Adivinhos e Evolucionistas

Isaías 8:19
Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares
e os adivinhos, que chilreiam e murmuram entre dentes:
não recorrerá um povo ao seu Deus?
a favor dos vivos interrogar-se-ão os mortos?
Jaycee Dugard, a mulher que foi raptada em 1991 quando tinha 11 anos, foi encontrada recentemente a viver numa condição que se pode qualificar de prisão domiciliária. Ela esteve lá durante 18 anos, confinada e abusada constantemente, chegando mesmo a dar à luz uma criança no seu estado de cativeiro.

Por incrível que pareça, uma adivinha de Reno veio a público dizer que este caso prova a genuidade dos seus “poderes”. É mais ou menos o que acontece quando uma descoberta científica é revelada ao público; os evolucionistas rapidamente asseguram ao público que isso “ilumina mais aspectos da evolução“.

Dayle Schear, que foi paga pelos pais da Jaycee para os ajudar a localizar a sua filha, afirma que disse à mãe da Jaycee para não perder a esperança na busca da sua filha:

Olhei-a olhos nos olhos e disse “a sua filha eventualmente vai entrar pela porta a dentro. Você ainda vai vêr a sua filha”.

Schear alega também que ela descreveu “correctamente” a área onde a Jaycee estava mantida refém.

A “informação” disponibilizada pela adivinha é típico do que acontece depois das pessoas desaparecidas serem encontradas, mortas ou vivas. Anos depois da pessoa ter sido encontrada, os adivinhos aparecem (ou re-aparecem) do nada, e fazem alegações retroactivas em como eles “sabiam” certos pedaços de informação.

O mesmo acontece com a teoria da evolução. Depois de todo o trabalho científico e das experiências terem sido feitos e dos resultados publicados, os evolucionistas são rápidos a colocar a cereja evolutiva em cima do bolo da criação. O Dr Phil Skell afirma:

Inquiri biólogos que trabalham em áreas onde nós poderiamos pensar que o paradigma darwinista poderia servir de guia para as pesquisas (por exemplo, a emergência da resistência aos antibióticos e pesticidas), mas aqui, tal como em todo o lado, eu aprendi que a teoria não produziu nenhuma orientação discernível na escolha de designs experimentais.

Só depois das descobertas inovadoras terem sido estudas é que a teoria foi trazida à mesa como uma interessante narrativa abrilhantadora.(Philip Skell, Politics and the Life Sciences, Vol. 27(2):47-49 (October 9, 2008).

O problema é que os darwinistas e os adivinhos ignoram o facto de que a sua “informação” ou estava errada ou era tão vaga que, para efeitos práticos , era totalmente inútil. Se os poderes psíquicos da Shear lhe revelaram que a pobre rapariga estava a ser mantida em condições horríveis – sendo sujeita a contínuos abusos sexuais durante quase duas décadas – é estranho que a Jaycee não tenha sido encontrara a 18 anos atrás. Onde estavam os poderes psíquicos da Shear então?

Do mesmo modo que a polícia não precisa de ouvir “eu bem vos disse” depois da pessoa desaparecida ter sido recuperada, o mundo não precisa de “estórias” evolucionistas após as descobertas terem sido feitas. O que nós queremos é informação útil que possa de alguma forma servir para um determinado fim.

Dizer que a evolução é apenas “variação das características herdadas” ou que “a pessoa desaparecida encontra-se junto a água(que pode ser um lago, um rio, uma ilha, ou milhentas outras coisas) é totalmente inútil e uma perda de tempo. (Este é um truque comum entre os adivinhos e os evolucionistas como forma de aparentarem rigor informativo). Adivinhos e evolucionistas deveriam ser forçados a ser mais específicos cada vez que eles fizessem “profecias”.

Quando os corpos das pessoas desaparecidas são eventualmente encontrados, é quase sempre por acaso ou como resultado do trabalho árduo dos policias. Semelhantemente, quando uma nova descoberta biológica é revelada ao público, é quase sempre devido ao trabalho de cientistas que não só nem levaram em conta os supostos milhões de anos, mas também não levaram em conta a suposta descendência comum de todas as formas de vida.

Apesar de alegações contrárias, não há um único caso documentado em que pessoas tenham sido encontradas devido a informação de adivinhos. Do mesmo modo, não há descobertas científicas ao nível biológico que dependeram de pressuposições evolutivas. Só depois da descoberta é que os evolucionistas nos dizem que…ahem ahem… “isto é exactamente o que a teoria da evolução prevê“.

O problema é que mesmo agora, enquanto lês estas linhas, há alguém no mundo que está a ser enganado por um adivinho ou por um professor/indoutrinador evolucionista. Enquanto lês estas linhas há pessoas por todo o mundo (se calhar mesmo na área onde vives) que está a ser mantida em prisão domiciliária por um raptor. Entretanto as “Mayas” e os outros “adivinhos populares” vão ganhando dinheiro com a credulidade geral. Onde é que estão os seus poderes para ajudar a encontrar pessoas desaparecidas?

[Só um à parte: uma coisa suspeita em relação aos adivinhos é como eles não parecem saber nada sobre o seu próprio futuro uma vez que alguns deles são divorciados. Será que os seus poderes não os revelaram que a pessoa com quem iam casar não era a pessoa certa?]

Do mesmo modo, se a evolução é de facto a melhor explicação sobre as nossas origens e sobre o funcionamento das formas de vida, porque é que os cientistas aparentam fazer o seu trabalho alegremente sem levar em conta a teoria que afirma que a vida criou-se a si mesma, que dinossauros “evoluíram” para aves, e que baleias vieram de animais terrestres?

Conclusão:

Os adivinhos são charlatães que vampirizam pessoas emocionalmente desprotegidas. Os indoutrinadores evolucionistas são “profetas retroactivos” que se aproveitam do trabalho de cientistas sérios com forma de manter a ilusão da evolução.

A verdade é que nem adivinhação é fonte de informação fiável, nem a teoria da evolução é uma teoria que deva ser elevada ao estatuto de “ciência”.

A Palavra de Deus é a Única Fonte Fiável no que toca a assuntos espirituais. Isto não é assim porque os cristãos dizem que é assim, mas sim porque a Bíblia veio do Criador, e Ele, conhecendo tudo o que há para conhecer, sabe melhor que ninguém o que se passa no mundo espiritual.

Gálatas 5:19-2
Porque as obras da carne são manifestas, as quais são:
Prostituição [fornicação], impureza, lascívia,
Idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais declaro, como já, antes, vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

25 Responses to Adivinhos e Evolucionistas

  1. Evo Lui says:

    Só me faltava um post destes comparando adivinhos com aqueles que reconhecem a teoria da evolução como algo científico. É para realmente querer desinformar na melhor da hipóteses…

    Devo lembrar que a IURD utiliza-se desses mesmos subterfúgios pelo mundo afora!

    Like

  2. Mats says:

    Só me faltava um post destes comparando adivinhos com aqueles que reconhecem a teoria da evolução como algo científico.

    É a mesma mentalidade. A diferença é que os adivinhos místicos (ainda) não usam as escolas públicas para avançar com a sua fábula, mas os adivinhos evolucionistas usam.

    É para realmente querer desinformar na melhor da hipóteses…

    Não há “desinformação” nenhuma.

    Devo lembrar que a IURD utiliza-se desses mesmos subterfúgios pelo mundo afora!

    A IURD acredita no casamento homosexual e no aborto. Isso mostra quem é a sua autoridade.

    Like

  3. Luis Gustavo says:

    Hipóteses evolutivas são feitas mediante EVIDENCIAS.

    Adivinhação seria se alguém simplesmente dissesse que foi tudo criado por um Deus invisível (que não se sabe qual dos muitos foi)… Estás a falar de coisas distintas.

    As aplicações dos conceitos e estudos de mecanismos evolutivos beneficiam (e muito) a todos.
    Você acha que experimentar drogas em ratos ou outros animais, é apenas por divertimento, ou porque esses animais REALMENTE partilham de caracteristicas próximas do ser humano?

    Infelizmente, para quem não acompanha a evolução, realmente parece um conto de fadas. A pessoa não é capaz de imaginar que AOS POUCOS é possível escalar uma imensa montanha, e não num “salto”.

    Assim continuam a divulgar a belissima historia de uma cobra falante que convence um homem e uma mulher a cometerem um erro, e continuam achando que isso é realmente útil, quando se trata de ciencia.

    Like

  4. Guilherme says:

    “A Palavra de Deus é a Única Fonte Fiável no que toca a assuntos espirituais. Isto não é assim porque os cristãos dizem que é assim, mas sim porque a Bíblia veio do Criador, e Ele, conhecendo tudo o que há para conhecer, sabe melhor que ninguém o que se passa no mundo espiritual.”

    Seria deus então um advinho? “conhecendo tudo o que há para conhecer”

    Se ele “sabia” que discutiríamos sobre isso, não podia ter feito “algo” a respeito?
    Digo, “algo melhor” do que “iluminar pessoas” para que essas lhe servissem de “advogado”.

    Like

  5. Mats says:

    Seria deus então um advinho? “conhecendo tudo o que há para conhecer”

    Não, porque a definição de adivinho não é “aquele que conhece tudo o que há para conhecer”. Uma das Características de Deus é, sim, que Ele é Omnisciente.

    Se ele “sabia” que discutiríamos sobre isso, não podia ter feito “algo” a respeito?

    Como por exemplo?

    Digo, “algo melhor” do que “iluminar pessoas” para que essas lhe servissem de “advogado”

    .Algo como a Bíblia?

    Like

  6. Mats says:

    Luis,

    Hipóteses evolutivas são feitas mediante EVIDENCIAS.

    Como por exemplo?

    Adivinhação seria se alguém simplesmente dissesse que foi tudo criado por um Deus invisível (que não se sabe qual dos muitos foi)…

    Dizer que a vida foi criada Pelo Deus Invisível não é adivinhação, as a declaração de um facto. Qual é a alternativa? QUe a vida criou-se a si mesma? Acreditas mesmo nisso?

    As aplicações dos conceitos e estudos de mecanismos evolutivos beneficiam (e muito) a todos.

