Indoutrinação ateísta em escolas estatais?

A história reportada neste comentário é elucidativa da indoutrinação ateísta que ocorre em muitos centros de “aprendizagem”. Professores ateus aproveitam a sua posição de autoridade , e impõem a sua fé na mente de alunos impressionáveis.
É impossível ensinar-se sobre a origens do universo, da vida e do homem sem se divagar na filosofia e na religião, portanto o que é que dá o direito a estes “professores/indoutrinadores de imporem a sua religião?
Esta foi a minha resposta ao comentário acima mencionado
…………..
Olá Ismael. Deixa-me dar a minha opinião.

o meu professor disse-me que a Bíblia não era uma narração de acontecimentos reais

Quando o professor afirma isto, ele está a relatar a sua fé, e não factos.

e que era impossível Noé ter levado na arca todas as espécies terrestres, porque passado pouco tempo a maior parte ia morrer com doenças.

O “professor”/indoutrinador engana-se porque Noé não teve que levar “todas as espécies terrestes”, mas sim só aqueles que respiram pelas narinas, e APENAS um par por tipo.
Por exemplo, ele não precisava de levar tigres, leões, pumas, etc, etc, mas só um par através do qual toda essa diversidade se originou. Do mesmo modo, não precisava de levar cães, lobos, dingos, chacais e raposas, mas só um par através do qual toda a diversidade se originasse no futuro.
É preciso vêr uma coisa muito importante: Foi Deus quem trouxe os animais a Noé, e não o contrário. Deus sabe que tipo de animais seriam suficientes para gerar a bio-diversidade existente hoje.

Depois disse que há algumas coisas na Bíblia que são impossíveis de terem ocorrido.

Isto é mais uma declaração da sua fé do que um facto. Ele não sabe o que é impossível de ter acontecido.

Se nós somos descendentes de Adão e Eva e eles tiveram dois filhos (Caim e Abel) um matou o outro, de onde é que vem o resto da humanidade?

Mas Adão e Eva tiveram mais filhos (Génesis 5:4)

Eu não soube responder e fui consultar o Livro de Génesis e o que diz é
“ E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoque; e ele edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade conforme o nome de seu filho Enoque;” Antes disto não fala em mais pessoas pelo que continuo com esta dúvida.

O facto de não menccionar esta ou aquela pessoa não quer dizer que a dita pessoa não existia.

Deus criou mais gente que não descendia de Adão e Eva?

Não.

E se criou estas pessoas tinham o pecado original? Um dos seus post dizia que a Eva mitocondrial tinha 6000 anos, portanto toda a humanidade deve ser descendente de Eva.

Exacto. Todos nós somos descendentes de Adão e Eva. Se nós todos não somos descendentes de Adão e Eva, então aqueles que não são descendentes de Adão não possuem a natureza caída. Se não possuem a natureza caída, então não pecaram. Se não pecaram, então o Senhor Jesus não morreu por eles. Se isto é assim, então isto contradiz a Bìblia uma vez que esta afirma que o Senhor morreu pelos pecados de toda a humanidade (João 1:29). Isto mostra que toda a humanidade é descendente do mesmo pai e da mesma mãe.

Se assim fôr a mulher de Caim tinha que ser sua irmã, o que não será verdade.

Por acaso é. Naquela altura, como o Sabino já disse neste blog, não havia problemas em irmãos casarem-se porque não havia defeitos genéticos entre nós. Só muito mais tarde, quando uma grande quantidade de problemas genéticos já tinham entrado em nós, é que Deus proibiu o casamento entre irmãos.Nunca ouviste a expressão “Tu és a prova de primos não se devem casar?”. Isso deve-se ao facto de muitas vezes pessoas com proximidade genética gerarem filhos com mongolismo (ou outro problema genético qualquer) . Mas isso acontece devido a deformações que entraram em nós devido à queda e ao pecado. Mas se recuarmos no tempo, a primera geração de filhos não teria os problemas que nós hoje temos, portanto não haveria problemas em haver casamentos entre irmãos.

Além disso, pensa assim: de certa forma, toda a gente casa-se com “irmãos”, uma vez que nós todos somos filhos de Adão e Eva.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Religião and tagged , , , . Bookmark the permalink.

