Rato Mickey e Darwin

Uma das armas dos darwinistas na sua defesa de que o mundo criou-se a si próprio é o de fingirem que a teoria da evolução é verdadeira ciência ao nível da matemática, química, física, ou disciplinas envolvendo a electrónica, mecânica, aeronáutica ou engenharia. Na verdade não o é.

Citando palavras ditas por outro cético, a teoria da evolução é uma história ao nível das “estórias” do Rato Mickey. Não há nada de difícil em compreender as grandes afirmações da teoria.

Os darwinistas têm os olhos postos na próxima geração, e por isso para eles é importante ir formando uma nova fornada de darwinistas. O que se passa é que o lobby darwinista quer que nós acreditêmos que os jovens não têm a capacidade de “entender” que todos os argumentos lançados contra a teoria da evolução foram já refutados de forma conclusiva. Ou seja, para alguns darwinistas, os jovens não têm nada que ouvir os argumentos científicos contra a teoria porque esses argumentos já foram refutados por um cientista qualquer. Para quê criar confusão na cabeça dos jovens?

No pensamento darwinista, estas vítimas inocentes têm que ser protegidas através de regulações legais (tribunais) de forma a que elas nunca entrem em contacto com cientistas que levantem argumentos científicos contra a teoria (não vá acontecer que os mesmos jovens comecem a acreditar que a Terra é plana ou na astrologia).

É verdade que jovens estudantes que ainda não aprenderam álgebra teriam problemas com equações mais complexas, mas elas são bem capazes de perceber os problemas com a teoria da evolução.

Não é difícil de entender que o registo fóssil, com as suas “explosões” e padrões consistentes de descontinuidade, é uma forte evidência contra o gradualismo darwinista. Não é difícil de entender que a complexa maquinaria que processa informação, bem como a mesmo a informação que ela processa, são evidências fortes contra a teoria que afirma que a novidade biológica existente na biosfera é o resultado de mutações aleatórias.

A evidência de que isto é fácil de entender (e difícil de aceitar) é que os evolucionistas tentam desesperadamente trivializar a componente “aleatória” da sua religião, focando-se na selecção natural. Com este jogo de cintura eles tentam esconder a aleatoriedade da sua teoria. Porquê? Porque eles sabem que forças aleatórias não têm capacidade de gerar sofisticados sistemas de informação.

Não há nada de complicado e “complexo” nas afirmações do darwinismo, nem nas evidências científicas contra ele.

O mecanismo darwinista e especulação tipo “Rato Mickey” mascarada de ciência.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

6 Responses to Rato Mickey e Darwin

  1. Francisco Quiumento says:

    Textinho infeliz de ruim, eihn, moço que nunca abriu um livro de Biologia?

    Agora, pobre tolo, visita este aqui e se flagela tentando refutá-lo com suas teorias toscas construídas sobre fanatismo religioso que no máximo, além de sua ignorância, só querem sustentar literalismo bíblico ou surgimento miraculoso das formas de vida, na esperança que seu deuzinho providente seja verídico, e na sua inocente, mas nem tanto, verborréia, incapaz e impotente de formar um universo capaz de produzir todos os resultados que este deseje, desde o primeiro instante de sua existência.

    Logo, seu deus é não um relojoeiro habilidoso, mas sim um pobre coitado de um artífice incapaz.

    Boa Leitura, tolo!

    Evolução dos Seres Vivos- Argumentação Básica

    http://knol.google.com/k/francisco-quiumento/evoluo-dos-seres-vivos-argumentao-bsica/2tlel7k7dcy4s/37#

    Like

  2. Mats says:

    Textinho infeliz de ruim, eihn, moço que nunca abriu um livro de Biologia?

    Por acaso já.

    Agora, pobre tolo, visita este aqui e se flagela tentando refutá-lo com suas teorias toscas construídas sobre fanatismo religioso que no máximo, além de sua ignorância, só querem sustentar literalismo bíblico ou surgimento miraculoso das formas de vida,

    Mais devagar.
    Porque é que que me auto-flagelaria ao ler um artigo darwinista?
    O que é o “fanatismo religioso”? Acreditar que Deus sabe mais do que nós no que toca à origem da vida? Isso é senso comum e não “fanatismo”.
    O que é “literalismo Bíblico”?

    na esperança que seu deuzinho providente seja verídico, e na sua inocente, mas nem tanto, verborréia, incapaz e impotente de formar um universo capaz de produzir todos os resultados que este deseje, desde o primeiro instante de sua existência.

    Ele poderia fazer isso se Ele tivesse feito robôs. No entanto, Ele criou homens e mulheres com livre arbítrio. O livre arbítrio é uma coisa má?

    Logo, seu deus é não um relojoeiro habilidoso, mas sim um pobre coitado de um artífice incapaz.

    Isto diz o homem que é incapaz de construir UMA ÚNICA célula humana, mas sendo ele mesmo o resultado de MILHÕES de células. Por outras palavras, o Meu Deus é tão “Incapaz” que Ele “só” criou toda diversidade biológica existente no mundo. Nós humanos, na nossa “superior” inteligência, nem somos capazes de criar uma única célula funcional.

