Cientistas Aprendem Com o que Deus Criou

Os artigos expostos aqui e aqui mostram como a ciência deve operar.

Eles observaram a natureza, e descobriram que alguns animais têm com eles sistemas sofisticados que lhes permitem sobreviver melhor, quer ao nível da locomoção, quer nível da camuflagem.

Os ditos cientistas debruçaram-se sobre esses sistemas, fizeram experiências e descobriram coisas que lhes permitem entender o propósito e a causa de os sistemas serem como são.

Depois disso, copiaram o que viram, e fizeram (ou vão fazer) dispositivos que vão beneficiar os seres humanos. Usaram a sua inteligência, o seu planeamento e o seu design para construir as réplicas tecnológicas.

A pergunta que se põe é a seguinte: uma vez que as réplicas precisaram de plano, propósito, design, inteligência e tudo o mais que envolve um sistema desenhado, é lógico pensar-se que os sistemas biológicos, bem mais complexos do que as réplicas que nós fazemos, não foram feitas por Alguém?

É lógico pensar-se que o mais simples e a cópia foi feita por alguém, mas o mais complexo e o original é obra do “Pai Tempo” e “Mãe Acaso”?

O design existente na natureza, o mesmo design que os cientistas usam como inspiração, é uma evidência poderosa para o Poder, Glória e Génio infinito de Deus.

Por essa e por outras é que o Apóstolo Paulo diz:

Romanos 1
Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis

Advertisements

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência and tagged . Bookmark the permalink.

7 Responses to Cientistas Aprendem Com o que Deus Criou

  1. Joaquim Coelho says:

    Quem é você para dizer como a ciência deve operar?
    Quem decide como funciona a ciência são os cientistas e a comunidade científica avalizada pela sociedade e pelos estados e não a religião.

    Desde sempre a ciência se baseou na observação.
    A tecnologia resulta muitas vezes dessa observação.
    Mas o motor principal da ciência é o questionar eterno. Saber como e porque funcionam as coisas, com base em evidências e métodos científicos.
    Quando nos viramos apenas para a ciência meramente tecnológica, caímos no erro dos chineses. Devido a terem deixado de questionar-se sobre os porquês e os como, e avançarem com o único objectivo da ciência utilitarista é que acabaram por estagnar no campo da ciência. (Sim, esta é a principal razão junto com a economia da decadência cientifica chinesa, e não a religião como propagou).
    É este um dos grandes perigos da ciência actual: investigar apenas questões com vantagens tecnológicas e utilitaristas (logo á partida por questões de financiamento), deixando de lado as grandes questões do pensamento cientifico de respostas ao desconhecido que acabam sempre por revelar-se a base para as futuras descobertas tecnológicas

    Like

  2. Mats says:

    Joaquim, o teu post passou ao lado do propósito do que eu disse em cima.

    Like

  3. Joaquim Coelho says:

    Faz todo o propósito porque você diz: “Os artigos expostos aqui e aqui mostram como a ciência deve operar.” e dá dois exemplos que remata com
    “Depois disso, copiaram o que viram, e fizeram (ou vão fazer) dispositivos que vão beneficiar os seres humanos. Usaram a sua inteligência, o seu planeamento e o seu design para construir as réplicas tecnológicas.”

    Não só se arroga o direito de decidir como funciona a ciência como ainda indica como caminho principal/único a seguir o utilitarismo tecnológico (com uns pozinhos de religião à mistura).

    Para mim neste post é isto que me interessa, a lenga-lenga do criador passa-me ao lado, não acredito minimamente nela, mas não me faz qualquer comichão os outros acreditarem (desde que a não queiram impor como verdade absoluta para todos)

    Like

  4. Mats says:

    Joaquim
    Devo assumir que achas que a ciência não serve, para além de outras coisas, ajudar o ser humano ?

    Like

  5. Joaquim Coelho says:

    Matts, hoje estou um pouco atrapalahdo de tempo, mas em relação á tua questão acho que deve, em especial a tecnologia.

    Quanto a mim distingo ciência de tecnologia embora ambas estejam extremamente interligadas.

    A tecnologia deve visar essencialmente a ajuda ao homem, planeta, ciência, etc.

    A ciência deve essencialmente responder ás perguntas como, quando e porquê de uma forma metodológica e com metodo. Sem necessidade de grandes preocupações se isso leva a alguma descoberta material útil ao homem . A experiência indica que destas indagações e curiosidade resultada sempre algo utilizável pela tecnologia actual. É a sua componente “teórica”

    Like

  6. Mats says:

    A ciência deve essencialmente responder ás perguntas como, quando e porquê de uma forma metodológica e com metodo.

    Estas perguntas vão beneficiar o ser humano, que foi exactamente o que eu disse inicialmente. Os cientistas acima referidos investigaram, testaram e descobriram respostas. Essas respostas posteriormente vão aumentar o conhecimento da natureza.

    Mas o ponto fulcral do post nem foi tanto esse. P onto fulcral foi sim o facto de que as réplicas humanas serem o resultado de inteligência e design, enquanto que, segundo a teoria da evolução, os originais que inspiraram os cientistas serem obra de forças não inteligentes.

    Não faz sentido.

    Like

  7. Dreadlokz says:

    Quem decide é o dinheiro e os interesses economicos de quem o investe! O resto é conversa fiada!!!

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s