Sismo no Chile Afecta Eixo de Rotação da Terra

Se um sismo teve ramificações globais, o que é que aconteceria se houvesse actividade geológica por toda a Terra? Eventos catastróficos tem a capacidade de mudar a Terra de forma imprevisível, mas existe um grupo de pessoas dentro das igrejas que acha que o Dilúvio de Noé foi um evento “tranquilo”.

O sismo de 27 de Fevereiro no Chile que matou mais de 700 pessoas terá feito os dias na Terra mais curtos – embora imperceptivelmente, apenas 1,26 milionésimos de segundo mais curtos. Mas o eixo de rotação do planeta ter-se-á deslocado cerca de oito centímetros, em resultado do abalo de magnitude 8,8 na escala de Richter.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Ciência and tagged , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Sismo no Chile Afecta Eixo de Rotação da Terra

  1. Retirado dum post do blog AstroPT:

    “A Lusa (e o DN e o Ciência Hoje) dizem que os cientistas alemães desmentem/negam o que o cientista da NASA disse.
    Eu pergunto: donde tiraram essa “brilhante” conclusão?
    É óbvio que é uma interpretação totalmente errada e é uma mentira divulgada pelos Media!

    Estes foram os factos:

    O Richard Gross da NASA disse que criou modelos em computador em que conseguiu prever que o terramoto no Chile levou a uma pequena mudança no eixo de rotação da Terra, e levou a que a Terra tenha os dias mais curtos.
    Disse que são efeitos tão pequenos, que apesar de serem previstos por um modelo de computador, na prática nada mudou nem nada se consegue provar, porque não se consegue medir efeitos tão insignificantes.
    Bloomberg News: “The changes can be modeled, though they’re difficult to physically detect given their small size, Gross said.”
    No Público: “As mudanças são demasiado pequenas para serem detectadas em termos físicos, sublinhou Richard Gross ao site Bloomberg News.”

    O cientista alemão Rainer Kind diz que “As mudanças no eixo da terra devido a um sismo são tão ínfimas, que não se podem medir, e por isso não são comprováveis”.

    Ou seja, o cientista alemão só tornou a dizer o que o cientista da NASA tinha dito! Só reafirmou! Não negou nem desmentiu nada! Disse o mesmo!!!

    O cientista alemão também disse: “Parece que a NASA só quis aparecer nas manchetes dos jornais, porque é totalmente impossível provar que tenha havido uma deslocação de oito centímetros do eixo terrestre”.
    E aqui só se podem retirar 2 conclusões:
    – o cientista alemão não leu correctamente o que o Gross disse, senão sabia que ele disse que a deslocação é tão ínfima que não se consegue comprovar experimentalmente.
    – é óbvio que a NASA quiz aparecer nos jornais, assim como quiz o cientista alemão! Logo, esta critica não tem razão de ser: é atirar pedras quando se tem telhados de vidro.

    Jornalismo correcto seria, na minha opinião, perguntar ao cientista alemão se ele sabia o que estava a dizer. Em vez disso, preferiram entrar em desmentidos/negações que não fazem parte da realidade…”

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s