Negras, as Asiáticas e todas as outras que conhecemos?
    6) Na época que a arca foi supostamente construída podemos encontrar relatos de construções de barcos que usavam betume, isso mesmo betume! Este aflorava na Mesopotâmia (hoje Iraque) e que servia para calafetar barcos (inclusive a arca de Noé) o curioso é que este é originário de fósseis vegetais e animais com, no mínimo, 30.000.000 (milhões) de anos que é um prazo mínimo para a formação do petróleo! Eu sei que alguns dirão que não era o betume que conhecemos e sim hena.
    7) Não havia quantidade de água para haver um dilúvio. Ou seja, a altura da água seria mínima. Ver estes cálculos estrambólicos deste cara: http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20100226091739AA5kSUv
    A Bíblia afirma também que as águas subiram 7 metros acima dos montes mais altos da terra (Gn 7,19-20). Ora bem, o monte mais alto do planeta é o Everest, com 8.846 m. Por isso, para que as águas alcancem esta altura de quase 9 km, era preciso que todos os mares subissem à média de 222 metros por dia. Mas qualquer meteorologista confirmaria o fato de que se as nuvens que atualmente estão na nossa atmosfera se precipitassem de repente sobre todo o mundo, o globo ficaria apenas coberto por menos de 5 cm de água!
    8) Por outro lado, na sua construção, Noé esqueceu a maioria dos pormenores essenciais. A arca não tinha leme, nem velas, nem bússola, nem bombas, nem mapas náuticos, nem âncora, nem ventilação, nem iluminação.
    Além disso, a arca deve ter permanecido onze meses no mar, e necessitaria de levar pelo menos duas vezes o seu próprio volume de água potável para os seus tripulantes os animais, uma vez que a água exterior não se podia beber. Como sobreviveram à sede?
    Além disso, onde os teriam metido, se, pelas medidas que vimos, o barco só tinha uma superfície habitável de 9.120 metros quadrados? E como fizeram oito pessoas para alimentar, dar de beber, limpar e cuidar semelhante quantidade de animais?
    Por fim, sabemos que o livro do Gênesis foi uma compilação de vários mitos sobre a criação do homem e do mundo, como os gregos e egípcios também tiveram seus mitos. Mas não tão retratados e compilados como o povo da mesopotâmia.
    E como última consideração, outro ponto: aceitar uma maldição sobre a descendência toda de uma pessoa, ou seja, de um povo inteiro, apenas por que um indivíduo viu o pai bebum pelado como razoável é inadmissível. E se deus viu e achou certo, é por que ele pensava assim na época. Como vocês hão de concordar que ele não agiria assim nos dias de hoje, então só podemos concluir que deus mudou. Se mudou, não é “o mesmo de sempre”. Se ele aceitou que Noé amaldiçoasse a descendência toda de Canaã, mesmo os que viriam a nascer, e portanto, eram, desde já inocentes, é por que ele aceitava que, na antiga sociedade hebraica, ver a nudez de pai ou mãe fosse considerada uma calamidade social grave, e um filho ou filha ver tal nudez propositadamente fosse considerado um lapso sério da moralidade entre pais e filhos. Hoje em dia, isso não seria calamidade moral alguma, mesmo aos olhos de deus. Portanto, não era deus que ditava a moral de cada época, e sim a sociedade. Assim, não existe uma moral eterna, imutável. Mas se deus é o mesmo de sempre, eterno, imutável, e por tabela, deveria instituir uma moral de mesma característica, assim, podemos concluir que ele não existe?

    • Mats diz:

      António, Não disseste nem uma única explicação para as semelhanças entre os relatos do Dilúvio. Talvez no próximo comentário?

      • Antonio Carlos de Carvalho diz:

        Verificar que o dilúvio, nos moldes que foi descrito (em delírio total) na bíblia, é impossível é mais importante.

      • Mats diz:

        Tens o direito de ter a tua fé, por mais falsa que ela seja.

    • Mats diz:

      1) Segundo os estudiosos da bíblia, o dilúvio ocorreu bem depois das separações dos continentes. O que torna impossível o povoamento dos demais continentes pelos animais que estavam na arca, já que a arca segundo a bíblia aportou sobre o monte Ararate que fica na Turquia, localizada entre dois continentes: o Europeu e o Asiático.

      Portanto, não é posssível ir à pé da Europa para a Ásia, certo? Faltaste a muitas aulas de Geografia.

      2) Mas você sabe por que deus destruiu o mundo?

      Primeiro, neste blogue Deus tem que ser capitalizado. Este foi o primeiro e último comentário que deixei passar onde tu escreves “Deus” com “d” minusculo.
      Segundo a Biblia diz-nos o motivo do Dilúvio:

      E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra, e que toda a imaginação dos pensamentos do seu coração era só má continuamente.
      Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra, e pesou-lhe em seu coração.
      E disse o Senhor: Destruirei, de sobre a face da terra, o homem que criei, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito.
      Génesis 6:5-7

      3) Deus comete erros: Gênesis cap. 6 versículo 6: Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração.

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Antropomorfismo

      4) “Mas no meio do caminho encontra Noé que era o único homem justo em toda a terra, e por isso ele resolve dar uma chance” Deus achou que Noé era justo? Noé colocou um filho como escravo do outro porque ele o havia visto nu, após um porre de vinho !!!! E amaldiçoou seu neto e toda a sua descendência? Pessoas inocentes que nem tinham nascido? Isso é justo aos olhos de deus?

      Que pena que Noé tenha feito isso DEPOIS do Dilúvio e não ANTES. Segundo: o conceito de “justo” quando aplicado aos humanos não significa “sem pecado”. Incrivel como se tem que ensinar coisas tão básicas como esta.

      5) Se o dilúvio foi um evento mundial como relata a bíblia, e apenas os escolhidos por Noé foram salvos, como explicar a existência de outras raças como as Negras, as Asiáticas e todas as outras que conhecemos?

      São descendentes de Noé e dos seus filhos.

      6) Na época que a arca foi supostamente construída podemos encontrar relatos de construções de barcos que usavam betume, isso mesmo betume! Este aflorava na Mesopotâmia (hoje Iraque) e que servia para calafetar barcos (inclusive a arca de Noé) o curioso é que este é originário de fósseis vegetais e animais com, no mínimo, 30.000.000 (milhões) de anos que é um prazo mínimo para a formação do petróleo! Eu sei que alguns dirão que não era o betume que conhecemos e sim hena.

      …..? Estás a usar os teus métodos de datação contra a Bíblia e a História? Qual é a tua pergunta?