    Menos aqueles que habitam no planeta Terra. Aquii não precisamos dos misteriosos “mecanismos evolutivos” para explicar o mundo, e muito menos para contruir algo de benéfico para a nossa vida.

    Você acha que experimentar drogas em ratos ou outros animais, é apenas por divertimento, ou porque esses animais REALMENTE partilham de caracteristicas próximas do ser humano?

    Boa lógica. Deixa-me perguntar umas coisinhas:
    1. Antes de se pensar que o ser humano e o rato tinham um parente comum, não se faziam esperiências com os mesmos?
    2. Uma vez que vocês evolucionistas acreditam que toda a vida na Terra tem um parente comum., o facto de se fazerem experiências com ratos não é evidência para a evolução.

    Infelizmente, para quem não acompanha a evolução, realmente parece um conto de fadas. A pessoa não é capaz de imaginar que AOS POUCOS é possível escalar uma imensa montanha, e não num “salto”.

    Mas o que fazer com os evolucionistas que dizem que não foi “aos poucos” mas em saltos súbitos?
    Por mais tempo que as forças da natureza tenham disponível, não é possível que as mesmas construam <buma única célula, mas vocês acreditam que toda a vida na Terra é o resultado de forças aleatórias e não inteligentes.

    Assim continuam a divulgar a belissima historia de uma cobra falante que convence um homem e uma mulher a cometerem um erro, e continuam achando que isso é realmente útil, quando se trata de ciencia.

    Para quem acredita que as baleias evoluiram de animais terrestes, e que os dinossauros transformaram-se em áves, uma cobra falante é um pequeno passo de fé.

    Like

  7. Luis Gustavo says:

    Como por exemplo?

    Evolução de proteínas (quanto a síntese) por DNA, A distribuição ambiental que causa especiação, Registro Fóssil (que apesar de ser um processo raro, sustenta bastante a evolução), Orgãos vestigiais (como as asas de um avestruz), Estruturas convergentes, Anatomia comparada, Genomas, etc….

    Dizer que a vida foi criada Pelo Deus Invisível não é adivinhação, as a declaração de um facto.

    Um fato não falseável? Desculpe-me, mas você só pode afirmar que algo é fato, quando a existencia desse está comprovada. Não é comprovada a existência de NENHUM Deus. Sendo assim sua afirmação não é correta.

    Qual é a alternativa? QUe a vida criou-se a si mesma? Acreditas mesmo nisso?

    A alternativa é falseável, e conforme avanço nos experimentos foi possível mostrar que não era uma possibilidade absurda. Condições favoráveis podem beneficiar o aparecimento de vida.
    E em ciência, não escolhemos a “melhor” alternativa. Escolhemos a que mais está suportada por evidencias.

    E entre um Deus auto-existente, eterno, imaterial, e capaz de todas as coisas, e entre um conjunto de fenomenos que favorecem o aparecimento de vida, o segundo é suportado por um número maior de evidencias.

    Menos aqueles que habitam no planeta Terra. Aquii não precisamos dos misteriosos “mecanismos evolutivos” para explicar o mundo, e muito menos para contruir algo de benéfico para a nossa vida.

    Diga isso a pessoas que possuem diabetes.
    O entendimento de procedimentos evolutivos e síntese de proteínas, nos levou a entendimento transgenico.
    Hoje, a insulina é produzida por uma bactéria transgenica (desculpe não me lembrar o nome cientifico da bactéria), que teve enxertado o gene responsável pela produção de insulina humana em seu DNA. E assim por meio de fermentação ela produz insulina humana.
    Conhecer os processos de evolução, e de síntese de proteínas foram importantíssimos para estabilizar a vida da bactéria e força-la a produzir insulina (cuja a síntese em laboratório seria um processo caríssimo).
    A evolução está muito mais presente no seu dia-a-dia do que voce pode imaginar….

    Boa lógica. Deixa-me perguntar umas coisinhas:
    1. Antes de se pensar que o ser humano e o rato tinham um parente comum, não se faziam esperiências com os mesmos?

    Claro que sim. Mas eram experimentos as cegas.
    Qual o melhor para se testar? E porque?

    Pegando novamente o exemplo da insulina. Anteriormente a produção desta por meio de bactérias, retirava-se insulina de porco para injetar em humanos. Mas como saber qual produziria a mais próxima do ser humano, sem que esta fosse combatida como invasor e etc?
    O aprimoramento da teoria, refinou o entendimento e facilitou os experimentos.

    2. Uma vez que vocês evolucionistas acreditam que toda a vida na Terra tem um parente comum., o facto de se fazerem experiências com ratos não é evidência para a evolução.

    O fato de toda a vida ter um ancestral em comum não implica que possuam TODAS as características iguais. Apenas partilhariam de algumas coisas em comum. Num grau maior ou menos de acordo com a diferenciação entre essas espécies.

    Mas o que fazer com os evolucionistas que dizem que não foi “aos poucos” mas em saltos súbitos?

    Estes precisam comprovas suas hipóteses.
    A ciência não é movida por respostas, mas por perguntas. É bom que sempre hajam questionamentos e descobertas novas lacunas, de modo a refinar toda e qualquer teoria, ou substituí-la por uma nova.

    Por mais tempo que as forças da natureza tenham disponível, não é possível que as mesmas construam <buma única célula, mas vocês acreditam que toda a vida na Terra é o resultado de forças aleatórias e não inteligentes.

    Você é incapaz de provar que não seja possível. Então não deve afirmar isso categoricamente.
    De igual forma não digo: "Não existe um Deus." Limito-me a afirmar que tais fenomenos e processos são explicáveis sem a necessidade de imaginar tal entidade.
    Assim a menos que você prove impossibilidade, não pode afirmar isso.
    A probabilidade é plausível, considerando o número de planetas, galáxias, e etc… Aliando isso a uma imensidão de anos da idade estimada do universo, torna-se algo não tão impossível.

    Para quem acredita que as baleias evoluiram de animais terrestes, e que os dinossauros transformaram-se em áves, uma cobra falante é um pequeno passo de fé.

    A diferença, é que essas hipóteses foram embasadas em registro fóssil, em sequenciamento de DNA, características morfologicas semelhantes, ou seja, em EVIDENCIAS.
    Por outro lado, os "fatos" bíblicos são apenas uma narração feita por um homem. É preciso simplesmente aceitar que a vida é assim porque está ESCRITO, e não porque depois de muito estudo chegou-se a aquela conclusão.
    Acredita-se no relato de pessoas comuns da idade do bronze como fonte confiável de geração da vida.

    E entre esses dois casos, o grau de fé necessária é muito maior no segundo.

    Like

  8. Evolução de proteínas por ADN? O que é isso e em que é que isso mostra a evolução de peixes para pescadores?

    Like

  9. adim says:

    ´´Existem muitas evidencias em fosseis“, esse é mais um mantra ateu, cade esses fosseis?

    Like

  10. Mats says:

    Evolução de proteínas (quanto a síntese) por DNA,

    Huh?! Evolução de proteínas?! Por metodos aleatórios, ou dentro de laboratórios e em condições controladas?

    A distribuição ambiental que causa especiação

    Especiação não é evolução.

    Registro Fóssil (que apesar de ser um processo raro, sustenta bastante a evolução),

    Não existem evidências no registo fóssil que confirmem a tese de que a diversidade biológica é o resultado de forças aleatórias.

    Orgãos vestigiais (como as asas de um avestruz),

    Estruturas que perderam funções não são evidências para a teoria que a vida por si só CRIOU novas funcções.

    Estruturas convergentes,

    Mais uma ilusão.Elas só são “convergentes” se a evolução aconteceu, mas isso é o ponto em questão. Classificá-las de convergentes é assumir o que tem que ser provado.
    Além disso, essas estruturas convergentes são bem mais logicamente explicadas como o resultado de design propositado. Alguém quis que elas assim fossem para que nós soubessemos que há design por trás.

    Dizer que a vida foi criada Pelo Deus Invisível não é adivinhação, as a declaração de um facto.

    Um fato não falseável?

    É tão “não falseável” como a teoria que afirma que a vida criou-se a si mesma.

    Desculpe-me, mas você só pode afirmar que algo é fato, quando a existencia desse está comprovada.

    O mesmo em relação à evolução?

    Não é comprovada a existência de NENHUM Deus. Sendo assim sua afirmação não é correta.

    Não é comprovada, ou não é aceite? A existência do Deus da Bíblia é comprovada, primeiramente pela existência da vida (visto que não existe nenhuma força “natural” capaz de criar a vida a partir de químicos sem vida), e seguidamente pelos dados arqueológicos, históricos, pessoais e muito mais.

    Qual é a alternativa? QUe a vida criou-se a si mesma? Acreditas mesmo nisso?

    A alternativa é falseável, e conforme avanço nos experimentos foi possível mostrar que não era uma possibilidade absurda. Condições favoráveis podem beneficiar o aparecimento de vida.

    Por outras palavras, tudo pode acontecer se tudo puder acontecer.
    Além disso, como é que se falsifica a teoria que afirma que a vida criou-se a si mesma?

    E em ciência, não escolhemos a “melhor” alternativa. Escolhemos a que mais está suportada por evidencias.

    Em ciência é isso que se faz, mas com a teoria da evolução escolhe-se a melhor alternativa naturalista, independentemente das evidências contrárias.

    E entre um Deus auto-existente, eterno, imaterial, e capaz de todas as coisas, e entre um conjunto de fenomenos que favorecem o aparecimento de vida, o segundo é suportado por um número maior de evidencias.

    Excepto quando não é. Não existe força natural alguma capaz de organizar químicos sem vida de modo a que eles se tornem autoreplicantes. Não existe força natural ncapaz de, por si só, gerar uma única célula, deixando de lado as milhões de outras que existem nas formas de vida. Não existe força não inteligente capaz de gerar sistemas de informação, mas a vida é literalmente carregada de código informativo. Como é que esse ccódigo (ADN) surgiu? A tua proposição é claramente irracional.

    Menos aqueles que habitam no planeta Terra. Aquii não precisamos dos misteriosos “mecanismos evolutivos” para explicar o mundo, e muito menos para contruir algo de benéfico para a nossa vida.

    Diga isso a pessoas que possuem diabetes.
    O entendimento de procedimentos evolutivos e síntese de proteínas, nos levou a entendimento transgenico.

