A Teoria da Falha contradiz a Bíblia

A adopção por parte de muitos líderes eclesiásticos da crença nos milhões de anos teve consequências devastadoras para o mundo cristão. Contrariamente ao que se possa pensar, a teoria da evolução não foi a cama onde a apostasia consequente se deitou. A crença na teoria da evolução é uma das consequências do gradualismo geológico, formalmente conhecido como o uniformitarianismo geológico (UG).

O grande compromisso da igreja começou a adopção desta visão acerca do passado da Terra.

Munidos com este “conhecimento”, muitos cristãos buscaram formas de harmonizar o UG com a Palavra de Deus. Uma das formas através da qual isto foi possível foi a postulação da “Teoria da Falha” (TF).

Basicamente o que esta teoria diz é que não há contradição entre os milhões de anos e a Palavra de Deus porque supostamente existe uma “falha” de tempo entre Génesis 1:1 e Génesis 1:2. É dentro desta “falha” que se encerram as idades geológicas postuladas pelos evolucionistas. Segundo a TF, Deus criou um mundo pré-adâmico onde viveram os dinossauros e tudo o mais. Neste mundo não havia humanos. Seguidamente, devido à queda de Satanás, Deus destruiu esse mundo e fez um novo.

O problema claro está é que para além de haver boas razões científicas para se duvidar (e rejeitar) a crença nos milhões de anos, a Palavra do Criador (Testemunha Ocular do início do Universo) contradiz claramente esta filosofia.

Nas próximas linhas vamos ver algumas das evidências Bíblicas contra a Teoria da Falha.

1. Os anjos foram feitos para servirem os humanos a mando de Deus (Heb 1:14). Como os mesmos existem desde a fundação do mundo (Job 38:7), não faz sentido Deus criar os anjos e depois eles terem que esperar milhões de anos até finalmente aparecerem os humanos.

“Não são, porventura, todos eles [os anjos], espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão-de herdar a salvação? – Heb 1:14

DEPOIS disto, o Senhor respondeu a Job, de um redomoinho, e disse: Quem é este que escurece o conselho, com palavras sem conhecimento? Agora cinge os teus lombos, como homem; e perguntar-te-ei, e tu responde-me. Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência. Quem lhe pôs as medidas, se tu o sabes? ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina; Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus rejubilavam? – Jó 38:1-7

Reparem que neste último verso se fala dos “filhos de Deus” (os anjos) rejubilarem durante o tempo em que Deus “fundava a Terra”. Daí se infere que os mesmos existiam desde o princípio.

2. O Senhor Jesus Cristo morreu uma vez só pelos pecados do mundo. Contrariamente aos sacerdotes humanos, Ele não precisa de se oferecer vez após vez para a remissão dos pecados (Hebreus 9:25,28,29). Se Ele fosse a fazer isso, Ele teria que o fazer desde a fundação do mundo, uma vez que existe pecado desde a fundação do mundo (pecado de Adão pouco depois de ter sido criado). Daí se infere que a fundação do mundo e a presença do homem nele são quase simultâneos, e não separados por milhões de anos, como subscreve a TF.

3. Satanás era um assassino desde o princípio (João 8:44). Ele causou que Caim matasse Abel, o que nos leva a inferir que os humanos estavam na Terra mal ela foi criada (“desde o princípio”).

“Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos do vosso pai: ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” – João 8:44

4. Havia tribulação desde o princípio da criação. Essa tribulação era tribulação humana. Daí se infere que os humanos estão na Terra desde o princípio da criação e não após milhões de anos.

“Porque, naqueles dias, haverá uma aflição tal, qual nunca houve desde o princípio da criação, que Deus criou, até agora, nem jamais haverá.” – Marcos 13:19

5. Os profetas começaram a ser mortos pouco depois do mundo ter sido criado, e não milhões de anos depois:

“Para que desta geração seja requerido o sangue de todos os profetas que, desde a fundação do mundo, foi derramado” – Lucas 11:50

O profeta que foi morto logo após a fundação do mundo é Abel. Isto mostra, mais uma vez, que os seres humanos estão da Terra desde que a mesma foi criada e não após milhões de anos.

6. Nós vivêmos da primeira Terra.

“E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe” – Revelação 21:1

Se houve uma Terra pré-adâmica, então nós já não estamos na primeira Terra, mas sim na segunda. No entanto, a Palavra de Deus claramente diz que nós presentemente estamos na primeira Terra. Isto implica que não houve nenhuma Terra antes da queda de Adão.

7. O mundo foi feito para ser habitado por humanos. Não fazia sentido Deus criar o mundo e depois deixar passar milhões de anos até a chegada dos seres humanos.

Porque assim diz o Senhor que tem criado os céus, o Deus que formou a terra e a fez; Ele a estabeleceu, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada – Isaías 45:18

8. O homem foi feito para habitar a Terra.

    E, de um só, fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação – Actos 17:26

Não há necessidade de se tentar harmonizar os milhões de anos com a Palavra de Deus, porque o universo não tem milhões de anos. Todas estas tentativas estão condenadas ao fracasso e à criação de confusão na mente dos cristãos.É mais lógico aceitar-se o Testemunho de Quem estava lá quando o mundo começou do que aceitar as opiniões sempre voláteis de humanos falíveis.

É melhor confiar no Senhor do que confiar no homem. – Salmo 118:8


About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Biologia, Ciência, Geologia, Religião and tagged , , , . Bookmark the permalink.

35 Responses to A Teoria da Falha contradiz a Bíblia

  1. Wallace says:

    Sou teísta moderado, venho acompanhando seu site a um tempo, com o intuito de contrabalancear o fato de eu visitar sites ateus também. Pra uma melhor formação de opinião, procuro ver os dois lados. Seus argumentos fazem sentido em grande parte.

    Porém, como cristão, o que acha das outras religiões? E da existência o culto a outros deuses (gregos, romanos) no passado? Como sabe que está “certo” ao escolher Jeová? Você acha que Deus deixaria seres humanso em uma era inteira de adoração a deuses errados apenas pra, na época atual, alguns poucos adorarem o Deus certo?

    Like

  2. Mats says:

    Wallace,

    Você acha que Deus deixaria seres humanso em uma era inteira de adoração a deuses errados apenas pra, na época atual, alguns poucos adorarem o Deus certo?

    A Palavra de Deus claramente diz que Deus nunca deixou os seres humanos sem evidências de Si:

    Romanos 1:19 Porquanto, o que de Deus se pode conhecer, neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.

    Romanos 1:20 Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem, pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inexcusáveis;

    Se a Bíblia diz que Deus sempre se manifestou ao ser humano e de forma persuasiva, quem sou eu para dizer o contrário?

    Porém, como cristão, o que acha das outras religiões?

    Com a excepção do Judaísmo Bíblico e do Cristianismo Bíblico, todas as religiões são formas de manter as pessoas debaixo do jugo do seu pecado.