      7) Não havia quantidade de água para haver um dilúvio. Ou seja, a altura da água seria mínima. Ver estes cálculos estrambólicos deste cara: http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20100226091739AA5kSUv

      http://darwinismo.wordpress.com/2011/11/01/oceano-enorme-descoberto-dentro-da-terra-2/

      A Bíblia afirma também que as águas subiram 7 metros acima dos montes mais altos da terra (Gn 7,19-20). Ora bem, o monte mais alto do planeta é o Everest, com 8.846 m. Por isso, para que as águas alcancem esta altura de quase 9 km, era preciso que todos os mares subissem à média de 222 metros por dia. Mas qualquer meteorologista confirmaria o fato de que se as nuvens que atualmente estão na nossa atmosfera se precipitassem de repente sobre todo o mundo, o globo ficaria apenas coberto por menos de 5 cm de água!

      1) Ninguém disse que o Dilúvio cobriu o Monte Evereste (é o teu papel provar que ele existia na altura) e 2) ninguém disse que a água que cobriu a Terra só veio da precipitação.

      “No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezassete dias do mês, naquele mesmo dia, se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram” Génesis 7:11

      Lê o blogue antes de vires com argumentos refutados 200000 vezes todos os meses.

      8) Por outro lado, na sua construção, Noé esqueceu a maioria dos pormenores essenciais. A arca não tinha leme, nem velas, nem bússola, nem bombas, nem mapas náuticos, nem âncora, nem ventilação, nem iluminação.

      Para o quê é que ele precisava de leme, velas ou bussola se o propósito era boiar e não navegar em direcção para um sítio?
      É O teu papel mostrar o porquê de pensares que a embarcação não tinha âncora, vetilação ou iluminação.

      Além disso, a arca deve ter permanecido onze meses no mar, e necessitaria de levar pelo menos duas vezes o seu próprio volume de água potável para os seus tripulantes os animais, uma vez que a água exterior não se podia beber. Como sobreviveram à sede?

      Quantos litros de água precisavam de beber 8 pessoas durante 1 ano? Como é que sabes que eles não levaram? Tens que fundamentar as tuas alegações em algo, amigo.

      Além disso, onde os teriam metido, se, pelas medidas que vimos, o barco só tinha uma superfície habitável de 9.120 metros quadrados? E como fizeram oito pessoas para alimentar, dar de beber, limpar e cuidar semelhante quantidade de animais?

      Ela tinha aproximadamente 150x25x15 metros. Ela teria então, cerca de 40.500 metros cúbicos,segundo paleontólogos -caberia um prédio de 63 andares dentro dela! e teria capacidade para levar 120 mil animais do tamanho de 1 ovelha nela,eainda soprava bastante espaço!precisamos lembrar também que a palavra hebraica traduzida por “espécie”, significa “Tipos básicos”,e ate poucos séculosatrás,a palavra espécie não tinha o mesmo contexto que tem hoje. Lembrando também que Noé não levaria adultos,mas filhotes e ovos consigo dos “tipos básicos”, multigenes, que logoapos o dilúvio, produziram a diversificação de espécies no mundo.

      http://pt.scribd.com/doc/27628092/Qual-o-Tamanho-e-as-dimensoes-da-Arca-de-Noe

      Por fim, sabemos que o livro do Gênesis foi uma compilação de vários mitos sobre a criação do homem e do mundo, como os gregos e egípcios também tiveram seus mitos. Mas não tão retratados e compilados como o povo da mesopotâmia.

      Ou então os vários mitos são descrições do mesmo evento histórico, e a Bíblia tem a melhor descrição do mesmo.

      E como última consideração, outro ponto: aceitar uma maldição sobre a descendência toda de uma pessoa, ou seja, de um povo inteiro, apenas por que um indivíduo viu o pai bebum pelado como razoável é inadmissível.

      É a tua opinião pessoal, e tens todo o direito de pensar assim. Mas o facto de pensares assim não significa que estejas certo.
      Segundo, a maldição foi para Canãa e para quem agisse como ele (que foi o que aconteceu mais tarde, se tiveres lido a Bíblia).

      E se deus viu e achou certo, é por que ele pensava assim na época. Como vocês hão de concordar que ele não agiria assim nos dias de hoje, então só podemos concluir que deus mudou. Se mudou, não é “o mesmo de sempre”. Se ele aceitou que Noé amaldiçoasse a descendência toda de Canaã, mesmo os que viriam a nascer, e portanto, eram, desde já inocentes, é por que ele aceitava que, na antiga sociedade hebraica, ver a nudez de pai ou mãe fosse considerada uma calamidade social grave, e um filho ou filha ver tal nudez propositadamente fosse considerado um lapso sério da moralidade entre pais e filhos. Hoje em dia, isso não seria calamidade moral alguma, mesmo aos olhos de deus.

      Hoje em dia matar bebés inocentes através do aborto também é aceite por muitas pessoas. Homens a inserir o seu apêndice genital no ânus de outro homem também é aceite por muitas pessoas. Qual é mesmo o teu argumento?

      Portanto, não era deus que ditava a moral de cada época, e sim a sociedade.

      Então a sociedade de então achou bem Canãa ser amaldiçoado. Qual é o teu argumento? Se a moralidade é construída por cada sociedade, e todas são válidas, então não tens como atacar a moralidae da Bíblia. Se, por outro lado, atacas a moralidade da Bíblia, estás a usar A TUA MORALIDADE para atacar a moralidade de outras sociedades, e dese logo a entrar em contradição.

      Assim, não existe uma moral eterna, imutável. Mas se deus é o mesmo de sempre, eterno, imutável, e por tabela, deveria instituir uma moral de mesma característica, assim, podemos concluir que ele não existe?

      Portanto, o facto das pessoas adoptarem vários comportamentos nas várias sociedades significa que a moralidade não tem fundamento absoluto? Portanto, se tu fosses viver para um país onde fizesse sacrifícios humanos, haverias de concordar com eles, porque isso é o que a sociedade aceita.

      Ou achas que queimar bebés em honra dos deuses está absolutamente errado?

      Não ignores as minhas perguntas.

      • Antonio Carlos de Carvalho diz:

        Mats: “Primeiro, neste blogue Deus tem que ser capitalizado. Este foi o primeiro e último comentário que deixei passar onde tu escreves “Deus” com “d” minusculo.”

        Portuga, como dessa resposta sua depende a continuação da minha participação neste blog de crentes na crença do “todo poderoso” (que não é o Corinthians), gostaria que você confirmasse, aqui e agora, se não aprovará mais nenhum comentário meu ou de qualquer pessoa que escreva aquela “palavra cuja significado foi inventado pelo ser humano” com d minúsculo. Óbvio que isso configurará censura, mas como o blog é seu e você pode colocá-lo debaixo do braço e dizer que “não quer mais brincar” e ir embora, como alguns garotos faziam com a bola, quando o jogo não estava do jeito que eles queriam.
        Pena que isso apenas demonstrará que estamos tratando com gente ignorante (naquele sentido vulgar, de estúpido, de xiita, de abrutalhado ou coisa similar).
        Espero sua resposta!!

      • Mats diz:

        Não será aprovado mais nenhum comentário que use “deus” e não “Deus” em referência ao Criador.