    Como é que a crença que afirma que a vida criou-se a si mesmo ajuda a medicina?

    Hoje, a insulina é produzida por uma bactéria transgenica (desculpe não me lembrar o nome cientifico da bactéria), que teve enxertado o gene responsável pela produção de insulina humana em seu DNA. E assim por meio de fermentação ela produz insulina humana.

    Excelente trabalho de design inteligente, planeamento e codificação. Como é que isso se baseou na teoria da evolução moléculas-para-homens?

    Conhecer os processos de evolução, e de síntese de proteínas foram importantíssimos para estabilizar a vida da bactéria e força-la a produzir insulina (cuja a síntese em laboratório seria um processo caríssimo).

    Conhecer a informação presente nas bactérias e usá-la de modo a ajudar o ser humano foi importante para forçá-la a produzir insulina. Síntese de proteínas não é explica a origem das proteínas.
    Repito, como é que a teoria da evolução foi importante aqui? Um médico criacionista não pode fazer síntese de proteínas?

    A evolução está muito mais presente no seu dia-a-dia do que voce pode imaginar….

    Só se tu definires “mutações” como “evolução”. O problema é que mutação não é evolução.

    Boa lógica. Deixa-me perguntar umas coisinhas:
    1. Antes de se pensar que o ser humano e o rato tinham um parente comum, não se faziam esperiências com os mesmos?

    Claro que sim. Mas eram experimentos as cegas.

    Quem disse isso? Muitos antes de Darwin o criacionista Lineus já tinha classificado os animais de uma forma mais ou menos coerente. Como é que ele consguiu fazer isso sem acreditar que a vida se tinha criado a si mesma?

    Pegando novamente o exemplo da insulina. Anteriormente a produção desta por meio de bactérias, retirava-se insulina de porco para injetar em humanos.

    Como é que surgiram as bactérias, os porcos e os seres humanos? Mostrar exemplos de uso de informação genética de uns nos outros não é evidência para a teoria da evolução.

    Mas como saber qual produziria a mais próxima do ser humano, sem que esta fosse combatida como invasor e etc?
    O aprimoramento da teoria, refinou o entendimento e facilitou os experimentos.

    etc, etc,etc. Totalmente irrelevante.

    A ciência não é movida por respostas, mas por perguntas. É bom que sempre hajam questionamentos e descobertas novas lacunas, de modo a refinar toda e qualquer teoria, ou substituí-la por uma nova.

    Excepto a teoria da evolução. Essa não pode ser nunca substituída!

    Por mais tempo que as forças da natureza tenham disponível, não é possível que as mesmas construam uma única célula, mas vocês acreditam que toda a vida na Terra é o resultado de forças aleatórias e não inteligentes.

    Você é incapaz de provar que não seja possível.

    Posso inferir isso devido a total falta de evidências, e devido ao facto de que todos os sistemas de informação que conhecêmos terem uma causa inteligente. Como a célula é um sistema de informação, isso invalida causas não inteligentes ATÉ que vocês evolucionistas nos possam mostrar qual a força natural capaz de o fazer.

    De igual forma não digo: “Não existe um Deus.” Limito-me a afirmar que tais fenomenos e processos são explicáveis sem a necessidade de imaginar tal entidade.

    Mas ao usares a palavra “imaginar” estás a assumir que não existe. Contradizes-te.
    Além disso, não é logicamente possível compreender a origem da vida sem se aceitar Deus. Se rejeitas a proposição judaico-cristã, ficas para sempre às aranhas À procura da melhor explicação para a origem da vida. Não é por acaso que os evolucionistas quase todos os anos aparecem com mais uma teoria sobre a origem da vida. É cíclico.

    Assim a menos que você prove impossibilidade, não pode afirmar isso. A probabilidade é plausível, considerando o número de planetas, galáxias, e etc… Aliando isso a uma imensidão de anos da idade estimada do universo, torna-se algo não tão impossível.

    Para além do facto do universo não ter os imaginados milhões de anos, convém ressalvar que o tempo é inimigo da complexidade. Põe um pedaço de comida à mercê das forças da natureza, e vê o que acontece. Fica mais organizada? Fica mais complexa? Agora volta o tempo atrás e imagina a suposta primeira forma de vida que apareceu À mercê das forças da natureza. Sem defesas, sem nada. Como é que ela sobreviveu? A tua “alternativa” contradiz aquilo que nós vêmos a acontecer todos os dias. Tu queres que nós ponhamos fé numa coisa que nós sabemos que não é possível. Isso é uma fé irracional.

    Para quem acredita que as baleias evoluiram de animais terrestes, e que os dinossauros transformaram-se em áves, uma cobra falante é um pequeno passo de fé.

    A diferença, é que essas hipóteses foram embasadas em registro fóssil, em sequenciamento de DNA, características morfologicas semelhantes, ou seja, em EVIDENCIAS.

    Não há evidências que confirmem a teoria ridícula que afirma a transformação de um réptil numa áve, e muito menos dum animal terreste numa baleia. Pensa só na locomoção das baleias. Como é que isso foi acontecendo gradualmente, sem que a baleia (ou o animal que se tornou na baleia) tivesse sido selecionado para a morte?
    ´

    Por outro lado, os “fatos” bíblicos são apenas uma narração feita por um homem.

    Vários homens, por acaso.

    É preciso simplesmente aceitar que a vida é assim porque está ESCRITO, e não porque depois de muito estudo chegou-se a aquela conclusão.

    Deus não precisa de estudar. O homem é que precisa. Deus apenas revela o modo como Ele fez a vida. Felizmente, as evidências estão de acordo.

    Agora, o que tu acreditas tem que ser acreditado FORÇOSAMENTE, mesmo que as evidências apontem na direcção contrária.
    Isso é fé.

    Like

  11. Luis Gustavo says:

    Huh?! Evolução de proteínas?! Por metodos aleatórios, ou dentro de laboratórios e em condições controladas?

    Evolução quanto a síntese de proteínas.
    O que você chama de “método aleatório” são simplesmente as forças naturais que regem os processos bioquímicos.
    O fato de cientistas não serem capazes de produzir em laboratório um furacão, não faz dele um evento completamente aleatório e de compreensão impossível…

    Like

  12. Luis Gustavo says:

    Especiação não é evolução.

    Isso é um dos mecanismos nos quais a evolução trabalha. Essa de falar que especiação não é evolução é bordão de criacionista. Assim como falar que “macroevolução” e “microevolução” não são evoluções. Esses termos só existem para criacionistas, e para biólogos, ambos representam exemplos de evolução.

    Não existem evidências no registo fóssil que confirmem a tese de que a diversidade biológica é o resultado de forças aleatórias.

    Existem forças bem conhecidas responsáveis pela formação dos fósseis. As condições necessárias para a fossilização são conhecidas, e não existe nada de aleatório nisso.

    Estruturas que perderam funções não são evidências para a teoria que a vida por si só CRIOU novas funcções.

    De igual forma também não sustentam o fato de que alguma força externa ao espaço-tempo as criou daquela exata maneira.
    Acontece que essas estruturas evidenciam os principios da seleção natural, que é um dos mecanismos chave da evolução.

    Além disso, essas estruturas convergentes são bem mais logicamente explicadas como o resultado de design propositado. Alguém quis que elas assim fossem para que nós soubessemos que há design por trás.

    E de onde partir da premissa que isso foi projetado para ser assim, nos permite investigar mais a fundo como é feito o projeto?
    Tecnicamente: “Se desconhecemos a possibilidade de tal estrutura se formar, ela só pode ter sido projetada”. Isso é muito comodo, e não beneficia em nada o pensamento científico.

    É tão “não falseável” como a teoria que afirma que a vida criou-se a si mesma.

    Dizer que a vida veio a partir de reações químicas, implica na possibilidade de verificar se isso é possível ou não. Você pode tentar produzir vida num laboratório e por meio de probabilidade verificar qual a possibilidade do surgimento dela.

    Agora por outro lado, não somos capazes de falsear um ser externo ao espaço-tempo. Não há como reproduzir o ato do “planejador” simplesmente porque sua “força” vai além de nossa limitação física. Ou seja, você não pode experimentar e demonstrar que somente Deus é capaz de criar vida, pelo simples fato de que você não pode demonstrar Deus.

    Não é comprovada, ou não é aceite? A existência do Deus da Bíblia é comprovada, primeiramente pela existência da vida (visto que não existe nenhuma força “natural” capaz de criar a vida a partir de químicos sem vida), e seguidamente pelos dados arqueológicos, históricos, pessoais e muito mais.

    Não é comprovada. rsrs

    A existencia de NENHUM ser externo ao universo espaço-tempo e contendo as características “divinas”. Principalmente dizer que o Deus “bíblico” é comprovado pela existencia de vida. :O
    Alá é comprovado pela existencia de vida? Ganesha é comprovado pela existencia de vida? Enfim, eu mesmo poderia criar uma deidade (Ad ignorantim) e isso continuaria constituindo uma falácia filosófica assim como a que está fazendo. (além de também praticar uma falácia non sequitur…)

    Nenhum dos dados históricos, arqueológicos, etc provam a existencia de Deus. Provam a existencia no máximo dos relatos judaicos, mas não evidenciam Deus.

    Sendo assim todo seu argumento foi falacioso.

    Por outras palavras, tudo pode acontecer se tudo puder acontecer.
    Além disso, como é que se falsifica a teoria que afirma que a vida criou-se a si mesma?

    Se falseia indo ao laboratório, e mostrando quimicamente a impossibilidade de serem criados aminoácidos ou RNA auto-replicantes ( o que para a sua infelicidade já foram produzidos ), que sustentam ainda mais a possibilidade de que a geração de vida possa ter sido espontanea.

    Em ciência é isso que se faz, mas com a teoria da evolução escolhe-se a melhor alternativa naturalista, independentemente das evidências contrárias.

    Que evidencias contrárias?

    Não existe força natural alguma capaz de organizar químicos sem vida de modo a que eles se tornem autoreplicantes.

    RNA auto-replicantes, vírus, etc
    Existem diversos mecanismos bem estudados de como isso é possível.

    Não existe força não inteligente capaz de gerar sistemas de informação, mas a vida é literalmente carregada de código informativo.

