Seja feliz, ateu!…. (por enquanto)

Eis aqui a minha resposta ao post do Barros intitulado “Seja feliz, ateu!

Feliz aquele que tem a humildade de se colocar ao lado de todos os outros animais que convivem no mesmo planeta.

Excepto ao almoço e ao jantar!

Feliz aquele que tem a certeza de que, após sua morte, restarão apenas seus atos, que, por mais insignificantes que possam parecer, decidirão o futuro de muitos.

Mas ter a “certeza” de algo não quer dizer que seja verdade, quer seja um cristão a dizer, ou um ateu. O ateu tem a “certeza” ou tem “fé” que não há nada depois da morte?

Feliz aquele que acredita na ciência como o caminho possível de adquirir conhecimentos que ajudarão a desvendar mistérios naturais e facilitar a vida do próximo.

Mas para quê ajudar o próximo, se, segundo a teoria da evolução, o que interessa é a sobrevivência do indivíduo? Matar ou morrer é o jogo da selva!

Feliz aquele que adquiriu a maioridade intelectual, e não precisa se apoiar num pai eternamente castrador e punitivo.

Concordo plenamente. Felizmente, Deus não é “eternamente castrador e punitivo”. Para alguns (a maioria) a eternidade vai ser de punição, mas nem todos vão lá cair.

Feliz aquele que sabe que o maior tesouro da humanidade é a liberdade de escolher o rumo de seus pensamentos e imaginação.

Mas se nós somos o resultado da interacção das forças da natureza na matéria, nós não somos livres. Tudo o que nós fazêmos é o resultado da organização química no nosso copor e das forças da natureza. Se o ateísmo está certo, o homem não tem liberdade de escolher.

Feliz aquele que reconhece que seu corpo pertence apenas ao Universo, berço de toda manifestação física, e estará para sempre contido nele.

Isto confirma o que eu disse em cima. O corpo humano, segundo o ateísmo, é apenas matéria em movimento. Como tal, não há liberdade de escolha. Tu contradizes aqui o que disseste em cima.

Feliz aquele que desistiu de perseguir e condenar o próximo porque ele não se coaduna com suas fantasias.

Que pena que o ateu Stalin, o ateu Mao Tse Tung e o ateu Pol Pot não pensavam assim.

Feliz aquele que não é obrigado por convenções a fingir que vê o que não existe.

A não ser quando é obrigado a “vêr” fósseis transicionais sob pena de ser “excomungado” da comunidade científica.

Feliz aquele que encontrou a paz da simplicidade das coisas simples.

Paz pelo menos até morrer, porque para o ateu, o que acontece depois da morte nada tem de pacífico.

Seja feliz, ateu! Não há nenhum Inferno te esperando,

Há sim senhor, e os ateus sabem disso.

Portanto, seja feliz ateu….por enquanto.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Sociedade and tagged , , . Bookmark the permalink.

8 Responses to Seja feliz, ateu!…. (por enquanto)

  1. Cristão feliz says:

    Eu fico pensando que mundo esses ateus vivem? Só um homem muito ingenuo pra acreditar que a ciencia esta sempre de mente aberta para a exposição de novas ideias e que esta isenta de dogmas e é neutra em suas analises.

    O darwinismo não passa de uma religião cientifica, com seus dnas com informações pra preencher 800 enciclopedias se organizando aleatoriamente num processo cego e irracional, sem observação, sem empirismo, sem repetição do fenomeno, e com seus milhares de amiguinhos imaginarios (os supostos elos de transição) que só existem na imaginação fertil dos inquisidores da ciencia.

    Só as evidencias dos principios antropicos ja sepultam de vez a religião evolucionista e evidenciam claramente projeto na natureza e projeto só provem de uma mente inteligente.

    A maior briga do criacionista não é contra o darwinismo (pq o darwinismo não é ciencia mas é uma especie de gnose cientifica) e sim contra a filosofia naturalista e materialista e seus pressupostos que não pode provar.

    Essa felicidade do ateu é imaginaria.

    Seja feliz cristão pq tu tens fartas evidencias de que teu Deus existe.

    Like

  2. Barros says:

    Muito bom. Rsrsrs. Vai ter resposta. Abraço.

    Like

  3. Joaquim Coelho says:

    com seus dnas com informações pra preencher 800 enciclopedias se organizando aleatoriamente num processo cego e irracional, sem observação

    É sem duvida mais fácil a uma entidade desconhecida misturar tudo num caldeirão com uma varinha mágica e zuuut, já está.

    Voilá la vie.

    E como bonus ainda levam com o calhamaço dos embustes, vulgo bíblia, à borla.

    Só têm é que se portar como esse génio diz, senão vão todos para o inferno (ai que medo, uaaahhhh).

    Like

  4. MVR says:

    “É sem duvida mais fácil a uma entidade desconhecida misturar tudo num caldeirão com uma varinha mágica e zuuut, já está.”

    Desconhecida? Misturar tudo num caldeirão? Varinha mágica? Zuut?