    E da existência o culto a outros deuses (gregos, romanos) no passado?

    PEcado.

    Como sabe que está “certo” ao escolher Jeová?

    Porque Ele deixou evidências suficientes.

    Like

  3. MVR says:

    Wallace, acho que a misericóridia de Deus está sobre todos nós, mas principalmente sobre aqueles que vivem o engano, que não conheceram a Deus ou que não tiveram oportunidade de conhecer a Salvação através de Jesus Cristo.

    Like

  4. Joana says:

    Wallace, o que é ser teísta moderado?
    (Atenção: não entendas esta pergunta como ofensiva ou irónica, o intuito é mesmo saber o que queres dizer com isso)

    Quanto à questão das outras religiões deixa-me deixar também a minha opinião.
    A existência de outras religiões/deuses, tanto hoje como no passado, explica uma coisa interessante: a necessidade do Homem de cultuar. Todos temos um vazio que leva a uma busca por algo que às vezes nem sabemos bem o que é. É Deus. Como fomos criados para O adorar, para nos relacionarmos com Ele nunca nos sentimos plenos até satisfazer essa necessidade.
    Sei que estou certa não apenas pela fé. Existem evidências de que existe o Criador, que a Bíblia é verdadeira, que Jesus provou ser Deus, etc. Se o Cristianismo está certo as coisas que se opõem a ele estão erradas.

    Adora-se a Deus desde o princípio. No passado, como hoje, houve sempre os que adoravam os tais “deuses errados” e os que adoravam o Deus Vivo e Verdadeiro.

    Like

  5. Wallace says:

    “Teísta moderado” foi uma definição que li no blog do Barros que se encaixou no modo me que eu posiciono parcialmente.
    http://deusilusao.wordpress.com/2009/09/21/enquete/

    Like

  6. Joana says:

    Ok.
    Embora discorde de muitas “definições”…mas isso não é discussão para aqui ;).

    Like

  7. Mats says:

    Wallace,
    O que o Barros disse não faz muito sentido:

    Teísta moderado/sensato: Aquele que admite que a religião a qual pertence pode ser falha, e usa o bom senso para saber o que considerar real e o que considerar metáfora;

    1. O que é o “bom senso” de acordo com um ateu?
    2. Se o “teísta moderado” acha que a sua “religião” pode ser falha, isso diz-nos alguma coisa acerca de Deus?
    3. Quem define o que é “real” e o que é “metáfora”?

    Like

  8. eclypse says:

    Olá Mats!

    Excelente artigo!

    Gostaria de lhe indicar uma página que, a meu ver, complementaria bem o seu post:

    TEORIA DO INTERVALO: MAIS UMA DEMÊNCIA TEOLÓGICA DOS EVOLUCIONISTAS TRAVESTIDOS DE CRENTES

    Abraço

    Like

  9. Wallace says:

    Minha definição de teísta moderado é parecida com a que a maioria confunde com a do agnóstico, é mais aquele que tem dúvidas fortes, mas eu pendo pra um lado fracamente. Embora agnóstico seja “o que desconheça.”
    Eu tirei o nome “moderado” da idéia do Barros, como alguém que vê a religião como falha, mesmo tendendo a acreditar em Deus.
    1 – Acho que o ateu vê como “bom senso” o Zeigeist, já que pra quem não acreidta em Deus a moral é relativa e muda com os tempos.
    2 – Quem é moderado sabe que, se há muitas religiões, é pretensioso ter certeza de que se pegou a verdadeira. Depois de ler a respeito de um sonho de Lutero, passei a desconsiderar que Deus ligasse pra religião que a pessoa segue. Acho que Ele só leva em conta a pessoa.
    http://www.saindodamatrix.com.br/archives/2003/03/sonho_de_lutero.html
    3 – Até onde eu sei, nós mesmos. Baseando na nossa propria moral, vinda da educação e costumes correntes.

    Like

  10. MVR says:

    1 – Acho que o ateu vê como “bom senso” o Zeigeist, já que pra quem não acreidta em Deus a moral é relativa e muda com os tempos.

    E isso porque o Zeitgest não tem quase nenhuma evidência histórica do que fala, principalmente quando se trata das alegações do “mito de Cristo”.

    Wallace, toca pesquisar 🙂

    Like

  11. MVR says:

    A propósito, “Teísta moderado” é uma classificação feita por ateus, certo?

    Vamos ver as mesmas:

    Teísta forte/fanático

    E agora a dos ateus:

    Ateu forte/verdadeiro/convicto

    Ou seja: Um ateu convicto é convicto, um teísta convicto é um fanático.

    Like

  12. Mats says:

    2. Se o “teísta moderado” acha que a sua “religião” pode ser falha, isso diz-nos alguma coisa acerca de Deus?
    3. Quem define o que é “real” e o que é “metáfora”?

    2 – Quem é moderado sabe que, se há muitas religiões, é pretensioso ter certeza de que se pegou a verdadeira.

    Mas a existência de muitas religiões não significa que não se pode saber a verdade.
    O Senhor Jesus Cristo disse “E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará” (João 8:32). Daí se infere que é possível saber-se qual é o relacionamento certo com Deus, independentemente de haverem líderes religiosos que digam que outros caminhos são os válidos.
    O pensamento pós-moderno de que não se pode saber a verdade é auto-refutante: A frase que diz “Não se pode saber a verdade” ou é verdade ou é mentira. (1) Se a frase é mentira, então pode-se saber a verdade mas (2) se a frase é verdade, então pode-se saber a verdade.

    Depois de ler a respeito de um sonho de Lutero, passei a desconsiderar que Deus ligasse pra religião que a pessoa segue.

    Mesmo que essa religião envolva sacrifícios humanos, e abuso de menores?

    Acho que Ele só leva em conta a pessoa.

    Deus ama todos os seres humanos, mas detesta o nosso pecado. Como tal Ele Revela-Se aos humanos para que nós saibamos o caminho a seguir.
    Sim, Ele leva em conta a pessoa, mas Ele leva em conta a vontade que a pessoa tem (ou não) de deixar o pecado. As outras religiões, incluindo o ateísmo, não oferecem solução para o pecado, mas o Senhor Jesus Crist oferece.

    3 – Até onde eu sei, nós mesmos. Baseando na nossa propria moral, vinda da educação e costumes correntes.

    Mas os costumes variam de sociedade para sociedade.

    Like

  13. Wallace says:

    “Mesmo que essa religião envolva sacrifícios humanos, e abuso de menores? ”
    R: Você sabe que a religião cristã nem de longe é um exemplo de pureza.
    Mesmo se fosse, as religiões se baseiam em seus deuses pra fazer isso. Novamente entramos no problema da relgião verdadeira, como saber qual é, de fato.

    “A propósito, “Teísta moderado” é uma classificação feita por ateus, certo?

