A Igreja Católica e a Criação

Têm havido uns comentários em vários blogs que sugerem que a igreja católica está de mãos dadas com os ateus evolucionistas no que toca à interpretação do Livro do Génesis.

Para que se veja qual é a posição que a Igreja católica sempre defendeu em relação à interpretação do Livro do Génesis, deixo aqui este pdf. O original pode ser encontrado aqui.

(http://www.kolbecenter.org/what_church_teaches.pdf)

Isto não implica que não haja católicos contemporâneos que tomem uma posição diferente. O que isto indica é que estes católicos evolucionistas não só estão em rota de colisão com a ciência e com a Bíblia, mas estão em rota de colisão com aquilo que a sua própria congregração sempre defendeu em relação à interpretação do Livro do Génesis.

Reparem especialmente na conclusão.
What Does the Catholic Church Teach about Origins?


· God created everything “in its whole substance” from nothing (ex nihilo) in the beginning.
(Lateran IV; Vatican Council I)
· Genesis does not contain purified myths. (Pontifical Biblical Commission 19091)
· Genesis contains real history—it gives an account of things that really happened. (Pius XII)
· Adam and Eve were real human beings—the first parents of all mankind. (Pius XII)
· Polygenism (many “first parents”) contradicts Scripture and Tradition and is condemned. (Pius XII; 1994
Catechism, 360, footnote 226: Tobit 8:6—the “one ancestor” referred to in this Catechism could only be
Adam.)
· The “beginning” of the world included the creation of all things, the creation of Adam and Eve and the Fall
(Jesus Christ [Mark 10:6]; Pope Innocent III; Blessed Pope Pius IX, Ineffabilis Deus).
· The body of Eve was specially created from a portion of Adam’s body (Leo XIII). She could not have
originated via evolution.
· Various senses are employed in the Bible, but the literal obvious sense must be believed unless reason
dictates or necessity requires (Leo XIII, Providentissimus Deus).
· Adam and Eve were created upon an earthly paradise and would not have known death if they had
remained obedient (Pius XII).
· After their disobedience of God, Adam and Eve were banished from the Garden of Eden. But the Second
Person of the Trinity would subsequently pay the ransom for fallen man (Nicene Creed).
· Original Sin is a flawed condition inherited from Adam and Eve (Council of Trent).
· The Universe suffers in travail ever since the sin of disobedience by Adam and Eve. (Romans 8, Vatican
Council I).
· We must believe any interpretation of Scripture that the Fathers taught unanimously on a matter of faith or
morals (Council of Trent and Vatican Council I).
· All the Fathers who wrote on the subject believed that the Creation days were no longer than 24-hour-days.
(Consensus of the Fathers of the Church)
· The work of Creation was finished by the close of Day Six, and nothing completely new has since been
created—except for each human rational soul at conception (Vatican Council I)
· St. Peter and Christ Himself in the New Testament confirmed the global Flood of Noah. It covered all the
then high mountains and destroyed all land dwelling creatures except eight human beings and all kinds
of non-human creatures aboard the Ark (Unam Sanctam, 1302)
· The historical existence of Noah’s Ark is regarded as most important in typology, as central to
Redemption. (1566 Catechism of the Council of Trent)
· Evolution must not be taught as fact, but instead the pros and cons of evolution must be taught.
(Pius XII, Humani Generis)
· Investigation into human “evolution” was allowed in 1950, but Pope Pius XII feared that an acceptance of
evolutionism might adversely affect doctrinal beliefs.
In 1909, the PBC was an arm of the Magisterium and dissent from its decisions was tantamount to dissent from the
teaching of the pope himself.
What Does Molecules-to-Man Evolutionism Teach about Origins?


· In the beginning there was neither heaven nor earth, just concentrated primeval matter.
· This matter expanded and exploded.
· The explosion produced gas, mainly helium and hydrogen, which expanded. Over billions of years, clumps
of the gas contracted and formed stars. One of these stars was our sun.
· Part of the sun detached itself and became planet Earth.
· Radiometric dating strongly indicates that the earth is more than four billion years old.
· Given enough time, random interactions of matter will produce spontaneous increases in specific
complexity in randomly-formed units of matter.
· When the planet cooled, chemicals reacted together to form amino acids.
· Primitive living cells resulted from combinations of the amino acids.
· A process of evolution led to the primitive cells developing into complex cells.
· Over millions of years the cells transformed into higher organisms.
· Gradually the organisms divided themselves into flora and fauna.
· All the known species of plants and trees evolved over immense periods of time, perhaps from some
primitive form of algae.
· Similarly, man evolved from simple marine life, transformed over eons of time from some form of bacteria
into all the aquatic, land and air species that have ever existed.
What Does Cutting-Edge Science Teach about Origins?


· Molecules-to-man evolutionary theory violates the second law of thermodynamics by positing spontaneous
increases in order through random interactions of matter.
· Matter from explosions does not condense to form objects like galaxies.
· Chemicals do not react together randomly to form amino acids through natural processes.
· Amino acids do not randomly interact to form living cells through undirected natural processes.
· Molecules-to-man evolutionism violates the Law of Biogenesis: Life does not come from non-life.
· The specific complexity of genetic information in the genome does not increase spontaneously. Therefore,
there is no natural process whereby reptiles can turn into birds, land mammals into whales, or chimpanzees
into human beings.
· All organisms are irreducibly complex. Therefore, in order for any kind of organism to exist, all of the
essential parts of that organism must be fully functioning from the beginning of its existence.
· As now used by evolutionary scientists there is virtually no value in radio dating as an objective source of
prehistoric chronology.
· Many worldwide natural processes indicate an age for the earth of 10,000 years or less. These include
population kinetics, influx of radiocarbon into earth’s atmosphere, absence of meteorites from the geologic
column, and decay of earth’s magnetic field.
· Sedimentological research has challenged the principles upon which the geological time scale is based.
· There is no gradualism in the fossil record, no intermediate types.

