Evolução e baleias andantes

Louvai ao Senhor desde a terra: vós, baleias, e todos os abismos.
Salmo 148:7

As baleias são um problema interessante para quem acredita que todas as formas de vida evoluíram lentamente através dos milhões de anos.

De acordo com a fábula darwinista, algumas criaturas marinhas gradualmente adaptaram-se à vida terrestre porque aí poderiam fazer uma vida melhor. Foi aí que os mamíferos supostamente evoluíram.

No entanto, e por razões desconhecidas pela ciência, alguns desses animais decidiram voltar para os mares. Isto requereu que o animal sofresse algumas (muitas) modificações anatómicas e fisiológicas. Foi preciso perder as pernas, readaptar-se à locomoção submarina, desenvolver novas habilidades visuais, mover o seu aparato respiratório para outro local, e muitas outras coisas.

Por mais improvável que possa parecer, os ateus afirmam outra coisa incrível. Eles afirmam que algumas baleias ainda possuem os vestígios do seu pélvis, ou pernas, embebidas no seu corpo. Alguns ateus afirmam ainda que baleias foram vistas com aquilo que eles pensam serem pernas vestigiais a crescer no seu corpo.

Contrariamente ao que os crentes ateus afirmam, as supostas “pernas ancestrais” não existem em lado nenhum. O pequeno osso que algumas baleias possuem não só não é um pélvis vestigial, como também não está ajustado à espinha dorsal nem a parte alguma do seu esqueleto. O dito órgão situa-se dentro do corpo da baleia, e serve de ancora para alguns dos órgãos da baleia.

Conclusão:

Qualquer conversa de baleias com órgãos vestigial de locomoção terrestre é pura mitologia evolucionista.

Deus criou as baleias, tal como diz a Bíblia, e as mesmas são um testemunho do Poder, Majestade e Sapiência Infinita do Criador. Os ateus rejeitam o que a Bíblia e a ciência mostram porque isso contradiz as suas escolhas morais.


Referência: “The strange tale of the leg on the whale,” Creation, 6 8/98, pp.10 13.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , . Bookmark the permalink.

23 Responses to Evolução e baleias andantes

  1. Essas “pernas vestigiais” também são utilizadas para fins de acasalamento.

    Like

  2. Mats says:

    São o que se pode chamar “pernas para todo o serviço”. Literalmente.

    Like

  3. anónimo says:

    Deviam informar-se sobres os novos desenvolvimentos da ciência. Porque esta teoria está completamente infundada! Estas estruturas vestigiais existem mesmo e são a prova de que as baleias são descendentes de mamíferos quadrúpedes que viveram em ambientes terrestres…

    Like

  4. cícero says:

    Mr. anónimo,

    Tu estás dando a mesma desculpa dos supostos órgãos vestigiais, nos humanos; que hoje se sabe, tem função como qualquer outro órgão.

    Like

  5. jephsimple says:

    que desenhinhos bacanas esses da evolução das baleias,eles tão bem direcionados, parece q a seleção natural sabia oque estava fazendo,rs …alem dos absurdos de dizer que um unico animal terrestre se transformou em baleia ainda tem a cara de pau de dizer que tudo isso ocorreu de forma aleatória,sem direcionamento,sem conciencia do habitat em questão,os felinos de hoje que se atreverem a ir para os mares morrem,afogados[mas eles não são tão burros assim né?] mas estes aí não ,sabe-se lá como eles entraram nas aguas e não se afogaram…Milagres evolutivos… alias a evoloução tá cheia de milagres e impossiveis…

    Like

  6. questione sempre says:

    “Vestigial” não significa que não tem mais função. O próprio nome já diz, vestigios . e sim aquilo é uma perna atrofiada. Sugiro estudarem um pouco de anatomia comparada.Qual é a Evidência para a Evolução? (LEGENDADO): http://youtu.be/3YH7AIfebLI

    Like

    • Lucas says:

      “Vestigial” não significa que não tem mais função.

      Mas para Darwin,”vestigial” era sem função. O que se passa é que vocês evolucionistas foram forçados a mudar a definição de “vestigial” porque hoje sabe-se que muitos traços “vestigiais” têm uma função.

      O que se passa é que Darwin pensava que não tinha função, e desde logo usou isso como “evidência” para as suas mentiras.

      Like

      • Ana Silva says:

        Lucas:

        “Mas para Darwin,”vestigial” era sem função.”

        Não, não era. E o Lucas já devia saber isso porque eu referi explicitamente isso num comentário a um texto que o Lucas (enquanto Mats) postou a 8/10/2014, “Os movimentos de cintura da teoria da evolução”.

        Num comentário que postei no mesmo dia eu escrevi:

        “A definição actual de órgão vestigial não corresponde à definição que Darwin fez na primeira edição do livro “A Origem das Espécies”.”

        O Lucas leu de certeza esse cometário porque num comentário posterior que o Lucas postou também a 8/10/2014, o Lucas pergunta:

        “Então o Darwin começou com a tese de que esses órgãos eram “vestigiais” porque “não tinham função” mas depois mudou para “têm outra função”?”

