Resposta ao Sousa da Ponte – “Sem Alternativas”

Num dos comentários a este post, o Sousa da Ponte faz alusão a alguns tópicos que eu gostaria de comentar num post à parte.

É claro que és uma pessoa suficientemente inteligente para perceberes que mesmo que a evolução não fosse verdade isso em nada iria beneficiar a narrativa do Génesis.

É claro que és uma pessoa suficientemente inteligente para perceberes que se as formas de vida não se criaram a si próprias, então foram criadas por Alguém Cuja Existência e Poder vão bem para além das forças da natureza. Uma vez que é exactamente isso que o primeiro verso da Bíblia afirma, o facto de a natureza não ter poder para gerar os sistemas e subsistemas nela presentes é uma forte evidencia para a única alternativa (criação). Não há mais nenhuma alternativa: ou o mundo criou-se a si próprio, como acreditam os ateus, ou o mundo foi criado por Deus, como acreditam os cristãos.

Mesmo que amanhã de manhã se provasse, para além de qualquer dúvida, que Darwin e a evolução não eram uma teoria coerente a narrativa do Génesis não era, de modo nenhum, confirmada por isso.

Depende do que entendes por “confirmada”. Se se chegar à conclusão que as forças da natureza não tem o imaginado poder criativo que os ateus pensam que elas possuem (exactamente o que a ciência tem demonstrado), então a narrativa Bíblica é fortificada.

Terias ainda que infirmar a história, a paleontologia, a geologia, a linguística, a sociologia, a semiótica, a astronomia, a fisica, a quimica…uf…!

Não necessariamente. Muitas dessas áreas de estudo foram iniciadas por pessoas que subscreviam uma cosmologia mais próxima do criacionismo do que a do ateísmo. Daí se infere que não é necessário acreditar-se que o mundo animal criou-se a si próprio para se ser um bom historiador, paleontólogo, geólogo, linguista, sociólogo, astrónomo, etc, etc.

Contrariamente ao que se possa pensar, a teoria da evolução não é fundamental para a ciência. A teoria da evolução é uma história imaginativa sobre um hipotético passado, e não algo que seja fundamental para o progresso e desenvolvimento da Biologia.

Tal como eu referi neste post, o Dr Michael Denton, no seu livro “Evolution: A Theory in Crisis”, páginas 104 e 105, diz:

O anti-evolucionismo dos eminentes biólogos do século 19 não era baseado na religião.”

Ele acrescenta na página 100:

“O facto de que muito dos fundadores da Biologia moderna, aqueles que descobriram todos os factos básicos da morfologia comparativa sobre o qual a Biologia evolutiva moderna é baseada, viam a Natureza como essencialmente um discontinuo de tipos isolados, únicos e sem “pontes” de variedades transitórias, posição totalmente contrária às ideias evolucionistas, é obviamente muito difícil de reconciliar com a noção popular de que todos os factos da Biologia irrefutavelmente suportam a interpretação evolucionista. (”Evolution: A Theory in Crisis; pag 100)

Por outras palavras, aqueles que fundaram os alicerces da Biologia moderna não acreditavam na teoria da evolução. Isto não prova nada, mas serve para pôr um grande ponto de interrogação nas tuas palavras.

Dr Marc Kirschner, fundador do Departamento de Biologia Sistemática, na Universidade de Harvard diz:

“De facto, durante os últimos 100 anos, practicamente toda a biologia progrediu independente da teoria da evolução, excepto a própria biologia evolucionária. A Biologia Molecular, Bioquímica. Fisiologia não tiveram em conta a teoria da evolução.” (citado no “Boston Globe” 23 de Outubro 2005)”

Mais um cientista que diz que a teoria da evolução não é necessária para a Biologia.

É mais que claro que sabes bem do que estás a falar. Estás a conseguir algum protagonismo, facto pelo que te tiro o chapéu, atacando teorias um pouco complicadas de compreender para o vulgo.

Não acredito que a teoria da evolução seja “complicada” de compreender, mas sim complicada de se acreditar. Postular que todos os designs e funcionalidades que todos os animais possuem é o resultado de um processo sem plano, e sem inteligência é muito difícil de acreditar.

A coisa é complicada, ataca-se de forma que os ignorantes fiquem confusos, e lá temos nós o ar de enfant terrible, que põe em causa o saber académico.

Quem são os “ignorantes”? Esses “ignorantes” não são os mesmos que subsidiam via impostos o ensino da vossa mitologia nas escolas públicas, pois não?

Não, Sousa, nós não somos “ignorantes” só porque não acreditamos que o mundo criou-se a si mesmo. Se alguma coisa, nós estamos sim cépticos de uma teoria que não so vai contra o senso comum, mas também contra as observações.

Algo parecido poderia ser feito com a relatividade:
-Acreditam vocês que o tempo e o espaço são relativos ?
– Não ! Isso são coisas de relativistas morais!
– Einstein era judeu e ateu e o objectivo dele era relativizar tudo !
– Praise the Lord, e etc…

O que é que a relatividade (que está dentro do domínio da ciência empírica e não histórica) tem a ver com a teoria da evolução, que é uma historinha sobre um passado imaginado?

Como argumento cientifico poderíamos apelar para que nunca ninguém viajou à velocidade da luz, logo não se sabe que o tempo para e, o que é mais, há muitos cientistas- sem citar particularmente quais – que desconfiam muito da relatividade.

Mas nós podemos citar por nome os cientistas que não subscrevem o mito evolutivo. Além disso, o facto de não se viajar à velocidade da luz não é argumento contra a relatividade.

Davam-se uns nomes quaisquer tirados da lista telefónica. A ideia não deixa de ser gira. E até colhe. O problema, na minha opinião, é que é extremamente imoral.

Lá estás tu a falar de moralidade quando tal conceito só faz sentido se Deus existe. É imoral segundo quem?

A minha conclusão para a tua resposta é a seguinte:
nunca vais acreditar que Deus existe porque tal ideia não te agrada. O facto da ciência estar a desmontar um ícone evolucionista após outro não parece estar a ser assimilado pelos ateus e cépticos, grupo onde, segundo as evidências, estás incluído.

A “árvore da vida” darwinista está a levar machadas pela mesma razão que as evidências não suportam a suposta evolução dos dinossauros para pássaros: esses mitos nunca aconteceram.

A vida foi posta na Terra por Deus, e quanto mais cedo vocês aceitarem isso, mais cedo vocês vão começar a vêr o mundo de outra forma.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s