Osgas (Afinal) Apareceram 40 Milhões de Anos Antes

Isto é mais uma evidência para o rigor, a fiabilidade e a constância dos métodos de adivinhação ….. err …. digo, de datação darwinistas.

Afinal as osgas apareceram 40 milhões de anos antes do que os darwinistas pensavam. Como é que eles “descobriram” isso? Simples. Pegaram na máquina do tempo, e “voaram” até 100 milhões de anos atrás, e tiraram fotos das osgas. Foi difícil porque as osgas são tímidas, mas os darwinistas são persistentes. Eis aqui uma das fotos.

O âmbar é uma resina fóssil que usualmente contém remanescente de partes de insectos. Na selva do Myanmar foi encontrado âmbar que continha o pé de uma osga. Essa osga supostamente teria 100 milhões de anos, segundo os métodos de adivinhação/”datação” darwinistas. Isso é 40 milhões mais velha do se pensava anteriormente.


Depois de se ter observado a estrutura dos pés da osga, verificou-se que as osgas modernas não diferem em nada das osgas de 100 milhões de anos atrás.
(As osgas são maravilhas da tecnologia biológica uma vez que tem um design nos seus pés que lhes permite trepar practicamente qualquer superfície, inclusive vidro!)

Depois de se ter observado que não havia diferenças entre a estrutura dos pés da osga, os darwinistas afirmaram:

“Definitivamente, as osgas já estavam na Ásia há 100 milhões de anos atrás, e por essa altura já tinham evoluído a sua estrutura digital bizarra”.

Reparem como o darwinista confunde observação com interpretação. O que é que ele observou? Âmbar que contém um ou mais pés de osgas. O que é que ele interpretou? Que a osga viveu há 100 milhões de anos atrás, e que por essa altura já tinha a capacidade digital que as osgas modernas possuem. Esta é a forma que os darwinistas misturam verdadeira ciência com fábulas.

Eles dizem ainda que esta descoberta vem “trazer nova luz sobre a evolução” das osgas. Mas será ? A osga mais antiga que se conhece é exactamente igual às osgas actuais. Como é que isso vem de alguma forma ajudar o darwinismo?

Da mesma forma, o morcego mais antigo que se conhece é um morcego normal, o sapo mais antigo que se conhece é um sapo normal, a primeira barata bombardeira que se conhece vinha já armada e era já perigosa, o primeiro penguim era um peguim normal, etc, etc, etc…

Todos estes factos científicos são exactamente o contrário do que seria de esperar se a evolução fosse o que o darwinistas dizem que ele é. O que nós vêmos no registo fóssil é animais a ficarem practicamente da mesma forma durante supostos milhões e milhões de anos, enquanto dinossauros vinham e iam, áves apareciam, mamíferos apareciam, e outras coisa mais.

A Bìblia afirma que Deus criou os tipos básicos de seres vivos há cerca de 6,000 anos atrás, e que desde então, essas formas têm diversificado e variado, mas mantido as características comuns dos outros animais do mesmo “tipo”. Os felinos serão sempre felinos, os répteis serão sempre répteis, e assim sucessivamente.

A teoria da evolução, pelo contrário, diz que, em tempos remotos não havia mamíferos, mas que um dia eles aparecerem. Do mesmo modo, os evolucionistas acreditam que as áves evoluiram de dinossauros e que as baleias evoluiram de animais terrestes.

Observando o registo fóssil, qual das duas teorias é confirmada pelas evidências? A criação ou a evolução?

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Não classificado and tagged , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Osgas (Afinal) Apareceram 40 Milhões de Anos Antes

  1. Pingback: As osgas de há 100 milhões de anos são iguais às de hoje « No princípio criou Deus os céus e a Terra

  2. Mats says:

    Osgas que se “transformam” em osgas não é boa evidência para a crença que diz que o mundo biológico criou-se a si próprio

    Like

  3. Estudioso says:

    Já olhastes o registro fóssil dos cavalos? Ou dos elefantes?

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s