Os Fenícios e a Pedra Brasileira

I Reis 9:26
Também o rei Salomão fez naus em Esion-geber,
que está junto a Eloth, na praia do mar de Suf, na terra de Edom.

Não é fora do normal encontrarem-se pedras com inscrições na América do Sul, no entanto uma pedra encontrada no Brasil, em 1872, mostrou-se fora do normal. Isto é tanto mais assim se levarmos em conta que as civilizações Inca, Maia ou Asteca nunca viveram nessa área. Como se isso não fosse suficiente, a pedra estava em fenício.

O seu descobridor, que não sabia fenício, enviou-a às autoridades locais, que de seguida a deram ao principal do museu nacional. O mesmo reconheceu a antiga língua e traduziu-a.

A inscrição na pedra lê

Nós somos os filhos de Canaã de Sidon, a cidade do Rei. O comércio levou-nos a estas costas distantes, a uma terra de montanhas.

Será que os comerciantes Fenícios do século 7 antes de Cristo navegaram até à América do Sul? No mundo antigo, os Fenícios eram conhecidos como os maiores comerciantes marítimos da altura.

No entanto, e devido a preconceitos baseados na teoria da evolução, não se aceitou a noção de que o homem antigo era tão ou mais inteligente que o homem actual, e como tal, a inscrição foi na generalidade ignorada.

Foi então que no ano de 1960 um leilão nos EUA mudou as coisas. Um perito especialista em línguas antigas estudou uma réplica que estava a ser leiloada, e concluiu que a inscrição é autêntica. A mesma contém ondulações desconhecidas pelos estudiosos do século 19.

Conclusão:

Embora hoje em dia nós saibamos mais factos (temos mais informação), o homem antigo não era menos inteligente e menos talentoso do que nós. Isto está de acordo com a imagem Bíblica do homem que o coloca, não uma criatura em constante evolução e melhoria gradual, mas sim como a mais exaltada criatura visível de Deus.

Mais uma vez se vê que a Bíblia está em perfeito acordo com os dados científicos, contrariamente ao que os ateus afirmam.

João 17:17 – Santifica-os na verdade; a Tua Palavra é a Verdade

O cristão não precisa de acomodar filosofias pagãs com o Testemunho de Deus (Bíblia) porque o Mesmo é o mais Fiel Relato das origens do Universo e da vida lá contida.

Referência:
Archeology, “Before Columbus or the Vikings,” Science, May 1968.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

11 Responses to Os Fenícios e a Pedra Brasileira

  1. Tem aki link disso: http://www.time.com/time/magazine/article/0,9171,844460,00.html

    Eu li o livro The Puzzle of the ancient man do Chittick e ele documenta vários achados arqueológicos que mostram que as civilizações antigas eram inteligentes logo desde o momento em que surgiram. Uma delas foram mapas egípcios com os continentes e os mares delineados. Parece que Colombo não foi o 1º a explorar as Américas.

    Like

  2. Evo Lui says:

    “No entanto, e devido a preconceitos baseados na teoria da evolução, não se aceitou a noção de que o homem antigo era tão ou mais inteligente que o homem actual, e como tal, a inscrição foi na generalidade ignorada.”

    Seu post é interessante, mas a frase acima é mal formulada, ficaria melhor assim: ‘No entanto, e devido a preconceitos baseados no mal entendimento da teoria da evolução, não se aceitou a noção de que o homem antigo…’

    Quem é o homem antigo? Gregos, romanos, fenícios, assírios, egípcios? Todos em seu tempo tinham conhecimento e tecnologia, a diferença não está em 2000, 3000, 4000 anos e sim em millhões de anos, a escala é outra.

    “Embora hoje em dia nós saibamos mais factos (temos mais informação), o homem antigo não era menos inteligente e menos talentoso do que nós. ”

    Temos mais informação e mais conhecimento, isso nos faz alçar vôos mais altos, as próximas gerações vão fazer o mesmo, e as anteriores fizeram assim. Newton, para citar um cientista cristão, disse: ‘Se eu vi mais longe, foi por estar de pé sobre ombros de gigantes.’

    Mas vamos lá, algumas facilidades do dia-a-dia como telefone, televisão, internet, carros e aviões se apresentados aos povos antigos pelo nível de conhecimento deles seriam vistos com medo, espanto, incredulidade seriam coisas feitas por deuses, há vários filmes (cômicos e de aventura) que retratam esse tipo de coisa.

    A propósito os Vikings também estiveram nas Américas!

    Like

  3. MVR says:

    Evo Luí, não é a primeira vez que a interpretação evolucionista falha completamente.

    O que tu chamas de progresso e aprimoramento nada mais é do que a comprovação de que tudo estava errado, exatamente como diziam os não-evolucionistas. Além disso, o que se descobre verdadeiro sempre converge para aquilo que a Bíblia diz.