CONCLUSION:

Natural science offers no evidence that would contradict the plain and obvious sense of Genesis 1-11, the consensus of the Fathers of the Church, or the magisterial teaching of the Catholic Church on creation and the origins of man and the universe.

For more information contact:

The Kolbe Center for the Study of Creation
952 Kelly Rd., Mt. Jackson, VA 22842, (549) 856-8453
http://www.kolbecenter.org; E-Mail- howen@shentel.net

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Não classificado and tagged , , . Bookmark the permalink.

39 Responses to A Igreja Católica e a Criação

  1. timshel says:

    isso não é a Igreja Católica mas um site tradicionalista ligado aos lefevrianos excomungados pelo Papa

    a posição oficial da Igreja Católica está aqui:http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2007/09/20/vaticano-nega-incompatibilidade-entre-evolucionismo-e-criacionismo/

    Like

  2. Mats says:

    Timshel,

    esta pode ser a posição oficial da igreja católica HOJE, mas historicamente, a igreja católica sempre defendeu o criacionismo Bíblico.
    Lembra-te do que eu disse:

    O que isto indica é que estes católicos evolucionistas não só estão em rota de colisão com a ciência e com a Bíblia, mas estão em rota de colisão com aquilo que a sua própria congregração sempre defendeu em relação à interpretação do Livro do Génesis.

    Like

  3. Mats

    Não existem católicos “evolucionistas”. Isso é uma invenção sua. Todos estamos unidos ao Papa Bento XVI quando ele afirma que «o debate entre o criacionismo e o evolucionismo é “um absurdo” já que a teoria da evolução pode coexistir com a fé».

    Se os católicos do Kolbe Center dizem outra coisa então são eles que estão em rota de colisão com a Igreja e não eu ou o Timshel.

    Like

  4. timshel says:

    Mats

    historicamente a Igreja Católica também esteve associada à Inquisiçãoo e às perseguições aos judeus

    possivelmente também lamentas essa “modernice” que foi o Papa vir pedir perdão por tais actos

    eu não

    o meu Deus é amor, o teu parece-me ser outra coisa qualquer, um fundamentalismo subconscientemente egocêntrico que nada tem a ver com o único mandamento que Jesus nos deixou

    Like

  5. Mats says:

    António,

    Não existem católicos “evolucionistas”. Isso é uma invenção sua. Todos estamos unidos ao Papa Bento XVI quando ele afirma que «o debate entre o criacionismo e o evolucionismo é “um absurdo” já que a teoria da evolução pode coexistir com a fé».

    Ai é? Então como é que explicas esta frase dita pelo Bento XVI, na missa de inauguração do seu pontificado (24 de Abril de 2005 – Domingo)

    It is really so: the purpose of our lives is to reveal God to men. And only where God is seen does life truly begin. Only when we meet the living God in Christ do we know what life is. We are not some casual and meaningless product of evolution. Each of us is the result of a thought of God. Each of us is willed, each of us is loved, each of us is necessary.

    Ou seja, contrariamente àquilo que a teoria da evolução diz, Bento XXI diz que a nossa chegada é o resultado da Vontade de Deus. Todos nós existimos porque Deus quis assim, e não por causa das forças impessoais, não-inteligentes da natureza.
    Bento XXI está em claro choque com a doutrina darwinista, e ainda bem.

    Se os católicos do Kolbe Center dizem outra coisa então são eles que estão em rota de colisão com a Igreja e não eu ou o Timshel.

    O problema, claro está, e tal como está no site deles, é que a igreja católica sempre interpretou o Livro do Génesis tal como os criacionistas interpretam hoje. Vê o pdf, e vê as referências.
    Os católicos de hoje que se deixaram seduzir pela religão darwinista, nãosó vão contra a ciência e a Bíblia, mas vão contra a intepretação que a sua propria igreja sempre teve.

    Like

  6. Mats says:

    timshel

    Mats

    historicamente a Igreja Católica também esteve associada à Inquisiçãoo e às perseguições aos judeus

    possivelmente também lamentas essa “modernice” que foi o Papa vir pedir perdão por tais actos

    eu não

    Nem eu, mas não sei qual é a relevância disso. Estás a querer dizer que acreditar que o Livro do Génesis revela eventos históricos é o mesmo que perseguir Judeus? OU estás a querr dizer que ambas as coisas são erradas, e que como se deixou de fazer uma coisa, também se deve deixar de fazer a outra?

    o meu Deus é amor, o teu parece-me ser outra coisa qualquer, um fundamentalismo subconscientemente egocêntrico que nada tem a ver com o único mandamento que Jesus nos deixou

    Mas tu só sabes que Jesus Cristo disse isso se a Biblia revela a Sua vida fielmente historicamente. Mas como é que sabes isso?
    Da mesma forma que tu confdias nas Palavras do Senhor em Marcos, Mateus, João e Lucas, também deverias confiar nas Palavras do Mesmo Deus em Génesis.

