O Dragão Médico

Louvai ao Senhor desde a terra:
vós, baleias, e todos os abismos….
as feras e todos os gados, répteis e aves voadoras .
Salmo 148:7,10

Numerosos programas de televisão foram feitos acerca do dragão de Komodo chegando ao ponto de alguns estarem mesmo expostas em jardins zoológicos. Podendo atingir o peso de 180 kgs, os dragões de Komodo não só podem correr mais do que o homem, mas também comem tudo o que encontrem, quer esteja vivo ou morto.

Se não se conseguir neutralizar os efeitos da sua mordedura, pode-se morrer no espaço de 72 horas. Isto deve-se ao facto da sua saliva conter 52 tipos de bactérias virulentas e altamente mortíferas que, aquando da mordida, produzem envenenamento no sangue da vítima.

Os seus dentes, que podem chegar a ter 2,54cm de comprimento, produzem uma ferida bem aberta de modo a assegurar que o veneno chegue ao sangue. Se fosses mordido e escapasses (e mesmo que estivesses a mais de 3km de distância) o dragão poderia chegar a ti usando o sentido olfactivo.

Estes factos podem levar-nos a perguntar não só o porquê de Deus ter feito esta criatura, mas a razão pela qual Ele a preservou até os nossos dias.

Para além de demonstrarem a variedade da criação e Deus, nós hoje sabemos que o dragão de Komodo pode até salvar mais vidas do que alguma vez tirou, e já vamos ver porquê.

Quando nós comemos carne que ainda tem ossos consigo, não é fora do comum nós causarmos danos menores na nossa própria gengiva ou noutra parte do interior da nossa boca. Felizmente, a nossa saliva não possui bactérias que causam envenenamento sanguíneo senão a nossa primeira ferida na boca seria a última. Mas no caso do dragão, como vimos em cima, ele tem bactérias nocivas na sua saliva.

Quando o dragão alimenta-se, os seus dentes (e provavelmente os ossos das vítimas) provocam feridas nas suas gengivas. Este evento expõe a sua circulação sanguínea às bactérias nocivas da sua saliva, mas, por incrível que parece, o dragão não é afectado pelas bactérias. Isto deve-se ao facto do dragão ter no seu sangue uma molécula proteica que mata a bactéria tóxica presente no seu sangue.

Esta proteína está a ser presentemente testada em ratos de modo a desenvolverem-se antibióticos mais eficientes no combate a envenenamento sanguíneo.

Por favor, nem falem como é que este sistema interdependente se criou a si mesmo, porque isso é ridículo.

Conclusão:

De um dos animais mais tóxicos que existem à face da Terra, Deus pode ter revelado o caminho para salvar vidas um pouco por todo o mundo. De um animal que o ser humano naturalmente teme, Deus produziu cura física.

Quão simbólico isto é da salvação que o Senhor Jesus produziu com a Sua Morte na cruz.

Daquilo que os seres humanos mais temem (a morte – Hebreus 2:15) Deus produziu cura espiritual para todos aqueles que querem ser curados da culpa, poder e castigo do pecado. Do mesmo modo que a cura que vai ser encontrada pelos cientistas só tem efeito naqueles que o aceitem, a cura que o Senhor Jesus Cristo preparou na cruz só tem efeito para aqueles que reconheçam que estão em falta perante Deus.

Qual vai ser a tua escolha?

Vais continuar a pensar que és suficientemente bom quando sabes que não és, ou vais reconhecer que há coisas na tua vida que violaram os mandamentos de Deus? Se verdadeiramente sabes que estás fora dos caminhos de Deus, e estás disposto a mudar de vida, o Grande Curador, o Senhor Jesus Cristo, tem os Seus Longos Braços Abertos e prontos a receber-te.

A escolha é tua.

João 1:12
Mas, a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no Seu Nome;

João 8:51
Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a Minha Palavra, nunca verá a morte.

João 5:24
Na verdade, na verdade vos digo que, quem ouve a Minha Palavra, e crê Naquele que Me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Biologia and tagged , . Bookmark the permalink.

15 Responses to O Dragão Médico

  1. Blog Mallmal says:

    Então por que motivo o seu Deus burro simplesmente NÃO INVENTOU bactérias patogênicas, em vez de colocar uma POSSÍVEL cura em uma proteína de um réptil???????????

    Depois os evolucionistas é que não fazem sentido…

    Like

  2. Mats says:

    A tua pergunta é que não faz sentido.