    De onde é que vai se tirar tanta palha para fazer um boneco desses…

    Like

  5. Mats says:

    É sem duvida mais fácil a uma entidade desconhecida misturar tudo num caldeirão com uma varinha mágica e zuuut, já está.

    “Desconhecida” apenas para quem não quer saber da Sua Lei Moral a mesma que vai julgar os vivos e os mortos, inclusive tu e eu.

    Like

  6. MVR says:

    Diz no blog do Barros:

    “* Postagem de um ateu numa comunidade religiosa do Orkut.”

    Me lembrou aquele texto dos 10 mandamentos dos ateus, do Richard Dawkins… O mesmo que provou que a vida pode surgir aleatoriamente a partir de um programa de computador 🙂

    Like

  7. ademir says:

    Eis aqui a minha resposta ao post do Barros intitulado “Seja feliz, ateu!”
    Feliz aquele que tem a humildade de se colocar ao lado de todos os outros animais que convivem no mesmo planeta.
    Excepto ao almoço e ao jantar!

    O texto não fala em comer ou não comer. Faz referencia ao fato de um ateu saber perfeitamente que é um animal evoluido semelhante a todos os outros (em determinado grau de evolução, também) que enfrentam os problemas do destino e do meio em que vive, tal qual todos os outros animais ditos irracionais. E que todos tiveram a mesma origem e terão o mesmo fim.
    Se quer explicar algo, explique o seguinte: por que um homo sapiens tem alma mas uma vaca não tem?

    Like

    • Paulo says:

      Caro Ademir,
      Realmente, a vaca e o ser humanos não têm almas, eles são a própria alma. Eles são almas vivas, assim como a Bíblia nos fala de almas mortas. (Ezequiel 18:4)
      Então o que nos distingue dos animais inferiores?
      “O que distingue o cérebro humano”, disse certo cientista, “é a variedade de atividades mais especializadas que ele é capaz de aprender”. (Scientific American, “Especializações do Cérebro Humano”, de Norman Geschwind, setembro de 1979, p. 180.) A ciência da informática utiliza o termo “hardwired” para referir-se a características inerentes baseadas em circuitos fixos, em contraste com funções lançadas num computador por um programador. “Aplicando-se a seres humanos”, escreve certa autoridade, “hard wiring refere-se a capacidades inatas, ou, pelo menos, predisposições”. (The Universe Within, p. 166.) Nas pessoas, há muitas capacidades inerentes de aprendizagem, mas não a própria aprendizagem. Os animais, à guisa de contraste, dispõem de sabedoria instintiva hardwired (com conexões já fixadas), porém capacidades limitadas de aprender coisas novas. O livro The Universe Within tece a observação que o animal mais inteligente “jamais desenvolve uma mente como a do ser humano. Pois lhe falta aquilo de que dispomos: pré-programação de nosso equipamento neural que nos habilita a formular conceitos daquilo que vemos, linguagem daquilo que ouvimos, e idéias à base de nossas experiências”. Mas, temos, pelo que assimilamos do que nos cerca, de programar o cérebro, de outra forma, como declara tal livro, “não se desenvolveria nada que se assemelhasse à mente humana . . . Sem esta imensa infusão de experiência, dificilmente apareceria o mínimo vestígio de intelecto”.(The Universe Within, pp. 227-229.) Assim, a capacidade inerente ao cérebro humano nos habilita a construir o intelecto humano. E, diferente dos animais, temos livre-arbítrio para programar nossos intelectos como quisermos, baseado em nosso próprio conhecimento, valores, oportunidades e alvos.
      Os animais são nossos “irmãos”, pois foram criados pelo mesmo Pai celestial. Mas querer comparar as capacidades cognitivas deles com a do ser humano é ser muito ingênuo ou ser desonesto intelectualmente. O ser humano é o único ser que se debruça sobre o dilema de sua origem, gastando tempo e dinheiro em suas pesquisas, É o único que inventa objetos para melhoria de sua vida e até dos próprios animais, avançando cada vez em tecnologias e ciências para solução de seus problemas. É, de longe, o ser privilegiado com capacidade de construir e destruir mundos, dotado de livre arbítrio e uma inteligência superior ao dos demais animais.
      Por quê? Por que somos especiais? Fomos feitos à imagem do Criador do Universo, sendo ele mesmo que nos deu a responsabilidade de cuidar do nosso planeta e mantê-lo em ordem. Mas infelizmente não estamos fazendo isso, e as pobres almas tais como a vaca e outros animais têm sofrido com as consequências de nossas decisões.
      Somos todos almas que gemem à espera da solução provida por Deus (Jesus) para nossa situação aparentemente insolúvel. ” Pois sabemos que toda a criação junta persiste em gemer e junta está em dores até agora. Não somente isso, mas também nós mesmos, os que temos as primícias, a saber, o espírito, sim, nós mesmos gememos em nosso íntimo, ao passo que esperamos seriamente a adoção como filhos, sermos livrados de nossos corpos por meio de resgate. ” (Romanos 8:22,23)

      Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s