Igrejas Anglicanas Cada Vez Mais Vazias

Eis aqui os meus humildes conselhos aos anglicanos, se é que eles estão mesmo preocupados com a desertificação das suas igrejas:

1. Parem de promover teorias pagãs.
.
2. Parem de atacar cristãos que defendem a verdade do Livro do Génesis.
.
3. Parem de defender o islão.
.
4. Parem de discutir se devem ou não falar do Senhor Jesus aos muçulmanos! (Isto nem deveria ser uma opção – Mateus 28:19-20)

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Religião and tagged , , , . Bookmark the permalink.

19 Responses to Igrejas Anglicanas Cada Vez Mais Vazias

  1. PR says:

    «Eis aqui os meus humildes conselhos aos anglicanos, se é que eles estão mesmo preocupados com a desertificação das suas igrejas»

    Convenhamos que é bem mais razoável serem os anglicanos a dizerem aos evangélicos o que devem fazer para terem o número de fiéis dos anglicanos.

    Like

  2. Mats says:

    Convenhamos que é bem mais razoável serem os anglicanos a dizerem aos evangélicos o que devem fazer para terem o número de fiéis dos anglicanos.

    Se o número de fiéis é sinónimo de saúde espiritual, então os ateus estão em grandes problemas, visto que são uma minoria, em toda a história humana têm sido uma minoria. Repara que eu não digo que a maioria está certa. Apenas digo que o facto de os anglicanos serem mais do que os evangélicos (nem sei se são) não é sinónimo de que os os anglicanos não estão em quebra populacional , que é o assunto deste post.

    Como sempre, tentaste apontar o assunto para outro lado.

    Like

  3. PR says:

    Nem eu disse que a maioria é sinónimo de saúde espiritual. O que eu disse é que não faz muito sentido que sejam os evangélicos a dizer aos anglicanos como é que se impede a fuga de crentes. É como o Freixieiro da Rebordosa dizer ao Benfica como é que pode voltar às vitórias três anos depois da seca…

    Like

  4. Mats says:

    PR,

    Nem eu disse que a maioria é sinónimo de saúde espiritual. O que eu disse é que não faz muito sentido que sejam os evangélicos a dizer aos anglicanos como é que se impede a fuga de crentes.

    Mas não disseste porquê.
    Porque é que um evangélico não pode aconselhar um anglicano?

    Like

  5. PR says:

    Poder, pode. Mas, tendo em conta o número de evangélicos, é duvidoso que os conselhos sejam úteis. A tal questão do Benfica e do Freixieiro.

    Like

  6. Mats says:

    Poder, pode. Mas, tendo em conta o número de evangélicos, é duvidoso que os conselhos sejam úteis.

    Portanto, a utilidade de um conselho é medida pelo numero de pessoas que acreditam nesse conselho?

    Like

  7. PR says:

    Mats, não te faças de parvo.

    Like

  8. H says:

    PR,

    Se o Mats me permitir, grifarei um ponto:

    Apenas digo que o facto de os anglicanos serem mais do que os evangélicos (nem sei se são) não é sinónimo de que os os anglicanos não estão em quebra populacional

    Vou exemplificar de uma maneira que você entenda.
    Estamos no Reino de Seiláoquetopia
    Joaquimzinho tinha 500 seiláoqueiros e o Manuelzinho somente 10 seiláoqueiros.
    Joaquim administra mal seu dinheirinho e por isso atualmente está com 450 seiláoqueiros enquanto Manuel, bom negociador, agora tem 12 seiláoqueiros.
    Manuel e Joaquim são bons amigos, só porque Joaquim tem mais que Manuel ele (Joaquim) não vai poder receber conselhos deste (Manuel)?

    Like

  9. Mats says:

    H,
    Aparentemente, é isso que o PR assume…

    Like

  10. pedro romano says:

    Não sei o que é pior. O Mats, que se faz de pateta, ou o H, que aparentemente é mesmo.

    Like

  11. Mats says:

    Seguindo a boa tradião darwinista, o Romano recorre a ataques à personalidade.

    Like

  12. H says:

    Agora vendo meu pequeno conto percebo que daria um ótimo escritor evolucionista.
    Só falta ter uma aula de ataques pessoais com o PR.

    Like

  13. Mats says:

    lol

    Like

  14. pedro romano says:

    Mats, não é incorrecto denunciar a desonestidade. O que é errado é praticá-la. E isso vocês deviam saber melhor do que eu, mas também já reparei que os dez mandamentos são bons é para enfeitar.

    Like

  15. Mats says:

    Pedro,

    Mats, não é incorrecto denunciar a desonestidade.

    Mas tu não denunciante a desonestidade. Tu apenas qualificaste-me e ao H de patetas. Não disseste porquê.

    O que é errado é praticá-la.

    Lá estás tu a falar de “certo” e “errado” quando não tens forma absoluta nenhuma para descernires umada outra, para além das tuas opiniões pessoai.

    E isso vocês deviam saber melhor do que eu, mas também já reparei que os dez mandamentos são bons é para enfeitar.

    POr causa dos Dez Mandamentos, e não só, nós sabemos que é errado ser desonesto. Nós temos uma Referência Absoluta para a moralidade. E tu?

    Like

  16. pedro romano says:

    Lol ganha juízo. E ando eu a alimentar estes tipos… 😛

    Like

  17. Mats says:

    O problema é que não alimentaste, mas só “qualificaste”. 😀

    Ainda estou à espera que me digas o porquê de um evangélico não poder dar conselhos a uma anglicano.

    Like

  18. REV DANIEL TREFZGER says:

    ei psiu leiam e meditem 1COR CAP 1 VERS 12 e 13 eh certo ouvir os evangélicos pois Cristo não está dividido e se o conselho for viável sejam humildes e encarem como sendo um conselho anglicano

    Like

  19. Hariel says:

    O problema da Igreja Anglicana não são os membros mas os reverendos que infelizmente a maioria não são evangelicais,sendo assim são apenas cidadães ordenados não sei porque raios já que os tais são seres cheios de indagações e pouca fé.Quizera o SENHOR tire esses gajos mal preparados e de-lhes o banco no qual será o melhor lugar para ficarem.Que JESUS CRISTO repreenda tais indivíduos aventureiros em sombrias buscas e crenças malfazejas.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s