24 Responses to Indoutrinação ateísta em escolas estatais?

  1. Joaquim Coelho says:

    As histórias de carochinhas são na catequese.

    Na escola quando a miudagem fala do pai natal o professor tem de dizer que isso não é a realidade do ponto de vista cientifico.

    Os paisinhos do menino que lhe contem mais hsitorietas de encantar e amedrontar.

    Felizmente isto ainda não é uma teocracia nem temos de seguir nem ensinar tretas religiosas.

    Por esse caminho qunado um muçulmano dissesse que foi alá, ou um hindu os seus deuses, também os profs ficavam caladinhos.

    Tretas Mats.
    Ensino e visão religiosa nas instituições religiosas: sejam escolas, templos, eventos, comicios, televisões , o que quiserem.
    Mas com um rotulo bem destacado: ISTO È RELIGIÃO

    Like

  2. Mats says:

    As histórias de carochinhas são na catequese.

    Excepto aquelas que não são, tipo, a vida a criar-se a si mesma, dinossauros a evoluirem para pássaros.

    Quem é que decide o que é uma “história da carochina”? Os ateus?

    Na escola quando a miudagem fala do pai natal o professor tem de dizer que isso não é a realidade do ponto de vista cientifico.

    Mas tu assumes que falar do pai natal está ao mesmo nível do que falar de Deus. Para mim, falar do pai natal está ao mesmo nível do que falar de dinossauros a evoluirem para passarinhos.

    Os paisinhos do menino que lhe contem mais hsitorietas de encantar e amedrontar.

    Concordo. Que pena que os ateus não sigam o teu conselho.

    Felizmente isto ainda não é uma teocracia nem temos de seguir nem ensinar tretas religiosas.

    Há uma teocracia ateísta.

    Por esse caminho qunado um muçulmano dissesse que foi alá, ou um hindu os seus deuses, também os profs ficavam caladinhos.

    Mostrem evidências, que é o que nós cristãos fazemos.

    Tretas Mats.
    Ensino e visão religiosa nas instituições religiosas: sejam escolas, templos, eventos, comicios, televisões , o que quiserem.

    Então tu concordas com indoutrinação ateísta em estabelecimentos públicos?

    Mas com um rotulo bem destacado: ISTO È RELIGIÃO

    Tendo em conta que o ateísmo também é uma religião, e que a teoria da evolução é uma teoria religiosa, tal como dito pelos próprios evolucionistas, acho que se devia pôr a mesma coisas sempre que se vai ensinar a teoria da evolução.

    Like

  3. Joaquim Coelho says:

    Vocês mostram evidências iguias às dos muçulmanos, hindus e qualquer religião.

    A ciência tem um programa prórpio que é ela que decide, e é isso que se ensina.

    Se um professor promover o atesimo criticando a religião estou contra.
    Se disser que EM CIENCIA a visão da biblia não é considerada acho bem.

    O problema é que vocês nem admitem a hipotese de estar errados.

    Em ciência é a primeira coisa que se diz: sejam cépticos com tudo o que vão aprender.

    No livro “Vamos compreender a Terra” manual de geologia do meu 12ª, várias vezes era chamada a atenção para o facto de haver várias alternativas e de um grau especulativo em várias teroias. Sendo necessário esperar pelas novas descorbetas para infirmar umas teorias e por de lado outras. Aos poucos a teoria global da geologia ia-se consolidando e havia já um corpo forte incontestável. No fim rematava: Isto é ciência, nunca estar contente com as respostas e procurar alternativas crediveis e validá-las.

    Disto vocês não são capazes.

    O contrário do que vocês afirmam, qualquer professor competente lança dúvidas nos seus alunos. Não afirma: á assim e pronto. A palavra provavelmente e das mais usadas.

    Like

  4. Joaquim Coelho says:

    Mais uma vez a palermice do ateismo ser uma religião.

    Nem o teismo (acreditar em deuses), nem o ateismo (não acreditar em deuses são religiões).

    Dentro deles é que pode ou não haver religiões: cristianismo, hinduismo, e até é possivel que alguma corrente ateista se agregue de forma a configurar uma religião. O que é uma bela porcaria.

    Like

  5. Joaquim Coelho says:

    Então tu concordas com indoutrinação ateísta em estabelecimentos públicos?

    Não sei o que é indoutrinação 🙂

    mas não concordo que se promova o ateismo nas escolas ou locais públicos, nem o teismo.