    Like

  3. Eddie Fernandes says:

    Amigo Malimal,
    É pela sua resposta e atitude que noto o mundo vai mali muito mali. Ensino crianças de 6-10 anos de idade todos os dias e reparo com incredulidade a forma como agridem, insultam, desrespeitam e maltratam uns aos outros. Quase sempre apenas repetem o que vêem em casa. É um sinal dos tempos em que vivemos. Vai tudo muito mal.
    Ora repare, uma pessoa estudou um assunto sobre dragões de Komodo. Elaborou uma teoria e deu uma opinião. Você meu caro aos invés de dizer alguma coisa inteligente, com conteúdo, podia até ser contraditório mas regido pelas regras do bom senso e do respeito mutuo, envia para o cyber espaço um ar da sua arrogância e falta de educação…não admira que Portugal está como está.
    Vá lá, tome uma atitude de homem e peça perdão. Depois dê sua opinião mas com fundamento e inteligência. E não esconda por detrás do anonimato de ‘malimal’ mas tenha coragem de assinar as bocas que manda.
    Lembre-se que você também tem opiniões sobre muitas coisas e certamente gostaria de ser respeitado. Semeia respeito e colherás o mesmo.
    Eddie Fernandes

    Like

  4. eclypse says:

    Parece que há certos ateus que têm orgulho de serem arrogantes. Vejam este exemplo.

    Like

  5. Adalberto Felipe says:

    Você meu caro aos invés de dizer alguma coisa inteligente, com conteúdo, podia até ser contraditório mas regido pelas regras do bom senso e do respeito mutuo, envia para o cyber espaço um ar da sua arrogância e falta de educação…

    Falou tudo, Eddie Fernandes!! Assino embaixo!
    O mallmall vem cá, xinga, faz xingamentos em seu blog, generaliza, assim como vemos em outros blogs ateus como o ceticismo.net, mas parece que ele se recusa a debater.

    A impressão que tenho é que quando o mallmall vê que as coisas pegam para o lado dele ele foge. Um exemplo disso é quando o Mats refutou (e muito bem refutado) um tópico com xingamentos no blog do mallmall: https://darwinismo.wordpress.com/2009/07/14/ateu-afirma-orar-e-como-matar-galinhas-em-publico/

    Muitos ateus fazem coisas assim também. Como falei algumas vezes e repito: é lamentável ver coisas assim nos fóruns e blogs ateístas, mas essas coisas mostram a moral que eles tem e o ‘quanto eles são pessoas abertas a discussões’!

    Ah, gostaria de mostrar também um outro exemplo de ateu arrogante:
    No blog ceticismo.net (um blog cheio de xingamentos e generalizações a quem é criacionista) o André (um dos administradores que xinga sem dó quem se opõe a teoria da evolução) criou mais um tópico falando suas abobrinhas a quem é criacionista. Aí duas pessoas lá chamaram a atenção dele. Veja o que uma delas falou:

    André, tenho acompanhado seus últimos artigos e gosto realmente do conteúdo de alguns deles, porém, algo me intriga muito. Peço pra que tome este comentário inteiro como pura sinceridade.

    Sua fala não reflete o conhecimento transmitido pelos seus artigos, o tom sutilmente arrogante que você utiliza não é característica de alguém esclarecido como você parece ser.

    Depois disso, vejam a resposta que André deu a eles:
    Meu filho, presta atenção no titio: Não estou nem aí se vc é ateu ou reza pra Ganesh. Aqui é um blog e escrevemos como queremos. Minha casa, minhas regras. Quem não gostar do texto, tem o Origem & Destino, Jesus Voltará, Montfort, Answer in Genesis ou o site do Silas Malafaia. Ou pode dar Alt+F4 mesmo, ué. Até parece que estou implorando para as pessoas virem aqui.

    Sim, sou grosso e mal-educado e não estou nem aí pro que pensam de mim.

    Fonte: http://ceticismo.net/2009/09/26/descoberto-o-mais-antigo-fossil-intermediario-entre-dinossauros-e-aves/

    Tá vendo? Depois falamos que a evolução é religião e sobre a moral dos ateus e eles reclamam!

    Like

  6. Adalberto, o André não sabe mais, não se pode exigir que ele seja civilizado quando não dá pra mais. Nos tempos em que eu debatia lá, era raro o comentário em que ele não recorria ao ataque pessoal eheh : P

    Foi da maneira que fui evoluindo resistência à prova de ad hominem

    Like

  7. Mats says:

    Foi da maneira que fui evoluindo resistência à prova de ad hominem

    Marcos, tu evoluiste?!! Onde estão os fósseis transicionais?!! E os artigos arbitrados?!!

    Enfim!

    O André diz:

    Sim, sou grosso e mal-educado e não estou nem aí pro que pensam de mim.

    Directamente da boca do cavalo, como diriam os anglófonos.

    Muitas vezes o uso de ataques pessoais é uma forma de se esconder inseguranças pessoais.
    Vejam este “dançarino”.

    Like

  8. Blog Mallmal says:

    Engraçado que os doutos crias me acusam de ad hominem.