    Porque é que duvidas de uma parte, mas acreditas noutra parte?

    Like

  7. timshel says:

    “Porque é que duvidas de uma parte, mas acreditas noutra parte?”

    A razão é muito simples.

    De tudo o que Cristo disse, Ele apenas nos deixou um Mandamento, o Mandamento do Amor.

    Foi apenas este o Dever Ser que Cristo determinou e esta a chave interpretativa da leitura de toda a Bíblia.

    É nesta linha aliás que a Igreja Católica interpreta o Antigo Testamento: como um caminho/revelação para Cristo e para o Seu único Mandamento.

    (quanto ao resto da tua argumentação não me pronuncio de momento porque me parece poeira demagógica para atirar aos olhos e corria o risco de deixar desviar o eixo do problema fundamental neste momento em discussão)

    Like

  8. Mats

    Essa frase tem um significado preciso: a nossa vida tem um sentido. O Papa não põe em causa a teoria da evolução. O que o Papa faz é não aceitar o evolucionismo materialista ateu. São duas coisas completamente diferentes.

    As referências que eu tenho sobre a interpretação do Génesis são as que conheço das anotações da Bíblia católica que leio regularmente, do magistério da Igreja e dos teólogos católicos que conheço e respeito. Nenhuma destas três referências me permite afirmar que eu estou contra a interpretação da Igreja Católica. Não reconheço autoridade ao Kolbe Center para me dizer o que é certo ou errado no que respeita à relação entre teoria da evolução e fé.

    Like

  9. Mats says:

    Timshel,

    “Porque é que duvidas de uma parte, mas acreditas noutra parte?”

    A razão é muito simples.

    De tudo o que Cristo disse, Ele apenas nos deixou um Mandamento, o Mandamento do Amor.

    Também, mas não só. Ele falou sobre o casamento (Mateus 19), sobre a Criação (Mateus 24:21), sobre o Dilúvio de Noé (Mateus 24:37-39), sobre História (Mateus 24:2) e sobre a Segunda Vinda (Mateus 24:44).

    Foi apenas este o Dever Ser que Cristo determinou e esta a chave interpretativa da leitura de toda a Bíblia.

    Mas..como é que sabes que Cristo disse isso mesmo? Isso pode ter sido uma invenção, tal como o relato da criação, para ti, é uma invenção, certo? Ou não ?

    É nesta linha aliás que a Igreja Católica interpreta o Antigo Testamento: como um caminho/revelação para Cristo e para o Seu único Mandamento.

    Parace-me muito simplista.

    Like

  10. Mats says:

    António,

    Essa frase tem um significado preciso: a nossa vida tem um sentido. O Papa não põe em causa a teoria da evolução.

    Portanto ele quando diz que nós não somos o resultado da evolução, isso não quer dizer que ele não acredita na evolução?
    Ok!

    O que o Papa faz é não aceitar o evolucionismo materialista ateu. São duas coisas completamente diferentes.

    Amigo, o evolucionismo materialista ateu é o evolucionismo oficial. Se o rejeitas, então rejeitas a teoria da evolução totalmente.

    As referências que eu tenho sobre a interpretação do Génesis são as que conheço das anotações da Bíblia católica que leio regularmente, do magistério da Igreja e dos teólogos católicos que conheço e respeito.

    Viste as referências que estão no pdf?

    Nenhuma destas três referências me permite afirmar que eu estou contra a interpretação da Igreja Católica. Não reconheço autoridade ao Kolbe Center para me dizer o que é certo ou errado no que respeita à relação entre teoria da evolução e fé.

    E reconheces alguma autoridade aos antigos padres católicos, que interpretavam a Criação tal qual os cracionisstas interpretam hoje ?

    Like

  11. timshel says:

    Mats, dizes:

    “Ele falou sobre o casamento (Mateus 19), sobre a Criação (Mateus 24:21), sobre o Dilúvio de Noé (Mateus 24:37-39), sobre História (Mateus 24:2) e sobre a Segunda Vinda (Mateus 24:44).”

    E dizes bem, “Ele falou”, sublinho falou. Mas deixou apenas um Mandamento, um Dever Ser. Deixar um Mandamento é diferente de “falar”. E este Mandamento é uma chave num duplo sentido (que aliás se fusionam): é uma chave interpretativa da Bíblia e é um mandamento em sentido comportamental (e a chave interpretativa é também o resultado do mandamento em sentido comportamental…)

    dizes “como é que sabes que Cristo disse isso mesmo? Isso pode ter sido uma invenção, tal como o relato da criação, para ti, é uma invenção, certo”

    eu não penso que a Bíblia seja uma “invenção”

    penso que é uma Revelação

    por isso não penso que a Bíblia nos trate como imbecis ou como mentecaptos

    Like

  12. Mats

    Uma coisa é uma teoria científica: a teoria da evolução, do âmbito da Biologia. Outra coisa é a utilização dessa teoria científica para negar Deus: aí deixa de ser ciência e passa a ser ideologia. Não se vai rejeitar uma teoria científica só porque alguém se apropria dela para fins inapropriados. Para mim o problema não é a teoria da evolução mas o ateísmo e sua colagem à ciência por falta de um pensamento filosófico próprio e independente.