    Se o professor disser: Deus é uma balela uma invenção, numa escola público, deve ser chamado à atenção.

    Se um professor disser Deus criou-nos e a sua palvra é a verdade, também deve ser chamado à atenção.

    É assim tão dificil de perceber ?
    Laicidade não tem nada a ver com ser religioso ou não.
    Muitos cristãos são defensores do laicismo, ainda mais que muitos ateus, que se estão nas tintas para isso.

    O problema são vocês. Vi um programa sobre o evangelismo nos EUA que me deixou absolutamente siderado, receoso e ainda mais determinado a combater todas as formas de delirio extremista, que não permite outro pensamento que não seja o senhor, isto e aquilo.

    PS.

    Fiquei muito contente, por ver que uma das estrelas desse programa Ted Haggar um ultra fanático que combatia homesexuais e adulteros nos seus tempos de antena, ser apnahado a fazer o contrário do que pregava.
    Enfim, já é costume: faz o que digo não o que eu faço. E a porra da credibilidade, hem Mats ? Não serve para nada ?

    Teachings on homosexuality
    Haggard has condemned “homosexual activity.” In the documentary Jesus Camp, one scene shows a sermon where he preaches, “we don’t have to debate about what we should think about homosexual activity. It’s written in the Bible.”[20] Although Haggard opposes same-sex marriage, he has suggested that there should be civil unions for homosexual couples.[21]

    Under Haggard’s leadership, the NAE released “For the Health of the Nation: An Evangelical Call to Civic Responsibility” in late 2004,[22] “a document urging engagement in traditional culture war issues such as abortion and gay marriage but also poverty, education, taxes, welfare and immigration.”[22] The NAE has stated that “homosexual activity, like adulterous relationships, is clearly con­demned in the Scriptures.”[23]

    On November 1, 2006, Mike Jones stated that Haggard (whom Jones knew as “Art”; Haggard’s middle name is Arthur) had paid for sex with him on an almost monthly basis over the previous three years. Jones contends the relationship was strictly physical, not emotional, and that he was typically paid a “couple of hundred dollars” but sometimes Haggard would pay him extra. Jones also stated “[Haggard] had told me he loved snorting meth before [he] has sex with his wife” and that Haggard had also revealed a fantasy he had of having an orgy with “about six young college guys ranging from 18 to 22 in age

    Lindo, e os casos são as dezenas. Vão mas é pregar para o deserto 🙂

    Like

  6. Mats says:

    Vocês mostram evidências iguias às dos muçulmanos, hindus e qualquer religião.

    Que total falta de desconhecimento das religiões. Os hindus mostram evidências para a ressurreíção do Senhor Jesus Cristo? Os Muçulmanos usam a arqueologia para mostrar que a Bíblia foi fielmente preservada? Qual é a outra religião para além da tradição Bíblica que ensina que o homem é feito à imagem do homem? Olha, mesmo que fosse verdade que nós usássemos as mesmas evidências, vocês ateus não podem rejeitá-las todas só porque os teístas as usam em suporte da sua cosmologia. Vocês ateus, os pagãos, os homosexuais, os aborcionistas, os secularistas em geral usam as mesmas evidências para defender os vossos mitos. USando a tua lógica, deveo eu rejeitá-las a todas, ou devo testá-las?

    A ciência tem um programa prórpio que é ela que decide, e é isso que se ensina.

    Mas eu não sou contra a ciência, mas contra mitos ateus ditos em nome da ciência. Diz-ser que a vida criou-se a si própria não é uma declaração científica, mas ateísta. Para quê ensinar uma fé ateísta mascarada de ciência?

    Se um professor promover o atesimo criticando a religião estou contra.

    Então concordas comigo que o professor mencionado em cima errou.

    Se disser que EM CIENCIA a visão da biblia não é considerada acho bem.

    Em ciência ou em naturalismo? Ou em ateísmo?
    Não há absolutamente nada na ciência que contradiz o que a Biblia afirma. Todas as coisas que podem ser OBSERVADAS estão de perfeito acordo com a Palavra de Deus, portanto não é a “ciência” que é contra a Bìblia, mas outra coisa qualquer.
    Tu não podes decidir o que é ciência, e usar a tua definição contra a Bíblia.