    Vamos ver as mesmas:

    Teísta forte/fanático

    E agora a dos ateus:

    Ateu forte/verdadeiro/convicto

    Ou seja: Um ateu convicto é convicto, um teísta convicto é um fanático.”

    R: Não espere imparcialidade 🙂 isso não existe no ser humano 😉 Não ligue para o fato dos ateus se acharem demais. Certos religiosos tem certeza absoluta de que estão certos, isso também é arrogante.

    “Mas os costumes variam de sociedade para sociedade.”
    R: Ou seja, se vc tivesse nascido em outra sociedade, como a islâmica, provavelmente teria outros costumes e outro livro sagrado.. isso infere que esteja errado? Cada pessoa religiosa parece “saber” que a religião em que nasceu é a única verdadeira, que as outras são só distorções ou mentiras! Isso não é pretensão? Pense o que um muculmano ou um hinduísta não acha de vc… pra ele vc escolheu e deus errado!

    “E isso porque o Zeitgest não tem quase nenhuma evidência histórica do que fala, principalmente quando se trata das alegações do “mito de Cristo” ”
    R: Acho o Zeigest bem óbvio, no entanto, mesmo não achando Cristo um mito.

    Like

  14. Mats says:

    “Mesmo que essa religião envolva sacrifícios humanos, e abuso de menores? ”
    R: Você sabe que a religião cristã nem de longe é um exemplo de pureza.

    Deus importa-Se ou não com religiões que fazem sacrifícios humanos? E prostituição em templos, como faziam muitas seitas pagãs do passado, será que Deus se agrada disso ou não?

    Se não se agrada, então Deus verdadeiramente importa-Se com a religião que os seres humanos seguem.

    Se Deus se agrada disso, então podemos considerar isso como coisas boas?

    Como podes vêr, a tua crença de que Deus não se importa com a religião que o homem siga é auto-refutante também.

    Mesmo se fosse, as religiões se baseiam em seus deuses pra fazer isso.

    Então como as religiões se baseiam em seus deuses para fazer isso, então não há problemas nenhuns com sacrifício de bebés e prostituição (fornicação) em templos pagãos?

    É isso que estás a dizer?

    Novamente entramos no problema da religião verdadeira, como saber qual é, de fato.

    o Senhor Jesus Cristo disse que podemos conhecer o verdadeiro relacionamento com o Pai. Podemos saber a verdade. Concordas com o Senhor Jesus Cristo, ou será que Ele estava Errado?

    Certos religiosos tem certeza absoluta de que estão certos, isso também é arrogante.

    Tu tens a certeza absoluta de que “certos religiosos tem a certeza absoluta de que estão certos”. Estás a ser arrogante também?

    “Mas os costumes variam de sociedade para sociedade.”

    R: Ou seja, se vc tivesse nascido em outra sociedade, como a islâmica, provavelmente teria outros costumes e outro livro sagrado.. isso infere que esteja errado? Cada pessoa religiosa parece “saber” que a religião em que nasceu é a única verdadeira, que as outras são só distorções ou mentiras!

    Portanto quem define o que é real e o que é metáfora é variável segundo os vários costumes existentes no mundo?

    Nesse caso, eu defino a religião cristã como real, e as outras como falsas. Os meus costumes assim me levam a concluir. De certo que não te vais opor a isto, certo?

    Ou vais?

    Like

  15. Wallace says:

    “Então como as religiões se baseam em seus deuses para fazer isso, então não há problemas nenhuns com sacrifíci de bebés e prostituição (fornicação) em templos pagãos?”

    R: Não é que não haja problema, é que há problema pra quem não segue essa religião. Pra quem a segue está tudo certo. Vc assume que o Cristianismo, contra todas as outras, é absolutamente verdadeiro. Como vc “sabe” disso?

    “O Senhor Jesus Cristo disse que podemos conhecer o verdadeiro relacionamento com o Pai. Podemos saber a verdade. Concordas com o Senhor Jesus Cristo, ou será que Ele estava Errado?”

    R: Ou nenhuma das religiões está certa ou apenas uma dela está. Com isso eu concordo.

    “Como podes vêr, a tua crença de que Deus não se importa com a religião que o homem siga é auto-refutante também.”
    R: Isso é verdade, admito. Apenas acho muito estranho o privilégio de só alguns conhcerem a Verdade e outros permanecerem na ignorância. Muitas pessoas viveram e morreram sem nunca terem ouvido falar de Jesus, não por culpa delas. Elas deveriam ser condenaas por isso?

    “Tu tens a certeza absoluta de que “certos religiosos tem a certeza absoluta de que estão certos”. Estás a ser arrogante também?”
    R: Você tem a certeza absoluta de que está certo, eu não possuo nenhuma certeza… nem a certeza de que não possuo nenhuma certeza (pra ressaltar 🙂 ) Pelo que li em seus posts, é a única conclusão a que chego.

    “Nesse caso, eu defino a religião cristã como real, e as outras como falsas. Os meus costumes assim me levam a concluir”
    R: E ainda pergunta porque eu estranho isso? 😦

    Like

  16. Mats says:

    “Então como as religiões se baseam em seus deuses para fazer isso, então não há problemas nenhuns com sacrifíci de bebés e prostituição (fornicação) em templos pagãos?”

    R: Não é que não haja problema, é que há problema pra quem não segue essa religião. Pra quem a segue está tudo certo.

    Do mesmo modo, o racismo dos nazis só é problema para quem não o segue. Como para eles estava tudo bem, então não há problemas nenhuns, certo?

    Vc assume que o Cristianismo, contra todas as outras, é absolutamente verdadeiro. Como vc “sabe” disso?

    Porque temos evidências e observações que estão de acordo com a Bíblia, e em desacordo com os outros chamados “livros religiosos”.
    .

    “O Senhor Jesus Cristo disse que podemos conhecer o verdadeiro relacionamento com o Pai. Podemos saber a verdade. Concordas com o Senhor Jesus Cristo, ou será que Ele estava Errado?”

    R: Ou nenhuma das religiões está certa ou apenas uma dela está. Com isso eu concordo.

    Então admites que o cristianismo pode estar certo, e as outras todas erradas?

    “Como podes vêr, a tua crença de que Deus não se importa com a religião que o homem siga é auto-refutante também.”
    R: Isso é verdade, admito. Apenas acho muito estranho o privilégio de só alguns conhcerem a Verdade e outros permanecerem na ignorância.

    Mas muitas vezes as pessoas permanecem na ignorância porque querem (2 Pedro 3:5). Acrescenta-se a isso o facto da Bíblia dizer que Deus já Se revelou de forma clara a todo o ser humano. Citei-te o verso em Romanos. Como tal, não é por falta de evidências que os humanos rejeitam Deus, mas sim falta de vontade.

    Muitas pessoas viveram e morreram sem nunca terem ouvido falar de Jesus, não por culpa delas. Elas deveriam ser condenaas por isso?