    Vi as referências que estão no pdf. São interpretações bíblicas adequadas ao tempo em que foram escritas. Hoje o nosso conhecimento do universo, da natureza, e o desenvolvimento da teologia levam-nos a reinterpretar o que dantes líamos de forma diferente.

    Li uma citação de Santo Agostinho (utilizada por Galileu no processo com a Inquisição) que me ficou para sempre. É mais ou menos assim: se a realidade não se adequa ao que nos dizem as Escrituras devemos reinterpretá-las face aos novos dados. Há um limite para essa reinterpretação: a negação de Deus.

    A ciência pode interpretar o universo, a matéria, a natureza. Não tem capacidade para provar, ou negar, a existência de Deus. Se um dia a tiver então ou ficamos todos crentes ou todos ateus.

    Like

  13. Mats says:

    Timshel,
    Que parte da Bìblia é Revelação, e quais as partes que não são ?

    Like

  14. Mats says:

    António,

    Uma coisa é uma teoria científica: a teoria da evolução, do âmbito da Biologia. Outra coisa é a utilização dessa teoria científica para negar Deus: aí deixa de ser ciência e passa a ser ideologia.

    Mas a teoria da evolução, desde o princípio, foi sempre uma forma de negar a Deus. Lê o que T.H. Hhuxley dizia, o que Darwin dizia, o que Heackel dizia, o que Julian Huxley dizia, e vê por ti próprio. A teoria da evolução, desde o princípio, foi sempre uma teoria que tentou remover Deus do Lugar de Criador. Issso não o podes negar. OS darwinistas atrues são o “mainstream” no mundo darwinista. As suas visões do mundo são o coração da teoria da evolução.
    Se duvidas disso, tenta lembrar-te da última vez que uma organização mundial de rneome condenou um ateu que usou a teoria da evolução para suportar o ateísmo. Lembras-te de alguma?

    Não se vai rejeitar uma teoria científica só porque alguém se apropria dela para fins inapropriados.

    Mas a teoria da evolução não é uma teoria científica.

    Para mim o problema não é a teoria da evolução mas o ateísmo e sua colagem à ciência por falta de um pensamento filosófico próprio e independente.

    Mas a teoria da evolução é a consequência lógica do ateísmo. Se Deus não exste, ENTÃO a natureza, por si só, criou as formas de vida.

    Vi as referências que estão no pdf. São interpretações bíblicas adequadas ao tempo em que foram escritas.

    Então concordas que a igreja católica sempre interpretou a Bíblia da mesma forma que os criacionistas modernos a interpretam? Portanto, longe de ser uma aberração no mundo cristão, o criacionismo era a doutrina oficial.

    Uma vez estabelecido este ponto, podemos então vêr se há necessidade de mudar a interpretação histórica do mundo cristão em favor de uma teoria que nunca foi provada, e que contradiz os dados empíricos.

    Hoje o nosso conhecimento do universo, da natureza, e o desenvolvimento da teologia levam-nos a reinterpretar o que dantes líamos de forma diferente.

    Não há nada no conhecimento do universo, da natureza e da teologia que nos faça rejeitar a interpretação apostólica, historica e contextual do Livro do Génesis a favor de mitos ateus.

    Li uma citação de Santo Agostinho (utilizada por Galileu no processo com a Inquisição) que me ficou para sempre. É mais ou menos assim: se a realidade não se adequa ao que nos dizem as Escrituras devemos reinterpretá-las face aos novos dados. Há um limite para essa reinterpretação: a negação de Deus.

    Mas não há nada na realidade que vá contra a interpretação que os cristãos sempre tiveram do Livro do Génesis.
    A ciência pode interpretar o universo, a matéria, a natureza. Não tem capacidade para provar, ou negar, a existência de Deus. Se um dia a tiver então ou ficamos todos crentes ou todos ateus.

    Like

  15. António Parente says:

    Mats

    Discordo, mais uma vez, do que escreves.

    Abraço.

    Like

  16. António Parente, baixou os braços? Com o Ludwig Krippahl costuma dar mais luta… 😉

    Abraço

    Like

  17. timshel says:

    Mats, dizes:

    “Que parte da Bìblia é Revelação, e quais as partes que não são ?”

    mas eu alguma vez disse que só uma parte da Bíblia é que é Revelação?

    [[Então Génesis é tão verdade como Mateus?]] – Mats

    porque é que pões na minha boca coisas que eu não disse?

    o que disse foi que Jesus nos deixou apenas um Mandamento, um Dever Ser e que é à luz desse Mandamento que a Bíblia deve ser interpretada pois, como referi anteirormente, não é suposto uma Revelação estar escrita como se fosse uma descrição mecânica de um qualquer maquinismo (para isso já temos os ateus)

    [[Mas o Senhor disse muito mais que isso.]] – Mats

    Like

  18. Beowulf says:

    “Mas a teoria da evolução, desde o princípio, foi sempre uma forma de negar a Deus. Lê o que T.H. Hhuxley dizia, o que Darwin dizia, o que Heackel dizia, o que Julian Huxley dizia, e vê por ti próprio. A teoria da evolução, desde o princípio, foi sempre uma teoria que tentou remover Deus do Lugar de Criador. Issso não o podes negar. Os darwinistas ateus são o “mainstream” no mundo darwinista. As suas visões do mundo são o coração da teoria da evolução.”