    O problema é que vocês nem admitem a hipotese de estar errados. Em ciência é a primeira coisa que se diz: sejam cépticos com tudo o que vão aprender.

    Se fossem “cépticos” não temeriam pôr em causa a teoria da evolução, e a sua interpretação do PASSADO.

    No livro “Vamos compreender a Terra” manual de geologia do meu 12ª, várias vezes era chamada a atenção para o facto de haver várias alternativas e de um grau especulativo em várias teroias.

    Menos a teoia que afirma que a Terra tem mlhões de anos. Essa é intocável.

    No fim rematava: Isto é ciência, nunca estar contente com as respostas e procurar alternativas crediveis e validá-las.

    Mesmo alternativas que choquem com o naturalismo?

    O contrário do que vocês afirmam, qualquer professor competente lança dúvidas nos seus alunos. Não afirma: á assim e pronto. A palavra provavelmente e das mais usadas.

    O professor mencionado em cima afirmou que “É assim” ao dizer que a interpretaçao Bíblica está errada.

    Like

  7. Mats says:

    Então tu concordas com indoutrinação ateísta em estabelecimentos públicos?

    Não sei o que é indoutrinação

    Ai não? Se eu for a uma escola pública e ensinar a crianças de 5 anos que se elas morrerem sem Cristo, elas vão para o inferno, achas bem?

    mas não concordo que se promova o ateismo nas escolas ou locais públicos, nem o teismo.

    Quando se ensina a teoria da evolução, afirmando-se que o mundo e a vida são o resultado de forças aleatórias (e não de design) está-se a promover o ateísmo. Concordas com isso?

    Se o professor disser: Deus é uma balela uma invenção, numa escola público, deve ser chamado à atenção.

    Ainda bem que concordas.
    E se ele disser “Não há evidência nenhuma para um Deus Criador na Biologia”, deve ele ser chamado a atenção?

    É assim tão dificil de perceber ? Laicidade não tem nada a ver com ser religioso ou não.

    Claro que tem. Laicidade quer dizer “deixa as tuas crenças teístas em casa por na vida pública só as crenças ateístas contam”. Não há neutralidade.

    Muitos cristãos são defensores do laicismo, ainda mais que muitos ateus, que se estão nas tintas para isso.

    Muitos “cristãos” são defensores do aborto, homosexualidade e evolução, mas isso não o torna correcto.

    O problema são vocês. Vi um programa sobre o evangelismo nos EUA que me deixou absolutamente siderado, receoso e ainda mais determinado a combater todas as formas de delirio extremista, que não permite outro pensamento que não seja o senhor, isto e aquilo.

    “Delírio extremista” = crença na Bíblia ?

    PS.Fiquei muito contente, por ver que uma das estrelas desse programa Ted Haggar um ultra fanático que combatia homesexuais e adulteros nos seus tempos de antena, ser apnahado a fazer o contrário do que pregava.

    Como a moral é relativa, nãoi há problema nenhum em dizer-se uma coisa em público, e fazer-se outra em privado. Tu podes ser contra isso, mas o que tu és contra é relativo a ti só, e não a mais ninguém.
    Não podes criticar os comportamentos alheios porque isso asusme que os TEUS conmportamentos morais são melhores que os dos outros.

    Like

  8. Joaquim Coelho says:

    Ai não? Se eu for a uma escola pública e ensinar a crianças de 5 anos que se elas morrerem sem Cristo, elas vão para o inferno, achas bem?

    Depende

    Se for num contexto de informação religiosa, incluindo outras religiões e não religião, acho muito bem.
    Ou seja se os babys souberem que se está a falar de religião.

    Quando se ensina a teoria da evolução, afirmando-se que o mundo e a vida são o resultado de forças aleatórias (e não de design) está-se a promover o ateísmo. Concordas com isso?

    Concordo que se ensine. Não concordo que seja ateismo.
    Estás a ensinar uma prepectiva que a religião criacionista nega.
    Mas que é Universalmente aceite pela ciência e é tratada como não religião.
    Portanto até que a ciência conclui que deus tem uma base cientifica, é correcto ensinar evolução e não ensinar criacionismo como ciencia.

    Se for numa aula de fisica, matemática, inglês, etc , acho mal.