    Abraão, Jacó, Isaque, Moisés, Josué e muitos outros homens viveram antes da Vinda do Senhor Jesus, mas eles tinham relacionamento com Deus.
    Deus vai julgar os seres humanos consoante a Revelação de Deus que eles tiveram acesso.

    “Tu tens a certeza absoluta de que “certos religiosos tem a certeza absoluta de que estão certos”. Estás a ser arrogante também?”
    R: Você tem a certeza absoluta de que está certo, eu não possuo nenhuma certeza…

    Possues a certeza de que não possues nenhuma certeza. Ou não?

    A tua visão pós-moderna, sendo uma filosofia com bases no ateísmo, é auto-refutante.
    Se tu não tens nenhuma certeza, nem deverias discutir nem criticar os outros. Como é que sabes que aquilo que defendes (a incerteza) é a “verdade”?

    “Nesse caso, eu defino a religião cristã como real, e as outras como falsas. Os meus costumes assim me levam a concluir”
    R: E ainda pergunta porque eu estranho isso? 😦

    Estou a seguir a tua lógica.

    Like

  17. Wallace says:

    “Então admites que o cristianismo pode estar certo, e as outras todas erradas?” R: Sim. Mas repare: pode estar, da mesma maneira que pode não estar.

    “Abraão, Jacó, Isaque, Moisés, Josué e muitos outros homens viveram antes da Vinda do Senhor Jesus, mas eles tinham relacionamento com Deus.
    Deus vai julgar os seres humanos consoante a Revelação de Deus que eles tiveram acesso.”
    R: Agora sim, fez sentido.

    “Como tal, não é por falta de evidências que os humanos rejeitam Deus, mas sim falta de vontade.”
    R: Concordo tem muito ateu cara-de-pau, mesmo se visse Deus na sua frente ia achar que estava delirando, e constantemente ignora que a organização da natureza parece supor causa inteligente pra mesma, mas será que não há entre eles pessoas que gostariam de acreditar, mas não conseguem? Principalmente porque acham que, existindo várias religiões, é quase uma aposta acreditar em uma só delas?

    E minha filosofia não tem base no ateísmo, mesmo considerando que já fui muito mais convicto no teísmo que antes.

    “Possues a certeza de que não possues nenhuma certeza. Ou não?”
    R: Não brinque com as palavras 🙂 vc sabe o que quero dizer. 😉

    “Se tu não tens nenhuma certeza, nem deverias discutir nem criticar os outros. Como é que sabes que aquilo que defendes (a incerteza) é a “verdade”?”
    R: Não é necessário ter certeza para discutir. 😉 E eu não estou criticando, estou expondo uns pontos que pra mim ficaram obscuros. Quero entender o que realemnet queres dizer.

    Se existissem provas claras a favor do cristianismo, não vejo porque não aceitariam isso nos círculos acadêmicos, há lá muitos que acreditam no cristianismo. A mesma coisa ocorre com os que acreditam na Teoria da Evolução. Se eles realmente soubessem que estão mentindo e no fundo, acreditassem em Deus, porque espalhariam uma mentira, se achariam que seriam condenados por isso?

    Like

  18. Mats says:

    R: Concordo tem muito ateu cara-de-pau, mesmo se visse Deus na sua frente ia achar que estava delirando, e constantemente ignora que a organização da natureza parece supor causa inteligente pra mesma, mas será que não há entre eles pessoas que gostariam de acreditar, mas não conseguem?

    Não conseguem ou não querem?

    Principalmente porque acham que, existindo várias religiões, é quase uma aposta acreditar em uma só delas?

    Uma vez que há evidências para o cristianismo, não é uma “aposta” mas sim uma passo seguro.

    Se existissem provas claras a favor do cristianismo, não vejo porque não aceitariam isso nos círculos acadêmicos, há lá muitos que acreditam no cristianismo.

    Porque há pessoas que não querem aceitar ou obedecer o que Deus diz.
    OS demónios sabem que Deus existe, mas mesmo assim revoltaram-se contre Ele. Porquê? Porque queriam viver a sua maneira, e não a maneira que Deus ordenou.
    O mesmo se passa com os humanos.
    ´

    A mesma coisa ocorre com os que acreditam na Teoria da Evolução. Se eles realmente soubessem que estão mentindo e no fundo, acreditassem em Deus, porque espalhariam uma mentira, se achariam que seriam condenados por isso?

    Repara na mesma pergunta, mas agora aplica-a aos demónios:
    Se eles [demónios] realmente soubessem que estão mentindo e no fundo, acreditassem em Deus, porque espalhariam uma mentira, se achariam que seriam condenados por isso?

    Para alguns, aquilo que Deus diz não os satisfaz. Mesmo sabendo que caminham para o inferno, eles continuam a viver como se não houvesse aos céu e inferno.

    Like

  19. stefanny says:

    Hoje em dia a biblia sem argumento algum esta se revelando sozinha, antes de chegar ao ponto quero dizer que concordo plenamente com o MATS.
    Segundo o “evolucionismo teísta”, é possível acreditar tanto em Deus quanto na teoria de Darwin. Muitos que acreditam na evolução dizem que também acreditam em Deus. No entanto, sentem-se livres para pensar em Deus como alguém que não criou as coisas, que não interfere em assuntos humanos e que não julgará as pessoas. É uma crença que diz o que as pessoas A crença na evolução teísta é totalmente anticristã, pois nega a veracidade dos primeiros capítulos da Bíblia. Uma pessoa que diz acreditar em Deus, mas crê na teoria da evolução, pouco difere de um evolucionista Ao definir a fé, a Bíblia enfatiza a importância de evidências. Ela diz: “A fé é a expectativa certa de coisas esperadas, a demonstração evidente de realidades, embora não observadas.” (Hebreus 11:1) A verdadeira fé em Deus deve se basear em evidências que demonstram que realmente existe um Criador. A Bíblia mostra onde você pode encontrar essas evidências.ateu.…” As palavras deste cientista cristão são perfeitamente corroboradas pelo que diz o apóstolo João, que afirma que quem não crê no Filho de Deus, faz de Deus um mentiroso (I Jo.5:10) e crer em Jesus significa, necessariamente, crer nas Escrituras, pois são elas que testificam do Senhor (Jo.5:39)A Bíblia é exatamente a bússola de toda e qualquer ciênciaA fé, entretanto, não se confunde, em absoluto, com a ignorância, com o anti-intelectualismo. A fé é a fonte da verdadeira sabedoria, pois permite aos pequeninos ter acesso às coisas que são ocultas aos sábios e entendidos (Mt.11:25)A fé não é cega, mas, pelo contrário, consegue atingir aquilo que a mente humana não consegue alcançar. A fé permite-nos ir além das limitações da razão humana, pois nos permite ter a mente de Cristo (I Co.2:9-16)Esta fé nos faz dispensar qualquer prova científica para crermos, mas também nos mostra que, sempre que a ciência se multiplica, o que nos foi revelado é confirmado pelas evidências, algo bem diverso do que ocorre com os néscios que, no afã de negar a existência de Deus, somente produzem corrupção e imundícia (Sl.14:1-3). Que nestes tempos trabalhosos em que vivemos, saibamos ter esta fé, que, associada à razão, sempre nos mostrará o Deus Todo-Poderoso, Criador dos céus e da terra, Criador de todas as criaturas segundo a sua espécieCada parte dos milhares de sistemas que cooperam entre si para nos manter vivos foi projetada de forma ideal. Além disso, o Universo físico fornece evidências de precisão matemática e ordem. Davi escreveu: “Os céus declaram a glória de Deus; e a expansão está contando o trabalho das suas mãos.” —( Salmo 19:1A própria Bíblia é uma rica fonte de evidências sobre o Criador. Tirar tempo para examinar a harmonia de seus 66 livros, a superioridade de seus padrões de moral e o cumprimento certo de profecias vão dar a você amplas evidências de que o autor dela é o Criador. Entender os ensinamentos da Bíblia também lhe dará a confiança de que a Bíblia é realmente a Palavra do Criador. Por exemplo, quando você entender ensinamentos bíblicos como a causa do sofrimento, o Reino de Deus, o futuro da humanidade e como encontrar a felicidade, verá uma demonstração evidente da sabedoria de Deus. Talvez se sinta como Paulo quando escreveu: “Ó profundidade das riquezas, e da sabedoria, e do conhecimento de Deus! Quão inescrutáveis são os seus julgamentos e além de pesquisa são os seus caminhos!” —( Romanos 11:33).
    As Escrituras são a verdade (Jo.17:17), não se podendo, portanto, “cortar pedaços” da Bíblia ou nelas crer parcialmente, pois a verdade é indivisível. O próprio Jesus afirmou que nada pode ser acrescentado ou diminuído das Escrituras (Mt.5:18; Lc.16:17; Ap.22:18,19). Assim, quem crê em Jesus, crê em todas as Escrituras, sem qualquer exceção.
    Ao examinar as evidências e sua fé aumentar, você ficará convencido de que quando lê a Bíblia está na realidade ouvindo o próprio Criador. Ele diz: “Eu é que fiz a terra e criei até mesmo o homem sobre ela. Eu — minhas próprias mãos estenderam os céus, e dei ordens a todo o seu exército.” (Isaías 45:12)
    Com certeza, você nunca se arrependerá de ter se esforçado para provar a si mesmo que Deus é o Criador de todas as coisas.

    Like

  20. stefanny says:

    e por falar no assunto acima, eu sou uma cristã, concerteza nao tenho nada contra a ideia de uma outra religiao,mas verdadeiramente o sentido da biblia se qualifica em qualquer evidencia ou epôtese, se vc pensar bem aquele que ler e crer na biblia pela fé pode sim testemunhar que Deus existe, que ele é criador, e consumador de todas as coisas, sendo deus

    -ONISCIENTE ( ele sabe de todas as coisas)
    EX: no nascimento de jesus deus sabia que o rei mandaria matar todas as crianças, e assim orientou josé ir pra outro lugar com maria para salvar o menino Jesus.

    -ONIPRESENTE ( ele pode estar em todos lugares ao mesmo tempo)
    Ex: Deus não se limita a qualquer parte do universo, mas está presente com todo o seu poder em cada lugar do espaço e em cada momento do tempo (Sl 139.7-12).Deus se revela na Bíblia como o Senhor que está em toda parte. Deus estava presente como Senhor em toda a criação (Sl 139.7-12), e não há como escapar dEle. Ele está presente nos nossos pensamentos mais íntimos.Ele não olha apenas para nossas ações exteriores, mas principalmente para as intenções do nosso coração (Mt 6.1-18). Como Deus é o Criador e Sustentador do tempo e do espaço, Ele está em toda parte. Estando em toda parte, Ele é o nosso grande Consolador, Amigo e Redentor. (dib)

    – ONIPOTENTE ( que pode todas as coisas)
    EX: deus fez com que a terra inundasse de agua, anunciando a Noé que preparasse e a arca. Quem mais poderia inundar o mundo a nao ser Deus?

    [[Stefanny, tinhas escrito “faraó” em vez de “rei”. Não era um faraó quem mandava na Terra de Israel na altura do Senhor Jesus, mas sim um rei]] — Mats

    Like

  21. stefanny says:

    concerteza, coloquei compleamente errado obrigado pela sua observação

    Like

  22. stefanny says:

    mas queria compartilhar com vocês um livro que eu li,que se chama ‘Anjos e Demonios, é uma historia curiosa sobre a duvida de um homem sobre o amor de deus. Vou contar a historia rapidinho!

    Bom lendo o livro “Anjos e Demônios” de Dan Brawn há um trecho da conversa entre um tenente da guarda do Vaticano (Chartrand) e o camerlengo (Carlos Ventresca) que responder claramente a essa pergunta acima. Vejá o trecho e consequentemente a resposta para as duvidas do tenente e nossas.

    Uns dois meses antes, em uma tarde sossegada, Chartrand cruzara com o camerlengo vindo por um dos caminhos que cortavam a Cidade do Vaticano. O sacerdote reconhecera Chartrand como um dos novos guardas e convidara-o para acompanhá-lo em um passeio a pé. Não conversaram sobre nenhum assunto em especial, mas o camerlengo fez Chartrand sentir-se imediatamente à vontade.

    – Padre – disse Chartrand -, posso lhe fazer uma pergunta esquisita?

    O camerlengo sorriu.

    – Só se eu puder lhe dar uma resposta esquisita.

    Chartrand achou graça.

    – Já perguntei isto a todos os padres que conheço e continuo não entendendo.

    – O que é que você não entende?

    O camerlengo ia na frente em passos rápidos, o pé levantando a ponta da batina quando ele andava. Os sapatos eram pretos, de sola crepe, e combinavam com ele, pensou Chartrand, como se refletissem a essência do homem: moderno mas modesto e mostrando sinais de desgaste.

    Chartrand respirou fundo.

    – Não entendo o que vem a ser uma onipotência benevolente.

    O camerlengo sorriu.

    – Você anda lendo a Sagrada Escritura.

    – Eu tento.

    – E está confuso porque a Bíblia define Deus como uma divindade onipotente e benevolente.

    – Exato.

    – Onipotente e benevolente significa apenas que Deus é todo-poderoso e bem-intencionado.

    – Compreendo o conceito. É que parece haver uma contradição aí.

    – Sim. A contradição é a dor. A fome, as guerras, as doenças.

    – Exatamente! – Chartrand sabia que o camerlengo compreenderia. – Coisas terríveis acontecem neste mundo. A tragédia humana é como uma prova de que Deus não pode ser simultaneamente todo-poderoso e bem-intencionado. Se Ele nos ama e tem o poder de mudar nossa situação, Ele deveria também evitar nossas dores, não é?