    Mats, numpost anterior já assumiste que não leste asprincipais referências “mainstream” sobre evolução, incluindo a “Origem das Espécies” de Darwin. Como sabes então o que eles dizem?

    [[Porque os darwinistas não dizem tudo o que eles acreditam só em livros. Eles também dao entrevistas e escrevem artigos, e aí se vê o que eles pensam]] – Mats

    Like

  19. Caro Miguel Plocas

    Não entendo uma discussão numa caixa de comentários como uma batalha em que tenham de existir vencedores e vencidos. Além disso, fiquei mais “maduro” e já não prolongo estas questões até ao infinito. Penso que ficaram bem vincadas as diferenças e não vale a pena insistir nisso.

    Tenho um blogue pessoal onde espero falar do tema “Génesis”. Estou a reunir material para escrever textos sólidos e coerentes. Nessa altura, tenho a certeza que eu e o Mats retomaremos o diálogo… 😉

    Like

  20. Beowulf says:

    Claro Mats, o Darwin costuma dar entrevistas com frequencia. O Mayr tambem as da nao e? E o Futuyma, ui esse entao e so entrevistas. Ao menos o Futuyma ainda as pode dar, mas nao costuma faze-lo com frequencia. De qualquer forma, se dizes as outros para “LER O QUE ELES ESCREVERAM” sem nunca teres lido estas a ser um bocadinho apteta nao estas?

    Like

  21. Beowulf says:

    Correccao,

    De qualquer forma, se dizes as outros para “LER O QUE ELES ESCREVERAM” sem nunca teres lido estas a ser um bocadinho pateta nao estas?

    Like

  22. Beowulf says:

    Ja agora, o que pensa o Futuyma sobre evolucao? Vamos ver se a ideia que tens do que ele pensa de leres entrevistas deles corresponde a ideia que eu tenho de ter falado com ele pessoalmente! (Ja agora, o Futuyma escreveu o livro de texto mais utilizado no mundo para aprender evolucao, por isso falo nele. Mais “mainstream que ele nao ha)

    Like

  23. Joaquim Coelho says:

    O Matts é completamente lunático.

    Embora não concorde em muitas coisas com O António Parente já que sou ateu, compreendo e respeito grande parte da sua atitude religiosoa.

    Com o Matts, Jonatas e restantes evangélicos já me é impossivel compreer e muito menos aceitar. São completamente fanatizados e recusam-se a questionar qualquer que vá contra a interpretação literal.

    O Matts por exemplo afirma que a evolução é uma forma de negar Deus.
    Não Matts, é uma forma de dizer que o homem e a vida se originaram de forma gradual e sem intervenção directa de Deus.

    Como o António diz, a ciência não pode provar a existência ou não de Deus, nem o seu poder e capacidades.
    Por isso se os católicos disserem que foi Deus que originou o Big-Bang e que deixou direcções definidas nele de forma a resultaram na vida humana, eu pessoalmente não acredito, mas respeito quem acredita e não lhe chamo uma idiotia como^as teorias defendidas pelo Matts.

    O Matts faz imensas citações de livros que nunca leu e que não conhece o espirito. Não faz a minima ideia do que querem dizer no contexto do livro e depois é obrigado a ser desonesto.
    Neste blogues passei a fazer o mesmo só para picar, pois não os levo a sério.

    Like

  24. Mats says:

    Joaquim,

    O Matts é completamente lunático.

    E evoluçao fez-me assim, certo?

    Embora não concorde em muitas coisas com O António Parente já que sou ateu, compreendo e respeito grande parte da sua atitude religiosoa.
    Com o Matts, Jonatas e restantes evangélicos já me é impossivel compreer e muito menos aceitar. São completamente fanatizados e recusam-se a questionar qualquer que vá contra a interpretação literal.

    Porque é que eu deveria pôr em causa a interpretação contextual do Livro do Génesis?

    O Matts por exemplo afirma que a evolução é uma forma de negar Deus.
    Não Matts, é uma forma de dizer que o homem e a vida se originaram de forma gradual e sem intervenção directa de Deus.

    Ou seja, não foi Deus que fez a vida, mas a vida fez-se a si mesma. Como é que isso é diferente daquilo que eu disse?

    Como o António diz, a ciência não pode provar a existência ou não de Deus, nem o seu poder e capacidades.

    A ciência pode e tem oferecido imensas evidências que suportam a crença em Deus.

    Por isso se os católicos disserem que foi Deus que originou o Big-Bang e que deixou direcções definidas nele de forma a resultaram na vida humana, eu pessoalmente não acredito, mas respeito quem acredita e não lhe chamo uma idiotia como^as teorias defendidas pelo Matts.

    Porque é que acreditas?

    O Matts faz imensas citações de livros que nunca leu e que não conhece o espirito. Não faz a minima ideia do que querem dizer no contexto do livro e depois é obrigado a ser desonesto.

    Ainda não mostraste onde é que eu fui “dishonesto”.

    Like

  25. Joaquim Coelho says:

    “E evoluçao fez-me assim, certo?”
    Não, quem te fez assim foi quem te transmitiu conceitos religiosos fanáticos e absurdos. Até porque o fanatismo é “involução”.
    Uma parte significativa do ser humano depende da aprendizagem.