    • Azetech diz:

      Antônio Carlos

      1) Segundo os estudiosos da bíblia, o dilúvio ocorreu bem depois das separações dos continentes. O que torna impossível o povoamento dos demais continentes pelos animais que estavam na arca, já que a arca segundo a bíblia aportou sobre o monte Ararate que fica na Turquia, localizada entre dois continentes: o Europeu e o Asiático.

      MENTIRA. Segundo estudiosos bíblicos a separação do continente ocorreu PELO advento do Dilúvio, ou seja, o Continente era ÚNICO e a catástrofe global o fragmentou em partes.
      O relato bíblico confirma este pensamento:
      Gen 1:6 “E disse Deus: Haja UMA expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas.”
      Sabe o que é UMA? “Uma” não é duas ou três ou quatro. UMA é UMA .
      Sabe quantos continentes compunham a Pangeia? UM . Não era duas nem três nem quatro.

      Gostaria de saber QUAL É tua fonte para os “estudiosos”. Pelo que parece, a fonte é TEU ACHISMO.

      2) Mas você sabe por que deus destruiu o mundo?
      Por que anjos caídos começaram a se casar com mulheres e dessa união nasceram gigantes sobre a terra, como está escrito dos versículos 3 ao 7 (Gênesis)?? Por que ele fez o homem a sua imagem e semelhança, mas mostrou sua ira quando os seus anjos misturaram-se com sua criação? Ele nos mandou uma mensagem ensinando que não devemos nos misturar com outros povos? Ele queria uma nação pura?

      Bela tentativa falaciosa em tentar comparar Deus com Hitler, porém NÃO COLOU.
      Se entendesse de bíblia saberia que a destruição ocorreu pela MALDADE EXTREMA e VIOLÊNCIA EXCESSIVA que o povo antigo chegou a possuir.

      Gênesis 6
      ” 5. E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.”
      “11. A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência.
      “12. E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra.”

      3) Deus comete erros: Gênesis cap. 6 versículo 6: Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração.
      Arrepender-se confirma que deus errou ao criar o ser humano, ou que sua criação não saiu como ele gostaria. Mas para ele é fácil resolver isso, ele extermina tudo que há sobre a terra e começa de novo…

      Sabe o que é hermenêutica? Hermenêutica é o estudo do sentido das palavras para o contexto que ele demonstra. Ela não é utilizada APENAS para a bíblia, mas para TODAS interpretações de Textos.
      Isso significa que a mesma palavra ou expressão delas podem possuir mais de um significado. No caso bíblico, Arrepender-se não significa ERRO como afirmaste erroneamente (talvez por não entender NADA sobre ela), mas sim TRISTEZA.
      Aí é que teu raciocínio falha, pois além de não conhecer o contexto todo, embasando tua ideia em um contexto errôneo, formando posteriormente um espantalho (Falácia)

      4) “Mas no meio do caminho encontra Noé que era o único homem justo em toda a terra, e por isso ele resolve dar uma chance” Deus achou que Noé era justo? Noé colocou um filho como escravo do outro porque ele o havia visto nu, após um porre de vinho !!!! E amaldiçoou seu neto e toda a sua descendência? Pessoas inocentes que nem tinham nascido? Isso é justo aos olhos de deus?

      Ué, quem disse que os parâmetros de Justiça para Deus é baseado em TEUS PARÂMETROS? Aposto que negar seu Criador e Blasfemar contra ele, pode ser justíssimo a teus olhos. Zombar de quem deu a Vida por ti, deve ser uma atitude honrada. Viver na imoralidade (pois o ateísmo não oferece base filosófica para a moral) praticando toda sorte de pecados, crendo estar certo, a teus olhos deve ser uma atitude muito boa. Porém Graças a Deus pelos parâmetros dele não ser segundo teus parâmetros distorcidos, a vida de Noé foi poupada.
      O Parâmetro utilizado por Deus não foi a PERFEIÇÃO (pois ninguém é perfeito) mas sim o CORAÇÃO (que não cometia maldades e crimes como teus irmãos ateus cometiam)

      5) Se o dilúvio foi um evento mundial como relata a bíblia, e apenas os escolhidos por Noé foram salvos, como explicar a existência de outras raças como as Negras, as Asiáticas e todas as outras que conhecemos?

      Ora, o código genético presente em Noé (muito superior que o presente hoje) permitiu que sua raça variasse de acordo com a procriação e combinação gênica.
      Conhece Mendel? Conhece sua experiência? Pois bem, o que ocorreu foi isso.
      Então com os seres humanos diferenciados, a seleção natural tratou-se de encarregar que os de pele branca e olhos claros sobrevivessem em maior quantidade em um ambiente e os de pele negra de olhos escuros em outro.

      6) Na época que a arca foi supostamente construída podemos encontrar relatos de construções de barcos que usavam betume, isso mesmo betume! Este aflorava na Mesopotâmia (hoje Iraque) e que servia para calafetar barcos (inclusive a arca de Noé) o curioso é que este é originário de fósseis vegetais e animais com, no mínimo, 30.000.000 (milhões) de anos que é um prazo mínimo para a formação do petróleo! Eu sei que alguns dirão que não era o betume que conhecemos e sim hena.

      Que milhões de anos? Quem disse que esta fábula é real? quem disse o betume se formou segundo da forma pregada pelos darwinistas? Por um acaso achas que cremos na fábula evolucionista onde foram os dinossauros enterrados que formaram o petróleo? hehehehe ;-)
      O betume sempre existiu desde a criação do mundo. Ele estava presente em camadas inferiores da terra, porém não tão profundas como hoje. (pois o ambiente pré-diluviano não possuía montanhas extremamente altas)
      Apenas crentes evolucionistas, creem que o resultado da combinação complexa de hidrocarbonetos (petróleo) tiveram origem orgânica (dinossauros extintos).

      7) Não havia quantidade de água para haver um dilúvio. Ou seja, a altura da água seria mínima. Ver estes cálculos estrambólicos deste cara: http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20100226091739AA5kSUv
      A Bíblia afirma também que as águas subiram 7 metros acima dos montes mais altos da terra (Gn 7,19-20). Ora bem, o monte mais alto do planeta é o Everest, com 8.846 m. Por isso, para que as águas alcancem esta altura de quase 9 km, era preciso que todos os mares subissem à média de 222 metros por dia. Mas qualquer meteorologista confirmaria o fato de que se as nuvens que atualmente estão na nossa atmosfera se precipitassem de repente sobre todo o mundo, o globo ficaria apenas coberto por menos de 5 cm de água!