    Quanto ao resto, são as parvoices costumerias que não estou com paciência para me repetir: vê os meus comentários noutros posts se estiveres realmente interessado, e não for só para a costumeira poeira para os olhos.

    Ao contrário dos criacionistas eu não tenho uma colecção de docuemntos com resposyas à la carte nem guardo os comentários para posterior copy paste.

    Aliás o copy paste é uma arma fundamental dos criacionistas 🙂

    Agora a sério, se é para perguntares ad eternum as mesmas coisas, que já respondi n vezes, não vale a pena.

    Se a intenção é ficares com a última resposta, tudo bem, gurada lá a bicicleta 🙂

    Like

  9. Mats says:

    Ai não? Se eu for a uma escola pública e ensinar a crianças de 5 anos que se elas morrerem sem Cristo, elas vão para o inferno, achas bem?

    Depende
    Se for num contexto de informação religiosa, incluindo outras religiões e não religião, acho muito bem.

    Então ese eu ensinar a versão Bíblica nas aulas de religião (excluindo as outras), tal como os ateus ensinam a sua versão das nossas origens (excluindo as outras), é isso indoutrinação?
    Deixa de lado o normal palavreado que em ciência se ensina ciência. Isso já sabemos. O que se passa é que os ateus ensinam a SUA versão de ciência, e excluem TODAS as outras explicações alternativas, MESMO que haja evidências. Achas que isto não é indoutrinação?

    Quando se ensina a teoria da evolução, afirmando-se que o mundo e a vida são o resultado de forças aleatórias (e não de design) está-se a promover o ateísmo. Concordas com isso?

    Concordo que se ensine. Não concordo que seja ateismo.

    Qudno se ensina que o universo, a vida e principalemente o ser humano não foi criado, mas é sim o resultado de milhões de anos de mutações aleatórias filtradas pela selecção natural, está-se a ensinar a versão da criação que está 100% de acordo com o ateísmo.
    Que coincidência incrível que o ateísmo e a versão oficial da “ciência” estão de acordo. 🙂 Ou não?

    Estás a ensinar uma prepectiva que a religião criacionista nega.

    E que está 100% de acordo com o ateísmo.

    Mas que é Universalmente aceite pela ciência

    Pelos evolucionistas, dizes tu. Há muitos cientistas que não aceitem a noção de que o mundo criou-se a si mesmo. Mas, sim, é a visão maioritária, mas não é essa a questão. A questão é: deve-se excluir ideologicamente as explicações alternatives sobre as nossas origens só porque estão de acordo com a Bíblia? E porque não excluir as explicações que estão de acordo com o ateísmo? Se é ciência ou não, isso já é debatível.

    e é tratada como não religião.

    Pelos evolucionistas.

    Portanto até que a ciência conclui que deus tem uma base cientifica,

    A ciência ou os evolucionistas? Lá est+as tu a tentar passar a ideia de que os criacionistas estão contra a ciência. Deixa-me dizer isto de uma vez por todas:
    Nós não somos contra a ciência

    é correcto ensinar evolução e não ensinar criacionismo como ciencia.

    O que, curiosamente, está 100% de acordo com o ateísmo! Mais uma coincidência “feliz”.

    Like

  10. Joaquim Coelho says:

    O que, curiosamente, está 100% de acordo com o ateísmo! Mais uma coincidência “feliz”.

    Azar o vosso, mas uma coisa evidente. Se ateismo signifca não acreditar em deuses, é normal que uma teoria que explica a vida sem necessidade de deuses seja melhor aceite por um ateu que uma com um oleiro maluca a soprar em barro e a criar pessoas e tudo o resto sem uma unica explicação.

    Like

  11. bebeto_maya says:

    Trocando em miúdos, caro Joaquim. Os estudantes das escolas religiosas dão um banho nos vestibulares secularistas…Enquanto as progressistas, para as quais transar com uma vaca é tão respeitável como o heterossexualismo, cabe as piores notas…E estamos a falar das escolas do governo…

    A escola pode ensinar o que quiser, desde que esteja em conformidade com o que os país julgam correto, é um direito individual…Se não está satisfeito, borbulhe, babe, dê xiliques…

    Like

  12. Mats says:

    O que, curiosamente, está 100% de acordo com o ateísmo! Mais uma coincidência “feliz”.

    Azar o vosso, mas uma coisa evidente.

    Para os ateus.

