Criatura Que Refuta o Evolucionismo – Parte 2

A girafa

Com o que é que se pode comparar o design único da girafa?

Chegando a atingir os 5,50 metros de altura, a girafa não só tem um dos maiores corações do mundo animal, como tem quase o dobro da pressão arterial quando comparado com qualquer outra criatura. De facto, se observarmos a “subida” que o sangue tem que fazer para atingir o topo, entende-se a necessidade dessa pressão.

Mas…..o que é que acontece quando a girafa tem que baixar a cabeça para beber o seu vinho tinto? Ou Sumol? ou seja lá o que

eles bebem nas savanas? Será que todo aquele sangue que sobe o pescoço do animal, desce pela cabeça à toda velocidade, e faz com que a girafa perca os sentidos? Sim, porque todos nós sabemos o que acontece quando passamos um certo período de tempo
debruçados, e depois endireitamo-nos rapidamente. Como é que a girafa lida com essa situação?

Felizmente, o meu Deus pensou nisso antes de criar o animal.

Dentro dos vasos sanguíneos da jugular existem uma série de valvulas de uma só direcção. Quando a girafa inclina a cabeça para beber água, esses vasos sanguíneos retém o sangue durante o período em que a girafa está inclinada. Quando a girafa se torna a levantar, essas vávulas impedem o sangue de fluir demasiado depressa do cérebro da criatura. Para além disso, na base do seu cérebro existe uma rede de camada esponjosa que absorve o sangue em excesso.

Verdadeiramente, a girafa é um exemplo estonteante de eficiência canalizadora.

Conclusão:
Agora temos dois cenários, e apenas dois:

1. Quando este animal apareceu na Terra, apareceu 100% funcional e operacional com todos os sistemas interdepentes já nos seus sítios respectivos

ou

2. A sofisticada canalização sanguínea da girafa evoluiu gradualmente ao longo dos milhões de anos, como resultado das forças não inteligentes da natureza.

A primeira opção oferece um animal completamente funcional desde o primeiro momento. A segunda opção oferece o mesmo animal mas “às fatias”. Primeiro aparece uma coisa, depois outra e por fim, e apenas e só como operação das forças não-inteligentes da natureza, aparece a girafa.

Não se preocupem em pensar como é que o animal sobreviveu quando faltava, por exemplo, a camada esponjosa na base do cérebro. Não se preocupem em imaginar como é que o animal bebia quando não tinha este sistema de fornecimento de sangue completamente operacional. Deixem todas essas questões para os darwinistas. Apenas e só acreditem que é possível.

“Como é que sabemos que é possível” perguntam vocês? Ora, porque o darwinistas dizem que tem que ter acontecido assim. Evidências não são necessárias quando se tem o naturalismo.

…….

Vêr também:
1. O Espantoso Picapau
2. Plantas Possuem Termostátos
3. O Cérebro Supera Computadores
4. Base de Dados de Mutações Aleatórias
5. Computador Mais Proximo do Cérebro
6. Sistema de Visão: Aprendendo com Deus
7. Asas de Borboleta: Aprendendo Com Deus
8. Cientistas Aprendem Com o que Deus Criou
9. “O Mais Sofisticado Engenho Voador do Planeta”
10. Criaturas Que Refutam o Evolucionismo – Parte 1
11. Sistema Imunitário e Spam: Aprendendo com Deus

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged . Bookmark the permalink.

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s