A Ditadura da União Europeia

A arrogância do parlamento europeu não para de crescer. Uma das coisas mais ridículas que foi dita depois dos irlandeses recusarem o Tratado de Lisboa foi:

“Os irlandeses não se podem opôr à vontade de 500 milhões de europeus.”

Mas….quem disse que a vontade dos restantes europeus é diferente da vontade dos irlandeses? Os irlandeses ao menos tiveram a hipótese de votar. Nós nem a isso tivémos direito!
Façam o mesmo referendo aos outros 500 milhões, e depois vêmos a resposta.

Eis aqui um video da discussão parlamentar.

“Qual é a relação entre isto e o debate entre a criação e o evolucionismo?” pode-se perguntar?

Oh, apenas e só que a mesma organização ditaturial que quer forçar tratados bela guela abaixo dos europeus, é a mesma organização que diz que o criacionismo é um ataque ao direitos humanos. (Parem de rir, por favor. É tarde e os vizinhos podem ouvir, bolas!)

Sim, porque, como toda a gente sabe, os grandes violadores dos direitos humanos no século 20 eram todos firmes crentes no criacionismo Bíblico. Os “criacionistas” José Stalin, Pol Pot e Mao Tse Tung por várias vezes fizeram menção da sua fé na criação em 6 dias, e no Dilúvio Universal nos dias de Noé.

Isto para não falar no “criacionista” Hitler, que, tal como a Bíblia diz, sempre acreditou que todos os seres humanos são descendentes do mesmo pai (Adão) e da mesma mãe (Eva), e que nunca na sua vida considerou uma raça superior a outra. Se houver dúvidas disso, basta lembrar o que o Hitler fez quando o afro-americano Jesse Owens ganhou 4 medalhas nos jogos Olímpicos de 1936.

Concluindo:
Os ditadores que hoje governam a europa estão cada vez menos cuidadosos em esconder os seus sentimentos totalitários. Isto é visível não só ao nível das suas políticas mas especialmente ao nível do “controlo” da informação que eles querem fazer no que toca o debate sobre as nossas origens.

Ideologias que receiam a livre circulação de informação são ideologias que temem a verdade.

O que é que o parlamento europeu tem a esconder? Porque é que eles temem tanto o criacionismo?

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Não classificado and tagged , , . Bookmark the permalink.

15 Responses to A Ditadura da União Europeia

  1. Darjo says:

    “Ideologias que receiam a livre circulação de informação são ideologias que temem a verdade”

    Pura verdade, Mats.

    Like

  2. Rui Almeida says:

    O problema será como distinguir informação de pura propaganda política/religiosa, que é o caso.
    Qualquer cientista com um mínimo de bom senso, treino no método científico [ler muitas vezes a Bíblia não é treino, lamento] e pelo menos dois dedos de testa conseguirá distinguir a melhor teoria que se ajusta aos factos e permite descrever e prever comportamentos futuros, do que aquela(s) baseada(s) em ideologias.

    Like

  3. Joaquim Coelho says:

    Matts por aquilo que dizes nem sabes o que é o tratdo.

    Segundo a tua análise não és contra o tratado mas contra a União Europeia.

    Estas tretas simplistas e demagógicas já começam a aborrecer.

    Se querem discutir e constestar o tratado muito bem. Mas com base em assuntos sérios e que dizem respeito a toda a Europa. No caso irlandes eles votaram (a grande maioria) contra o governo nacional e não contra o tratado.

    As regras democraticas não o permitem. Mas os Irlandeses que devem quase tudo o que são hoje á EU (tal como nós) deviam era apresentar alternativas crediveis ao tratado ou então irem ver se chovia em Inglaterra e terem tomates para sair da UE e viverem por conta própria. E eles até se aguentavam.

    Portugal por exemplo se saisse da UE ficava uma especia de Albania na bancarrota sem qualquer alternativa.

