O representante da Lei na presença do criminoso

(Este texto é baseado numa história reportada pelo blog “The Atheist Central”)

Honeybee (uma cristã) disse:

Eles [ateus] mostram ‘coragem’ ao ridicularizar o Senhor enquanto as suas vidas estão bem. Duvido que eles O ridicularizem quando estiverem estiverem às portas da morte.

Noble (um ateu) respondeu

Ninguém está a ridicularizar o Não-Existente Jesus! Nós estamos-te a ridicularizar!

Mas será isto verdade? Será que a raiva/desprezo do Noble é dirigida à Honeybee, ou será que a sua raiva transcende ambos? Se a Honeybee um dia morrer, e fôr levada para a eternidade pelO Senhor, será que o Noble vai deixar de frequentar blogs cristãos, e de tentar mostrar como o ateísmo é verdade? Será que se o Jónatas , o Marcos Sabino e o Charles Brabec abandonarem o evangelismo da criação, o Ludwig e os todos os ateus que atacam criacionismo vão parar de fazer o que fazem?

Vamos esclarecer algumas coisas: o Noble provavelmente nem conhece a Honeybee em pessoa, portanto é enganador dizer que ele a tenta ridicularizar. Ele não está a atacar a Honeybee, mas sim Aquele em Quem ela confiou a sua alma eterna. Ele usa as suas forças para atacá-la apenas e só porque ela é cristã, e não porque ela é a “Honeybee”.

Um criminoso pode-se mostrar “vivaço” na presença de um polícia, mas a sua atitude não é contra o polícia em si, mas sim contra aquilo que o polícia representa (a lei). O criminoso detesta a lei e por implicação, detesta qualquer pessoa que a represente.

O Senhor Jesus Cristo disse:

Quem vos ouve a vós, a Mim Me ouve; e quem vos rejeita a vós, a Mim Me rejeita; e quem a Mim Me rejeita, rejeita Aquele que Me enviou. Lucas 10:16

O que é que está na raiz do escárnio dos descrentes? A Palavra de Deus revela-nos:

Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser Romanos 8:7

Se me é possível parafrasear, o sentido do verso é: O coração do homem caído, com todas as suas inclinações para o pecado (mentiras, adultérios, fornicações, furtos, violência, etc) está hostil em relação a Deus, e portanto não quer (nem pode!) se submeter a Lei de Deus.

A causa do desprezo dos ateus em relação aos cristãos é a mesma do desprezo do criminoso em relação ao agente de autoridade: ele está rebelde em relação à Lei de Deus.

No entanto, no Dia do Julgamento, ele vai ser julgado pela Mesma Lei que ele tanto despreza. A Palavra do Senhor Jesus Cristo diz claramente “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo (Hebreus 10:31), e ainda “Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação? (Hebreus 2:3).

Se tu és um cristão e vives com a sensação que estás a ser vítima de um ou mais ataques espirituais (ou mesmo físicos), não te eleves para uma posição que não te pertence pensando que a razão dos ataques é a tua pessoa. Não é a ti que eles desprezam, mas sim Aquele que te enviou.

Se tu estivesses na presença de um desses pastores “evangélicos” que acreditam que quando uma pessoa se converte ao Cristo, tudo vai começar a correr bem na vida, ele provavelmente te diria para não te preocupares porque a tua vida “vai melhorar”. De certa forma, isto é verdade, mas não da forma que o mundo vê as coisas.

Se verdadeiramente estiveres em Cristo, as probabilidades de teres uma vida fácil são muito reduzidas. Isto não sou eu que o digo, mas a Palavra de Deus:

E, também, todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus, padecerão perseguições. 2 Tim 3:12

Repara que o texto não diz “a maioria“, nem “uma grande percentagem” nem “quase todos“. A Palavra de Deus diz enfaticamente que TODOS os que piamente querem viver uma vida sujeita a Lei de Deus vão sofrer perseguições (e desde logo tribulações).

O ateu, portanto, “ataca” o cristão devido àquilo em que ambos acreditam. Para ser justo, o reverso também é verdade:

Quando um cristão critica as escolhas de vida do ateu, ele não é contra a pessoa em si, mas contra aquilo que o ateu acredita.

A Palavra de Deus diz:

Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Efésios 6:12

A guerra do cristão não é contra pessoas mas contra filosofias e visões do mundo que mantém pessoas prisioneiras e em direcção à separação eterna (inferno). Para usar pessoas já mencionadas neste post, a guerra do Sabino não é contra o Ludwig como pessoa, mas contra aquilo em que o Ludwig depositou a sua fé (ateísmo, evolucionismo, naturalismo, etc).

Tivemos a hipótese de conhecer o Ludwig pessoalmente no debate que se verificou em Oeiras, e pudemos verificar que o Ludwig é uma pessoa extremamente acessível e cordial. Não há motivos de ordem pessoal para se ser contra o Ludwig ou outro ateu qualquer (com algumas excepções!). Como tal, a nível pessoal, não temos razões de queixa. No entanto, independentemente disso, as crenças a que o ateu Ludwig subscreveu são as mesmas que o estão a levar à separação e à perdição eternas, e como tal o cristão não pode concordar com as mesmas.

Conclusão:

A guerra que se está a travar é uma guerra espiritual com ramificações no mundo material. A diferença entre o ateu e o cristão não é uma de inteligência ou superioridade moral, mas apenas e só que o cristão já se apercebeu que estava em falta perante Deus. O ateu, por seu lado, ainda acha que não está em falta perante Deus. Eles sabem que Deus existe porque Ele já se revelou de forma persuasiva, mas o ateu nunca vai estar convencido enquanto não quiser estar convencido.

E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. Daniel 12:2

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , . Bookmark the permalink.

4 Responses to O representante da Lei na presença do criminoso

  1. Adalberto Felipe says:

    Excelente artigo, Mats. Esses ataques de ateus a quem acredita em Deus, a quem crê na criação acontecem mesmo e há vários exemplos de pessoas que até tiveram problemas sérios com isso… e é fácil ver isso em blogs ateus.

    Um dos exemplos é o blog mallmal e o ceticismo.net (principalmente este último). Lá eles atacam, xingam, chamam nós criacionistas de ‘criaburricionistas’ e generalizam sem dó. Coisas assim, Mats são muito lamentáveis de se ver, mas por um lado mostram o sério problema que o ateísmo tem com a moral e o quanto os ateus são ‘pessoas abertas a discussões’.

    Brilhante a sua conclusão e gostaria de sugerir mais artigos falando sobre isso.

    Like

  2. Mats says:

    Adalberto,
    O blog Mallmall, tal como quase todos os blogs ateus, assumem que a moral a que eles subscrevem se aplica aos cristãos. Infelizmente, eles não dizem porquê.

    Like

  3. Adalberto, já que falas nisso…

    fico seriamente preocupado com o nível de discussão existente no brasil. É que a ver por blogues como o ceticismo e pelas discussões nas comunidades do orkut, uma pessoa apercebe-se que os ateus brasileiros não conseguem debater sem recorrer ao ataque pessoal. Eu fiquei um pouco admirado quando logo na 1ª vez k comentei no ceticismo.net fui logo “xingado”. Mas mais tarde um conhecido brasileiro destas andanças disse-me que isso era normal no debate Criacionismo vs. Evolucionimo. É só uma pessoa habituar-se.

    O que uma pessoa tem a fazer é abstrair-se disso e continuar na sua, debatendo como pessoas civilizadas fazem.

    Like

  4. MVR says:

    Epa, normal não é, eu diria que é comum. Não é normal gente a se xingar em um discussão 🙂

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s