      Outro erro muito comum entre vocês, crentes naturalistas, é cometer o excessivo e frequente ANACRONISMO.
      Sempre que vós analisam os relatos bíblicos, NUNCA a encaixam no contexto que elas apresentam, mas sim, utilizam contextos ATUAIS para descrever um evento PASSADO.
      Quem disse que o Everest EXISTIA no ambiente pré-diluviano? Quem disse que havia montanhas altas?
      Outra coisa, onde está escrito que o dilúvio proveio APENAS das chuvas?
      Hum… não sei não, mas percebo que teus questionamentos são fundamentados em tua IGNORÂNCIA a respeito do assunto, e não nos FATOS em si.

      8) Por outro lado, na sua construção, Noé esqueceu a maioria dos pormenores essenciais. A arca não tinha leme, nem velas, nem bússola, nem bombas, nem mapas náuticos, nem âncora,

      O_o???? E qual seria a necessidade destes acessórios para a circunstância atual?

      nem ventilação, nem iluminação.

      O_o??? Onde está escrito que a arca não tinha ventilação e iluminação?

      Além disso, a arca deve ter permanecido onze meses no mar, e necessitaria de levar pelo menos duas vezes o seu próprio volume de água potável para os seus tripulantes os animais, uma vez que a água exterior não se podia beber. Como sobreviveram à sede?
      Além disso, onde os teriam metido, se, pelas medidas que vimos, o barco só tinha uma superfície habitável de 9.120 metros quadrados? E como fizeram oito pessoas para alimentar, dar de beber, limpar e cuidar semelhante quantidade de animais?

      Primeiro, gostaria de saber onde chegaste a conclusão que a arca media tinha superfície habitável de 9.120 metros quadrados?
      Para começar não existia METROS na medição antiga, ms sim côvados.
      O Côvado variava de acordo com as eras, pois esta media ia desde o dedo médio ao cotovelo.
      Segundo, quem disse que a quantidade de comida e bebida ingerida pelos povos antigos tinham a mesma proporção??? Esqueceste que eles eram mais evoluidos em sua estrutura e informação genética do que hoje?
      Sinto “cheiro” de Anacronismo novamente” ¬.¬

      Por fim, sabemos que o livro do Gênesis foi uma compilação de vários mitos sobre a criação do homem e do mundo, como os gregos e egípcios também tiveram seus mitos. Mas não tão retratados e compilados como o povo da mesopotâmia.

      Sabemos??? Está a colocar palavras em nossa boca? Pelo que NÓS sabemos, todas as narrativas inferem em um acontecimento global em comum, e a bíblia manteve o relato histórico REAL do que ocorreu.
      Agora se vocês “sabem” (na verdade ACHAM) que os relatos bíblicos e os outros são cópias de lendas…. sejam felizes a fé que possuem, oras bolas :-)

      E como última consideração, outro ponto: aceitar uma maldição sobre a descendência toda de uma pessoa, ou seja, de um povo inteiro, apenas por que um indivíduo viu o pai bebum pelado como razoável é inadmissível. E se deus viu e achou certo, é por que ele pensava assim na época. Como vocês hão de concordar que ele não agiria assim nos dias de hoje, então só podemos concluir que deus mudou. Se mudou, não é “o mesmo de sempre”. Se ele aceitou que Noé amaldiçoasse a descendência toda de Canaã, mesmo os que viriam a nascer, e portanto, eram, desde já inocentes, é por que ele aceitava que, na antiga sociedade hebraica, ver a nudez de pai ou mãe fosse considerada uma calamidade social grave, e um filho ou filha ver tal nudez propositadamente fosse considerado um lapso sério da moralidade entre pais e filhos. Hoje em dia, isso não seria calamidade moral alguma, mesmo aos olhos de deus. Portanto, não era deus que ditava a moral de cada época, e sim a sociedade. Assim, não existe uma moral eterna, imutável. Mas se deus é o mesmo de sempre, eterno, imutável, e por tabela, deveria instituir uma moral de mesma característica, assim, podemos concluir que ele não existe?

      Se este teu espantalho, elaborado pela ignorância a respeito das escrituras, somados pelos desejos do pecado e somados com a vontade de fazer o que bem entende sem seguir regras, fosse uma realidade, o máximo que poderia-mos fazer é QUESTIONAR TUAS AÇÕES, mas não deduzir erroneamente como INEXISTENTE.

      Uma analogia:
      Se um filho tem um pai que se ausenta, permitindo que ele passe necessidade, este filho NUNCA DIRÁ: “Meu pai não existe”
      O que ele dirá é “Porque meu pai faz isso”
      Nem mesmo Jó ao não entender o motivo pelo qual estava sofrendo, disse: “Deus não existe”. Ele poderia questionar o motivo pelo qual Deus permitia aquilo, mas nunca dizer: Ele não existe”
      Então a busca deve ser direcionado ao MOTIVO que o levou.
      Nós cristãos fazemos isso, pois buscamos ENTENDER o que as escrituras revelam (assim como o motivo pelo qual as coisas ocorrem).
      Agora vós, o caso é diferente, pois não estão preocupados em saber o motivo, mas simplesmente sentem a necessidade de conseguir uma desculpa para rejeitar TODO ensinamento de Cristo e justificar teus atos pecaminosos.

      Agora se sentem essa necessidade, por amos ao pecado, o que fazem pensar que teremos a mesma motivação que vós? O que fazem entrar em sites cristãos e pregarem com base na ignorância e falácias teu ateísmo?

      Posso concluir que teu intuito é CALAR a própria consciência que os acusa da condenação que estão indo?
      Se não, me diga qual é o

    • As semelhanças entre os relatos do dilúvio pode ter causas idênticas em relação aos relatos de deuses nascidos de virgens imaculadas.

      [["Pode" ter? Volta cá quanto tiveres alguma certeza.]]

  2. Azetech diz:

    Mat´s

    O Antônio Disse:

    1) Segundo os estudiosos da bíblia, o dilúvio ocorreu bem depois das separações dos continentes. O que torna impossível o povoamento dos demais continentes pelos animais que estavam na arca, já que a arca segundo a bíblia aportou sobre o monte Ararate que fica na Turquia, localizada entre dois continentes: o Europeu e o Asiático.

    Portanto, não é possível ir à pé da Europa para a Ásia, certo? Faltaste a muitas aulas de Geografia.

    Um cuidado que todos nós cristãos deveremos ter aos proselitistas ateus é:
    “NUNCA CONFIE EM TEUS ARGUMENTOS”

    Sempre devemos verificar as fontes do que eles falam.

    Como vimos no exemplo anterior, o Antônio “afirmou” com base na MENTIRA que os estudiosos afirmam que a separação dos continentes ocorreu DEPOIS do dilúvio. Isso NÃO É VERDADE.