    Like

  4. Mats says:

    Joaquim
    E isso tudo justifica o neo-fascimo europeu? Dão-nos dinheiro e nós entregamos a nossa soberania?
    Os irlandeses fizeram aquilo que os franceses e os holandeses já tinham feito, se não estouo em erro.

    Os lideres europeus estão lá para servir ao povo, e não para se servirem uns aos outros.

    Os arrogantes euro-fascistas já nem escondem o desprezo que tem pelas massas, seguindo o bom exemplo da união soviética.

    Like

  5. Darjo says:

    Pelo menos até aqui, a UE continua a se mostrar “um reino dividido”.

    http://minutoprofetico.blogspot.com/2006/08/desunio-europia.html

    Like

  6. Mats says:

    Rui,

    Qualquer cientista com um mínimo de bom senso, treino no método científico [ler muitas vezes a Bíblia não é treino, lamento] e pelo menos dois dedos de testa conseguirá distinguir a melhor teoria que se ajusta aos factos e permite descrever e prever comportamentos futuros, do que aquela(s) baseada(s) em ideologias.

    Concordo. O mais interssante é que há muitos cientistas com vários dedos de cabeça que dizem que a teoria da evolução não está de acordo com os factos, e que a descrição Bíblica da criação está mais de acordo com os factos.

    Porque é que os neo-marxistas da União Europeia, e basicamente quase todos os líderes darwinistas se opóe a apresentação de evidências científicas contra o darwinismo?

    Parece-me que, para o evolucionista, a ideologia naturalista é mais importante que os dados da ciência.

    Em todo o caso, o que as pessoas querem é liberdade para criticar qualquer teoria que se auto-denomina de científica.

    Like

  7. Mats says:

    Darjo,
    Concordo. A união europeia é uma DES-união. O carácter totalitário está cada vez mais aparente, e não creio que vá diminuir, uma vez que o mal, por si só, só aumenta, nunca diminui. Só com intervenção Divina é que a União europeia pode mudar a sua ideologia neo-marxista.

    Felizmente, que controla o universo ainda é Deus.

    Like

  8. Joaquim Coelho says:

    O carácter totalitário está cada vez mais aparente, e não creio que vá diminuir, uma vez que o mal, por si só, só aumenta, nunca diminui. Só com intervenção Divina é que a União europeia pode mudar a sua ideologia neo-marxista.

    Pensei que só eras lunático reliosamente mas parece que também o és politicamente. Neste pequeno texto só dizes barbaridades sem sentido e completamente contraditórias.

    ideologia neo-marxista ? – a europa é acusada de ser liberal de mais. Os seus maiores opositores são comunistas e extrema esquerda por motivos de rumo social/económico, e a extrema direita por motivos nacionalistas.

    Caracter totalitário: é um parlamento eleito e os chefes de estado dos 27 países todos eleitos por sufrágio universal que decidem. Vê bem, tem de ser aprovado pelos 27 estados. Ora todos sabemos que não é possivel agradar a todos em simultaneo. O novo tratdo preve que 2/3 dos países decidam e que em certas circunstâncias seja requerido o consenso a 100%.
    Totalitarismo ? (ou demência tua)

    isso tudo justifica o neo-fascimo europeu? Dão-nos dinheiro e nós entregamos a nossa soberania?
    Os irlandeses fizeram aquilo que os franceses e os holandeses já tinham feito, se não estouo em erro.

    Neo-fascismo ? Existem partidos únicos nos países europeus da EU ?
    Estão proibidos de se formarem novos partidos ? Não há eleições ? Há censura prévia de noticias ? Há presos politicos ? Há tortura ? Etc

    E já agora decide-te ou é fascista ou é neo-marxista (o que é que andas a fumar matts ?)

    Os irlandeses fizeram aquilo que os franceses e os holandeses já tinham feito, se não estouo em erro.
    falso. A frança (é certo que com interesses) e a Holanda sempre foram contribuintes efectivos das despesas. isto é deram o dinheiro para a Irlanda que agora chegou a um ponto em que brevemente tera de contribuir (isto é quiseram ser ajudados mas não querem ajudar)

    e o delirio maior: Felizmente, que controla o universo ainda é Deus

    Então está explicado porque morreram mais de 500 milhões no século XX em guerras.