    Boa Leitura, tolo!

    lol
    Boa. Mais um artigo darwinista para ser lido. Isto pode me dar umas boas gargalhadas.

    Like

  3. Francisco says:

    Lê de novo, criacionista, que para variar, é tão limitado quanto todos os outros:

    “incapaz e impotente de formar um universo capaz de produzir todos os resultados que este deseje, desde o primeiro instante de sua existência.”

    Então me define como raios ele não pderia fazer isso a partir do processo evolutivo dos seres vivos, exatamente pelo histórico da evolução.

    E por favor, leia Collins (um teísta) para aprender que esta argumentação de deus atuante sobre o natural desta maneira é uma teologia infeliz.

    😉

    PS: Mas pode continuar se martirizando nesta cruzada inítul, evolução é FATO e não pode ser negado.

    Like

  4. Mats says:

    Então me define como raios ele não pderia fazer isso a partir do processo evolutivo dos seres vivos, exatamente pelo histórico da evolução.

    Porque é que Deus haveria de usar um processo evolutivo? Quem é que quer adorar um “Deus” que não consegue fazer as coisas bem à primeira?

    Aém disso, como não há evidências de que a evolução tenha acontecido, é perda de tempo dizer-se que essa foi a forma que Deus usou para criar.

    E por favor, leia Collins (um teísta) para aprender que esta argumentação de deus atuante sobre o natural desta maneira é uma teologia infeliz.

    Collins é refutado por outro evolucionista.

    PS: Mas pode continuar se martirizando nesta cruzada inítul, evolução é FATO e não pode ser negado.

    Tanto pode que tem sido negado constantemente.

    Like

  5. Francisco Quiumento says:

    “Porque é que Deus haveria de usar um processo evolutivo?”

    Por que não poderia? Explane isto para nós e daremos “barrigadas de rir”.

    “Quem é que quer adorar um “Deus” que não consegue fazer as coisas bem à primeira?”

    Mas como que não teria feito, se pode ter feito e então as coisas mudarem com o tempo, da mesma banal maneira que você modifica um texto num teclado?

    Ou acha que evolução não é da mesma natureza de você ser gerado, crescer envelhecer?

    Seu mundo por acaso é estático? Não muda?

    Perceba como seu raciocínio, no fundo é primário sobre o que seja o mundo.

    “Aém disso, como não há evidências de que a evolução tenha acontecido, é perda de tempo dizer-se que essa foi a forma que Deus usou para criar.”

    Abra um livro de Biologia, está precisando.

    “Collins é refutado por outro evolucionista.”

    E por acaso no aspecto do que seja Evolução?

    “Tanto pode que tem sido negado constantemente.”

    Pode ser rejeitado por fundamentalistas apegados a um mito de povo primitivo da Idade do Bronze como você.

    Esqueça! Evolução é FATO.

    Não gosta de ser parente afastado de um chimpanzé ou de um pé de repolho?

    Dane-se! O universo e a ciência pouco se interessam pela sua opinião.

    Like

  6. Mats says:

    “Porque é que Deus haveria de usar um processo evolutivo?”

    Por que não poderia? Explane isto para nós e daremos “barrigadas de rir”.

    Tu é que tens que dizer o “porque sim”.

    “Quem é que quer adorar um “Deus” que não consegue fazer as coisas bem à primeira?”

    Mas como que não teria feito, se pode ter feito e então as coisas mudarem com o tempo, da mesma banal maneira que você modifica um texto num teclado?

    Mudar um texto num teclado não é análogo ao processo evolutivo, uma vez que o entendimento dentral do processo darwiniano é que o mesmo é aleatório no que toca às origens das novidades biológicas. Mas se eu mudar o texto com o meu teclaodo, isso não é aleatório mas inteligentemente arquitetado.

    Ou acha que evolução não é da mesma natureza de você ser gerado, crescer envelhecer?

    Gerar, crescer e envelhecer não são processos evolutivos.

    Seu mundo por acaso é estático? Não muda?

    “Mudança” não quer dizer “evolução”.

    “Aém disso, como não há evidências de que a evolução tenha acontecido, é perda de tempo dizer-se que essa foi a forma que Deus usou para criar.”

    Abra um livro de Biologia, está precisando.

    Qual deles?

    “Tanto pode que tem sido negado constantemente.”

    Pode ser rejeitado por fundamentalistas apegados a um mito de povo primitivo da Idade do Bronze como você.

    Mesmo que fosse esse o caso, não invalida que seja rejeitado por cientistas que sabem que a Bíblia é Fiel no que toca às nossas origens. No entanto, existem cientistas não criacionistas que sabem que a evolução é um mito.

    Esqueça! Evolução é FATO.

    Podes dizer quantas vezes quiseres que isso não se torna verdade. A teoria da evolução (A crença que postula a originação aleatória dos sistemas biológicos) não é um “fato”.

    Não gosta de ser parente afastado de um chimpanzé ou de um pé de repolho?

    Se fosse verdade, quer eu gostasse ou não, teria que aceitar. Como não é verdade, o que eu gosto ou deixo de gostar é irrelevante.

    Dane-se! O universo e a ciência pouco se interessam pela sua opinião.

    Qual “ciência”?

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s