    Um exemplo parecido ocorreu comigo em outro blog que debatia. Houve um crente ateu que utilizou uma “SUPOSTA” passagem bíblica para endossar seu argumento.
    Eu confiei que as passagens eram verdadeiras e fique um pouco confuso (pois se fossem verdadeiras, realmente entrariam em contradição)
    Então como Deus nos prometeu que “Nenhuma arma do mal prevalecerá sobre nós”, senti no coração de verificar NA FONTE (bíblia) os relatos. Sabe o que ví meu irmão, o DESONESTO ATEU modificou DELIBERADAMENTE uma palavra, onde alterou todo sentido da frase das escrituras.
    Diante disso, não pensei duas vezes para DESMASCARÁ-LO na frente de todos, onde o mesmo ficou sem palavras e envergonhado.

    Outro caso muito comum, são os argumentos de Bart Ehrman.
    Se perceber, ele modifica os números a favor de sí, oculta informações e MENTE, para tentar passar uma falsa impressão da confiabilidade bíblica.
    Segue um vídeo que o desmascara:

    Então meu irmão, sempre devemos lembrar que proselitistas ateus não possuem moral, são desonestos e não pensam duas vezes para MENTIR, com intuito de embasar suas ideias.

    Abraços,
    Diogo.

  3. Paulo diz:

    Ótima matéria, muito esclarecedora e fortalece a fé no único Deus verdadeiro. Parabéns.

    • Paulo meirelles diz:

      Aguardo ansiosamente a ajuda, desculpe o meu limite teológico para refutar essas afirmações

    • Azetech diz:

      Paulo Meirelles

      Meu Irmão, Em primeiro lugar, para resolução deste problema, NUNCA, repito, NUNCA confie nos ARGUMENTOS E FONTES de crentes Naturalistas. Sempre que fizerem alguma afirmação, citando as fontes, CONFIRA.
      Eles costumam por diversas vezes MENTIR (até mesmo porque são desonestos)

      Em segundo Lugar, devemos lembrar que Satanás sabe muito bem utilizar a bíblia (Deturpando-a é claro) para ENGANAR. Por ser extremamente astuto ele não utiliza da MENTIRA DESCARADA, mas sim da QUASE verdade. (Tome como exemplo a tentação de Cristo)

      Terceiro, a inspiração de Deus deveu-se a TODOS OS POVOS de TODOS OS TEMPOS. O que isso quer dizer? Quer dizer que para os povos que viviam em tempos antigos, quanto a povos que vivem em tempos atuais, ENTENDEM as mensagens descritas.
      Isso significa que se uma pessoa vive em um período que se crê que a terra era plana, ele entenderá a mensagem. Se uma pessoa vivem em um tempo que se sabe que a Terra é Redonda, ele entenderá do mesmo Jeito.

      Em quarto lugar, devemos sempre recordar que a maioria de críticos bíblicos, SEMPRE (ou quase sempre) cometem o ANACRONISMO (Erro de cronologia), ou seja, para tentar refutar a bíblia, utilizam contexto históricos do PASSADO sobre o cenário ATUAL, ou como no caso deste autor, utiliza a mentalidade de pessoas do passado para justificar o conhecimento ATUAL.

      Então em tese, o que o autor do site está propondo, é a visão do povo antigo de acordo com os relatos bíblicos. Não digo que ele está errado, pois DE FATO os povos enxergavam daquela forma, ENTENDENDO o propósito de Deus dentro do contexto de conhecimento que possuíam.
      Porém agora pergunto, se você ler os mesmos relatos HOJE, qual será o entendimento?
      Dentro do contexto de conhecimento que possui, como entenderá as passagens?

      Se você ler TODOS os versículos, sem o “óculos” da interpretação ERRÔNEA do Autor, baseado em um conhecimento FORA DO CONTEXTO, será que realmente chegará as conclusões que ele chegou?

      Vamos para alguns exemplos, o que entende por:
      (Isaías 40:22) “E ele o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e o desenrola como tenda para nela habitar.”
      Com o conhecimento que temos, esta passagem subentende-se ou não a a redondeza da terra ?
      E para o conhecimento antigo, o que eles entendiam? O autor do site descreve.

      (Isaías 55:9) “Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.”
      Com o conhecimento que temos, esta passagem subentende-se ou não a vasta extensão do universo?
      E para o conhecimento antigo, o que eles entendiam? O autor do site descreve.

      (Eclesiastes 1:7) “Todos os ribeiros vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios correm, para ali continuar a correr.”
      Com o conhecimento que temos, esta passagem subentende-se ou não o ciclo hidrológico?
      E para o conhecimento antigo, o que eles entendiam? O autor do site descreve.

      (Salmo 102:25-27) “Desde a antigüidade fundaste a terra; e os céus são obra das tuas mãos. Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles, como um vestido, envelhecerão; como roupa os mudarás, e ficarão mudados. Mas tu és o mesmo, e os teus anos não acabarão.”
      Com o conhecimento que temos, esta passagem subentende-se ou não A lei do aumento da entropia?
      E para o conhecimento antigo, o que eles entendiam? O autor do site descreve.

      (Eclesiastes 1:6) “O vento vai para o sul, e faz o seu giro vai para o norte; volve-se e revolve-se na sua carreira, e retoma os seus circuitos.”
      Com o conhecimento que temos, esta passagem subentende-se ou não o ciclo atmosférico?
      E para o conhecimento antigo, o que eles entendiam? O autor do site descreve.

      (Jó 26:7) “Ele estende o norte sobre o vazio; suspende a terra sobre o nada.”
      Com o conhecimento que temos, esta passagem subentende-se ou não o campo gravitacional que envolve o planeta?
      E para o conhecimento antigo, o que eles entendiam? O autor do site descreve.

      Poderia citar milhares de exemplos, mas todos eles possuiriam a mesma dinâmica.
      Perceba que a palavra de Deus é tão sublime, que independentemente do período que o cidadão vive e do conhecimento que ele tem, os ensinamentos dele SEMPRE FARÃO SENTIDO.

      Então meu irmão, para encerrar, muitas (Não todas, pois existe alguns erros crassos de interpretação) das colocações que o crente naturalista colocou em seu blog, até que são pertinentes, porém o método que ele trabalha é semelhante ao método que Satanás utilizou com Cristo, ou seja a MEIA VERDADE.

      Espero que tenha te ajudado!

      Abraços,
      Diogo

      • Azetech diz:

        Paulo

        Referente aos links que demonstrou, já havia visto os comentários de “Marcus Valério XR” (Autor do site) antes. Infelizmente ele expõe os argumentos e não permite comentários em seu blog. Isso dificulta o debate, pois não nos dá direito a réplicas. (O que particularmente acho uma atitude covarde)
        Sei que ele tem um canal no Youtube, e se o Mats permitir, o convidarei para um debate neste sítio.
        Assim poderemos desmiuçar suas ideias detalhadamente efetuando a refutação de modo completo.

        Mats

        Tu me permite enviar um convite a ele para um debate em teu Blog?

        Abraços,
        Diogo.

  4. Paulo diz:

    Obrigado irmão vou já colocar seus argumentos no site dele , fazendo pequenas modificações para não ser belicoso.
    Ele aceita o debete sim irmão e vou lá explica-lo.
    A Paz.