    Você esquece completamente de lembrar que a reprodução crucial nas mutações ou “fusões” genéticas.

    Como é que esse ccódigo (ADN) surgiu? A tua proposição é claramente irracional.

    Infelizmente o DNA se decompõe depois de menos 1 milhão de anos. Como o surgimento da vida foi anterior a isso, especula-se a origem do DNA, por meio de organismos com RNA.

    O que de qualquer modo não faz da proposição de que o DNA surgiu do nada a partir de um ser cujas características são desconhecidas, racional…

    _______________________________________________________

    Depois continuo a responder… Preciso sair!

    Like

  13. Luis Gustavo says:

    Como é que a crença que afirma que a vida criou-se a si mesmo ajuda a medicina?

    Como é que a crença de que Deus criou todas as coisas ajuda a medicina?
    ¬¬

    Acontece que entender que a vida (independente se de nível celular ou um ser humano), é passível de mutações, especiações, estão sujeitas a seleção natural, e etc, ajudam no refinamento dos estudos nessas áreas.
    Entender que um dia compartilhamos um descendente em comum com um outro animal, nos ajuda a entender um pouco mais de nós mesmos. E assim manter nossa “evolução” rumo ao objetivo principal da medicina, que é dar qualidade de vida.

    Excelente trabalho de design inteligente, planeamento e codificação. Como é que isso se baseou na teoria da evolução moléculas-para-homens?

    Em que parte isso caracteriza design inteligente? Em que parte isso caracteriza planejamento? E que tipo de codificação você se refere?

    A base da teoria da evolução é identificar semelhanças, e apontar onde e quando houve diferenciação. Nesse caso, isso nos foi benéfico e aplicável, para o exemplo que citei.

    Síntese de proteínas não é explica a origem das proteínas.

    Identificar o gene responsável pela síntese dessa proteína sim.

    Repito, como é que a teoria da evolução foi importante aqui? Um médico criacionista não pode fazer síntese de proteínas?

    E onde eu disse que médicos que sintetizam insulina? ¬¬

    E um criacionista pode fazer o que quiser. Desde que ele assuma que aquilo não é “complexamente irredutível” e esteja disposto a dissecar mais e mais uma estrutura. Mostrar que “o todo” que ele enxerga como planejado, pode ser desmembrado, a ponto de compreender que isso foi um processo lento de união, mutação, etc.. (mas você vai dizer que isso não é evolução de novo né? rsrs)

    Só se tu definires “mutações” como “evolução”. O problema é que mutação não é evolução.

    Então você precisa melhorar só um poucão o seu entedimento do que é evolução. Sem mutação, não há evolução. Evolução significa MUDANÇA, independente se essa seja positiva ou negativa.

    Quem disse isso? Muitos antes de Darwin o criacionista Lineus já tinha classificado os animais de uma forma mais ou menos coerente.

    O fato dele ser criacionista ao definir a classificação não faz disso a taxonomia atual, faz?
    Isso é irrelevante. Em ciência busca-se evidencias, não a que orientação politica ou religiosa pertence o autor da obra/pesquisa/teoria.
    Se a taxonomia de Lineu era coerente, era porque ele era um bom cientista.

    Como é que ele consguiu fazer isso sem acreditar que a vida se tinha criado a si mesma?

    ,

    Por isso que até hoje usamos a taxonomia de lineu né? ERRADO! 😀
    A taxonomia de Lineu mostrou-se satisfatória, mas foi aperfeiçoada conforme o entedimento da biologia evoluiu. Com a teoria da evolução.

    Como é que surgiram as bactérias, os porcos e os seres humanos? Mostrar exemplos de uso de informação genética de uns nos outros não é evidência para a teoria da evolução.

    Não. Provavelmente é evidencia de que Deus criou todos com características iguais só pra nos “tentar” a “acreditar” na evolução… ¬¬

    Excepto a teoria da evolução. Essa não pode ser nunca substituída!

    Vamos substituir a Evolução por qual brilhante teoria? A do DI + YEC (Young Earth Creation) ??

    Então todos os biólogos, químicos (na área de decaimento radioativo), paleontólogos, geólogos, etc enfim, boa parte de toda a ciencia está errada.

    Para que uma teoria seja aceita, ela precisa no mínimo REFINAR teorias anteriores, ou ser capaz de SUPRIR todas as anteriores de modo a supri-las. O DI não é capaz de fazer isso.

    O máximo que você poderia fazer, é alegar que por traz de todos os mecanimos evolutivos, todas as leis que regem o universo, existe um projetista, que colocou tudo pra funcionar, e que depois de anos e anos, o projeto se concluiu.

    Fora isso, você não tem que substituir uma, mas MUITAS teorias.
    Como o evolucionismo, além de explicar objetivamente a toda variedade de vida, ela refina e é refinada por outras teorias. Isso faz com que ela seja, até agora, insubstituível.

    Como a célula é um sistema de informação, isso invalida causas não inteligentes ATÉ que vocês evolucionistas nos possam mostrar qual a força natural capaz de o fazer.

    Quem disse que a célula é um sistema de informação? Você?

    Mas ao usares a palavra “imaginar” estás a assumir que não existe. Contradizes-te.

    Pasteur jamais havia visto um microorganismo, mas imaginou sua existencia.
    Imaginar nunca é sinonimo de não-existencia.
    Você falhou.

    Além disso, não é logicamente possível compreender a origem da vida sem se aceitar Deus.

    Não é logicamente possível compreender a origem de Deus. Assume-se que este seja uma entidade pessoal, eterna, dotada de todas os “super-poderes” que se possa imaginar. E ele simplesmente existe, e desejou criar tudo que há. Simples assim…¬¬

    Você não pode aplicar como lógico a existencia de um ser que está fora dos argumentos lógicos.
    Sendo assim, quem não está sendo lógico é você.

    Se rejeitas a proposição judaico-cristã, ficas para sempre às aranhas À procura da melhor explicação para a origem da vida.

    Aqui você se entregou. Não é possível por argumentos lógicos, provar que o Deus judaico-cristão existe. Não é possível sequer provar a existencia de um deus, quanto menos de um deus definido.

    E que bom que sempre os evolucionistas, ou qualquer cientista que se preze, procura sempre refutar as idéias apresentadas. Assim elas podem ser aprimoradas ou substituidas.

    Vale repetir: Ciencia é feita de perguntas, não de respostas e certezas.

    Põe um pedaço de comida à mercê das forças da natureza, e vê o que acontece. Fica mais organizada? Fica mais complexa?

    Falácia da falsa analogia.
    Tanto as condições de ambiente, quanto a composição de um “pedaço de comida” diferem das características de uma vida primitiva e das condições presentes na terra naquela época.

    Agora volta o tempo atrás e imagina a suposta primeira forma de vida que apareceu À mercê das forças da natureza. Sem defesas, sem nada. Como é que ela sobreviveu?

    Não sei.. A pobre PRIMEIRA VIDA tinha TANTOS PREDADORES contra ela né?
    [/ironia]

    Ora, haviam condições ideais para o surgimento da vida. E houveram condições para que ela se mantivesse. Caso contrário não estariamos aqui.

    Quais essas condições?
    Eu não possuo conhecimento sobre isso. Ou não sei como passar isso.
    Mas se quiser ler e compreender, aqui está bem

    http://unabrasil.wordpress.com/2009/05/27/a-origem-da-vida-primeira-parte/

    Tu queres que nós ponhamos fé numa coisa que nós sabemos que não é possível. Isso é uma fé irracional.

    Que tal dizer de um ser invísivel, onisciente, onipresente, eterno, etc e que não é possível provar sua existencia.
    Ok, vamos tentar… Que caia um raio na minha cabeça agora se ele existir…

    hmmm nada.

    Não há evidências que confirmem a teoria ridícula que afirma a transformação de um réptil numa áve, e muito menos dum animal terreste numa baleia

    Não há evidencias pra quem não procura.
    Pra quem estuda e procura existem aos montes:

    http://www.talkorigins.org/faqs/comdesc/

    (mas eu imagino que você não vai ler, e vai continuar se iludindo de que “não há evidencias”…. )

    Vários homens, por acaso.

    Hmm tá!

    Deus não precisa de estudar. O homem é que precisa. Deus apenas revela o modo como Ele fez a vida. Felizmente, as evidências estão de acordo.

    Ah sim. Toda a ciencia que adquirimos veio a partir da bíblia…

    Agora, o que tu acreditas tem que ser acreditado FORÇOSAMENTE, mesmo que as evidências apontem na direcção contrária.
    Isso é fé.

    Faço minhas as suas palavras…

    😀

    Boa noite!

    Like

  14. L.Democh says:

    Sr. Luís Gustavo, se precisares de um novo teclado, creio que posso ser útil!
    Hehee…

    Ainda complemento no “Agora, o que tu acreditas tem que ser acreditado FORÇOSAMENTE, mesmo que as evidências apontem na direcção contrária.
    Isso é fé.” de autoria esdrúxula.

    Não há “forçosamente” na ciência, há uma tendência refutável – seguindo parâmetros e lógica, MÉTODO – que sim, pode se alterar seguindo as evidências disponíveis (refutável por quem dispõe de conhecimento para o fazer e não se apoiar em substanciais arbitrariedades pseudo-científicas).
    O sr. Mats se confunde na raiz do método crendo que tal deveria ser fixista, repleta de seguidores encapuzados, anões disformes com tochas e animais fantásticos (há idiotas que nada sabem de nada e falam seguir alguma coisa por moda, mas são apenas idiotas – não evolucionistas ou darwinistas [o mesmo no criacionismo… porém quando falam de Evolução sempre parecem idiotas resumindo o que não acham que é porque leram na Veja])…

    O teu dogma é fixo.
    E ele não reside em nenhum dos ramos cientes das ciências modernas (mesmo que insista que as “ciências” comprovem que seu livro está certo, esta é uma crença sua – e apenas de seus contíguos paroquiais que muito se instruíram assinstindo Fringe e outros seriados legais – e não disseminada entre quem constrói e divulga Ciência).