    – Deveria mesmo? – perguntou o camerlengo.

    Chartrand ficou embaraçado. Teria passado dos limites? Será que se tratava de uma daquelas perguntas religiosas que não se devia fazer?

    – Bem, se Deus nos ama, se é capaz de nos proteger, Ele deveria, sim.

    Parece que Ele é onipotente e indiferente ou, ao contrário, benevolente e incapaz de nos ajudar.

    – Tem filhos, tenente?

    Chartrand enrubesceu.

    – Não, signore.

    – Imagine se tivesse um filho de oito anos. Você o amaria?

    – Claro.

    – E faria tudo o que pudesse para evitar que ele sofresse na vida?

    – Claro que sim.

    – E deixaria que ele andasse de skate?

    Chartrand estacou, admirado. O camerlengo parecia singularmente “por dentro” para um sacerdote.

    – Sim, acho que sim – disse Chartrand. – Com certeza deixaria que andasse de skate, mas diria a ele para ter cuidado.

    – Quer dizer que, como pai desse menino, você lhe daria uns bons conselhos básicos e deixaria que saísse e cometesse seus próprios erros?

    – Eu não correria atrás dele para mimá-lo, se é o que o senhor quer dizer.

    – E se ele caísse e ralasse o joelho?

    – Ele aprenderia a ser mais cuidadoso.

    O camerlengo sorriu de novo.

    – Então, quer dizer que, mesmo tendo o poder de interferir e evitar que seu filho sentisse dor, você optaria por demonstrar seu amor deixando-o aprender suas próprias lições?

    – Claro, a dor é parte do crescimento. É como aprendemos.

    O camerlengo sacudiu a cabeça.

    – Exatamente.

    Like

  23. Mats says:

    A tragédia humana é como uma prova de que Deus não pode ser simultaneamente todo-poderoso e bem-intencionado.

    Ou isso, ou a dôr é a consequência da acção humana. Deus de facto vai acabar com a dôr que nós criamos no mundo, mas isso vai acontecer no Seu tempo, e não no nosso.

    Infelizmente os crentes ateus não se apercebem que o filme ainda não acabou.

    Like

  24. stefanny says:

    Deus nos fez com a intenção de nos amar e nao de julgar, por enquanto uma coisa é certa as dores é uma consequência humana, mas as pessoas só gostam de ouvir o que agrada, e nunca ligam pra soluçao que existe.
    Ateus, tem a historia de ser convicto, mas na verdade sempre querem arranjar argumentos para o publico, acho que eles nao trabalham por sede de conhecimento ou outros ,mas sim para colocar sempre uma duvida numa afirmaçao, eu nao sabia o que era um Ateu, mas quando, eu soube de alguma forma tive vontade de conhecer essa historia, e conheci!
    Deus fala: ´Aquele que crê nos meu mandamentos e os guarda, este é o que me amas, e se alguém me ama será amado por meu pai, eu também vós amarei e me manifestarei a ele’. Os ateus faz devidamente o contrário da palavra, ele crê nas metáforas de humanos falíveis, ou ate mesmo criam suas lógicas baseiada sempre de críticas, que muitas vezes afeta uma religiao ou até mesmo a sua própria ciência, mas isso nao é o caso, na verdade os ateus nao se baseiam em nada, isso e´o logico, ele nao deveria se intrometer em nada, porque relativamente ele discrimina o fato de que deus existe simplesmente pedindo uma prova, a ciência so vai pra frente porque ela prova,por isso que eles admiram ela tanto, mas uma coisa tem,a ciência busca por provas relativas mas que algumas vezes nao se chega a lugar algum, mas devidamente quando o assunto esta ligado a fé eles a discriminam totalmente querendo ser convictos como falam e donos da razão, querem discutir uma coisa que nem se quer sabem direito, mas ja tem a resposta na ponta da lingua, vocês nao acham simplesmente que tudo pra eles e viver sem um sentido, por que pra eles o que conta é o naturalismo e o racionalismo, mas não há nenhuma ideologia ou um conjunto de comportamentos a que todos os ateus devam respeitar.Por isso que eu nunca vou concorda com uma crença que pra mim nao de dar o valor de se ser admirada, desculpa mas é uma visão minha!

    Like

  25. Valter says:

    Pq algumas pessoas nascem tão bonitas, ricas e tem tudo o que quer e outros nascem pobres, doentes e as vezes, ate se arrastando por serem deficientes físicos? (Isto pode ser independente da filiação e até de crenças. Pais ricos, podem ter filhos deficientes e talvez nem tão bonitos, e pais pobres podem ter filhos sadios, bonitos e ate se darem bem na vida financeiramente.) Ou seja, é um presente de Deus p um, e castigo de Deus p outro? mas ao nascer, o que fez um para receber presente, ou o que fez o outro p receber castigo? Se fez, quando foi? Acho incoerências em todas as crenças, pelo que a gente vê, na realidade da vida. E, no geral, a Terra está p o Universo, assim como uma formiguinha, das menores, para a Terra toda (e ainda não sabemos tudo sobre o Universo) Será que só a Terra é centro de atenção para Deus?

    Like

    • Mats says:

      Vivêmos num mundo marcado pela maldição do pecado, portanto, não é de admirar que haja coisas más. O surpreendente é que ainda existam coisas boas.

      Like

  26. Valter says:

    Acho que a humanidade está muito presa a passados bíblicos, e no momento, nada acontece de bíblico, e já se passaram 2000 anos. Acho que quem conta um conto aumenta um ponto, e assim, nasceram as bíblias, os alcorões etc. fantasias de quem as escreveram, e fazem efeito ate os dias de hoje e vai por muitos anos vindouros. E o homem tem necessidade de crer em Algo ou Alguém para justificar o que não sabe, o que é desconhecido. Acredito num Deus bem maior, no Deus Criador de todo o universo e não só da terra. E acho que tem muita especulação p justificar o desconhecido. (Os vikings, acreditavam no Deus sol, no Deus dos mares, Deus lua e ate num mau Deus, que engolia o Sol, e fazia dia virar noite mas eles o afugentavam com suas espadas, e de tanto fazerem frente a esse mau Deus, ele se afastava deixando vir o dia novamente. Era a lua que saía de frente do sol. Era o eclipse lunar, mas eles desconheciam o que era eclipse, e todas as coisas inexplicáveis. E até hoje, nada acontece o que as escritas dizem, a não ser, coincidências que é muito mais provável. Se a bíblia foi inspirada, acho q não foi por Deus…mas pela capacidade da mente humana de criar fantasias.