    Like

  9. Joaquim Coelho says:

    Ideologias que receiam a livre circulação de informação são ideologias que temem a verdade.

    O que é que o parlamento europeu tem a esconder? Porque é que eles temem tanto o criacionismo?

    O primeiro paragrafo é correcto (ás vezes dizes coisa acertadas, mas fora de contexto), só que não se aplica ao caso.

    A União Europeia não se opõe (pelo contrário garante isso) á divulgação do criacionismo. Todo e qualquer organismo ou entidade privada pode divulga-lo. jornais, televisões, internet, igrejas, catequeses, etc, etc etc.
    Onde quer que o queiram fazer podem faze-lo.
    A única restrição é que seja ensinado nas escolas como disciplina cientifica e com base em metodos cientificos.
    Apenas isso, não vender religião como ciência. Se querem divulgar religião, façam favor. Se querem vender religião como ciência, não.
    Simples e completamente razoavel.

    Porque senão matts também tinham de vender o criaccionismos hindu e outros como ciência. E a astrologia, etc, etc.

    Like

  10. Mats says:

    Joaquim
    Se vendemos “criacionismo ateu” (darwinismo) porque não vender criacionismo hindu, e astrologia? As tr^s coisas estão ao mesmo nível no que toca a evidências.

    Like

  11. Joaquim Coelho says:

    Então matts, já decidiste se a europa é fascista ou comunista ?

    E os EUA o que são ?

    Também proibem o ensino do criacionismo biblico como ciência.

    Se vendemos “criacionismo ateu” (darwinismo) porque não vender criacionismo hindu, e astrologia? As tr^s coisas estão ao mesmo nível no que toca a evidências
    Nem mais 🙂 🙂 🙂
    Claro que não menionas o verdadeiro, aquele que tem todas as evidências: o biblico.

    bem para quem afirma num paragrafo que a europa é fascista no outro marxista, apenas motivado pela religião, não é nada de admirar

    Like

  12. Mats says:

    Joaquim
    Quando uso o termo “fascista” é no sentuido totalitário. Não te esqueças que os fascistas e comunistas são muito parecidos em muitas coisas. Aliás, o Hitler e o ateu Stalin eram grandes amigos, até que Hitler decidiu atacar o seu grande amigo.

    O Nacional SOCIALISMO oficiamente detesta o comunismo, mas são mais parecidos no espirito totalitário do que se pensa.

    E os EUA o que são ?
    Também proibem o ensino do criacionismo biblico como ciência.

    As escolas públicas dos EUA são controladas por pessoas com a mesma mentalidade da união europeia.

    Like

  13. Jimmy says:

    Mats

    Deveras!

    Like

  14. Sousowski says:

    Caros,

    Nasci nos anos 70 e digamos que sou da considerada geração X.

    Cresci num Portugal que vivia uma Democracia recente e apanhei o entusiasmo da entrada na CEE. Vivi a passagem a CE e depois a UE.
    Aprendi a comprar em escudos e depois a fazer as contas para Euros e agora ainda bem que nem faço o câmbio para os PTE 🙂

    A UE como não pode deixar de ser e apesar das muito boas intenções dos seus mentores e criadores serve os interesses de quem tem poder.

    Desde criança que me venderam a ideia de ser parte de uma Europa que é rica e onde a vida é do melhor que se pode ter.

    Aos poucos Portugal desenvolveu-se e ficou cheio de auto-estradas, infra-estruturas e produtos que a maioria das familias podia consumir.

    Até que chegou um momento que parei e pensei… olhei à minha volta e o que vejo? Há alguma coisa portuguesa? O país recebeu dinheiro para se desenvolver, mas pagou com o quê? Vendemos tudo o que tinhamos. Portugal não produz quase nada. Somos dependentes de uma União Franco-Alemã, que controla as áreas principais e como que oferece algumas áreas à Italia, Reino Unido e Espanha e migalhas aos demais.