    E para as teorias do surgimento das protocélulas e do início da vida, direcionem suas pesquisas para Jack W. Szostak, David P. Bartel e P. Luigi Luisi, assim como John Sutherland (o que talvez o remetam ao título do post e decaiam à logorréia usual sem lerem sequer uma palavra de ciência – e dá-lhe versículos fora de contexto: a versão cristã-ocidental da chibatada dos muçulmanos às “mulheres infiés”).

    No mais, o sr. Luís Gustavo o fez com primor (e mereceria uma resposta à altura – porém sabemos que isso não vai ocorrer pois sempre falta bibliografia às casuais respostas).

    Like

  15. Mats says:

    O que você chama de “método aleatório” são simplesmente as forças naturais que regem os processos bioquímicos.

    Nenhum deles alguma vez foi visto a acrescentar informação genética, nem a criar novos orgãos, novas estruturas ou novas funcionalidades.
    Mostra-me evidências de forças aleatórias a geram códigos de informação. Isso seria um bom começo.

    O fato de cientistas não serem capazes de produzir em laboratório um furacão, não faz dele um evento completamente aleatório e de compreensão impossível…

    O furacão que acontece no mundo natural é aleatório, quer os cientistas consigam gerar um ou não. E ser-se aleatório não que dizer “de compreensão impossível”.
    Agora tu não podes usar exemplos onde cientistas usam inteligência e planeamento como evidência para um processo onde não houve inteligências e planeamento. Isso é uma falsa analogia.

    Especiação não é evolução.

    Isso é um dos mecanismos nos quais a evolução trabalha.

    É um dos mecanismos necessários para a evolução, mas não é suficiente.Se eu disser que fui a pé daqui até a Espanha, e oferecer como evidência o facto de eu ser capaz de dar um passo, isso seria insuficiente, embora seja necessário.
    O aparecimento de novas espécies, algo que está bem dentro do criacionismo Bíblico, não é evidência para a teoria da evolução. Lembra-te que o título do livro de Darwin era a ORIGEM das espécias e não a MODIFICAÇÃO das espécies.

    Assim como falar que “macroevolução” e “microevolução” não são evoluções. Esses termos só existem para criacionistas, e para biólogos, ambos representam exemplos de evolução.

    Por acso há biólogos que usam essas expressões. Se quiseres citações, é só pedir.
    Segundo, “micro-evolução” é um termo para um processo para o qual já existia um termo qualificativo: variação. Variação está em perfeito acordo com a Bíblia, e não é evidência para a crença que afirma que a vida criou-se a si mesma.

    Não existem evidências no registo fóssil que confirmem a tese de que a diversidade biológica é o resultado de forças aleatórias.

    Existem forças bem conhecidas responsáveis pela formação dos fósseis.

    Não foi isso que eu disse. Existem forças conhecidas que podem explicar a fossilização, mas não existem fósseis que suportem a crença de que a vida criou-se a si mesma.

    Estruturas que perderam funções não são evidências para a teoria que a vida por si só CRIOU novas funcções.

    De igual forma também não sustentam o fato de que alguma força externa ao espaço-tempo as criou daquela exata maneira.

    Quando dizes “de igual forma”, concordas então que exemplos de orgãos que perderam funções não evidência para a evolução? Espero que nunca mais uses exemplos de “orgãos vestigias” como evidências para a evolução.

    Acontece que essas estruturas evidenciam os principios da seleção natural, que é um dos mecanismos chave da evolução.

    Mecanismo necessário mas não suficiente. Além disso, segundo alguns cientistas criacionistas, o conceito da selecção natural foi primeiramente aludido por um criacionista 25 anos antes de Darwin.
    A selecção natural escolhe entre aquilo que já existe. A evolução veio para explicar o aparecimento daquilo que não existe. COmo tal, exemplos de selecção natural não são evidência para a crença que afirma que a vida criou-se a si mesma.

    É tão “não falseável” como a teoria que afirma que a vida criou-se a si mesma.

    Dizer que a vida veio a partir de reações químicas, implica na possibilidade de verificar se isso é possível ou não.

    Reacções químicas acontecem, mas as necessárias para o aparecimento aleatório da vida não foram documentadas nem observadas, e nem se encontrou evidências para tal fé. Nem nós, com todos os nossos laboratórios “high-tec” conseguímos criar a vida, mas voces acreditam que as forças da natureza, as mesmas que decompõe os alimentos, fustigam a nossa pele e tudo o mais, foram capazes dxe fazer aquilo que nós, seres inteligentes, não conseguímos.
    Issso é fé.

    Você pode tentar produzir vida num laboratório e por meio de probabilidade verificar qual a possibilidade do surgimento dela.

    Já foi tentado, e as probabilidades são proibitivas. Chandra Wrickamansigue e Fred Hoyle são (ou forma) matemáticos que calcularam as probabilidades de UMA ÚNICA CÉLULA surgir por meios aleatórios, e os números que eles deram são titânicos. Um professor de Oxford disse que as probabilidades da vida surgir por si mesms são equivalentes a tu estares numa ponta do universo, e com um só tiro alvejares um alvo que esteja na outra ponta do universo.
    Voces ateus, no entanto, continuam a ter fé em probabilidades proibitivas.

    Agora por outro lado, não somos capazes de falsear um ser externo ao espaço-tempo. Não há como reproduzir o ato do “planejador” simplesmente porque sua “força” vai além de nossa limitação fsica. Ou seja, você não pode experimentar e demonstrar que somente Deus é capaz de criar vida, pelo simples fato de que você não pode demonstrar Deus.

    Semelhantemente, como não podemos “demonstrar” (observar?) um dinossauro a tranformar-se (evoluir) numa àve, então isso não se pode falsificar. Como não se pode falsificar,então não é ciência, certo?

    O mesmo para a origem da vida, a evolução humana, a evolução da baleia e tudo o mais. Nenhum desses eventos foram observados (tal como nós não podemos observar a Deus – supostamente) , e como tal esses supostos eventos não são falsificáveis

    A existencia de NENHUM ser externo ao universo espaço-tempo e contendo as características “divinas”.

    Como é que tu sabes o que NÃO EXISTE para além daquilo que os teus sentidos podem captar?

    Principalmente dizer que o Deus “bíblico” é comprovado pela existencia de vida. :O

    Não existe teoria alternativa que esteja mais de acordo com as evidências. A versão ateísta que afirma que a vida criou-se a si mesma é totalmente ilógicaa. Acreditar-se que a vida gerou-se a si mesma é mais ridículo que acreditar que o Windows Microsoft gerou-se a si mesmo. 🙂

    Alá é comprovado pela existencia de vida? Ganesha é comprovado pela existencia de vida?

    Não porque aquilo que alá e ganesh dizem em realção ao mundo em que vivêmos está em desacordo com o que se observa. Só a Bìblia está de acordo com as observações e com os dados históricos

    Nenhum dos dados históricos, arqueológicos, etc provam a existencia de Deus. Provam a existencia no máximo dos relatos judaicos, mas não evidenciam Deus.

    Vários dados históricos suportam a existência de Deus, sendo o mais óbvio a ewxistência da vida. Como não existe nenhuma força natural capaz de criar a vida por si mesma, tal como o cientista católico Pasteur mostrou, a Bíblia é suportada com as evidências científicas.

    Além disso, como é que se falsifica a teoria que afirma que a vida criou-se a si mesma?

    Se falseia indo ao laboratório, e mostrando quimicamente a impossibilidade de serem criados aminoácidos ou RNA auto-replicantes ( o que para a sua infelicidade já foram produzidos ), que sustentam ainda mais a possibilidade de que a geração de vida possa ter sido espontanea.

    Quem foi que criou esses aminoácidos? Criaram-se sozinhos, ou houve design inteligente? 🙂
    Pelos vistos não te apercebeste que o facto de se usarem seres inteligentes para se criar aminoácidos e/ou RNA auto.replicante não nos absolutamente nada sobre como a vida surgiu. Quem é que criou os aminoácidos e o RNA auto-replicante na natureza? Se tu dizes “ninguém”, como és forçado a dizer, então o facto de *nós* sermos capazes de fazer isso não é evidência para a crença de que a natureza pode fazer isso.

    Em ciência é isso que se faz, mas com a teoria da evolução escolhe-se a melhor alternativa naturalista, independentemente das evidências contrárias.

    Que evidencias contrárias?

    A inexistência de forças naturais capazes de gerar sistemas de informação, a falta de fósseis que mostrem como é que um dinossauro se transformou a si mesmo numa áve, a falta de fósseis que mostrem a linha progressiva entre um tipo de animal (cão,vaca ou seja lá o que fôr) para uma baleia, os limites naturais para as variações genéticas, etc, etc. Não faltam dados científicos que mostrem como a evolução é falsa. É só uma questão de procurar.

    Não existe força natural alguma capaz de organizar químicos sem vida de modo a que eles se tornem autoreplicantes.

    RNA auto-replicantes, vírus, etc

    Quem disse que o RNA auto-replicante e os virus são o resultado de forçãs não-inteligentes a operarem sobre os químicos sem vida? Estás a assumir oque tens que dar evidências.

    Não existe força não inteligente capaz de gerar sistemas de informação, mas a vida é literalmente carregada de código informativo.

    Você esquece completamente de lembrar que a reprodução crucial nas mutações ou “fusões” genéticas.

    Mutações operam sobre informação QUE JÁ EXISTE. Fusões o mesmo. A tua teoria veio para explicar o aparecimento de NOVAS funções.

    Como é que a crença que afirma que a vida criou-se a si mesmo ajuda a medicina?

    Como é que a crença de que Deus criou todas as coisas ajuda a medicina?

    Se nós aceitarmos que a vida é o resultado do acto Criativo de Deus, e não do resultado demilhões de anos de mutações aleatórias filtradas pela selecção natural, a forma como vêmos os seres humanos vai mudar. Primeiramente, a vida torna-se santa. O médico que saiba que todos os seres humanos são preciosos aos Olhos de Deus não vai tomar as mesmas posições do médico que pense que a vida criou-se a si mesma. Um exemplo disso é o evolucionista Josef Mengele. O mesmo fez experiências médicas com seres humanos porque pensava que os judeus não eram bem humanos, mas uma raça inferior. Se ele aceitasse que todos os seres humanos são iguais aos Olhos de Deus, e que não existem raças superiores ou inferiores, ele não teria justificação para o que fez.
    Semelhantemente, a crença no “junkDNA” ou no orgãos vestigias é perigosa para a medicina. O médico que saiba que a vida é o resultado de design não vai remover orgãos do corpo de outro ser humano apenas e só porque ele não sabe a sua função, e como tal “deve ser vestigial”.
    A única medicina que “precisa” da teoria da evolução é o eugenismo, e todos nós sabemos onde isso acaba, certo? Treblinka.
    ¬¬

    A base da teoria da evolução é identificar semelhanças, e apontar onde e quando houve diferenciação. Nesse caso, isso nos foi benéfico e aplicável, para o exemplo que citei.