        Nesse mesmo comentário o Lucas termina dizendo:

        “Então, se a teoria da evolução está correcta, todos os órgãos actuais são vestigiais porque todos eles são modificações de órgãos que no passado (alegadamente) tinham “outras funções”.
        Ou seja, o conceito da “órgão vestigial” não significa absolutamente nada, não explica nada, e não tem qualquer valor científico.”

        Conclusão: O Lucas não pode alegar que “Darwin pensava que [um órgão vestigial] não tinha função, e desde logo usou isso como “evidência” para as suas mentiras” porque já foi informado de que tal não é verdade.

        Like

    • jephsimple says:

      Questione sempre (Menos a evolução :D),
      Sugiro que estude biologia molecular, genética, teoria da informação … Vai ver por estes escopos se vcs encontram UMA evidência para evolução cega.

      Aliás a única pessoa que teve coragem de assumir que a evolução é cega, sem direção, e que as coisas simplesmente acontece foi a Tielle ….A maioria dos que defendem o GÊNIO Darwin tem esse conceito bem longe de sua crença…. Pq será hein? Qual o problema em assumir que foi a evolução que fez as engenhocas biológicas???

      Like

    • dvilllar says:

      questione sempre,

      “Vestigial não significa que não tem mais função.”

      http://super.abril.com.br/saude/serve-apendice-447828.shtml

      “Qual a função do apêndice, além de causar apendicite?”

      Até há bem pouco tempo, a resposta seria “para nada”.

      O apêndice era considerado um órgão vestigial, ou seja, um vestígio da evolução cuja função havia sido perdida com o tempo – praticamente um fóssil em nosso abdome.”

      http://www.sciencedaily.com/releases/2009/08/090820175901.htm

      Professor de Ciências Cirúrgicas William Parker, PhD:

      ”Em muitos textos de biologia o apêndice ainda é citado como um órgão vestigial
      Talvez seja preciso corrigir muitos livros de biologia.”

      “Darwin acreditava que os apêndices, em seres humanos e outros primatas, eram os restos evolutivos de uma estrutura chamada de ceco, que foi usado pelos ancenstrais, já extintos, para digerir os alimentos.

      O mais recente estudo demonstra dois grandes problemas com essa idéia:

      1-Várias espécies vivas, incluindo certos lêmures, vários roedores e um tipo de esquilo voador, ainda tem um apêndice ligado a um grande ceco que é usado na digestão.

      2-O apêndice é bastante difundido na natureza.

      Por exemplo, quando as espécies são divididas em grupos chamados de famílias, descobrimos que mais de 70 por cento de todos os grupos de primatas e roedores contêm espécies com apêndice.”

      ”Darwin acreditava que o apêndice existia em uma pequena quantidade de animais”

      Like

      • Maria Teodósio says:

        Olha… um médico que não sabe o que é um órgão vestigial… que engraçado…

        Like

      • Miguel says:

        Olha… um médico que não sabe o que é um órgão vestigial… que engraçado

        Deve ser porque a definição vai mudando com o passar do tempo.

        Like

      • dvilllar says:

        Maria Teodósio

        Vamos ver o diz o “cientista” e “maior pensador de 2013(que engraçado…)” , Richard Dawkins:

        “Há uma razão melhor para estudar a Zoologia do que sua possível “utilidade” e estima que os animais provocam. Esta razão é que nós animais somos as máquinas mais complicadas e perfeitamente planejadas (que engraçado..) do universo conhecido.”

        O Gene Egoísta

        Veja que engraçado….

        http://www.discovery.org/scripts/viewDB/filesDB-download.php?command=download&id=660

        Like

  7. jephsimple says:

    Meus braços são vestigiais, meus olhos, meu cérebro, meus rins,meu coração …. O dedão do meu pé … Sou humano … Sou um vestígio completo :)

    Like

    • Anderson says:

      É verdade, somos vestigiais porque nossos órgãos ainda hão de evoluir. Afinal, porque não temos um braço mais longo para alcançar a copa das árvores? Por que não temos dentes próprios para dilacerar a carne? Por que não temos poderes telepáticos para não precisarmos de telefones? Por que nossos olhos não vão evoluir para termos visão noturna? Isso depois de milhares de anos, segundo a TE, em que o ser humano existe e desde sempre existe noite, desde sempre necessitamos nos comunicar, desde sempre precisamos colher nossos alimentos, e por muito tempo comemos carne. Mas é claro que a evolução não ocorreu ainda pois é “aleatória”, para explicar outras coisas ela parece bem ativa. Logo ela vai ocorrer em nós, aliás, pelos “erros” das mutações estamos desenvolvendo muitas doenças e anomalias, mas uma hora a “mãe natureza” acerta.
      No futuro seremos totalmente diferentes, e totalmente vestigiais como somos hoje.

