Plantas Possuem Termostátos

Devido ao facto de elas estarem “presas” ao solo, quando a temperatura aumenta as plantas tem poucas opções . Elas não se podem movimentar para a sombra mais próxima, como alguns animais fazem.
.
Mas elas sabem lidar com a situação.
.
Elas possuem um termostáto interno que actua como um departamento de prevenção de incêndios. Science Daily revela a história toda.
Pesquisadores da “Michigan State” identificaram uma proteina nomeada de bZIP28 que vive dentro da célula, perto do “reticulum endoplásmico” (RE). Esta pequena proteína actua como um cão de prevenção de incêndio, preso às paredes do RE pela coleira.
.
Quando a temperatura atinge um certo ponto, a coleira é solta e o cão corre para dentro do núcleo da célula onde ele figurativamente ladra e despoleta uma série de reacções em cadeia.
A proteína bZIP28 está ancorada dentro do reticulum endoplásmico, longe da sua área de acção” um bioquímico da MSU afirmou. “No entanto, quando a planta aquece demasiado, uma ponta da proteína bZIP28 é cortada e ela dirige-se para o núcleo da célula. Uma vez no interior, ela activa outros genes que podem controlar a resposta ao calor“.
.
Os investigadores verificaram que as plantas sem o “cão de prevenção de incêndio” (a proteína) morreram quando a temperatura atingiu um certo nível.
.
Um dos outros pesquisadores comentou:

“Estamos a descobrir que a tolerância ao calor é um processo mais complexo do que originalmente calculado.”.

Conclusão:

O artigo não menciona, mas quase de certeza que os cientistas eram darwinistas. Esta descoberta científica em nada seria diferente se os cientistas envolvidos fossem todos criacionistas Bíblicos. Porquê? Porque a criação e a evolução são interpretações do passado, fora do domínio da ciência empírica. A evolução é aquilo que Karl Popper, o filósofo da ciência chamou de “ciência histórica”.
.
Como tal, os factos que os darwinistas observam são os mesmos que os cientistas criacionistas observam. O que varia é a interpretação dos factos observados.
.
A ciência progride quando os cientistas deixam o altar de Darwin (isto é, deixam de lado a noção de que o mundo biológico é o resultado de forças não-inteligentes), e investigam a natureza sob uma perspectiva de design (que está mais de acordo com o criacionismo do que com a teoria da evolução), tal como fizeram para descobrir a função do bZIP28.
.
Estes cientistas estudaram a proteína porque eles tomaram a posição científica de que esta proteína está lá, não por acaso, mas com uma função específica (isto é, por design). Se eles tomassem a posição darwinista (que diz que as formas de vida são o resultado de forças aleatórias, sem propósito, sem direcção, sem inteligência) eles não teriam razão alguma para estudar mais profundamente o que estavam a observar.
.
Agora que os cientistas estão a descobrir a complexidade de apenas um subsistema das plantas, a resposta ao calor, nós poderemos modificá-lo de modo a permitir que plantas específicas possam crescer em climas áridos, tendo em vista o bem das pessoas.

É desta forma que a ciência deveria ser feita, longe da mitologia darwinista.

(Modificado a partir do artigo original exposto aqui)

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Não classificado and tagged , , . Bookmark the permalink.

5 Responses to Plantas Possuem Termostátos

  1. Ska says:

    Em português é Retículo Endoplasmático.

    “A ciência progride quando os cientistas deixam o altar de Darwin (isto é, deixam de lado a noção de que o mundo biológico é o resultado de forças não-inteligentes)”.

    E “ser darwinista” é uma coisa ridícula. Não existe tal coisa, por muito que tu gostasses que houvesse uma nova religião, “os maus”.

    Sabes que há investigação científica que não está relaccionada com a evolução, certo? Também não interessa para nada a opinião dos investigadores sobre a existência ou não do bosão de Higgs, ou se acreditam em vida extra-terrestre. O trabalho deles não é sobre isso.

    Like

  2. Mats says:

    Ska,

    E “ser darwinista” é uma coisa ridícula. Não existe tal coisa, por muito que tu gostasses que houvesse uma nova religião, “os maus”.

    Então porque é que os próprios darwinistas dizem que tal termo existe?

    Genomics and Darwinism
    Genome Research is now accepting submissions for a special issue, entitled Genomics and Darwinism, devoted to comparative and evolutionary genomics, including primary research reporting novel insights in large-scale quantitative and population genetics, genome evolution, and natural and sexual selection.

    Like

  3. Ska says:

    Eu falei em “eu gosto de batatas batatas” e tu respondes ” -tas… por falar em -tas, fui tomar um copo a um tasco”, divagas um bocadinho sobre aquilo que era menos importante do que eu disse, e o “reticulum” (decide-te, ou em endoplasmatic reticulum ou retículo endoplasmático) lá continua

    Like

  4. Pingback: Plantas possuem termóstatos « No princípio criou Deus os céus e a Terra

  5. Mats says:

    Pergunto-me ao que terá acontecido ao Ska.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s