    Para o bem da verdade praticamente todos vocês buscaram a descaracterização de meu comentário através de insultos e insinuações à minha pessoa e NENHUM de vocês atacou a minha pergunta, que é cabível e relevante, embora – admito – tenha sido enunciada de maneira agressiva.

    Infelizmente para vocês, um tom agressivo não diminui a relevância de um argumento. Já girar os polegares, assobiar e encarar o teto enquanto elaboram teses sobre minha infância e estado de saúde psicológico/mental não é argumentar, mas sim ad hominem dos mais pedestres e rasteiros.

    Não podia esperar outra coisa neste blog…

    E Mats, minha pergunta faz sentido, sim. Se você não pode ou não sabe respondê-la, isso é outra coisa.

    Somente um Deus MAU teria produzido bactérias patogênicas para depois esconder uma possível cura na baba de um lagartão…

    Chega a ser hilária a capacidade de vocês de construírem e acreditarem em contos de fadas.

    Like

  9. Adim says:

    Malimal

    Ah… São Eddie Fernandes, Sabino, Mats e todos os outros que fogem das questões através de insultos e insinuações.
    Qual é mesmo o nome que apareçe no 1* post? E em todos os outros que estão sim cheios de insultos e insinuações?
    Poderia no minimo adimitir que pergunta foi mau formulada, um perdoavel erro humano, mas e arrogante demais p adimitir.

    E porque responder sua pergunta?
    Não viu que a resposta da pergunta estava na conclusão do topico?
    Tem que repetir?
    Era mais um insulto que uma pergunta, no caso o desprezo é a melhor resposta.
    Me pergunto como vc reagiria a alguem que entra-se no seu blogzinho e ´´argumeta-se“ com a mesma falta de educação.

    Reparei que tem um topico que vc covardemente se esquivou de postar.
    Não da para conversar com alguem incapaz de argumetar honestamente.
    Tenta não responder com insultos e insinuações se der.

    Sua credibilidade esta mesmo por terra.
    Vc é mesmo um belo exemplo de ateu.

    Like

  10. Evo lui says:

    Mats,

    Porque deus cria tantas dificuldades para que possamos achar a cura para doenças e amenizar os sofrimentos da humanidade? Se ele pensou em tudo não seria melhor facilitar o acesso a isso? Enquanto muitos sofrem a cura fica escondida por milhares de anos (para não falar em milhões…)

    “Do mesmo modo que a cura que vai ser encontrada pelos cientistas só tem efeito naqueles que o aceitem,”
    Queres dizer que se não acreditar no remédio, ele não fará efeito?

    Só para ilustração, o dito réptil foi devidamente apresentado à sociedade ocidental há apenas 100 anos.

    Like

  11. Mats says:

    Somente um Deus MAU teria produzido bactérias patogênicas para depois esconder uma possível cura na baba de um lagartão

    A não ser que Deus tivesse criado o dragão com sistemas que, depois da quede, lhe fossem úteis como forma de ele sobreviver.
    Deus sabia que o homem haveria de pecar e trazer sobre si a maldição do pecado, e como tal Ele criou os animais de modo a que eles pudessem continuar a sua linhagem. Não todos, obviamente.

    O sistema interno do dragão é perfeito para a *sua* sobrevivência. Ele pode pôr a sua saliva em contacto com o seu sangue que não morre.

    Agora, nós humanos estamos a estudar esse sistema para o *nosso* benefício. O facto de isso ser feito não invalida que o sistema do dragão funcione perfeitamente para o fim ele foi arquitetado.

    MAis uma coisa: mesmo que tu consideres que ELe é um “Deus Mau”, não invalida que Ele seja Deus. Talvez a tua qualificação de “mau” esteja errada e a de Deus certa.

    Like

  12. Mats says:

    Porque deus cria tantas dificuldades para que possamos achar a cura para doenças e amenizar os sofrimentos da humanidade?

    Porque é que o homem desobedeceu a Deus, e trouxe sobre si a maldição do pecado? É a maldição do pecado que causa que o veneno do dragão nos atinja.

    “Do mesmo modo que a cura que vai ser encontrada pelos cientistas só tem efeito naqueles que o aceitem,”
    Queres dizer que se não acreditar no remédio, ele não fará efeito?

    Se acreditas que o remédio te pode curar, vais querer tomá-lo. Se o médico que te trata não acreditar que o remédio te pode curar, e agir em conformidade, ele não te vai administrá-lo.

    Like

  13. Blog Mallmal says:

    Mats,

    “A não ser que Deus tivesse criado o dragão com sistemas que, depois da quede, lhe fossem úteis como forma de ele sobreviver.”

