Golfinhos e Eficiência Hidrodinâmica: Aprendendo com Deus

Nós todos ficamos maravilhados com a movimentação elegante e graciosa dos golfinhos debaixo da água. “As suas barbatanas“, diz a ScienceDailyaparentam estar perfeitamente adaptadas para o máximo de agilidade aquática“.

Contudo, ninguém tinha ainda analisado 1) a forma como as barbatanas do golfinho interagem com a água 2) o impulso hidrodinâmico que elas geram, 3) a inércia que elas experimentam ou 4) a sua eficiência hidrodinâmica.

Laurens Howle e Paul Weber da “Duke University” juntaram esforços com Mark Murray da “United States Naval Academy” e Frank Fish da “West Chester University” para descobrirem mais sobre a hidrodinâmica das barbatanas das baleias e dos golfinhos.

Segundo o artigo por eles publicado no “The Journal of Experimental Biology”, as barbatanas dos golfinhos geram o impulso hidrodinâmico da mesma forma que o avião “Delta Wing” gera o seu impulso aerodinâmico.

Usando tomografia (1) informática para fazer “scans” das barbatanas de 7 espécies diferentes de golfinhos, a equipa fez modelos à escala das barbatanas de cada espécie. Seguidamente, eles mediram o impulso e a inércia experimentadas pelas barbatanas em inclinações que iam de -45º para +45º, e em túneis de corrente a uma velocidade que seria equivalente a 2 metros por segundo para a barbatana completa.

Comparando os coeficientes de impulso e de inércia que a equipa calculou para cada barbatana, eles descobriram que as mesmas se comportam como a arquitetura dos modernos aerofólios.

Definindo as formas das barbatanas como “triangular“, “swept pointed” ou “swept rounded“, a equipa usou simulações informáticas do fluido à volta das barbatanas, e descobriu que as barbatanas “sweptback” geram um impulso semelhante ao dos aviões “Delta Wing”.

Calculando a eficiência das barbatanas, os pesquisadores notaram que as barbatanas triangulares dos golfinhos “Bottle Nose” é mais eficiente, enquanto que a dos golfinhos “Harbour” e a dos golfinhos atlânticos “White Sided” eram as menos eficientes.

Obviamente que, como evolucionistas que são, eles tinham que louvar Darwin com uma descoberta científica que nada deve a mitos vitorianos:

Afirmando que factores ambientais e factores relativos a performance desempenharam um papel significante na evolução das barbatanas de golfinhos e baleias, bem como a sua hidrodinâmica, Howle e os seus colegas estão empenhados em descobrir mais sobre a ligação entre a performance das barbatanas, e o ambiente que as baleias e golfinhos enfrentam diariamente

Perguntas:

Se depois de todo o desenvolvimento experimental, testes e trabalho árduo, os cientistas afirmarem que a barbatana “provavelmente” evoluiu há 300 milhões de anos atrás devido a “pressões ambientais”, será que isso vai de alguma forma aumentar o conhecimento que nós temos da funcionalidade das ditas barbatanas?

Se nós adoptarmos a posição que afirma que o mundo biológico é o resultado do acto criativo de Deus, será que as descobertas científicas em volta da operacionalidade das barbatanas será diferente?

Alguém me lembre outra vez qual é a função científica da teoria da evolução? Não me vem nada à mente. Segundo o que conseguimos observar, os cientistas fazem o seu trabalho alegremente sem levar em conta o suposto “processo evolutivo” dos sistemas biológicos.

Para quê é que precisamos da teoria da evolução mesmo?

…………………………..
1. “Tomografia é um exame realizado na medicina. Derivada do termo “tomos”, partes e “grafen” registro. É uma técnica assistida por computador, em que dados de diferentes perfis são combinados e calculados para formar imagens “em fatias” dos objetos analisados, sendo comum o seu uso, atualmente, em medicina.” – Wikipedia

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

9 Responses to Golfinhos e Eficiência Hidrodinâmica: Aprendendo com Deus

  1. Joaquim Coelho says:

    Mesmo que não fosse uma das mais importantes teorias modernas e com implicações práticas (como já foi explicado no ktreta) e teóricas nas mais diversas reas da ciência, ainda servia para algo glorioso:

    Chatear a cabeça aos criacionistas 🙂

    Like

  2. Joaquim, trata é de dizer à malta que forças naturais criam um sistema que desempenha funções análogas às dos jactos, procurando não entrar no campo da especulação e da fé

    É que por mais que um criacionista pergunta, nunca vem resposta concreta do lado evolucionista : (

    Like

  3. Joaquim Coelho says:

    Simples Sabino.

    Como o golfinhoi, mais não é que o resultado da evolução, então:

    A seleccção natural e adaptação. Ou seja a evolução.

