Lisa Miller recebe ordem de entregar custódia da filha para ex-amante lésbica

Antes de lerem este triste notícia, ficam algumas perguntas para os secularistas:

1. Vocês concordam com o que este juiz fez?

2. Não acham que isto é uma manobra política pró-homossexual, que não leva em consideração o desenvolvimento da criança?

3. Se os secularistas não tem vergonha de usar crianças para avançar a sua agenda, onde está o limite?

Artigo Original

Kathleen Gilbert

VIRGINIA, EUA, 24 de novembro de 2009 (Notícias Pró-Família) — Um juiz de Vermont ordenou, na sexta-feira, que a custódia exclusiva da filha de 7 anos de uma mulher da Virginia seja transferida para a ex-amante lésbica da mulher até o fim deste ano.

Lisa Miller deu a luz sua filha Isabella por meio de inseminação artificial enquanto ainda vivia numa união civil com Janet Jenkins em Vermont, mas deixou Jenkins e o estilo de vida lésbico um ano depois. Jenkins, que não tem nenhuma ligação biológica ou legal com Isabella, mais tarde lutou para obter a custódia da filha de Miller através dos tribunais.

O juiz William Cohen decretou a ordem apesar de Miller ter insistido que Isabella mostrou sinais de trauma de visitas anteriores a Jenkins. Essas visitadas foram ordenadas pelo tribunal. Além disso, Isabella se queixou de que Jenkins a forçou a tomar banho nua com ela. For por esse motivo, de acordo com Miller, que ela se recusou a acatar as visitas ordenadas por Cohen.

Miller é obrigada a entregar Isabella até 1 de janeiro de 2010.

Mathew Staver, advogado de Miller, disse para o jornal Rutland Herald na sexta-feira que Miller recorreria da decisão de Cohen para o Supremo Tribunal de Vermont, enquanto está ao mesmo tempo recorrendo na Corte de Apelação de Virginia contra a execução das ordens de Vermont que estão em conflito com a lei da Virginia. O tribunal da Virginia ouvirá argumentos orais em 9 de dezembro em Alexandria.

“Certamente, não estamos contentes com a ordem. Penso que Lisa está devastada que o tribunal concederia custódia a Jenkins — uma pessoa que Isabella não conhece”, disse Staver. “A única pessoa que ela conhece é sua mãe”.

“Requisitaremos ao tribunal que adie a execução enquanto o recurso avança. É prematuro fixar datas enquanto o recurso está em andamento”.

Wendy Wright, presidente de Concerned Women for America, condenou a decisão, dizendo que o juiz de Vermont “mostrou pouca compreensão do caso ou sensibilidade para crianças” ao afirmar que “a mudança em custódia dos pais, que inclui mudar para uma nova casa, escola e estado para viver com uma estranha virtual, provocaria alguma interrupção para Isabella, mas nada que seria anormal para uma criança”.

“Essa decisão poderá influenciar batalhas de custódia muito além de Vermont”, disse Wright. “Essa decisão trata um parceiro numa união civil como equiparável a um pai biológico ou legal numa batalha de custódia”.

Para fazer contato respeitoso com o juiz Cohen:

Judge William D. Cohen

RUTLAND SUPERIOR COURT

83 Center Street, Suite 3

Rutland, VT 05701

(802) 775-4394

Related Links:

Protect Isabella Coalition

Lisa Miller’s Facebook page

Veja a cobertura relacionada de LifeSiteNews.com:

Lisa Miller ameaçada com perda de custódia se não entregar a própria filha para ex-amante lésbica

http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2009/09/lisa-miller-ameacada-com-perda-de.html

Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com

Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesite.net/ldn/viewonsite.html?articleid=09112411

Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Política and tagged , . Bookmark the permalink.

10 Responses to Lisa Miller recebe ordem de entregar custódia da filha para ex-amante lésbica

  1. Nuno Dias says:

    mas você sabe o que secularismo significa?
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Secularismo
    exactamente onde é que no seu texto encontra associação com o secularismo?

    Like

  2. Mats says:

    Inferência baseada em experiências passadas.

    As pessoas mais susceptíveis de normalizar o comportamento homossexual são os “seculares”, portanto ao qualificar este juiz de secular, estou a seguir as evidências.

    Mas não respondeste às perguntas… concordas com o uso de crianças para avançar a agenda homossexual?

    Será que nada é sagrado ?

    Like

  3. Nuno Dias says:

    nem sei como explique a minha posição em relação à homosexualidade e as crianças, temo que um qualquer texto que não seja baseado no ai-senhor-que-te-amo-tanto seja respondido com lógicas preconceituosas e absurdas como é seu costume.

    Like

  4. Adim says:

    Blablabla

    Like

  5. Mats says:

    Nuno,
    Estás à vontade para corrigir as “lógicas preconceituosas e absurdas” que vires por aqui.

    Like

  6. Nuno Dias says:

    Não encontro qualquer evidência que me leve a concluir que um casal homosexual promova a um criança uma educação inferior comparando com casal heterosexual.


    As pessoas mais susceptíveis de normalizar o comportamento homossexual são os “seculares”, portanto ao qualificar este juiz de secular, estou a seguir as evidências.

    lógica de treta.

    Like

  7. Mats says:

    Não encontro qualquer evidência que me leve a concluir que um casal homosexual promova a um criança uma educação inferior comparando com casal heterosexual.

    Tudo bem, mas não é disso que fala o texto. O texto fala de um magistrado retirar uma criança da sua mãe e entregá-la à uma mulher que não tem ligação familiar nenhuma com a mesma criança.

    É óbvio que isto é feito com motivos puramente políticos sem levar em conta o normal desenvolvimento da criança.

    Mas tudo serve para apaziguar o lobby homossexual, mesmo que isso envolva retirar a menina da sua mãe biológica, e pô-la numa casa de estranhos.

    Mas se te fossem oferecidas evidências de que crianças que cresçam em ambientes homossexuais são mais suceptíveis a exibir problemas emocionais, o que é que vais concluir?

    Like

  8. Nuno Dias says:

    http://news.google.pt/news/story?um=1&cf=all&ned=pt-PT_pt&hl=en&cf=all&ncl=dSOhq_umTm1dQUM01NQ8hJ68VhgAM
    Na verdade parece que a criança vai ser entregue à companheira, uma ex-lésbica. Segundo o raciocínio dos seus argumentos “serve para apaziguar o lobby” da igreja.

    Se comparativamente aos relacionamentos heterosexuais as crianças forem claramente “mais suceptíveis a exibir problemas emocionais” então dever-se-á agir de acordo com o que são os superiores interesses das crianças.

    Like

  9. Mats says:

    Na verdade parece que a criança vai ser entregue à companheira, uma ex-lésbica

    A ex-lésbica é a mãe verdadeira da criança, e os tribunais disseram que a mãe biológica (A ex-lésbica) tem que entregar a criança à lésbica, a antiga companheira da ex-lésbica.

    Like

  10. Nuno Dias says:

    Realmente, e logo uma convertida.
    “Superior Judge William Cohen ruled last week that Lisa Miller, a former lesbian who is now a Christian, must hand her daughter, Isabelle, over to her former partner, Janet Jenkins by Jan. 1.”

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s