    Só o dragão, pelo visto. Nós temos uma coisa inútil, chamada APÊNDICE CECAL, que só serve para infectar, inflamar e nos conduzir a mortes injustificáveis. Depois cacarejam porque chamo esse (pseudo-)”DEUS” de BURRO…

    “Não todos, obviamente.”

    Porque certamente Deus deve achar que alguns animais deveriam virar apenas registros fósseis para alegrar a vida dos humanos que resolvessem virar arqueólogos… pfffffffffffffff!

    “O sistema interno do dragão é perfeito para a *sua* sobrevivência.”

    Perfeito não diria, mas concordo parcialmente com você. “Perfeito” seria não sofrer por causa de bactérias… O seu querido dragão (há “dragões na bíblia aussi – mas não desse tipo, do tipo dos contos de fadas, a mesma categoria literária da bíblia) é imune às próprias bactérias, não às outras. De qualquer modo, se o seu deusinho ama TANTO os humanos, por que motivo não lhes ofereceu essa dádiva?
    Parece-me é que o dragão teve que EVOLUIR essas defesas, mas são apenas pontos de vista…

    “O facto de isso ser feito não invalida que o sistema do dragão funcione perfeitamente para o fim ele foi arquitetado.”

    Não. Não funciona perfeitamente. Quero que me mostre uma PROVA de que nenhum dragão de Komodo morreu em virtude de infecção por suas próprias bactérias… Caso contrário, meu caro, o conceito de perfeição não se aplica.
    Sei que estou pedindo comprovação da negação, mas você fez um comentário que usou esse mesmo fato como premissa. Sinto muito.

    “MAis uma coisa: mesmo que tu consideres que ELe é um “Deus Mau”, não invalida que Ele seja Deus.”

    Estou apenas a fazer troça com as suas palavras. Considero-o um Deus INEXISTENTE. Só que, dadas as definições que você insiste em fazer a todos engolir, trata-se, no mínimo, de um Deus mau. Eu prefiro contudo, a expressão Deus PARADOXAL.

    PS: Teve um boçal que me acusou de não responder em outra caixa de discussão de um post seu. Primeiramente, isso não é argumento, é falácia. Além disso, não respondi porque não tinha o hábito de entrar diariamente aqui. Assino seu blog no feed, vi aquele absurdo e comentei. Nunca mais entrei naquele post. Pelas múltiplas e asininas respostas, acho que não há motivo para lá voltar, até mesmo pela distância temporal…

    Like

  14. Adim says:

    Vindo de vc é elogio.

    Like

  15. Mats says:

    “A não ser que Deus tivesse criado o dragão com sistemas que, depois da quede, lhe fossem úteis como forma de ele sobreviver.”

    Só o dragão, pelo visto. Nós temos uma coisa inútil, chamada APÊNDICE CECAL, que só serve para infectar, inflamar e nos conduzir a mortes injustificáveis. Depois cacarejam porque chamo esse (pseudo-)”DEUS” de BURRO…

    Ai o apêndice não tem função?

    “Em 2007, no entanto, foi noticiado que um estudo realizado na Duke University Medical School[1] e publicado na revista Journal of Theoretical Biology revela que a função do apêndice parece estar relacionada com a população de bactérias que habita e ajuda o sistema digestivo.“.

    Vê também esta entrada.
    O teu ateísmo mantém-te cientificamente atrasado.

    “O sistema interno do dragão é perfeito para a *sua* sobrevivência.”

    Perfeito não diria, mas concordo parcialmente com você. “Perfeito” seria não sofrer por causa de bactérias…

    Infelizmente o nosso pecado trouxe sobre nós a maldição de Deus, o que destrui o propósito original da Sua Criação. Mesmo assim ainda há muitos sistemas biológicos que funcionam muito bem.

    O seu querido dragão (há “dragões na bíblia aussi – mas não desse tipo, do tipo dos contos de fadas, a mesma categoria literária da bíblia)

    Dragão era o termo que os antigos usavam para os animais que nos hoje chamamos de dinossauro.

    é imune às próprias bactérias, não às outras. De qualquer modo, se o seu deusinho ama TANTO os humanos, por que motivo não lhes ofereceu essa dádiva?

    Porque é que Deus tinha que nos oferecer aquilo que TU achas que Ele deveria nos oferecer?

    Parece-me é que o dragão teve que EVOLUIR essas defesas, mas são apenas pontos de vista…

    E como é que ele sobreviveu às bactérias antes de ter essa defesa?

    Quero que me mostre uma PROVA de que nenhum dragão de Komodo morreu em virtude de infecção por suas próprias bactérias… Caso contrário, meu caro, o conceito de perfeição não se aplica.
    Sei que estou pedindo comprovação da negação, mas você fez um comentário que usou esse mesmo fato como premissa. Sinto muito.

    lol
    A tua pergunta refuta-se a si mesma.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s