Texas: Ciência Supera Dogma

Para desespero dos darwinistas, os requerimentos científicos para o estudo da ciência no Texas agora incluem criticismo da teoria da evolução.

Durante o tempo que passou enquanto as audiências decorriam, uma coisa ficou clara: um dos lados focou-se exclusivamente na ciência enquanto que o outro lado trazia a religião para discussão sempre que podia.

Contrariamente ao estereótipo maquinado pela impressa darwinista, são os próprios evolucionistas que trazem a religião para o debate, enquanto que os cientistas que questionam a teoria da evolução limitam-se à ciência.

John West clarifica a situação no blog “On Faith” do “Washington Post”:

Os evolucionistas tipicamente vêem-se a si próprios como os campeões do secularismo racional na sua luta contra a superstiçao, mas em Texas, sempre que puderam, eles tentaram injectar a religião dentro do debate sobre a evolução.

De facto, durante a semana passada até parecia que eles não conseguiam parar de falar de religião. Eles gabaram-se das suas crendenciais como professores da escola dominical e das suas posições como líderes de igreja. Eles citaram a Bíblia e apelaram à Teologia, e, obviamente, atacaram as crenças religiosas dos seus oponentes classificando-os de “fundamentalistas religiosos”.

Como contraste, as pessoas que suportam o ensino dos “pontos fortes e fraquezas” da teoria da evolução restringiram-se apenas à ciência. Eles apresentaram uma procissão de cientistas doutorados e professores de ciência que testemunharam o seu cepticismo em relação a aspectos fulcrais da teoria da evolução.

Quem diria? Na altura própria onde os evolucionistas poderiam mostrar as evidências que suportam a crença que o mundo biológico é o resultado de forças não-inteligentes, o que é que os darwinistas fazem? Falam de religião (o que no mundo ocidental que dizer quase exclusivamente Cristianismo).

Porque será que os darwinistas defendem a sua fé tentando fazer passar a imagem que não há contradição entre a teoria da evolução e o Cristianismo?

O que fica da decisão de Texas é que os estudantes por lá vão ter aulas de ciência onde não se vai assumir à partida que Darwin estava certo. Pelos vistos vai-se ter a liberdade para se ensinar a teoria da evolução como uma teoria científica, e não como um dogma religioso.

Os evolucionistas sabem que não conseguem defender a sua teoria cientificamente, e como tal tentaram desesperadamente mudar o foco da questão da ciência para a religião.

Pelos vistos não funcionou.

As pessoas que estão inseguras em relação à criação e a evolução devem levar em conta o comportamento dos darwinistas. Quem tem evidências a seu favor não tenta a todo o custo mudar o assunto.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Ciência and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s