    Like

    • Ismael says:

      Se a Bíblia é uma fantasia criada pela mente humana, mostre-me pelo menos uma prova de que ela não contenha fatos verdadeiros como nomes de reis, impérios, genealogias, lugares existentes, história de um povo que até hoje existe, conteúdo que fala das falhas de homens que andavam com Deus, histórias de homens que quebraram paradigmas, referências que estão sendo comprovadas por fatos arqueológicos e geográficos (http://www.biblicalarchaeology.org) inclusive manuscritos que comprovam a veracidade dos escritos bíblicos, fatos que demonstram como o mundo foi formado (uma Inteligência por de trás) apresentando quem é esse Autor por detrás dessa obra, mostra um conjunto de leis que depois foi modificado (algumas leis que tinham relação com os costumes, como por exemplo olho por olho e dente por dente) por Jesus, o Cristo; dizendo que o amor ao próximo é o cumprimento de toda lei, mostra homens transformados de iletrados para homens sábios (novo testamento) escolhidos de vilarejos de pescadores (que se tornaram lideres da igreja inicial) entre outros homens; e muitas outras coisas… isso não me parece nenhuma fantasia…

      Principalmente que o primeiro argumento de pessoas como você é jogar as coisas por de baixo de um argumento sem prova… fantasias… ora… você realmente não faz idéia do que existem por detrás das Escrituras Sagradas… não tem nem idéia da validade das testemunhas que a compõe.

      Não me venha com comparações de outros povos, isso também é uma forma de desviar o assunto. Nenhum conjunto de manuscritos existentes nos dias de hoje tem tantas referências arqueológicas, geográficas e até manuscritos de época, como os das escrituras… nem mesmo os próprios escritos gregos… algo tão cheio de veracidade tem no mínimo, autoridade e superioridade sobre mitos de qualquer outro povo.

      Like

  27. Valter says:

    É sabido, por qualquer um, que quando se quer enfatizar, dar mais credito a um assunto, as pessoas, o ser humano, tem a capacidade de aumentar, dar mais ênfase, ou seja, o popular “quem conta um conto, aumenta um ponto”. Naquela época, com a maioria de pessoas ignorantes, quem sabia alguma coisa a mais, tinha credibilidade, em sendo assim, quando alguém sonhava alguma coisa, e colocava em escritos, dizia que era inspiração divina, coisas em que ele acreditava. E os muitos relatos, na face da terra em todos os lugares, nada mais é do que um inconsciente coletivo que se tem de algum assunto.
    Tenho maior respeito de quem acredita em qualquer religião, só coloco minha opinião a respeito do assunto. Porque, até hoje, ainda se tem duvidas? manuscritos, são feitos por homens e podem haver exageros. Porque tanta contradição de uma religião para outra, senão para interesses dos quais a maioria conhece bem, que a igreja catolica, a primeira delas, d.C. fez os maiores atrocidades em nome da biblia? como não tem erros? como acreditar em palavras escritas por pessoas, dizendo que eram divinas? Mas, as pessoas tem medo do desconhecido, dos castigos, de um Ser Supremo criado pela mente humana. Nessa, até Jesus foi envolvido, pegou a causa que lhe custou a vida. Mas a maneira dEle (coloco Ele, em maiúsculo, em respeito a vocês, que pensam diferentes de mim, meu comentário, não é para ofender pessoas.) pensar no próximo, deveria ser de todos nós, por isso o destaque dEle e de muitos que defenderam a causa humana, porque há interesses escusos por parte dos religiosos. Se a I.C. fosse uma instituição que acreditasse mesmo na bíblia, não a escondia, fazendo mistérios para aumentar o medo nas pessoas, nem matava, em nome dela. Não era o que pregava o ser humano Jesus, não é sabido que ele fundou alguma igreja, a não ser em pregar nas casas de quem o seguia, ou ate debaixo de arvores. Ele sim, se preocupava com o ser humano, e não tirava proveito do que fazia. Não enriqueceu, nem fundou templos. Como disse, não era para ter nenhum destaque isso, mas a ganancia dos religiosos, fez crescer o respeito pelas ações dEle. Daquela época para cá, a igreja só se enriqueceu e ainda virou estado. E pegando carona, surgiram outras, “dissidentes” daquela.
    E hoje, assistimos qualquer ser humano, dominando milhares de outros, pela imposição do medo, ficarem milionários em nome dos escritos. E só cresce, porque a maioria não se preocupa em pesquisar, questionar, saber se tem veracidade em tudo isso. Fica mais fácil dar o dizimo, ou qualquer outra denominação, para ficar bem com o Ser Supremo. Por isso, quanto mais se conhece o ser humano, mais se vê do que ele é capaz.
    Mas a ciência esta aí, é só ter um pouco de raciocínio lógico, para ver que não é nada disso que pregam os religiosos.
    Acredito que existem muitos de boa fé, nesses eu tenho respeito, mas aqueles que dominam a massa humana para se enriquecer, me faz acreditar, que eles também, como eu, não engoliu as estórias de Adão e Eva, nem outras que por mínimo de estudo, tenha fundamento. E se aproveitam disso.
    Acredito que possa ter um propósito bem maior, a nossa existência, mas, se existe, ainda não foi
    divulgada pelo Criador universal. Criador que, existindo, ainda não se manifestou, fazendo imposições, causando pânico numas criaturas tão pequenas, tão indefesas, que é o ser humano que ainda tem medo do “escuro” do desconhecido, do que não tem capacidade de dominar, que são as manifestações da natureza.
    Estamos engatinhando em termos de conhecimento, mas com alguns milhares de anos, vamos ver que não é nada disso que foi pregado até hoje. Apesar de sabermos muita coisa que no passado, era muito misterioso, estamos apegados a 2000 anos atrás e não saímos disso até hoje.
    Pelo que se tem estudado, os cientistas, já nos provam que a nossa galáxia, que para as medidas humanas são infinitas, não tem nada de infinito. Nossa galáxia, não passa de NADA, diante de bilhões de outras que existem. E existe um Criador que esteja preocupado conosco? criaturas quase inexistentes diante da realidade universal? Se assim fosse, seria tão pequeno quanto nós mesmos. A única coisa que modificou, foram as descobertas cientificas. A religiosa não mudou em nada.
    Definitivamente, não penso que seja assim. Acredito num proposito maior. O DEUS criador de tudo, é bem maior. Vamos aguardar, daqui uns 200 ou milhares de anos, talvez tenhamos alguma resposta melhor para tudo isso. Bom dia a todos.

    Like

    • Mats says:

      Comentários mais curtos, se faz favor.

      Obrigado.

      Like

    • Ismael says:

      Você está certo quando diz que muitas coisas os homens fizeram de mal em nome de Deus, mas isso não altera o carater d’Ele.

      Sobre os fatos escritos nas escrituras é uma questão que vem da parte d’Ele. (E aquele que é de fato Cristão sabe do que eu estou dizendo). O Senhor é o Espírito e as coisas concernentes ao mundo espíritual, vem da parte d’Ele, no nome do Senhor Jesus, e não vem de coisas terrenas apenas.

