Descoberto réptil gigante do “Jurássico”

A mistura entre observação e a interpretação prossegue e por vezes podemos deixar de estar a tentos a tais manobras.

 

Com entre 10 e 16 metros de comprimento, e um crânio de 2,4 metros, os vestígios fósseis deste réptil [observação], de há 150 milhões de anos [interpretação], encontrados por um coleccionador particular britânico, estão a encantar os cientistas.

Acho que este achado encanta não só os cientistas mas todos aqueles que gostam de aprender coisas novas. O problema deste tipo de descobertas é a constante mistura de boas observações com mitologias darwinistas.

Richard Forrest, paleontologista e especialista em plesiossauros (grupo a que pertence o pliossauro), faz parte do grupo que está a estudar este gigante jurássico. E disse à BBC:

“Sabia que vinha aí uma coisa grande. Mas isto é de fazer cair o queixo. É simplesmente enorme”.

Job 40:15-24:

“Contempla agora o Beemoth, que eu fiz contigo, que come a erva como o boi. Eis que a sua força está nos seus lombos, e o seu poder nos músculos do seu ventre. Quando quer, move a sua cauda como cedro; os nervos da suas coxas estão entretecidos. Os seus ossos são como tubos de bronze; a sua ossada é como barras de ferro. Ele é obra-prima dos caminhos de Deus; o que o fez o proveu da sua espada. Em verdade os montes lhe produzem pasto, onde todos os animais do campo folgam. Deita-se debaixo das árvores sombrias, no esconderijo dos canaviais e da lama. As árvores sombrias o cobrem com sua sombra; os salgueiros do ribeiro o cercam. Eis que um rio transborda, e ele não se apressa, confiando que o Jordão possa entrar na sua boca. Podê-lo-iam, porventura, caçar à vista de seus olhos, ou com laços lhe furar o nariz?

Com um pescoço pequeno, uma cabeça parecida com a do crocodilo e mandíbulas poderosas, “os pliossauros conseguiam tragar um homem de uma dentada só. Por agora os paleontologistas só têm a cabeça. Mas dizem que este pliossauro poderia ter pesado 12 toneladas.

Impressionante criatura, sem dúvida.

Animais deste tipo são um testemunho poderoso para o Poder Criativo de Deus, mas como é normal nas publicações darwinistas, quem recebe a glória por elas não é Deus.

Mas nós que conhecemos Deus não vamos parar de Lhe dar louvor e adoração:

Salmo 33:9 Porque [Deus] falou, e tudo se fez; mandou, e logo tudo apareceu.

Salmo 135:6 Tudo o que o Senhor quis, Ele o fez, nos céus e na terra, nos mares e em todos os abismos.

Salmo 146:6 Que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto há neles, e que guarda a verdade para sempre

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Ciência and tagged . Bookmark the permalink.

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s