A Necessidade Ideológica Para a Personificação da Evolução

Para uma processo que supostamente é inconsciente, não-inteligente, aleatório, a evolução parece ter muitos atributos de personalidade. Talvez como mais uma forma de salvar a teoria da evolução, os darwinistas presentes nos dois artigos seguintes personificam entidades que não têm personalidade, vontade, inteligência, poder de decisão e poder de aprendizagem. Porque é que eles fazem isso? Provavelmente porque eles se apercebem que existe racionalidade por trás do design biológico, mas como não podem atribuir essa racionalidade a Deus, eles “oferecem” essa racionalidade àquilo que foi criado. Desta forma podem continuar a ser ateus “intelectualmente realizados”.
.
1. Evolução, a Aprendiz: A teoria da evolução aprende com os meios de ambiente passados, diz-nos a Science Daily. Cientistas da “Weizmann Institute” acreditam que a evolução aprende tão bem, que quando precisa, ela vai ao seu saco de experiências passadas para resolver problemas actuais. O artigo afirma que:

A evolução pode aprender com as regras do meio ambiente e desenvolver organismos que podem gerar características úteis com apenas algumas pouca mutações.

.
2. Evolution, a sábia: A teoria da evolução tem rugas. Isto só pode significar que ela tornou-se mais sábia através da experiência que ela obteve como resultado de muitos anos de invenções.
A nova ruga da teoria da evolução: Proteínas com mecanismos de controle de navegação providenciam uma nova prespectiva” – Assim começa o artigo na PhysOrg.
.
No entanto, e totalmente contra a corrente de uma teoria que deleita-se nos poderes criativos das forças aleatórias, o artigo está cheio de termos personificativos. A evolução, os organismos, proteínas, espécies e a natureza foram todas descritas em termos pessoais. Biólogos de Princeton trabalharam segundo uma sugestão de Alfred Russell Wallace, em 1858, que as espécies podem usar um “governador” no seu próprio processo de evolução. Esse mecanismo pode “conduzir o processo de evolução em direcção a uma condição melhorada.”
.
Estes dois artigos tem uma coisa em comum que são ilustradas na seguinte citação, presente no segundo artigo:

“The discovery answers an age-old question that has puzzled biologists since the time of Darwin: How can organisms be so exquisitely complex, if evolution is completely random, operating like a ‘blind watchmaker’?” said [Raj] Chakrabarti, an associate research scholar in the Department of Chemistry at Princeton. “Our new theory extends Darwin’s model, demonstrating how organisms can subtly direct aspects of their own evolution to create order out of randomness.”

.
Uma coisa em comum nos dois artigos foi a tentativa de inserir direccionamento na teoria da evolução como forma de evitar que ela seja vista como um processo totalmente aleatório, sem direcção e sem propósito. Segundo os artigos, a evolução é capaz de fazer progressos em direcção a “mais sofisticação e maior complexidade”.
.
Outra coisa em comum foi o de admitir que a teoria da evolução é incapaz de explicar o surgimento de novas características.

Conclusão:
Porque é que os darwinistas personificam entidades vazias de personalidade? Porque é que eles dão poderes criativos às forças da natureza? A resposta está no Livro de Deus:

Romanos 1
20. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;
21. Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
22. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
23. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.

Os darwinistas rejeitam a Deus por motivos morais. Dão poderes criativos àquilo que foi criado como forma de justificarem-se perante os outros. Eles sabem que Deus é o Criador e sabem que a natureza mostra evidências para Ele, no entanto como isso não está de acordo com a forma de vida que eles escolheram, eles escolhem o absurdo, nomeadamente, que a natureza criou-se a si própria.
.
É uma tragédia que pessoas inteligentes e bem formadas escolham uma hipótese que, para além de ser ridícula, vai colocá-los num sítio horrível para o resto da sua existência.

….
Vêr também:
1. Plantas Possuem Termostátos.
2. O Cérebro Supera Computadores.
3. Olhos de Engenheiro para a Biologia
3. Sistema de Visão: Aprendendo com Deus
4. Cientistas Aprendem Com o que Deus Criou
5. “O Mais Sofisticado Engenho Voador do Planeta”
6. Sistema Imunitário e Spam: Aprendendo com Deus
7. Semente Subterrada há 2000 Anos Volta à Crescer

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

4 Responses to A Necessidade Ideológica Para a Personificação da Evolução

  1. alogicadosabino says:

    … tanta coisa para não admitir um Deus criador. E quem se ri com a estultícia dos homens é o Diabo.

    Like

  2. Joaquim Coelho says:

    Ai maezinha que vem aí o diabo.

    Não chegava um velhote de barbas, também tinham de arranjar um ser esquisito com um rabo em lança.

    Ainda dizem que Alice no País das Maravilhas é ficção.

    O tanas, pura realidade. Muito mais credivel que as historietas lunáticas da biblia quando levadas á letra.

    Like

  3. alogicadosabino says:

    Para processo não direccionado e sem propósito, até que a evolução planeia umas coisitas :]

    Like

  4. Pingback: Por falar em design… « No princípio criou Deus os céus e a Terra

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s