    “Porque é que eu deveria pôr em causa a interpretação contextual do Livro do Génesis?”
    Porque não o fazer é um claro sinal de fanatismo e mesmo loucura religiosa.
    Porque o que lá vem é absurdo em relação ao conhecimento que hoje existe.
    Porque foi escrito por pessoas há milhares de anos com base nas tradições da epoca.
    Porque deve ser lido de forma a criar uma religião justa e que sirva a humanidade (para os crentes) e não como um livro qeu propaga aos limites o conceito culpa/castiga. Que exige obeiencia incondicional. Que propaga a culpa de uns por todos e por todas as descendencias.

    Tenho a certeza que nehum cristão moderado se revê na literalização da biblia em especial o velho testamento.

    Olha as consequências da literalização do Corão ?

    “Ou seja, não foi Deus que fez a vida, mas a vida fez-se a si mesma. Como é que isso é diferente daquilo que eu disse?”
    Em tudo, porque eu afirmei que Deus poderia estar (para os crentes) na origem do que acabou por originar a vida e que deixou o caminho traçado. isto, o mais importante, omitiste.

    “A ciência pode e tem oferecido imensas evidências que suportam a crença em Deus”
    Delirios. Não existe a minima prova cientifica da existencia de Deus (nem da inexistência, claro)

    “Porque é que acreditas?”
    Eu disse que não acredito

    “Ainda não mostraste onde é que eu fui “dishonesto”.”
    Eu disse que eras obrigado a ser, o que é diferente.
    Como não lês os livros, só os excertos dos sites criacionistas, não percebes o contexto nem a forma de interpretar.
    Por exemplo as citações de exterminio dos selvagens de darwin, têm uma leitura completamente diferente do que pretendes, se leres todo o livro e também a a “origem das espécies”. O mesmo se aplica à palavra superior e inferior que tem uma conotação completamente diferente da que lhe imputas.
    Por isso vendem-te uma intrepretação desonesta e tu propaga-as.
    Até o Jonatas Machado (o colocador de lençoies que nada dizem) e que nunca se cala, foi obrigado a calar-se para não admitir os erros em várias situações por usar a mesma táctica que tu: leitura de pequenos excertos descontextualizados.

    Like

  26. Mats says:

    Joaquim,

    “E evoluçao fez-me assim, certo?”
    Não, quem te fez assim foi quem te transmitiu conceitos religiosos fanáticos e absurdos. Até porque o fanatismo é “involução”.

    Quem me transmitiu os conceitos religiosos fê-lo porque era o que os seus genes lhe diziam para fazer. A evoluçao criou esses genes, e essa pessoa estava a actuar em conformidade com o que os genes diziam. E evolução é responsável por tudo o que os seres vivos fazem, certo?

    “Porque é que eu deveria pôr em causa a interpretação contextual do Livro do Génesis?”
    Porque não o fazer é um claro sinal de fanatismo e mesmo loucura religiosa.

    Quem disse isso?

    Porque o que lá vem é absurdo em relação ao conhecimento que hoje existe.

    Qual é o conhecimento que hoje existe que refuta aquilo que está escrito no Livro de Génesis? O que é que pode ser observado que vai contra o Livro do Génesis?

    Porque foi escrito por pessoas há milhares de anos com base nas tradições da epoca.

    O que não quer dizer que esteja errado. Antigo não quer dizer errado.

    Porque deve ser lido de forma a criar uma religião justa e que sirva a humanidade (para os crentes) e não como um livro qeu propaga aos limites o conceito culpa/castiga.

    Quem é que disse que deve ser lido assim? tu?

    Que exige obeiencia incondicional. Que propaga a culpa de uns por todos e por todas as descendencias.

    Bem, olhando para o estado do mundo, e olhando para o facto de todos os seres humanos já violaram os mandamentos de Deus em alguma parte da sua vida, não vejo o porquê de a Bíblia ter que ser vista de outra forma. Aquilo que nós vêmso a nossa frente confirma a Bíblia.

    Tenho a certeza que nehum cristão moderado se revê na literalização da biblia em especial o velho testamento.

    Quem é que decide o que é um “Cristão moderado” ?

    Olha as consequências da literalização do Corão ?

    Eu não sou muçulmano, graças a Deus.

    “Ou seja, não foi Deus que fez a vida, mas a vida fez-se a si mesma. Como é que isso é diferente daquilo que eu disse?”
    Em tudo, porque eu afirmei que Deus poderia estar (para os crentes) na origem do que acabou por originar a vida e que deixou o caminho traçado. isto, o mais importante, omitiste.

    Mas tu não acredista que Ele esteja. Porquê?

    “A ciência pode e tem oferecido imensas evidências que suportam a crença em Deus”
    Delirios. Não existe a minima prova cientifica da existencia de Deus (nem da inexistência, claro)

    Depende da tua definição de “ciência”.

    “Ainda não mostraste onde é que eu fui “dishonesto”.”
    Eu disse que eras obrigado a ser, o que é diferente.
    Como não lês os livros, só os excertos dos sites criacionistas, não percebes o contexto nem a forma de interpretar.

    E a falta de leitura dos livros afectou a forma como citei o livro? Onde?

    Por exemplo as citações de exterminio dos selvagens de darwin, têm uma leitura completamente diferente do que pretendes, se leres todo o livro e também a a “origem das espécies”.

    Disse eu alguma vez que Darwin advogava o extermínio de outras raças? Mostra-me.