    Para mais especificações vide, vasta literatura já especificada no teu blogue, numa resposta a uma pergunta igual.

    Tal como não posso explicar aqui de forma resumida a linguagem de programação C, ou a aplicação da lógica matemámitca e binária na criação de algortmos, não posso explicar todos os passos e explicações cientificas da evolução. (Mesmo que fosse possivel, já que a complexidade é tão grande em cada area que duvido que alguém o posso fazer).

    Like

  4. “A seleccção natural e adaptação.”

    Mas isso nós vemos a acontecer hoje e nunca vimos esses fenómenos criarem órgãos e sistemas com princípios hidrodinamicos. Portanto, tens fé que no passado isso tenha acontecido, é isso?

    “Ou seja a evolução.”

    Bem, se “evolução” é selecção natural e adaptação então não temos nenhum problema. Mas como ja disse em cima, essa “evolução” nunca criou órgãos. Fé, portanto?

    “Tal como não posso explicar aqui de forma resumida a linguagem de programação C, ou a aplicação da lógica matemámitca e binária na criação de algortmos, não posso explicar todos os passos e explicações cientificas da evolução.”

    Mas as linguagens de programação e cálculos matemáticos são resultado de input inteligente. A “evolução” (o que quer que entendas por isso) é suposto ser impessoal. Por que comparas sistemas inteligentes com processos não direccionados?

    Like

  5. Mats says:

    Joaquim,

    Mesmo que não fosse uma das mais importantes teorias modernas e com implicações práticas

    Qual aplicação prática? Dizer que gatos dão à luz gatos é “aplicação práctica”? lol

    (como já foi explicado no ktreta) e teóricas nas mais diversas reas da ciência

    Por acaso, nem é:

    “No entanto, o Dr Marc Kirschner, fundador do Departamento de Biologia Sistemática, na Universidade de Harvard diz:

    “De facto, durante os últimos 100 anos, practicamente toda a biologia progrediu independente da teoria da evolução, excepto a própria biologia evolucionária. A Biologia Molecular, Bioquímica. Fisiologia não tiveram em conta a teoria da evolução.” (citado no “Boston Globe” 23 de Outubro 2005)”

    (Origem -> http://www.creationontheweb.com/content/view/5075 )

    Continuo sem saber qual é a necessidade científica da teoria da evolução. Eu sei qual é a necessidade ideológica, mas a científica nunca vi.

    Like

  6. Joaquim Coelho says:

    Sabino

    Por favor lê os posts, e desliga o piloto automático 🙂

    O que tem o cu a ver com as calças ?

    Só dei o exemplo da programação para mostar que não é possivel em 2/3 linhas explicar fenomenos cientificos complexos, tal como podia ter dito que não era possivel explicar a equação de schrodinger em três linhas.

    Não servia de arguemento.
    Mas vocês nem lêm, ligam o piloto automático, fazem copy paste dos criations não sei quê, e já está.

    Debate sério e honesta. Uma ova …

    Like

  7. Joaquim, não obtive resposta ao que disse. Repito:

    “A seleccção natural e adaptação.”

    Mas isso nós vemos a acontecer hoje e nunca vimos esses fenómenos criarem órgãos e sistemas com princípios hidrodinamicos. Portanto, tens fé que no passado isso tenha acontecido, é isso?

    “Ou seja a evolução.”

    Bem, se “evolução” é selecção natural e adaptação então não temos nenhum problema. Mas como ja disse em cima, essa “evolução” nunca criou órgãos. Fé, portanto?

    Like

  8. Joaquim Coelho says:

    Perito em demagogia Sabino

    Eh eh

    Não comentas o post em que fizest asneira e fazes perguntas parvas,

    Mas eu respondo directo.

    Não nunca vi.
    Acredito que existem evidências cientificas que demonstram esse facto.
    Quais ? Amplamente respondido em vários posts e na literatura evolucionista.
    Ao contrario de voces não tenho muito gosto em repetir-me constantemente.

    Volta a ler o teu blog onde digo que se tivessemos visto o que sugeres, então a evolução era falsa e o criacionismo certo (já que era um verdadeiro milagre 🙂 )

    Mas agora comenta lá o meu comentário anterior.
    Aquele do piloto automático 🙂
    Se possivel desliga-o um segunto e pensa por ti.

    Like

  9. Mats says:

    Tal como não posso explicar aqui de forma resumida a linguagem de programação C, ou a aplicação da lógica matemámitca e binária na criação de algortmos, não posso explicar todos os passos e explicações cientificas da evolução.

    Mesmo que pudesses, a analogia é irrelevante porque C e algorítmos são o resultado de design inteligente, e a evolução não é. Só um à parte 😀

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s