    Mas o facto de haver semelhanças não é evidência para a teoria da evolução. Existem semelhanças entre carros e tractores, mas isso nmão quer dizer que tiveram um descendente comum.
    Quanto ao “apontar onde e quando houve diferenciação”, isso é mais mitologia derivada da crença na teoria da evolução, a mesma coisa que se está a tentar provar ou dar evidências.

    Só se tu definires “mutações” como “evolução”. O problema é que mutação não é evolução.

    Então você precisa melhorar só um poucão o seu entedimento do que é evolução. Sem mutação, não há evolução. Evolução significa MUDANÇA, independente se essa seja positiva ou negativa.

    haha
    E com isso defines a teoria bem para fora da ciência. Sim, porque se defines a teoria da evolução como “mudança”, não há forma de falsificá-la. Mudanças acontecem SEMPRE, e como tal uma teoria que é definida com um processo que acontece sempre, não é falsificáel. Tu bem podes definir a teoria da evolução como “aquilo que acontece”. É tão cientificamente válida como a tua definição de “mudança”.

    Em ciência busca-se evidencias, não a que orientação politica ou religiosa pertence o autor da obra/pesquisa/teoria.

    Sim, em ciência faz-se isso, mas não é isso que se faz na teoria da evolução.
    <

    blockquote> Como é que ele (Lineus) consguiu fazer isso sem acreditar que a vida se tinha criado a si mesma?

    Por isso que até hoje usamos a taxonomia de lineu né? ERRADO! 😀
    A taxonomia de Lineu mostrou-se satisfatória, mas foi aperfeiçoada conforme o entedimento da biologia evoluiu. Com a teoria da evolução.Mais um mito. Talvez não saibas, mas a clasificação de Lineus é TOTALMENTE O OPOSTO do que seria de esperar se a evolução moléculas-para-homem fosse verdade. Lineus, o criacionista, mostrou que, contrariamente ao mito darwinista, que assume um fluir contínuo de uma forma de vida para a outra, as formas de vida podem-se enquandrar em áreas bem distintas umas das outras, e que todos os animais do mesmo grupo são equidistantes uns dos outros do mesmo grupo. Isto é totalmente não-evolutivo.

    Como é que surgiram as bactérias, os porcos e os seres humanos? Mostrar exemplos de uso de informação genética de uns nos outros não é evidência para a teoria da evolução.

    Não. Provavelmente é evidencia de que Deus criou todos com características iguais só pra nos “tentar” a “acreditar” na evolução

    Semelhnaça genética não é evidência para descendência comum. Podem ser semelhanças baseadas na funcionalidade comum.

    Excepto a teoria da evolução. Essa não pode ser nunca substituída!

    Vamos substituir a Evolução por qual brilhante teoria? A do DI + YEC (Young Earth Creation) ??

    Vamos substituir a teoria da evolução pela mesma teoria que os fundadores da biologia moderna acreditavam: CRIAÇÃO. Tal crneça não foi impedimento para oavanço da ciência, muito menos para o sucesso da medicina. Ah, e a melhor parte é que está de acordo com as observações.

    Então todos os biólogos, químicos (na área de decaimento radioativo), paleontólogos, geólogos, etc enfim, boa parte de toda a ciencia está errada.

    Não, só as áreas que são usadas para defender os mitológicos milhões de anos, e as partes que são usadas para defender a tese de que a vida criou-se a si mesma. De resto, a ciência funciona perfeitamente. A ciência precisa da evolução tal como um turbarão precisa de uma bicicleta.

    Para que uma teoria seja aceita, ela precisa no mínimo REFINAR teorias anteriores

    Mesmo aquelas que estejam erradas, como é o caso da teoria da evolução?,

    ou ser capaz de SUPRIR todas as anteriores de modo a supri-las. O DI não é capaz de fazer isso.

    É-o facilmente. estrutura tipo-máquina das formas de vida mitigam contra as suas origens supostamente aleatórias.

    O máximo que você poderia fazer, é alegar que por traz de todos os mecanimos evolutivos, todas as leis que regem o universo, existe um projetista, que colocou tudo pra funcionar, e que depois de anos e anos, o projeto se concluiu.

    Mas como não existem “mecanismos evolutivos”, isso seria irracional.

    Fora isso, você não tem que substituir uma, mas MUITAS teorias.

    Sim, todas aquelas da qual depende a teoria da evolução. Depois de serem exorcizadas da ciência, os cientistas podem continuar a fazer o seu trabalho alegremente como se nada tivesse acontecido.

    Como o evolucionismo, além de explicar objetivamente a toda variedade de vida, ela refina e é refinada por outras teorias. Isso faz com que ela seja, até agora, insubstituível.

    bwahah!
    A evolução não explica “objectivamente toda a variedade de vida”. A teoria da evolução não consegue explicar a origem DE UMA ÚNICA CÉLULA, quanto mais TODA a variedade da vida.
    Repito: não existe nenhuma força natural capaz de, por si só, organizar químicos de forma a que eles se tornem autoreplicantes. Nós humanos, usando a nossa inteligência, podemos fazer isso, mas a natureza por si só não é capaz.
    A teoria da evoolução, como se vê, é totalmente desnecessária para a ciência. Por isso é que mais e mais cientistas se insurgem contra ela. Mais ainda se insurgiriam se não fossem os ataques a que seriam alvos seguidamente. A teoria da evolução é como o islão: se sais dessa religião prepara-te para seres perseguido.

    Como a célula é um sistema de informação, isso invalida causas não inteligentes ATÉ que vocês evolucionistas nos possam mostrar qual a força natural capaz de o fazer.

    Quem disse que a célula é um sistema de informação? Você?

    Practicamente todos os cientistas. Não é verdade porque os cientistas dizem, mas sim devido à estrutura da célula.

    Além disso, não é logicamente possível compreender a origem da vida sem se aceitar Deus.

    Não é logicamente possível compreender a origem de Deus.

    Não se pode compreender uma coisa que nunca aconteceu.

    Assume-se que este seja uma entidade pessoal, eterna, dotada de todas os “super-poderes” que se possa imaginar. E ele simplesmente existe, e desejou criar tudo que há. Simples assim

    Basicamente.

    Você não pode aplicar como lógico a existencia de um ser que está fora dos argumentos lógicos.

    Quem disse que a existência de Deus está “fora dos argumentos lógicos”?

    Se rejeitas a proposição judaico-cristã, ficas para sempre às aranhas À procura da melhor explicação para a origem da vida.

    Aqui você se entregou. Não é possível por argumentos lógicos, provar que o Deus judaico-cristão existe.

    Quem disse isso? Sem a existência de Deus, nem existiria a lógicam quanto mais.

    Não é possível sequer provar a existencia de um deus, quanto menos de um deus definido.

    Quem disse que não é possível provar a existência de Deus?

    E que bom que sempre os evolucionistas, ou qualquer cientista que se preze, procura sempre refutar as idéias apresentadas. Assim elas podem ser aprimoradas ou substituidas.

    Menos a teoria da evolução. Essa é “insubstituível”.

    Põe um pedaço de comida à mercê das forças da natureza, e vê o que acontece. Fica mais organizada? Fica mais complexa?

    Falácia da falsa analogia.
    Tanto as condições de ambiente, quanto a composição de um “pedaço de comida” diferem das características de uma vida primitiva e das condições presentes na terra naquela época.

    Isso é assim porque tu dizes que é assim. Tu estavas lá, e sabes quais eram as condições presenrtes na altura, certo? Ou será que as condições da altura eram diferentes porque senão a evolução não teria acontecido? E como a evolução aconteceu, então as condições de então eram diferentes, certo?
    Pensamento circular.

    Agora volta o tempo atrás e imagina a suposta primeira forma de vida que apareceu À mercê das forças da natureza. Sem defesas, sem nada. Como é que ela sobreviveu?

    Não sei.. A pobre PRIMEIRA VIDA tinha TANTOS PREDADORES contra ela né?
    [/ironia]

    Queres dizer portanto que a única coisa que pode destruir a vida são os predadores? Se é assim, então a vida em Marte actual seria possível, certo? Como é que eu sei disso? Ora, porque não há predadores. Ah, sim, há aquelas coisas incómodas como radiações, e calor, e falta de atmosfera protectora, e gases nocivos, mas não faz mal! Como não há predaodres, a vida é possivel.
    É tão bom ser-se evolucionista. Tudo é tão fácil quando se é evolucionista.

    Ora, haviam condições ideais para o surgimento da vida.

    Claro que haviam. Nós sabemos que havia “condições ideias” para o surgimento da vida.
    Se não houvessem “condições ideias” para o surgimento da vida,a vida não surgiria. Como a vida surgiu, então havia “condições ideias” para o surgimento da mesma, certo?
    Pensamento circular outra vez.

    E houveram condições para que ela se mantivesse. Caso contrário não estariamos aqui.

    Portanto:
    1. Havia condiçoes ideias para a vida se manter. Como é que sabemos disso? Pelo facto da vida existir. E porque é que a vida existe? Porque havia condições ideias para ela se manter. Como é que sabemos disso? Pelo facto da vida existir. etc,etc,etc
    Mais pensamento circular.
    Talvez a vida exista porque…..ela foi criada?
    Não era má ideia pensares fora da caixa evolutiva para vêres o que a teoria da evolução faz ao cérebro que Deus criou e to deu. Estás a sacrificar a tua inteligência para defenders uma teoria tão ridícula como a teoria da evolução,.

    Like

  16. Luis Gustavo says:

    Sr. Luís Gustavo, se precisares de um novo teclado, creio que posso ser útil!
    Hehee…

    Pela maneira de escrever do mats, suponho que esse site seja de Portugal.