    O mesmo se aplica à palavra superior e inferior que tem uma conotação completamente diferente da que lhe imputas.

    Qual é a conotação que tu pensas que o Darwin titnha ?

    Por isso vendem-te uma intrepretação desonesta e tu propaga-as.

    Tens que mostrar onde é que eram dishonestas

    Like

  27. Joaquim Coelho says:

    Cum caraças, Matts, para de te repetires e fazer andar às voltas com jogos de palavras.
    Tudo o que perguntas já foi respondido.
    Lê. Que é o que devias fazer com os livros sobre evolução.

    Deves ser o gajo mais fanático que tenho lido nos ultimos tempos. As afirmações sobre islão, leitura da biblia e cristianismo confirmam-no.

    Em vez de fazerem um parque de criaccionismo deviam é fazer uns SPA e Sanatórios para descansarrem e verem se abriam os olhinhos.

    Só respondo a esta:
    Qual é a conotação que tu pensas que o Darwin titnha ?

    Mais forte e mais fraco e não supeiror ou inferior.
    Significa aquele mais adaptado às condições e melhor preparado para a luta continua pela sobrevivencia na natureza.
    Não diz que é supeior ou inferior, mas que naquelas condições tinha as melhores “ferramentas” para sobreviver. E este que sobreviveu noutras condições há-de desaprecer e ser substituido por nova espécie mais preparada e originada por si mesmo.
    Se tivesses lido a Evolução das espécies não perguntavas.

    Like

  28. Joaquim Coelho says:

    “Quem me transmitiu os conceitos religiosos fê-lo porque era o que os seus genes lhe diziam para fazer. A evoluçao criou esses genes, e essa pessoa estava a actuar em conformidade com o que os genes diziam. E evolução é responsável por tudo o que os seres vivos fazem, certo”

    Errado. Os genes não criaram tudo. A tendência para o sobrenatural e misticismo pode ter alguma origem genetica (não sei), mas a religião é uma mera criação da sociedade. Não há genes cristãos e genes ateus.

    Like

  29. Mats says:

    Joaquim,

    Só respondo a esta:
    Qual é a conotação que tu pensas que o Darwin titnha ?
    Mais forte e mais fraco e não supeiror ou inferior.

    Mais evoluído e menos evoluído, queres tu dizer.

    Senão, diz lá em que sentido é que os africanos e o australianos seriam mais fracos que os europeus? Os africanos e os australianos conseguem viver em condições que a média dos europeus não duraria uma semana.

    Nem tentes disfarçar o racismo de Darwin. Ele via uma raça mais EVOLUÍDA e superior a outras raças, e isso é um facto.

    A tendência para o sobrenatural e misticismo pode ter alguma origem genetica (não sei), mas a religião é uma mera criação da sociedade. Não há genes cristãos e genes ateus.

    As pessoas acreditam em Deus. Se esta crença não está no nosso corpo material, então onde é que está? Se está em outra parte de nós que não o material, então o materialismo está refutado.

    Like

  30. Hadassah says:

    Concordo plenamente Mats.

    Dta
    Hadassah

    Like

  31. O mundo evolui . A tendência de tudo é ir para a frente e não o contrário.A Igreja foi contra Galileu e só o “perdoou”(como se ele tivesse algo errado)em 1992 . Darwin também foi apedrejado , claro que em menor escala e depois a Igreja se viu forçada a aceitar a teoria dele . Claro que mandou os colégios católicos ensinarem a teoria do Darwin porque cai no vestibular.Então , a Igreja vai evoluir como tudo na vida. É só uma questão de tempo.

    Like

  32. Mats says:

    A igreja pode “evoluir” mas a teoria da evolução vai continuar a ser mitologia mascarada de ciência.

    Like

  33. anita says:

    Gente, me parece que nenhum de voces está preocupado em defender “uma” idéia, mas a “sua” própria idéia, sem abrir mão de nada.Isso é involução. E isso causa guerra.

    Like

  34. Mats says:

    Anita,
    Toda a gente está interessada em defender a “sua” idéia. Aliás, o que tu disseste agora é um exmplo de alguém a defender a sua idéia.

    Like

  35. Há aqui gente que diz o que é evolução e involução. Curioso, pois na Biologia, uma ciência descritiva, não está cientificamente provada nenhuma “evolução” ou “involução”. O que está cientificamente provado são alterações das características das espécies e uma questão tautológica, os mais aptos, sobrevivem, e os mais aptos são aqueles cujas características se adaptam melhor às múltiplas variações do meio. Essas características seleccionadas naturalmente, já têm de existir, senão, não haveria “selecção”. Como se originou a vida , ao contrário do que disse outro comentador, ninguém sabe! O processo não é cientificamente conhecido nem foi demonstrado.

    O que se sabe, filosoficamente, é que a vida que existe é contigente, tal como o próprio universo. Dada a improbabilidade dessa vida, e universo, terem surgido do “nada pelo nada”, temos um forte argumento para estes terem surgido do “nada por Deus”.

    O Joaquim Coelho, diz que “a evolução é uma forma de dizer que o homem e a vida se originaram de forma gradual e sem intervenção directa de Deus.”

    Pode ser uma forma de dizer, mas enquanto não estiver provado cientificamente o que significa “evolução”, ou seja, qual a referência que permita apurar cientificamenteo o que é evoluído ou involuído, não é ciência. A Biologia, obviamente não tem nada a dizer sobre se a Vida se ORIGINOU de forma gradual ou não.