    É claro que alguns conseguiram aproveitar bem as migalhas e fortaleceram o que puderam, Portugal que desde os finais do Séc. XVI segue a tendência do piloto automático deixou passar o tempo… Os outros foram decidindo, usando os seus interesses, moldando o caminho… e temos o resultado.

    Criticar o Eixo França / Alemanha? Não! Não vou criticar quem se sabe mexer e controlar economicamente uma região. Critico quem representando Portugal assinou, tomou decisões e deixou de tomar outras decisões que hipotecaram definitivamente o futuro do país.

    Alguns dirão que não tinhamos alternativa e que se não baixássemos as calcinhas ficariamos de parte e bloqueados por uma UE fortissima…

    Mas baixar as calcinhas sem dar uns berros? Sem lutar? Sem pelo menos garantir que há futuro? hm… Deixa-me pensar que a ideia do fatalismo que não se pode evitar passou bem e a lavagem foi muito bem efectuada.

    Certamente os politicos não perderam muito… esses ganham sempre. Eu se calhar também não perdi muito… Não vendo uma boa vida em Portugal parti para outras paragens. E as gerações futuras? Será que o “português” ganhou?

    Muitos dirão que é melhor do que antes… E não seria melhor na mesma?

    E sacrificar uma melhoria temporária por um futuro não seria solução?

    Eu não gosto nada do sentimento de terem vendido Portugal. E para os fatalistas do destino deixo o meu lamento, pois a resignação ao que não se pode evitar é o primeiro passo para o fim.

    Muito se lutou por um país, para que se pudesse definir o caminho, pois acreditámos que podemos ter uma vida melhor se decidirmos por nós próprios e não depender de interesses terceiros.

    Tanto se morreu e se sacrificou por esses ideais. Tanto ódio se alimentou à artificial Espanha, criada para ser forte e poderosa, espezinhando outros que como nós também queriam decidir por eles.

    Vencemos, para alguns séculos depois dizer que afinal os outros pensam melhor que nós e que afinal é mesmo melhor deixar os outros decidiram para que se tenha melhor vida. O primeiro passo foi dado, não se admirem de rasgarem a bandeira ou deixarem de falar português, porque o que interessa é poder comprar produtos espanhóis ou de onde quer que seja porque está na moda e dá qualidade de vida.

    Não sou nacionalista. Só acho que nunca terei melhor vida se deixar outro que quer ter poder e melhor vida decidir por mim sem lutar pelos meus interesses. As nações nasceram para isso, para fazer valer os interesses de um povo.

    Pena que deixámos de produzir, pena que não podemos decidir por nós, pena acima de tudo que não acreditamos que podemos fazer melhor. Portugal e os portugueses acabaram no momento que deixaram o futuro ser decidido por quem certamente quer o melhor para eles e nos oferece as migalhas depois.

    Sem negar que muito foi feito deixo somente a minha opinião, de que Portugal se vendeu e infelizmente a preço de saldo.

    Abraços

    Like

  15. Mats says:

    Sim, mutos países venderam a alma para poderem entrar.

    A mim o que me irrita são as jogadas que são feitas debaixo da mesa, especialmente no que toca à imigração muçulmana.
    Também não gosto da forma como a União Europeia quer se ipôr no código moral vigente nos países membros, Por exemplo. há países que rejeitam o “casamento” homosexual. A união europeia aparentemente quer forçar isso a esses países. Mas que pensava que a união era só económica, mas parece que há união “moral”, embora a moral dos países seja diferente.

    Enfim, a união europeia caminha para a ditadura, mas nós, o Zé Povinho, só vêmos a moeda única, as fronteiras abertas e tudo o mais, O que é feito debaixo da mesa é mais importante do que é feito em cima da mesa.

    Mas isso, já nós sabemos.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s