    Se ateismo signifca não acreditar em deuses, é normal que uma teoria que explica a vida sem necessidade de deuses seja melhor aceite por um ateu que uma com um oleiro maluca a soprar em barro e a criar pessoas e tudo o resto sem uma unica explicação.

    Portanto, como os ateus gostam mais de uma versão dos factos do que a outra, não há problema nenhum em indoutrinar as crianças com a versão do passado qu
    e está de acordo com o ateísmo, certo?

    Ciência, a teu vêr, só é ciência se estiver de acordo com o ateísmo.

    E dizes tu que és contra a indoutrinação.

    Tu não és contra a indoutrinação, mas contra a indoutrinação que não está de acordo com a tua filosofia de vida. Não tens problemas nenhuns em ateus programarem crianças com a parvoíce de dinossauros a evoluirem para passarinhos uma vez que isso é uma crença fundamental para a tua fé, certo?

    Like

  13. Joaquim Coelho says:

    Trocando em miúdos, caro Joaquim. Os estudantes das escolas religiosas dão um banho nos vestibulares secularistas…Enquanto as progressistas, para as quais transar com uma vaca é tão respeitável como o heterossexualismo, cabe as piores notas…E estamos a falar das escolas do governo…

    A escola pode ensinar o que quiser, desde que esteja em conformidade com o que os país julgam correto, é um direito individual…Se não está satisfeito, borbulhe, babe, dê xiliques

    Traduzido em português signifca que quer dizer o quê ?

    Like

  14. Joaquim Coelho says:

    Enquanto as progressistas, para as quais transar com uma vaca é tão respeitável como o heterossexualismo, cabe as piores notas

    Pois mas a transa ou queca já ninguém a tira 🙂
    E continuam tão respeitáveis como o marrão agarrado aos livros e orações e que não sabe o bom que é uma transasinha, só para descontrair.

    De qualquer forma devo dizer que isso não é geral.

    O melhor aluno de medicina em Coimbra em 1985, bebia e fumava (aquelas folhas tipo trevo 🙂 ) como o raio, passava a vida em farras, e mesmo assim fazia um concurso com um colega (também do genero) para ver qual tinha as melhores notas.

    A escola pode ensinar o que quiser, desde que esteja em conformidade com o que os país julgam correto, é um direito individual

    Evidentemente.
    Tal como eu tenho o direito de ser ateu.
    E de muitos serem laicos e acharem que religião fica à porta das escolas públicas, enquanto programna geral. Tal como partidarizações.

    E eu como ateu, ainda tive de aturar um padre a dar ciências da natureza e a meter deus em tudo e mais alguma coisa.
    Claro que tive de o mandar para o car… o que me deu uma chama ao conselho directivo e três dias de suspensão.

    Like

  15. Joaquim Coelho says:

    Correcção: para ver qual tinha as melhores notas.

    Melhores notas da Universidade e não ´so entre eles.

    Like

  16. bebeto_maya says:

    Joaquim…
    “Evidentemente.
    Tal como eu tenho o direito de ser ateu.”

    E ninguém está proibindo, como vocês fazem, tentando aprovar leis que proíbem escolas religiosas direcionadas de ensinarem suas próprias teorias teocêntricas sobre a criação do mundo ao lado do evolucionismo. Pelo menos aqui na Brasil, onde ninguém liga muito pro fato de marxismo ser tratado como “ciência” (cof-cof…) e criacionismo, obscurantismo…Ou seja, se são ateus, são antes hipócritas.

    Like

  17. Joaquim Coelho says:

    Eh lá.

    Onde é que se proibem escolas religisosas ?

    Não permitir o ensino religioso nas escloas públicas é uma coisa impedir o ensino religioso é outro.

    Sou totalmente contra o impedimento de ensino religioso em escolas que se afirmam religiosas. Quem lá vai sabe o que compra.

    É evidente que num programa oficial de biologia o criacionismo não pode constar. Mas têm todo o direito de o ensinar fora dos programas oficias. Em disciplinas ou outras formas que bem queiram.

    Não podem é ensinar criacionismo em biologia e querer que a cadeira de biologia que ensinam seja aceite como curriculo para entrada no ensono superior.

    Se quiserem dem duas disciplinas. Uma oficial e outra com o que quiserem.