    • Azetech diz:

      Paulo

      Hehehe nem sempre tive este jeito explosivo de expor meus argumentos. Mas a convivência e debates com Neo-Ateus, despertaram este meu lado hehehe.
      Percebi que esta classe de ateus (Proselitistas e agressivos) não se preocupam em descobrir a verdade (Ao contrário de alguns agnósticos). Eles se preocupam apenas em RIDICULARIZAR e SE ENGANAR.
      Com isso, perdi o interesse em tentar mostrar algo para eles. Simplesmente REFUTO sem dó os argumentos mentirosos e errôneos que eles tentam passar.
      Sei que o amor deles pelo pecado é maior que a racionalidade que possuem, então por causa disso, mesmo que Cristo aparecesse novamente, eles o rejeitariam.

      Um exemplo bem clássico da cegueira destas pessoas está na bíblia.
      Quando Cristo ressuscitou Lázaro, A sua vida servia de testemunho a favor da divindade de Cristo.
      Os cegos Judeus, ao presenciar tal fato, ao invés de perceber a REALIDADE, o que pensaram em fazer? Matar Jesus e MATAR Lázaro (João cap.12. vs. 9, 10.)

      Dá pára acreditar??? A cegueira espiritual era tão grande que eles queria MATAR Jesus e seu milagre (Lázaro) junto.

      Se o ser humano era capaz de fazer isso, porque hoje seria diferente?
      Então como sei que mesmo que a verdade se manifeste claramente a eles, por amor ao pecado NÃO ENXERGARÃO, não tenho tanta esperança que mesmo refutando seus argumentos, eles crerão.

      Então que meus comentários possam ser úteis para outros cristãos que sofrem ataques desta corja, e sirva de mais “armas” para que possam se defender.

      Referente ao Marcus Valério XR , não consegui identificar exatamente qual é o propósito dele, porém pelas suas palavras, percebi que ele se equivoca com a parcialidade dos fatos que envolvem seus argumentos.

      Gostaria de debater com ele profundamente, abordando tópico por tópico de seus comentários. Como consegues debater com ele se seu blog não permite comentários?

      Abraços,
      Diogo.

      • Paulo merelles diz:

        Caro irmão ele aceita o debate sim, vou lá postar seus primeiros comentários e ai continuamos o debate, paz do Senhor Jesus Cristo

      • Antonio Carlos de Carvalho diz:

        Defina o que é pecado.

      • Mats diz:

        Violar a Lei de Deus. É preciso ensinar coisas tão básicas? Não sabes usar a internet para buscar resposta para algo tão simples?

    • Azetech diz:

      Paulo
      Encontrei um link de uma pessoa que se dispôs a refutar o Marcus Valerio XR detalhadamente:
      http://www.xr.pro.br/CRIAXEVO/Oronet1.html
      Abraços,
      Diogo.

  5. Paulo merelles diz:

    Amado irmão coloquei as suas explicações lá esperemos a resposta do Marcus.
    http://books.dreambook.com/mvxr/evobio.html

  6. Paulo Meirelles diz:

    Caro iemão coloquei aqui as perguntas do Marcus Valério para o irmão refutar,mas parece que sumiu.Eis aqui de novo:

    Questões Simples que o
    CRIACIONISMO
    é Incapaz de Responder

    Enquanto os pontos não esclarecidos do EVOLUCIONISMO sequer são, em geral, compreensíveis pelo senso-comum, o CRIACIONISMO não é capaz de responder questões triviais, facilmente inteligíveis para qualquer pessoa.

    As acusações dos Criacionistas de que a Teoria da Evolução não responde perguntas simples como “Onde estão os fósseis” são claramente falsas. As respostas podem até ser discutíveis ou não inteiramente comprovadas mas pelo menos há uma explicação racional.

    Essa é na verdade, A MAIOR E MAIS FORTE RAZÃO pela qual jamais tive dúvidas de que o Criacionismo de Terra Jovem não passa de um engodo.

    Não é preciso qualquer conhecimento científico específico, não é preciso qualquer jargão não usual. São questões ridiculamente simples, para as quais o CRIACIONISMO adepto do Dilúvio Universal, e fundamentado na velha obra “A Nova Geologia”(1923) do fundamentalista cristão George MacCready Price, não tem qualquer chance de oferecer uma resposta sequer razoável.

    Uma vez tendo ocorrido o Dilúvio, as questões podem ser resumidas em:

    1-COMO OS ANIMAIS ESPECÍFICOS DE CADA REGIÃO FORAM CHEGAR ATÉ LÁ?

    2-COMO AS MILHÕES DE ESPÉCIES VEGETAIS DE CADA REGIÃO DO MUNDO SOBREVIVERAM AO DILÚVIO? HAVIA NA ARCA DE NOÉ EXEMPLARES DE VEGETAIS DE TODAS AS PARTES DO PLANETA?

    3-COMO AS MILHÕES DE ESPÉCIES DE ARTRÓPODOS SOBREVIVERAM AO DILÚVIO? HAVIA NA ARCA UMA SEÇÃO COM MILHÕES DE COMPARTIMENTOS PARA “CASAIS” DE INSETOS, ARACNÍDEOS, CRUSTÁCEOS E SIMILARES?

    4-COMO SOBREVIVERAM OS ANIMAIS AQUÁTICOS DE ÁGUA DOCE?

    5-COMO SE DESENVOLVERAM AS DIVERSAS ETNIAS HUMANAS EM TÃO POUCO TEMPO?

    Posso exemplificar estas questões naquilo que gosto de chamar de ENIGMA DAS CAPIVARAS que diz o seguinte:

    “As Capivaras são exclusivas brasileiras, não havendo em outro lugar do mundo.
    Pelo Criacionismo elas foram criadas juntamente com todas as demais espécies animais.
    No dilúvio todas as Capivaras que não embarcaram na Arca de Noé morreram.
    Então, é lógico que se elas hoje existem, é por que havia um casal delas na Arca, e se não houve evolução, eram como são hoje.
    Foram então desembarcadas por Noé no monte Ararat. Na atual Turquia.
    Como elas não nadam grandes distâncias nem possuem navios. Só podem ter sido trazidas para o Brasil por descendentes de Noé que vieram para a América depois da dispersão.
    Sem tais tribos não haveria os índios por aqui, nem as Capivaras.

    Conclusão lógica:

    Eles trouxeram as Capivaras do Velho Mundo (Europa e Oriente Médio), via Ásia, estreito de Bering, Américas do Norte e Central para finalmente chegar a América do Sul.
    Evidentemente não foram só as Capivaras, mas também as Antas, Tamanduás, Lobos-Guará, Tatus, Jaguatiricas e etc. Animais que não existem em nenhum outro lugar do planeta a começar pelo Velho Mundo.