    Mas em especial quero destacar um comentário teu:

    Quem é o homem antigo? Gregos, romanos, fenícios, assírios, egípcios? Todos em seu tempo tinham conhecimento e tecnologia, a diferença não está em 2000, 3000, 4000 anos e sim em millhões de anos, a escala é outra.

    Os homens dos fósseis. Explica isto: Como é que Ardi tinha poucos milhões de anos e já estava esfarelando ao toque…. Mas os fósseis de dinossauros de supostos 60 milhões ainda continham colágeno em seu interior, e tecidos moles?

    Like

  4. Mats says:

    Evo Lui,
    É um facto aceite por todos os evolucionistas que existem objectos que estão “fora do sítio” temporal. Por exemplo, segundo a teoria da evolção, tu não poderias nunca encontrar um objecto feito por seres humanos em camadas com mais de 10, 20 ou 50 milhões de anos.

    Faz um pesquisa por “OOP Art” (Out of Place Art), e vais vêr.

    A vossa teoria da evolução é um impedimento para o avanço da ciência porque assume coisas que são empiricamente falsas. O ser humano sempre foi inteligente desde que foi criado, e as evidências confirmam tal posição.

    Like

  5. Evo Lui says:

    MVR,

    São muitas as variáveis ambientais que podem explicar essa diferença: temperatura, umidade, permeabilidade do solo, composição do solo, etc…
    Reparaste que nem todos seres quando mortos são fossilizados?

    Note que os “tecidos moles” tiveram que ser extraídos do fóssil de dinossauro com a ajudinha de ácidos. não estavam expostos como se possa imaginar.

    Mats,

    Vou verificar a “OOP Art” e depois posto aqui.

    Like

  6. MVR says:

    São muitas as variáveis ambientais que podem explicar essa diferença: temperatura, umidade, permeabilidade do solo, composição do solo, etc…
    Reparaste que nem todos seres quando mortos são fossilizados?

    O problema para os evolucionistas é que não foi um caso isolado, mas vários. Não foi apenas um dino a apresentar tecidos moles.

    Note que os “tecidos moles” tiveram que ser extraídos do fóssil de dinossauro com a ajudinha de ácidos. não estavam expostos como se possa imaginar.

    Mas porque é que somente os ossos de dinossauros e animais menos evoluídos consegue durar tantos milhões de anos? E a propósito, como é que a datação do Homem de Piltdown resultou em tantos anos?

    Like

  7. Evo Lui says:

    Sim, tem vários casos e pode ser que muitos outros fósseis achados também tinham o tal tecido mole, mérito para a cientista cristã Mary Schweitzer, porém ela mesma não duvida da datação feita e ainda diz o seguinte:

    “That makes God a lot bigger than thinking of Him as a magician that pulled everything out in one fell swoop.”
    ‘Isso faz Deus muito maior que aqueles que o imaginam como um mágico que criou tudo de uma só vez’

    Veja no original: http://discovermagazine.com/2006/apr/dinosaur-dna/article_view?b_start:int=0&-C=

    Like

  8. “‘Isso faz Deus muito maior que aqueles que o imaginam como um mágico que criou tudo de uma só vez’

    Completamente sem sentido. A Schweitzer apenas está a dar as desculpas dela para não reconhecer o óbvio.

    Vejamos,… então se eu fizesse pão aparecer através da maneira tradicional (levar ao forno, cozer, bla bla) seria muito maior do que se o fizesse aparecer instantaneamente como por magia?

    Acho que a Schweitzer ainda estava meia atordoada por ter descoberto proteína no dinossauro, para dizer isso.

    Like

  9. Mats says:

    “‘Isso faz Deus muito maior que aqueles que o imaginam como um mágico que criou tudo de uma só vez’

    Quem quer adorar um “deus” que não consegue fazer as coisas bem logo à primeira?

    As Palavras da Mary eram uma forma de acomodar a teoria da evolução com a Bíblia. Ela também tentou ligar os achados dela com a crença de que dinossauros evoluiram para pássaros.

    Like

  10. Evo Lui says:

    “Quem quer adorar um “deus” que não consegue fazer as coisas bem logo à primeira?”
    Que o diga Adão, que sentia solidão no paraíso e Deus precisou fazer-lhe uma companheira a partir de uma costela.

    “As Palavras da Mary eram uma forma de acomodar a teoria da evolução com a Bíblia. ”
    Fico feliz, concordo plenamente com você!

    Like

  11. Mats says:

    A solidão de Adão não é evidências de que ele não estava bem formado. E é preciso vêr que Deus só disse que estava tudo “muito bom” DEPOIS de ter criado Adão e Eva (Gen 1:31).

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s