    Sou brasileiro, e mesmo com a tal “reforma ortográfica” ainda existem diferenças entre a nossa escrita e a de Portugal.

    Aqui diz-se atual. Ai escreve-se actual… [:D]

    Like

  17. Evo Lui says:

    Luís Gustavo,

    Acho que se confundiu, o comentário do teclado foi feito pelo Democh e não pelo Mats, mas pelo que entendi ele fez uma brincadeira pelo fato de ter escrito bastante (e em minha opinião, muito bem!), assim seu teclado pode ter se desgastado…:))

    Like

  18. Mats says:

    Sim Luis, eu estou em Portugal.
    Vamos tentar fazer comentários mais curtos senão cada vez que formos comentar nunca mais saímos daqui.
    Obrigado,

    Like

  19. L.Democh says:

    Evo Luí está certo! E não sou de Portugal (brasileiro – que odeia futebol e gosta de invadir sites que não leria sequer no banheiro durante um surto diarréico e febril numa ircursão pelo deserto mexicano)… ¬¬

    PS: confundir minha nacionalidade – tudo bem! Me confundir com Mats… Oo’

    Me faz perder as palavras de modo a ofendê-lo de igual a igual…

    E pelo contrário, nada de teclado novo para o sr. Mats hehee…

    Like

  20. Luis Gustavo says:

    Eu não te confundi com o mats…

    Achei que fosse de portugal tambem!

    Like

  21. Luis Gustavo says:

    Mats, vou tentar resumir então nossos textos sem “quotar” todas suas respostas.

    Mas algumas, não há como escapar:

    Nenhum deles alguma vez foi visto a acrescentar informação genética, nem a criar novos orgãos, novas estruturas ou novas funcionalidades.

    Isso, novamente é uma causalidade da falta de estudo (e até de definição) de muitos criacionistas. Estes, não sabem definir o que seria “acrescentar informação”.

    Por exemplo, os Hox Genes, seriam um exemplo básico de crescimento de membros e de causador de aumentar diferenças entre um filos.
    Em moscas drosófilas, por exemplo, que são de rápida reprodução, pequenas mutações nesses genes, faziam com que uma nova asa ou uma pata no lugar de antena crescesse.
    E por sinal, essas forças são “aleatórias”…. 😀

    O furacão que acontece no mundo natural é aleatório,

    Brilhante! E porque o surgimento de vida nunca poderia ser? 😀

    Quem foi que criou esses aminoácidos? Criaram-se sozinhos, ou houve design inteligente?

    Dadas as condições ideais, eles criaram-se sozinho. Sem interferencia do experimentador.

    Reacções químicas acontecem, mas as necessárias para o aparecimento aleatório da vida não foram documentadas nem observadas, e nem se encontrou evidências para tal fé.

    Tal como o ato de criação de Deus.
    Ninguém viu um homem de barro criando vida por ai (bíblia).
    O ato divino de criação é “documentado” no Corão, e nos livros do Hinduísmo (perdoe-me esquecer seus nomes), e ai? Então o mundo foi realmente criado por Brahma?

    Sem evidencias. Sem ciencia. Simples!

    Acreditar-se que a vida gerou-se a si mesma é mais ridículo que acreditar que o Windows Microsoft gerou-se a si mesmo.

    Outra vez, falácia de falsa analogia.
    O windows não se reproduz, assim como um organismo vivo.

    Assim como o seu exemplo do carro e do trator. Se vai comparar com alguma coisa, use uma analogia compativel.

    Não porque aquilo que alá e ganesh dizem em realção ao mundo em que vivêmos está em desacordo com o que se observa

    ,

    Você por acaso já leu os escritos deles para dizer isso?
    Aliás, O corão traz bem mais detalhado a criação do homem. Ele passa por um estágio de criação do esperma, indo para o estágio embrionário, até a formação da vida.
    Se eu fosse considerar assim, o Corão está de acordo com o que se observa. 😀 ( e muito mais que a bíblia por sinal )

    […] Em seguida, fizem-lo uma gota de esperma, que inserimos em um lugar seguro. Então, convertemos a gota de esperma em algo que se agarra, transformamos o coágulo em feto e convertemos o feto em ossos; depois, revestimos os ossos de carne; então, o desenvolvemos em outra criatura.” (Alcorão 23:12-14)

    Complicado…

    Like

  22. Luis Gustavo says:

    Agora vou apenas comentar o restante.

    O criacionismo bíblico estar de acordo com especiação, não muda o fato de que esta é um dos ramos da ciencia da evolução. PONTO.
    Você pode negar os mecanismos de evolução partindo de uma célula primitiva, até chegar a todos os seres que habitam nosso planeta hoje seja possível. Mas você não pode negar que especiações, mutações e etc ocorrem, e que estas são tipos de evolução.

    Quanto à ORIGEM DAS ESPÉCIES, o livro não propoe como surgiu vida. E como surgiu especiação. Seleção natural + mutações + tempo.
    O surgimento da vida (salvo engano) não é discutido a fundo no livro.

    Quanto a todo esse tipo de especiação estar “de acordo” com a bíblia, não muda o fato de que esta não explica como surgiu a vida. (exceto a vida humana, e de modo bem grosseiro).

    Por exemplo: “Deus criou plantas, peixes, aves, répteis, gado, etc cada um segundo sua espécie.”

    Vamos lá. Criou como?
    Quais foram os processos e mecanismos que poderiam explicar e sustentar essa criação?
    Por que os cientistas criacionistas, não explicam como o poder divino foi capaz de criar vida?
    Ou pior. Se pegarmos o caso do ser humano. A bíblia afirma que a partir do barro (ou do pó), Deus formou o homem e “soprou-lhe as narinas” de modo que esse viveu.
    Alguém conseguiu fazer uma escultura e dar vida a ela (ou pedir para que Deus lhe desse vida)? Então como podemos provar que essa possibilidade existe?

    Em resumo, onde os criacionistas fornecem informações sobre a origem?
    Deus criou. OK. Como criou? Por quais meios? De que maneira? Isso é evidenciável?

    Fala-se da probabilidade de criação de vida espontanea ser ínfima.
    Mas a probabilidade de que um ser altamente complexo e todo poderoso, simplesmente exista, é infinitamente mais improvável.
    Afinal, ele não gerou complexidade. Ele existe complexo.
    Aliás, não é possível nem admitir que seja “ele”. Pode ser uma força pura e simplesmente que não age conscientemente, mas sim seguindo as leis pela qual nosso universo é regido.

    Quando falares “falsificar” o correto é falsear (a menos que ai em portugal sseja diferente). Realmente existem coisas que não são EXPERIMENTAIS, mas são falseáveis.
    Não foi preciso para Bohr ter um microscópio eletrônico e observar a interação dos atomos para propor um modelo atomico, bem proximo do que temos hoje.

    O evento era falseável, mesmo não sendo observado. Pois haviam evidencias que conduziam à aquela conclusão.

    Por outro lado, Deus não é falseável. Ele está fora do espaço-tempo, onde não há qualquer evidencia de que possa ter existencia.
    E isso é uma pergunta que foge tanto para os que afirmam que existe Deus. O onus de que é possível, cabe aqueles que afirmam.

    E por fim, o fato de admitir um criador ou planejador para tudo que existe, não implica que esse planejador interage conosco, que ele se importa com sua criação, e que tudo que ele criou é “sagrado”, tampouco que ele tem uma missão “pós-morte” para cada um dos que aqui estão.

    E para que fique claro: A evolução não baseia-se na origem da vida, e sim na diversificação de espécies. Mesmo admitindo-se CRIAÇÃO, isso não anula a evolução. Assim como o papa aceitou a evolução. Ele entendeu, que estava completamente compatível e dentro dos “planos” de Deus, que as espécies evoluíssem.

    Tudo que você chama de “pensamento circular” a respeito da evolução ou da origem da vida, são simplesmente respostas que ainda não foram completamente comprovadas. E isso é normal em toda a ciencia. Não sabemos tudo sobre o DNA, sobre os elementos químicos, sobre as reações químicas (insisto na química porque curso eng. química), e mesmo assim isso não é um pensamento circular.
    O fato de desconhecer muito, não implica “tudo está errado”. O fato de querer forçar uma resposta antes de conhecer tudo, que é complicado.
    Portanto, podem-se desconhecer muitas das características que levaram a origem da vida e a evolução das espécies. Mas aquilo que se CONHECE, está indicando que estamos no caminho certo.

    Quanto a não haver (ou não sabermos) vida em marte, isto é porque as condiçoes lá hoje são diferentes das que existe aqui. Atmosfera, água, etc.
    E não é comodo ser evolucionista. Aliás, só é dificil que todos os sejam, pois é dificil explicar completamente. E as pessoas em geral optam pelas opções mais fácil.

    Quem disse que não é possível provar a existência de Deus?

    Se puder citar alguma vez que alguém foi bem sucedido em tal feito, por favor, disponha!

    Like

  23. Darjo says:

    “Sem evidencias. Sem ciencia. Simples!”

    Simples mesmo. E é o caso dos mitos evolucionistas.

    Mats,

    Conhecias este site?

    “The Random Mutation Theory of Evolution is an inversion of the most ludicrous kind.
    It is far and away the most widespread, most absurd, most damaging urban legend in the 1000 year history of science. To a communications engineer it’s more ludicrous than a flat earth.
    The fact that millions of scientists still believe it only shows us how easily we human beings can be conned.”

    É de longe a mais propagada, mais absurda e mais prejudicial lenda urbana em 1000 de história da ciência. Para um engenheiro de comunicações é mais ridícula do que a Terra plana.
    O fato de que milhares de cientistas acreditem nela só nos mostra a facilidade com que nós, seres humanos, podemos ser enganados. ”

    http://www.cosmicfingerprints.com/blog/testable-hypothesis-id-1/

    Like

  24. Mats says:

    Darjo,
    Vou verificar. Obrigado.

    Like

  25. Mats says:

    Em moscas drosófilas, por exemplo, que são de rápida reprodução, pequenas mutações nesses genes, faziam com que uma nova asa ou uma pata no lugar de antena crescesse.