    Perguntas:

    1-COMO OS ANIMAIS ESPECÍFICOS DE CADA REGIÃO FORAM CHEGAR ATÉ LÁ?
    Como trouxeram essas e mais outras milhares de espécies animais exclusivas do Brasil? Por que nenhuma ficou pelo caminho, nem nenhuma ossada, nem memória nos povos que testemunharam sua passagem, ou que ficaram pelo caminho desde a Ásia até a América Central? Por que não há nenhum registro fóssil, histórico ou mesmo Bíblico de todas as milhões de espécies animais que pelo menos hoje, não mais existem no Velho Mundo? Como Noé as buscou nas diversas partes do mundo para levá-las para a Arca? Se existiam todas no Velho Mundo, como poderiam conviver com os animais de climas gelados e os de climas desérticos?

    Se todas as espécies animais de todo o mundo de hoje existiam juntas no Velho Mundo, e se não houve evolução, então elas eram exatamente como agora. Sendo assim o Velho Mundo teria uma enorme variabilidade de climas, com desertos, florestas tropicais, ambientes gelados, pântanos, cavernas, lagos e etc. Por que não há nenhuma evidência de que tais ambientes existiram? Por que a Bíblia não menciona absolutamente nada sobre eles?

    2-COMO AS MILHÕES DE ESPÉCIES VEGETAIS DE CADA REGIÃO DO MUNDO SOBREVIVERAM AO DILÚVIO? HAVIA NA ARCA DE NOÉ EXEMPLARES DE VEGETAIS DE TODAS AS PARTES DO PLANETA?

    3-COMO AS MILHÕES DE ESPÉCIES DE ARTRÓPODOS SOBREVIVERAM AO DILÚVIO? HAVIA NA ARCA UMA SEÇÃO COM MILHÕES DE COMPARTIMENTOS PARA “CASAIS” DE INSETOS, ARACNÍDEOS, CRUSTÁCEOS E SIMILARES?
    Como trouxeram Milhões de espécies de insetos e aracnídeos terrestres exclusivos da Amazônia? Sem os quais inclusive o ecossistema da floresta não se manteria? Quando os descendentes de Noé se alastraram pelo mundo, já encontraram florestas prontas? Se sim como elas sobreviveram ao Dilúvio? Já deveria haver animais principalmente artrópodes, vitais para a existência do ecossistema, então o Dilúvio não foi Universal. Se não existiam as florestas, por que os descendentes de Noé migrariam para desertos, e como implantaram os ecossistemas?

    E os fungos e bactérias que não poderiam sobreviver ao Dilúvio? Será que a Arca de Noé também possuía reservatório para “casais” de fungos, bactérias e vírus?

    4-COMO SOBREVIVERAM OS ANIMAIS AQUÁTICOS DE ÁGUA DOCE?
    Ou as águas do Dilúvio eram doces? Se sim como sobreviveram os de água salgada? Se era um meio termo, como se explica, sem evolução, que os animais sobreviveriam nesse meio termo?

    5-COMO SE DESENVOLVERAM AS DIVERSAS ETNIAS HUMANAS EM TÃO POUCO TEMPO?
    Na Teologia Bíblica, tanto os nativos das Américas quanto os Africanos e Asiáticos são descendentes do tronco de Can, ou Cão, o filho mais novo de Noé. Qual seria a aparência de Cão? Com certeza não deveria ser radicalmente diferente de seus irmãos e pais ou a Bíblia omitiria algo tão notável? Se dele descenderam Negros, Asiáticos e Ameríndios como é possível que estes tenham assumido características étnicas tão distintas em tão pouco tempo?

    Vejamos por exemplo o caso do negros. Se Cão era de pele clara, qual seria o motivo que levou seus descendentes africanos a ficarem com a pele escura?

    Se um casal de nórdicos passar toda a vida em fortes exposições solares com certeza por volta dos 30 anos terá a pele bem escurecida, mas mesmo após isso um descendente deles não nascerá com a pele perceptivelmente mais escura. A única explicação seria Mutação e Seleção Natural, porém em pouquíssimo tempo.

    Se houve gradativa transformação étnica, por que ela ocorreu? Seria para adaptar os Negros à grande incidência solar da África? Negros são mais resistentes a Câncer de Pele. Seria adaptação?

    Se foi esse o caso, transformações adaptativas em tão pouco tempo, usemos um raciocínio.

    De acordo com a cronologia bíblica essa diferenciação de etnias teve no máximo uns 3000 anos para ocorrer. O que é extremamente rápido em termos biológicos. Nessa proporção deveria ser notável alguma variação recente em etnias que se distanciam de seus locais de origem mesmo que não sofressem miscigenação.

    Porém há arianos habitando a África do Sul há cerca de 300 anos e não há nenhum indício de escurecimento de pele em seus descendentes não mestiços.

    Há negros habitando a América do Norte há quase 300 anos e não há nenhum indício de clareamento de pele em seus descendentes não mestiços.

    Distribuindo animais através do globo

    Se todos os animais terrestres que existem hoje estavam presentes na Arca de Noé, como foram para as ilhas isoladas?

    Por que os descendentes de Noé se dariam ao trabalho de transportar de navio, milhares de espécies que hoje só existem por exemplo nas Ilhas Galápagos? E como implementaram a fauna?

    E não são só ilhas. Mas há também um continente inteiro em questão, a Antártida. Que jamais possuiu qualquer ocupação humana até a Era Contemporânea. Como os pinguins, que não nadam grandes distâncias em águas quentes, foram até lá?

    E quanto a fauna do Ártico? Ursos polares, raposas e gaviões de clima frio. Existiriam há menos de 3.000 anos no berço da civilização? Sob que clima? Ou se adaptaram ao novo ambiente após chegar lá?

    E voltando ao pequenos animais.

    Haveria na Arca de Noé uma seção destinada aos insetos? Com milhões de reservatórios rigidamente discriminados abrigando todo o conteúdo necessário a sobrevivência das mais peculiares espécies algumas das quais microscópicas e indistinguíveis visualmente? Os passageiros da Arca teriam tão avançado conhecimento de Biologia a ponto de realizarem tão rigorosa seleção, manutenção e transporte para depois depositarem as espécies em locais específicos do planeta? Inclusive nas profundezas de cavernas recém descobertas onde não há qualquer indício de incursão anterior humana.? Por quê tão valioso conhecimento se perdeu?

    Se os insetos ao invés de terem sido volutariamente trazidos, tivessem apenas infestado a arca, imaginemos milhões de espécies artropóides, inclusive as que não sobreviveram até a atualidade, convivendo com os demais animais e 8 humanos, por 150 dias

    É POSSÍVEL RESPONDER A ESSAS PERGUNTAS?!?!?

    Acho que já é suficiente.

    Enfim, são questões triviais, que não exigem conhecimento científico apurado, basta pensar, e perguntar a qualquer Criacionista adepto do Dilúvio Universal, o que inclui a maioria esmagadora. Perguntas simples.