    Existem programas nacionais de ensino

    Like

  18. bebeto_maya says:

    “É evidente que num programa oficial de biologia o criacionismo não pode constar.”

    Primeiro: Criacionismo não é cristianismo, é uma teoria baseada no design inteligente. Assim como o Darwinismo é um teoria, cuja prova ainda estamos esperando (onde estão as espécies intermediárias?)

    “Não podem é ensinar criacionismo em biologia e querer que a cadeira de biologia que ensinam seja aceite como curriculo para entrada no ensono superior.”

    Não vai marxismo nas aulas de história e geografia? Ou tiram tudo que é pseudo-ciência, como a homeopatia, acunputura, antropologia e aquecimento global, ou deixam entrar tudo.O que não pode é hipócrisia. Afinal design inteligente, assim como aquecimento global, é uma teoria muito bem estruturada, qua apresenta falhas, do mesmo modo que o evolucionismo e a teoria da relatividade, que também é só uma teoria…Teorias são apenas teorias, como o Big Bang ou o resfriamento do Universo. Nada foi provado. Preconceito é aceitar umas coisas sem provas e repelir outras.

    Like

  19. vanderlei says:

    Teorias são apenas teorias, como o Big Bang ou o resfriamento do Universo. Nada foi provado. Preconceito é aceitar umas coisas sem provas e repelir outras.

    Que tal visitar este fórum de cientistas que passaram a vida toda estudando isto, talvez seja o caminho para obter um pouquinho mais de conhecimento.
    E olhe que são cristãos, judeus, budistas e etc, ou seja religião parta todos os gostos.
    http://www.cosmobrain.com.br/cosmoforum/index.php?sid=61dad2092213d864fda5982fd4489501

    Like

  20. bebeto_maya says:

    “Que tal visitar este fórum de cientistas que passaram a vida toda estudando isto, talvez seja o caminho para obter um pouquinho mais de conhecimento.”

    Vanderlei…
    Grande bobagem…Aqui no Brasil temos o padre Quevedo que passou 40 anos estudando parapsicologia, um troço que nem ciência é…Milhares de pessoas passam a vida inteira estudando pseudo-ciência. O próprio Newton queria provar através da bíblia a existência das coisas.

    Like

  21. bebeto_maya says:

    Com relação ao Cosmobrain. De fato, um grande site ciêntifico…O que critiquei foi o apelo a autoridade.

    Like

  22. Mats says:

    Vanderlei,
    Existem cristãos evolucionistas e cristãos criacionistas. Porque é que citas uns e rejeitas os outros? Será porque uns estão de acordo com a tua fé darwinistra e outros não?
    Tu podes citar quantos cientistas evolucionistas “cristãos” que quiseres, que issso não serve de evidência a favor do darwinismo.

    Like

  23. vanderlei says:

    Uns acreditam em mágicas e outros faz pesquisa, experimento e outras coisitas mais para validar o conceito, diante de diversas bancadas de pesquisadores, portanto, não existe mágicas para estes profissionais, não importa se são ateus, cristãos,hindus e etc….

    O bom disso, que ciência é universal, determinado cientista esbarra em algum experimento devido a sua religião, mas outros cientistas (outras religiões) dão continuidade. Os cientistas tem seu limite devido a religião, mas a ciência continua, isto é fato.

    Like

  24. Mats says:

    Uns acreditam em mágicas e outros faz pesquisa

    Mas tanto os evolucionistas “cristãos” como os ateus acreditam em mágica. É um passe de magia um dinossauro treansformar-se em pássaro.

    experimento e outras coisitas mais para validar o conceito, diante de diversas bancadas de pesquisadores, portanto, não existe mágicas para estes profissionais, não importa se são ateus, cristãos,hindus e etc….

    Eu pergunto-me que tipo de “experimento” fêz os evolucionistas acreditar que a baleia evoluiu de um animal terreste. Isso alguma vez foi visto a acontecer, ou é mais uma “dedução” naturalista?

    O bom disso, que ciência é universal, determinado cientista esbarra em algum experimento devido a sua religião, mas outros cientistas (outras religiões) dão continuidade. Os cientistas tem seu limite devido a religião, mas a ciência continua, isto é fato.

    Sim, a ciência continua, mas a teoria da evolução, que não é ciência, estagnou e impede o avanço da ciência.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s