    E Cientificamente, ninguém consegue definir o que significa “mais apto”, de forma a prever essa tal “evolução”, logo ela não está provada.
    Descrever que em determinado ecossistema, em x anos, espécie y adaptou-se a determinadas condições do meio, e apresenta novas características; não prova “evolução” alguma. Apenas descreve um fenómeno, DEPOIS dele ocorrer, o que é importante em Biologia, mas não dá para definir, tantas são as variáveis em jogo, o que é “mais apto” ANTES da mudança de características, de uma geração para outra, ocorrer, muito menos possibilitados estamos de “olhar o quadro de cima” e saber se houve evolução ou não.

    Mas o curioso aqui, é que, se algum dia for provado cientificamente que houve evolução, isso seria algo contra o ateísmo. Para haver “Evolução”, tem de haver um ponto de partida e outro de chegada, referências. Caso contrário, não lhe chamaremos evolução mas mudança. O apego emocional dos ateus à teoria da “evolução” é ridículo. Para além dela não dizer nada sobre a origem ( o que é Criado pode Evoluir, não haveria contradição), chamar “Evolução” ao que afinal dizem resultar de forças cegas, é um contradição. Se a Teoria estiver correcta não se chamaria “da evolução” mas “da mudança pela necessidade de sobreviver”. Na realidade, as espécies que estão hoje vivas, não evoluíram para um patamar superior de “mais apto”; porque as condições do meio podem alterar-se repentinamente e essas características passarem a ser altamente desfavoráveis.

    Assim, acreditar numa “evolução” natural e achar que até se pode definir o que é involuído, seria útil mas para os crentes em Deus, caso isso fosse provado cientificamente, não para os ateístas. Mas não foi, porque o problema surge com a descoberta dos genes, algo que Darwin ignorava. O problema da informação impede afimarmos que está cientificamente provado que existe a tal “evolução”.

    Like

  36. Correcção:

    “Se a Teoria estiver correcta não se chamaria “da evolução” mas “da mudança pela necessidade de sobreviver”. Na realidade, as espécies que estão hoje vivas, não evoluíram para um patamar superior de “mais apto”; porque as condições do meio podem alterar-se repentinamente e essas características passarem a ser altamente desfavoráveis.”

    Se a Teoria estiver correcta pelo paradgima ateu!

    Like

  37. Wallace says:

    Não sou de reviver tópicos antigos, mas vou destacar por causa do post maior de Jairo que agora li, em que apontou um problema conceitual muito interessante.
    Eu, há certo tempo, vinha suspeitando da TE. Era impossível não ver o apego dos ateus a ela, a defesa acrítica e a censura aos que a contestam.
    Através de sites como o desafiando a Nomenklatura Científica, o do sabino e o do Mats, cheguei à conclusão de que a TE merece muito mais ceticismo do que os Evos em geral aceitam… e que mesmo considerando que as vezes os criacionistas dão umas bolas fora, eles me despertaram da minha ingenuidade em acreditar que a TE era só uma teoria científica…
    isso foi bom 🙂 tomara que ocorra com mais gente que visite o site….

    Like

  38. Adalberto Felipe says:

    Wallace,

    Dou os parabéns e confesso que também já fui evolucionista.

    Até falo que o apego dos ateus a ela, a defesa a crítica e a censura deles é uma evidência contra a evolução, pois ciência não funciona assim e se os ateus fossem tolerantes e “secularistas” não fariam xingamentos, censuras e deboches a quem a contesta.

    Torso muito para muitos ateus como o João Melo, olhem por esse lado.

    Like

  39. Mats says:

    Wallace,
    Fico feliz que as palavras do Jairo te tenham conduzido a reflectir de forma mais profunda sobre estes temas. Sinceramente, acho que é para isso que Deus coloca pessoas como ele, ou como o Luciano Ayan ou como Sabino na blogsfera: para pensarmos (não para obrigar alguém a pensar da forma que eles querem).

    Tal como tu, eu também fui desde practicamente cedo “acordado” para o desproporcional apego que os militantes ateus tem para com a teoria da Evolução, quando comparada com outras teorias científicas. Onde estão os militantes ateus a usarem a Física Quântica contra o Cristianismo? Onde estão os militantes ateus a usarem a ciência da informação contra o criacionismo? Não há, ou são pouquíssimos.

    Este apego que os ateus tem para com Darwin é porque essa teoria vai muito para além da ciência. Não faz sentido uma pessoa achar que gatos brancos que dão à luz gatos pretos, cinzentos e brancos são “evidência” contra o Criador.

    O pior disto tudo nem é o óbvio amor que os militantes ateus tem para com Darwin, mas sim a existência de milhões de cristãos que não querem ver essa ligação. É para esses cristãos que o Sabino e o Jónatas escrevem.

    Eu digo que é para eles porque os militantes ateus não se preocupam com as evidências. Eu sei disso porque se se preocupassem, nunca seriam militantes ateus.

    Mas, olha, obrigado pelas tuas palavras de reflexão. Que as pessoas que nomeaste em cima continuem a ser fiéis e honestos na sua escrita de modo a que nós todos possamos te imitar e reflectir mais sobre estes e outros assuntos.

    Deus te abençoe.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s