    É claro que tudo isso pode ser explicado sob justificativas não usuais, como milagres, mistérios divinos, talvez uma recriação divina em determinadas partes do mundo, ou mesmo algumas hipóteses mirabolantes, coincidências fabulosas! Tudo bem! Isso seria uma resposta. Porém, como diria Michel Ruse:

    MAS ISSO É CIÊNCIA?!?!

    E agora? O Criacionismo já era? Está aniquilado? Ou basta uma pequena concessão?

    Que tal simplesmente renegar a Universalidade do Dilúvio?

    Há indícios de que de fato ocorreu um dilúvio extenso na região do Velho Mundo, que poderia ser o descrito pela Bíblia. Bastaria essa simples concessão para que a Bíblia não só conservasse, mas até aumentasse seu valor histórico? Bastaria apenas admitir que o Dilúvio não foi Universal, como realmente fazem alguns criacionistas mais flexíveis?

    Infelizmente, não é tão simples assim. Renegar a Universalidade do Dilúvio poderia ser útil para melhorar um pouco a pretensão científica do Criacionismo. Mas Teologicamente, principalmente no âmbito da Ontologia e da Soteriologia, agora entrando num campo mais restrito, seria um completo desastre. A Teologia Bíblica simplesmente pode desabar por completo.

    Sem o Dilúvio Universal, poderíamos assumir que muitos seres humanos além da família de Noé teriam sobrevivido, o que incluiria descendentes do povo de Node, cuja origem a Bíblia deixa obscura, e de Caim. Teríamos então hoje em dia pessoas descendentes de outras linhagens que não as de Sem, Jafé e Canaã?

    E os Nefilins? Teriam sobrevivido? Se sim onde estariam? Isso resolveria o problema da diversas etnias e culturas diferentes espalhadas por todo o globo?

    Se tivéssemos hoje descendentes do povo de Node, que possivelmente jamais habitou o paraíso, e dos Nefilins, estariam eles submetido ao Pecado Original? Ou seriam fruto de algo muito pior? A queda dos Anjos por exemplo. Estariam esses seres incluídos no plano de salvação? Trariam eles o Pecado Original?

    Se admitíssemos que mesmo sem um Dilúvio Universal todos esse seres humanos ou semi-humanos não tivessem sobrevivido, ainda restam outras questões. O que extinguiu os dinossauros? O Dilúvio? Então por que os dinossauros aquáticos não sobreviveram? Por que tantos fósseis de espécies extintas? E quanto a proposição de que o fora o Dilúvio que mudara as condições climáticas do planeta? Condições que antes teriam permitido as pessoas viverem quase Mil anos. O que dizer então das evidências das Eras Glaciais?

    E ONDE ESTÃO AS PROVAS DO CRIACIONISMO?

    Os Criacionistas vivem exigindo provas do Evolucionismo. Um deles, o Creation Science Evangelism oferece U$ 250.000 para quem der uma prova científica a favor da evolução. Ou irá a falência ou não aceitará nenhuma das provas, os evolucionistas porém pelo menos mostram fósseis transicionais, orgãos vestigiais, a distribuição geográfica das espécies, a similaridade do DNA e etc.

    O que os Criacionistas mostram? Onde estão os vestígios da Arca de Noé? Onde estão os vestígios da Torre de Babel? Onde estão os fósseis dos Nefilins? Ou as ossadas dos milhões de seres humanos mortos no Dilúvio? Onde estão as evidências do fabuloso evento de Josué parando o Sol sobre Jericó? Onde está toda a água do Dilúvio?

    DÁ PRA EXPLICAR?

    Dá! Eu consigo! Mas não cientificamente!

    Marcus Valerio XR

    • Eduardo D. diz:

      Paulo
      Penso como vc em quase tudo, mas teus argumentos também se contradizem quando falamos da raça humana…. Concordo que os animais não poderíam ser descendentes de tão poucos indivíduos, e vc nem comentou da consangüinidade….. Mas não acho que a teoria da evolução explica o desenvolvimento tão rápido da raça humana…. Uma única espécie tão evoluída, que foge a todos os parâmetros de equilíbrio que regem nosso planeta. Acredito que se houvesse uma raça superior a mesma deveria ser marinha visto que 3/4 aproximadamente da superfície terrestre é formada pelos oceanos, sem contar que a grande maioria dos cientistas defendem que os primeiros seres vieram dos oceanos. Resumimindo furamos a fila??
      Quanto as afirmações do Azetech, também se contradizem pois acesso a Bíblia é algo moderno, mesmo na época do pergaminho alguém teria de copia-lá para que outros povos tivessem acesso… Quero dizer que acesso as citações e passagens Bíblicas não era nada fácil.
      Aproveitando que vc fez perguntas ao Aztech, complementarei com outras.Gostaria de saber sendo todos descendentes da família de Noé, por quê não relatos Bíblicos nas Américas, Ásia ou Oceania?
      Por que não encontro vestígios dos 10 Mandamentos em rochas ou pinturas nas Américas, Ásia ou Oceania?
      Se a Bíblia foi escrita, Aztech, para que independente da época e conhecimento das pessoas que a leêm pudesse haver entendimento, por que nao encontro relatos de Dinossauros ou qualquer outra espécie que habitou nosso planeta, bem com informações sobre o espaço ?
      Por que há necessidade de animais matarem uns aos outros, não vejo Deus, quando um carnívoro come um animal ainda Vivo… Ou quando um filhote é morto sem chance de defesa….
      Não entendo o poder da Maldição por Gerações, Por quê não a Bênçãos por Gerações ?
      Acho que houve muito desrespeito nos comentários acima, mas respeito a todos, vejo que Darwin esta correto na teoria da evolução, mas a mesma não explica como “furamos” a fila da mesma. A Bíblia fala muito em comportamento, e sem ela seríamos muito piores, mas não responde questões sobre a criação e funcionamento do Universo!

  7. Vinicius Sena diz:

    O fato de várias civilizações terem relatos do dilúvio só demonstra que várias pessoas sobreviveram e não só Noé. Se outras pessoas sobreviveram é porque a estória da Bíblia não é verdadeira. Gostaria de dizer a todos vocês que Odin é o único Deus! O seu filho Thor nos ama. Eu não estou brincando, estou falando a verdade.

  8. Vinicius Sena diz:

    Para quem duvidar (leia-se “não enternder” ou “não souber nada”) da evolução saiba que existem vários fósseis transicionais, é só pesquisar, tanto de hominídeos ancestrais como de animais: cobras com patas, tartarugas com meio casco etc. Quem quiser entender pesquise as evidências genéticas, o modo como o DNA sofre mutações. Há também um fenômeno muito interessante chamado ATAVISMO, quando uma característica ancestral se manifesta em um descendente atual: aí temos humanos com cauda, humanos com pés flexíveis, galinhas com dentes, baleias com patas, cobras com patas etc.

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s