      É complicado…

      Like

      • jephsimple says:

        Pois é caro Anderson …

        Erros genéticos são claramente observados PRINCIPALMENTE nos humanos! O ser mais sujeito a defeitos genéticos da terra….

        Mas qndo o assunto é “macroevolução” ainda não vi um erro genético nessas “transiçoes” …. Isso porque a evolução é cega…. Mas o registro fóssil não apresenta nenhum erro! Se a evolução é cega em algum momento deveríamos observar milhares de erros nas “transiçoes”…

        Like

      • dvilllar says:

        Anderson,

        Não fique desanimado, pois os evolucionistas, além de remontar o passado e explicar o presente, já conseguem vislumbrar nosso futuro.

        Bem vindos ao Fantástico e Maravilhoso Mundo Evolucionista.

        Uma dentista disse que seremos assim:

        Esse aqui já explica que nossos tataranetos serão os ETs (que Richard Dawkins diz serem os engenheiros genéticos que nos criaram).
        Por favor, contenham-se! É puro materialismo; nada dessas bobagens metafísicas de filósofos.

        Talvez esclareça algumas dúvidas de Tielle sobre os UFOS… da revista UFO.

        Like

  8. jephsimple says:

    A evolução pode ser lenta, gradual, cega, sem direção, não guiada, aleatória mas no que diz respeito a transformar um carro num submarino… Elá é infalível, não deixa vestígios de erro ALGUM … Enfim ela é NOTAVELMENTE EFICIENTE … Deixando designers que carecem de anos de estudos e prática como um bando de idiotas….Aliás não fosse essa mesma evolução que transforma carros em submarinos transformar uma máquina de escrever em um computador de última geração …Não existiram engenheiros a criar tvs,celulares, espremedores de laranja …raladores de legumes :D…. Eita evolução eficiente!!!!

    Like

  9. jephsimple says:

    “De acordo com a fábula darwinista, algumas criaturas marinhas gradualmente adaptaram-se à vida terrestre porque aí poderiam fazer uma vida melhor.”

    Realmente a TE é uma SIMPLES e EXCELENTE explicação… Afinal as criaturas adaptaram se a vida terrestre por causa da evolução cega e elas tbm se adaptaram por conta de fazerem sua vidas melhores… Dois motivos que se casam muito bem : Evolução cega e fazer a vida ficar melhor… logo surgem as adaptações necessárias para uma vida melhor e claro que a eficiente EVOLUÇÃO CEGA cega da conta do recado.

    Em outras palavras, ela da conta de transformar um “carro” num “submarino”, uma “maquina de escrever” num “computador” de ultima geração. E ela, nessas transições NÃO DEIXA UM rastro de erros, não deixa NENHUMA PISTA de insucesso. Tão cega e estupida que é até parece que quando o assunto é transformar um sistema em outro totalmente adaptado ao seu meio; ela vê tudo, sabe tudo, CRIA TUDO O QUE FOR NECESSÁRIO. Mas não se enganem isso não passa de acidentes. Não se enganem, essa é a magia da evolução cega! Uma excelente explicação científica.

    Like

  10. dvilllar says:

    Sempre tive uma dúvida sobre a palavra “evolução”.

    De acordo a teoria de Roberto Darwin, tudo que ocorre nos seres vivos é evolução.

    1 – O bicho estava na água, mas resolveu sair e transformar-se num cão selvagem – isso é evolução;

    2 – Aí, o lobo se arrependeu (talvez pelo calor ou saudades dos banhos salgados) e voltou ao mar – isso também é evolução.

    3 – Muitos, entre os “peixes revoltados” e os “lobos arrependidos”, ficaram vagando durante “milhões” de anos. Uns rastejando mar afora, outros deslizando e saltitando para todos os lados – isso também é evolução.

    Peço auxílio, principalmente a nossos queridos irmãos portugueses, que são “donos” da língua.

    Seria errado pedir aos estudiosos da língua portuguesa que retirassem a palavra involução dos dicionários?, pois, de acordo com os “cientistas” evolucionistas, esse termo não tem significado.

    Like

    • Humberto says:

      Isso deve ser vontade de não entender nada. Não há arrependidos ou saudades do mar e sim apenas a boa e velha competição. E, por favor, pense sempre em milhares de gerações.

      Like

  11. Humberto says:

    Amigos, sugiro lerem menos biologia e mais filosofia. Nenhuma pessoa de racionalidade apreciável iria, em 2015, defender plenamente as ideias de Darwin. É certo que ele fez algumas confusões e cometeu erros – o ser humano é assim. Contudo, a ciência evolui exatamente com pesquisadores completando o trabalho de antecessores, e definindo mais ainda conceitos. Para um cientista, não há qualquer problema em ir contra Einstein, por exemplo. Não há uma noção de sagrado, e sim de respeito pela contribuição e pelo esforço realizado no passado. Logo, para o evolucionismo, não há absolutamente nenhum problema em mudar o que estava certo, ou duvidar de Darwin. Não olhem para a ciência como se fosse uma religião porque, felizmente, ela não o é.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s