    Interessante usares esse exemplo como “evidência” evolutiva. Repara no que os cientistas que trabalharam nesse tipo de projecto afirmam:
    “Out of 400 mutations that have been provided by Drosophila melanogaster, there is not one that can be called a new species. It does not seem, therefore, that the central problem of evolution can be solved by mutations.”—*Maurice Caullery, Genetics and Heredity (1964), p. 119.
    O problema central da evolução ( a origem da nova informação genética) não pode ser resolvido com as mutações.


    *”Richard Goldschmidt fell into despair. The changes, he lamented, were so hopelessly micro [insignificant] that if a thousand mutations were combined in one specimen, there would still be no new species.“—Norman Macbeth, Darwin Retried (1971), p. 33.

    As variações eram tão insignificantes e tão irrelevantes que os próprios evolucionistas se apercebem disso. Bem, pelos vistos não todos, porque tu continuas a usar este tipo de evidências, embora a ciência as tenha descartado há décadas.
    “Fruit flies refuse to become anything but fruit flies under any circumstances yet devised.”—*Francis Hitching, The Neck of the Giraffe: Where Darwin Went Wrong (1982), p. 61

    hehe As pestinhas recusam-se a evoluir! Deve haver algum problema com elas, obviamente. O problema é com elas, e não com a teoria da evolução!

    O furacão que acontece no mundo natural é aleatório,

    Brilhante! E porque o surgimento de vida nunca poderia ser? 😀

    Não há evidências.

    Quem foi que criou esses aminoácidos? Criaram-se sozinhos, ou houve design inteligente?

    Dadas as condições ideais, eles criaram-se sozinho. Sem interferencia do experimentador.

    Por outras palavras, criou-se um aparato científico, verificou-se a mudança, controlaram-se os resultados, removeram-se substâncias que poderiam danificar os químicos e tu dizes que não houve interferência do pesquisador?

    Ninguém viu um homem de barro criando vida por ai (bíblia).

    Então concordas que o estudo da origem da vida que é feito nos laboratórios evolucionistas está ao mesmo nível proposicional/científico da descrição Bíblica? Como ninguém viu ambos, ambos estão fora da ciência?

    O ato divino de criação é “documentado” no Corão, e nos livros do Hinduísmo (perdoe-me esquecer seus nomes), e ai? Então o mundo foi realmente criado por Brahma?

    Acho que deverias lêr o que o Qur”an diz sobre a criação para vÊres que o que dizes não faz sentido.
    A acto de criação relatado no Livro de Génesis está de acordo com as observações. A alternativa naturalista não está.

    Acreditar-se que a vida gerou-se a si mesma é mais ridículo que acreditar que o Windows Microsoft gerou-se a si mesmo.

    Outra vez, falácia de falsa analogia.
    O windows não se reproduz, assim como um organismo vivo.

    Acreditar que o processo reprodutivo gerou-se a si mesmo é tão ridículo como acreditar que o Windows Microsoft gerou-se a si mesmo.

    Não porque aquilo que alá e ganesh dizem em realção ao mundo em que vivêmos está em desacordo com o que se observa

    Você por acaso já leu os escritos deles para dizer isso?

    Sim.

    Aliás, O corão traz bem mais detalhado a criação do homem. Ele passa por um estágio de criação do esperma, indo para o estágio embrionário, até a formação da vida.
    Se eu fosse considerar assim, o Corão está de acordo com o que se observa. 😀 ( e muito mais que a bíblia por sinal )

    […] Em seguida, fizem-lo uma gota de esperma, que inserimos em um lugar seguro. Então, convertemos a gota de esperma em algo que se agarra, transformamos o coágulo em feto e convertemos o feto em ossos; depois, revestimos os ossos de carne; então, o desenvolvemos em outra criatura.” (Alcorão 23:12-14)

    O problema claro está é que isto não é a criação do homem mas o processo reprodutivo normal. Criação do homem é criá-lo a partir do nada, e não mostrar como é que os bébés se desenvolvem no interior do útero materno.
    Repito, já li muitos artigos sobre a “ciência” do Qur’an, e não é bem aquilo que nos é dito no ocidente. Se quiseres posso te fornecer alguns artigos para vÊres.

    O criacionismo bíblico estar de acordo com especiação, não muda o fato de que esta é um dos ramos da ciencia da evolução. PONTO.

    Mas isso é o que tu arbitrariamente defines como “um dos ramos da ciência da evolução”. Gatos que se transformam em…. gatos não é evolução.

    Você pode negar os mecanismos de evolução partindo de uma célula primitiva, até chegar a todos os seres que habitam nosso planeta hoje seja possível. Mas você não pode negar que especiações, mutações e etc ocorrem, e que estas são tipos de evolução.

    Porque é que cientistas evolucionistas dizem que mutações, especiações e etc não são tipos de evolução?
    Se tu vais dizer que um dinossauro se transformou numa áve, tens que apresentar evidências que suportem ESSA crença. Usar eventos de gatos que se transformem em gatos como evidência para a mitológica transformação de um dinossauro num passarinho não é lógico.

    Quanto à ORIGEM DAS ESPÉCIES, o livro não propoe como surgiu vida. E como surgiu especiação. Seleção natural + mutações + tempo.

    Mas a origem das espécies implica explicar como é que um gato por exemplo apareceu daquilo que não era um gato. O Darwin imaginou que aquilo que leva um gata branca a dar À luz gatos pretos., brancos, cinzentos e tudo o mais é o mesmo processo que transfoma um dinossauro numa áve. Nós hoje sabemos que não é assim.

    Por exemplo: “Deus criou plantas, peixes, aves, répteis, gado, etc cada um segundo sua espécie.”
    Vamos lá. Criou como?

    Pela Sua Palavra. Ele falou e as coisas apareceram.

    Quais foram os processos e mecanismos que poderiam explicar e sustentar essa criação?

    Depende do que entendes por “processo e mecanismos”. Nós sabemos que seres inteligentes podem organizar a matéria de modo a que ele se transforme num sistema de informação. COmo tal, não é um violação de lógica aceitar que Deus pode fazer o mesmo, mas a uma escala bem superior.

    Por que os cientistas criacionistas, não explicam como o poder divino foi capaz de criar vida?

    Não explicam, ou tu não aceitas as explicaçoes fornecidas? Deus, Detentor de Todo o Poder que pode existir, pode muito bem criar sistemas de informação da forma que Ele bem entender. Nós fazemos o mesmo, mas a uma escala bem inferior.

    Ou pior. Se pegarmos o caso do ser humano. A bíblia afirma que a partir do barro (ou do pó), Deus formou o homem e “soprou-lhe as narinas” de modo que esse viveu.
    Alguém conseguiu fazer uma escultura e dar vida a ela (ou pedir para que Deus lhe desse vida)? Então como podemos provar que essa possibilidade existe?

    Alguém alguma vez conseguiu pegar nuim dinossauro e transformá-lo numa áve? Então como podemos provar que essa possibilidade existe? Alguém alguma vez viu a vida a surgir por si só? Alguém alguma vez viu uma baleia a surgir de um animal terreste? Como tais eventos nunca foram vistos, como é que podemos provar que tais possibilidades existem?
    Eu estou a usar os teus requerimentos contra as tuas crenças. Eu pessoalmente não acredito que algo tenha que ser observado para ser considerado verdadeiro, mas como tu parece que pensas assim, eu gostaria de saber como é que podes acreditar em coisas que nunca foram vistas por ninguém.

    Fala-se da probabilidade de criação de vida espontanea ser ínfima.
    Mas a probabilidade de que um ser altamente complexo e todo poderoso, simplesmente exista, é infinitamente mais improvável.

    Quem disse isso?

    Afinal, ele não gerou complexidade. Ele existe complexo.

    O facto de Ele ser Complexo (seja lá o que tu entendas por “complexo”) não invalida que Ele tenha gerado sistemas de informação complexos.

    Aliás, não é possível nem admitir que seja “ele”. Pode ser uma força pura e simplesmente que não age conscientemente, mas sim seguindo as leis pela qual nosso universo é regido.

    Donde é que surgiram essas leis? Criaram-se a si mesmas? Desde quando é que forças não conscientes geram a consciência? Nós seres humanos somos seres conscientes. Queres dizer que a tua conscicência foi gerada por forças não conscientes? Faz algum sentido isso?!

    Por outro lado, Deus não é falseável. Ele está fora do espaço-tempo, onde não há qualquer evidencia de que possa ter existencia.

    Quem disse que “não há qualquer eviidência”? Tu continuas a assumir as tuas crenças como forma julgar as outras. Aquilo que tu PENSAS que não é evidenciál não é forma de classificar o que é ou não falsificcável.
    Existem muitas coisas que estão fora do espaço-tempo que nós sabemos que existem: as leis morais, as leis da lógica, etc.

    E isso é uma pergunta que foge tanto para os que afirmam que existe Deus. O onus de que é possível, cabe aqueles que afirmam.

    Cabe também àqueles que afirmam que Ele não existe.

    E por fim, o fato de admitir um criador ou planejador para tudo que existe, não implica que esse planejador interage conosco, que ele se importa com sua criação, e que tudo que ele criou é “sagrado”, tampouco que ele tem uma missão “pós-morte” para cada um dos que aqui estão.

    Isso são coisas que tu acreditas. São crenças pessoas. Se Deuis existe, Ele é que decide se Ele interage connosco, se Se importa com a criação ou não. Não somos nós que dizêmos como é que Ele deve actuar, mas é Ele que decide como é que Ele vai actuar.

    E para que fique claro: A evolução não baseia-se na origem da vida, e sim na diversificação de espécies. Mesmo admitindo-se CRIAÇÃO, isso não anula a evolução.

    Claro que anula. Ou a vida foi criada, ou criou-se a si mesma. Não há falta de evovlucionistas a afirmar que o “facto” da evolução remove a necessidade de Um Criador.

    Assim como o papa aceitou a evolução.

    O papa não acredita que a vida criou-se a si mesma.

    Ele entendeu, que estava completamente compatível e dentro dos “planos” de Deus, que as espécies evoluíssem.

    Repito, o papa não acredita que a vida criou-se a si mesma. Ele sabe que por trás do design da vida existe Uma Inteligência. Isso contradiz a teoria da evolução.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s