      Quanto a ver se Deus existe, eu não posso emprestar meus ouvidos, nem meus olhos e nem mesmo o meu espírito para você compreender do que sou testemunha. Essa parte está com você…no momento em que você diz ser isso impossível, você está trancando a possibilidade… fechando as portas… e a verdade meu amigo, você vai saber quando encontra-la.

      Like

      • Azetech says:

        Ismael

        Quanto a ver se Deus existe, eu não posso emprestar meus ouvidos, nem meus olhos e nem mesmo o meu espírito para você compreender do que sou testemunha.

        Muito bem irmão, excelente frase. Isso me fez lembrar daquele versículo bíblico, onde Deus falava com Isaias:

        Isaias 6:10 – “Torne insensível o coração desse povo; torne surdos os ouvidos dele e feche os seus olhos. Que eles não vejam com os olhos, não ouçam com os ouvidos, e não entendam com o coração, para que não se convertam e sejam curados”.

        Like

  28. Paulo says:

    Quero dizer que concordo plenamente com o comentário do Ismael.
    A Bíblia foi escrita num período de mais de 1.600 anos. Seus escritores viveram em épocas diferentes e procediam de muitas rodas da vida. Alguns eram agricultores, pescadores ou pastores. Outros eram profetas, juízes ou reis. O escritor do Evangelho de Lucas era médico. Apesar das diferentes formações de seus escritores, a Bíblia é harmoniosa do começo ao fim.
    O primeiro livro da Bíblia nos diz como surgiram os problemas da humanidade. O último livro revela que a Terra inteira se tornará um paraíso, ou jardim. O conteúdo da Bíblia abrange milhares de anos de História e todas as partes têm algo a ver com a realização do propósito de Deus. A harmonia da Bíblia é impressionante, mas isso é o que se esperaria de um livro de Deus.
    A Bíblia é cientificamente exata. Ela contém até mesmo informações que estavam muito à frente de seu tempo. Por exemplo, o livro de Levítico contém leis sobre quarentena e higiene dadas ao Israel antigo numa época em que as nações vizinhas nada sabiam a respeito desses assuntos. Num tempo em que havia idéias erradas sobre o formato da Terra, a Bíblia referia-se a ela como círculo, ou esfera. (Isaías 40:22) A Bíblia dizia com precisão que a Terra está ‘suspensa sobre o nada’. (Jó 26:7) Evidentemente, a Bíblia não é um livro de ciências. Mas, quando se trata de assuntos científicos, ela é exata. Não é isso o que esperaríamos de um livro de Deus?
    A Bíblia é também historicamente exata e confiável. Seus relatos são específicos. Em muitos casos, incluem não só o nome da pessoa mas também os de seus antepassados. Em contraste com os historiadores seculares, que em geral não mencionam os defeitos de seu próprio povo, os escritores bíblicos foram francos, registrando até mesmo suas próprias falhas e as de sua nação. No livro bíblico de Números, por exemplo, o escritor Moisés admitiu seu próprio erro grave, pelo qual foi severamente repreendido. (Números 20:2-12) Essa franqueza é rara em outros relatos históricos, mas está presente na Bíblia porque é um livro de Deus.
    Portanto, alegar que a Bíblia é fantasiosa é no mínimo não ter noção de seu conteúdo.

    Like

  29. Azetech says:

    Ismael e Paulo

    Sabe qual é a falha de raciocínio presente nos comentários do Valter ? Ele imputa a característica da bíblia aos demais livros seculares. Um livro secular, de fato, pode ter em sua estrutura, algumas mudanças que alteram seu sentido. Alguns deles podem ocorrer, o que afirma aquele ditado: “Quem conta um conto aumenta um ponto”
    Porém isso ocorre, pois no meio secular NÃO HÁ NADA que atue como uma força que preserve sua integridade.
    No Caso da bíblia, o PRÓPRIO ESPÍRITO DE DEUS a mantém íntegra a mensagem que ele transmitiu a nós.
    Como nosso “amigo” demonstra ser mais um crente na não existência de Deus (Ateu), ele imputa a bíblia as mesmas regras que os demais livros. Isso ocorre na base do achismo, sem ao menos possuir evidências concretas de tais afirmações.
    Na cabeça dele, todos os livros do mundo são feitos APENAS por homens (sem nenhuma inspiração), e por isso são sujeitos as suas falhas.
    Este erro é muito frequente para quem possui o mesmo modelo de fé que o Valter possui.

    Like

  30. valter says:

    Conteúdo, Paulo, que confunde as cabeças de quem o lê. Por isso a proliferação de tantas religiões, com tantas interpretações, levando cada religião, ter sua própria bíblia. Qual está certa?
    A que o coração diz? O homem continua com medo do desconhecido. As vezes, vão às igrejas, templos, para ficar em paz com a consciência, saem aliviados, deixou lá sua contribuição, orou . Mas isso é psicológico.
    Continuo acreditando que “se” a bíblia foi inspirada, não foi pelo Criador de tudo. E vemos, desde a fundação da primeira igreja d.C.,até hoje, pessoas tirando proveito disso. E a cada dia, existe uma denominação nova, levando milhões a acreditar que o simples fato de as frequentar, estão em paz com o Criador, apesar, destas mesmas pessoas, não darem (a essas igrejas, templos, etc.) muito credito, pelo que ouvem falar delas, saírem com a sensação de alivio, em ter transferido “responsabilidades”. Porque, na verdade, é o que ocorre.
    E desde lá atrás, se fala em fim do mundo. Tudo que se ouve falar de fim do mundo, fim dos tempos, castigos, céu e inferno, ninguém nunca tem certeza de nada, mas deixa uma porcentagem bem alta da humanidade Cristã, em pânico. Como o que ocorre sempre que se fala em datas do fim, como agora há pouco, 21/12/2012. Esses maias, são Deuses tambem? para colocar todo mundo em pânico a cada anuncio, vindo deles? E depois, não acontece nada. Era para acontecer? Os cientistas, entendidos do que falam, sempre disseram que não.
    São muitas crenças, muitas especulações, apegadas ao passado. A humanidade, ainda, não colocou os pés no chão. Pensar com lógica. O “mundo” não se resume a Terra. Mas fazem muito pouco do Criador de tudo.
    Quanto as datas, pessoas, claro que estavam lá. Mas isso não credibilisa com tantos erros que existem,
    Se qualquer pessoa, contar um fato, e outras levar esse fato adiante, no ultimo vai haver alguma diferença, imagine isso por centenas ou milhares de anos? E para piorar, muito do que foi escrito, não faz jus a uma “divindade” como disseram. Desculpe, mas essa é minha maneira de pensar.
    Acredito no Criador de tudo mesmo, mas não no Deus criado pelo homem. Esse, (como descrito nas bíblias) criado pelo homem, é muito semelhante (imagem e semelhança?) a nós mesmos. Com rancores, vingativo, bom e mau, exclusivista, e tantas coisas escabrosas que, lógico, não dá para colocar tudo aqui, só pode ser Deus da Terra, dos homens, não do Universo.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s