A Vida Parasítica dos Membros Parlamento Europeu

Resumindo, não só não defendem a cultura europeia dos ataques islâmicos, não só não respeitam a vontade do povo, não só respiram intenções totalitárias, não só promovem o ateísmo mascarado de ciência que se dá pelo nome de “evolução”, mas também vivem à grande à custa do dinheiro do Zé Povinho europeu.

Esta (Des)União Europeia é só “vantagens”.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Política and tagged , . Bookmark the permalink.

5 Responses to A Vida Parasítica dos Membros Parlamento Europeu

  1. Joaquim Coelho says:

    Soluções Matts..

    Politicamente áinda és mais ingénuo que religiosamente (isto sim é um milagre, aleluia)

    Que propões: uma teocracia tipo Irão mas com evangélicos á frente e tendo com constituição os 10 manadmentos e a biíblia ?

    para Portugal: a saída da UE ? E depois fazias o quê ? rezavas ou imigravas ?

    Já bastava a denagogia da extrema esquerda e direita portuguesa contra a europa. agora também os evangélicos metem a colher com uma carrada de asneiras.

    E felismente és muito novo para saberes o que é um regime totalitário por experiência.
    Senão não dizias barbaridades destas.

    Like

  2. Mats says:

    joaquim,

    Soluções Matts..

    Verdade, transparência e profissionalismo. A União europeia, segundo as evidências, não têm muito disso.

    Politicamente áinda és mais ingénuo que religiosamente (isto sim é um milagre, aleluia)

    Não te esqueças de dizer porquê.

    Que propões: uma teocracia tipo Irão mas com evangélicos á frente e tendo com constituição os 10 manadmentos e a biíblia ?

    Essas são as únicas alternativas?

    para Portugal: a saída da UE ? E depois fazias o quê ? rezavas ou imigravas ?

    Portanto, como não hã solução, vamos deixar a soberania nacional nas mãos de uma instituição tão corrupta como a UE?

    Já bastava a denagogia da extrema esquerda e direita portuguesa contra a europa. agora também os evangélicos metem a colher com uma carrada de asneiras.

    Oh, que coisa horrível! É horrível que os cristãos falem sobre política, uma vez que toda a gente tem direito, MENOS os cristãos, certo?

    E felismente és muito novo para saberes o que é um regime totalitário por experiência.

    Tu não sabes a idade que eu tenho.

    Senão não dizias barbaridades destas.

    Se calhar até sei.

    Like

  3. Joaquim Coelho says:

    Posso estar enganado, mas dou-te para aí uns vinte, vinte cinco anos

    Oh, que coisa horrível! É horrível que os cristãos falem sobre política, uma vez que toda a gente tem direito, MENOS os cristãos, certo?

    Não, o que é horrivel é que msiturem politica com religião e que as suas opções politicas apenas sirvam para impor as suas obsessões religiosas.

    Portanto, como não hã solução, vamos deixar a soberania nacional nas mãos de uma instituição como a UE?

    Por mim era já amanhã.
    A unica saída para a encruzilhada europeia é na minha opinião, uma europa politcamente forte, só com uma voz na politica externa e com um exercito único e forte.
    Em lugar de andar a defender quintais, que no médio longo prazo só levaram á asfixia europeia.

    E depois um federalismo, tipo USA.
    E quem quiser vai, quem não quer sai, mas não empata.
    Isto de agradar a gregos e troianos numa europa com 27 países é que não leva a lado nenhum.

    Like

  4. Jimmy says:

    Isso até parece filme de ficção ; pois não é … “o quinto imperio”

    Like

  5. Mats says:

    Joaquim,

    Oh, que coisa horrível! É horrível que os cristãos falem sobre política, uma vez que toda a gente tem direito, MENOS os cristãos, certo?

    Não, o que é horrivel é que msiturem politica com religião e que as suas opções politicas apenas sirvam para impor as suas obsessões religiosas.

    Amigo, aquilo em que tu acreditas vai sempre influenciar a forma como tu achas que uma sociedade deve ser regida. Se tu acreditas em Deus, então tu sabes a socidade funciona melhor de uma forma. Se não acreditas, então tu vais assumir que a sociedade funciona melhor de outra forma.
    Quando tu dizes para não misturar a religião com a política estás efectivamente a dizer que devemos usar o secularismo como régua de medir. Mas quem é que decidiu isso?!! porque é que devemos usar o secularismo para decidir o que está certo ou errado?

    Portanto, como não hã solução, vamos deixar a soberania nacional nas mãos de uma instituição como a UE?

    Por mim era já amanhã.
    A unica saída para a encruzilhada europeia é na minha opinião, uma europa politcamente forte, só com uma voz na politica externa e com um exercito único e forte.

    E um aparelho totalmente corrupto, que não responde a ninguém a não ser a eles próprios, e que não representa os desejos dos europeus, certo?

    Em lugar de andar a defender quintais, que no médio longo prazo só levaram á asfixia europeia.

    Não necessáriamente.

    E depois um federalismo, tipo USA.

    Ah, mas o federalismo dos USA não é o que os líderes europeus estão a tentar fazer. Nos USA tens uma constituição bem forte que previne muitos abusos do estado. Na europa não tens nada disso. ~Há outras difereças.

    E quem quiser vai, quem não quer sai, mas não empata.
    Isto de agradar a gregos e troianos numa europa com 27 países é que não leva a lado nenhum.

    Amigo, os líderes estão lá para representar os civis. NÓS é que pagamos os SEUS ordenados, portanto eles tem que fazer coisas para NOS agradar. Tem que nos consultar para vêr se concordamos. Têm que respeitar as nossas soberanias nacionais, a cultura indígena, as crenças religiosas locais. Se não querem fazer isso, e respeitar o povo, então fora com eles. Já estamos fartos de ditadores comunistas.

    oh, e eu tenho bem mais que 25 anos.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s