É difícil não ver design na Biologia

Matt Slagle, escritor de Tecnologia da Associated Press, escreveu um artigo intitulado de Criador de Robôs Constrói Rapaz Artificial. No seu artigo, Matt Slagle falou da engenharia robótica de ponta feita por David Hanson, dono da Hanson Robotics.

Durante os últimos 5 anos, Hanson e os engenheiros da sua empresa têm estado a trabalhar no Zeno, um rapaz-robô com cerca de 43 cm de altura e 2,7 kgs de peso. Eles investiram centenas de horas de trabalho e centenas de milhares de dólares com o Zeno.

O que é que eles têm a mostrar pelo seu esforço? O pequeno Zeno tem a cara coberta com uma borracha patenteada cujo nome dado por Hanson é “frubber“. Como Zeno pode aprender a reconhecer uma cara e associá-la a um nome, Hanson comenta que Zeno pode “construir um relacionamento contigo” .

Zeno está conectado a um computador pela rede sem fios que lhe diz “como franzir a testa, mostrar-se surpreendido ou torcer o seu nariz de raiva“. Hanson está esperançoso em comercializar milhares de Zenos em anos vindouros por um preço na ordem dos 200 a 300 dólares.

O Matt Slagle mencionou ainda outra rapaz chamado de Zeno, nomeadamente, o filho de Hanson com 18 meses. O artigo diz que o bebé Zeno é um ruidoso bebé que faz “traquinices no meio de engenhos electrónicos de elevado preço“. O pequeno Zeno tem uma pele auto-reparadora que não só está bem arquitectada para libertar calor e desperdícios, como também para conservar o calor quando necessário.

O bebé Zeno não precisa de um dispositivo sem fios a dizer-lhe como sorrir, dar gargalhadas ou franzir o sobrolho. O seu corpo produz energia a partir de itens tão comuns como feijões ou batata doce; não precisa de baterias. Os seus olhos vêem, o seu nariz cheira, o seu estômago digere, os seus pés correm, e as suas mãos sentem e agarram. Ele é um rapaz normal, mas a tecnologia dentro do seu corpo está anos luz à frente da tecnologia presente no robô Zeno.

O robô Zeno é o culminar de 5 anos de design inteligente e engenharia, no entanto o bebé Zeno está mais avançado em todas as áreas significativas.

Se perguntássemos a um cientista evolucionista (ou adivinho) se o robô-Zeno é o resultado de design, sem dúvida que ele responderia na afirmativa, mas se fizéssemos a mesma pergunta em relação ao bebé Zeno, como é que ele responderia?

Os princípios de design presentes no robô Zeno encontram-se no bebé Zeno, com a fulcral diferença é que no bebé os mesmos princípios estão bem mais avançados. No entanto, e por motivos puramente ideológicos, os evolucionistas recusam-se a ver o que está bem patente.

É impressionante como o design é tão facilmente reconhecido nos robôs e nos humanos, mas tão ignorado pelos evolucionistas quando os mesmos estudam os seres humanos.

Conclusão:

Verdadeiramente o ser humano foi formado de um “modo terrível e tão maravilhoso(Salmo 139:14), e a ciência confirma-o. Cada ser humano é uma testemunha viva e conclusiva para o facto de existir Um Deus Criador, e como tal o homem está inexcusável (Rom 1:20).

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia, Ciência and tagged , . Bookmark the permalink.

3 Responses to É difícil não ver design na Biologia

  1. eclypse says:

    Olá Mats!

    Achei um link interessante:

    http://refutatio.wordpress.com/2009/10/17/36/

    Abraço

    Like

  2. Achei interessante quando fui cobrir uma conferência sobre robótica quando estava a estagiar na TV Ciência e um dos donos de uma empresa de robótica disse que os princípios mecânicos de simples movimento de um braço aplicado a robôs é extremamente complexo, quanto mais termos robôs que funcionam como a empregada dos Jetsons.

    Mas mais impressionante é o ser humano dizer que as centenas de movimentos que o ser humano faz por segundo são fruto de acidente genético.

    Achas que algum dos ateus que frequentam os nossos blogues se vai atrever a dizer a Deus, quando estiver na presença dele, que só não acreditou nele porque não tinha evidências?

    Like

  3. Mats says:

    Se não me engano, era isso que o Bertrand Russell dizia. Ele dizia que se estivesse na Presença de Deus, haveria de dizer que nunca teve “evidências suficientes”.
    Claro que agora ele já tem evidências suficientes, mas já é tarde de mais para ele.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s