Homem primitivo não era escritor mas era marinheiro

Se amanhã fosse encontrado um iPod numa das tumbas egípcias, será que isso seria mais chocante do que saber-se que o “homem primitivo” sabia navegar nos mares?

Heather Pringle começou a sua reportagem na National Geographic News com as palavras “Não era suposto isto acontecer desta forma“. Ferramentas em pedra com idades superiores a 130,000 anos (segundo os sempre fiáveis métodos de datação/adivinhação evolucionistas) foram encontrados na ilha de Creta. Como os evolucionistas acreditam que Creta tem estado rodeada de água há 5 milhões de anos, isto significa que os ancestrais dos humanos, julgados demasiado primitivos para exibir comportamentos modernos, eram navegadores intencionais.

Para além disso, centenas de utensílios de pedra encontrados em 9 locais distintos sugerem que os grupos vieram com intenções de instalar populações sustentáveis, e não como o resultado de divagações acidentais. Isto revela intenção, propósito, “curiosidade” e o desejo de explorar.

De que forma é que isto vai afectar as teorias contemporâneas sobre as origens do homem?

Pensava-se que o ser humano deste período de tempo não era capaz de construir barcos ou mesmo uma simples jangada – tecnologia considerada expressiva do comportamento moderno.

Por “pensava-se” entenda-se “os evolucionistas pensavam“. Como acontece várias vezes, os evolucionistas tentam fazer disto um erro “geral” quando na verdade isto é algo que só eles acreditam.

Os chamados comportamentos modernos no Homo Sapiens não apareceram senão a cerca de 100,000 anos atrás. No entanto as novas descobertas servem de pista para a posição que afirma que estes ancestrais humanos eram mais capazes de planeamento sofisticado, cooperação e construção – neste caso, construção de barcos – do que os simples utensílios de pedra sugerem.

Reparem como uma evidência que deveria pôr em causa as idades imaginadas pelos evolucionistas é rapidamente incorporada dentro da teoria da evolução como se nada fosse. É por estas e por outras que se vê que a teoria da evolução não é uma teoria científica falsificável e testável. Tudo aquilo que possa ser observado e cientificamente estudado vai sempre estar de acordo com a teoria da evolução (por definição), porque a teoria da evolução não depende da ciência.

Curtis Runnels da Universidade de Boston afirmou:

Eu fiquei surpreendido. A ideia de se encontrar utensílios neste período de tempo era tão credível como encontrar um iPod no tumba do rei Tutancamon.

Mas se fosse encontrado um iPod dentro de uma pirâmide egípcia, alguém duvida que o mesmo seria facilmente re-interpretado de forma a não danificar a teoria da evolução? Os evolucionistas provavelmente diriam que os extra-terrestres eram os artífices do iPod.

Conclusão:

O que se retira deste achado é o quão maleável a “teoria” da evolução é. Tudo aquilo que poderia ser evidência contra a fábula do tio Darwin é calmamente incorporada dentro do panteão ateu. Todo o criticismo é então rejeitado por ser baseado “no fundamentalismo” e não na “ciência”.

Para nós cristãos, achados como este não são surpresa nenhuma uma vez que, de acordo com Aquele que estava lá quando o homem apareceu na Terra (Jeremias 27:5), o ser humano sempre foi altamente inteligente e sofisticado (embora após o Dilúvio muita da tecnologia tivesse que ser re-inventada).

A História das origens do ser humano está retratada na Bíblia e nas evidências arqueológicas e não nos departamentos “biológicos” evolutivos.


Vejam também o artigo que o Sabino fez.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Homem primitivo não era escritor mas era marinheiro

  1. ND says:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Homo_heidelbergensis

    A única coisa surpreendente foi terem desenvolvido jangadas para conseguirem chegar a uma ilha.

    Vamos lá a ser objectivos e analisar as coisas por o que valem. Sabemos, com a certeza absoluta, que a grande maioria dos textos são escrito para chamarem a atenção, e conseguiram não foi?

    “vast stretches of sea” – a ilha fica assim taõ longe?
    http://maps.google.pt/maps?f=q&source=s_q&hl=pt-PT&geocode=&q=crete,+greece&sll=39.639538,-7.849731&sspn=8.608953,11.843262&ie=UTF8&hq=&hnear=Crete,+Gr%C3%A9cia&ll=36.022447,25.015869&spn=4.52196,5.921631&z=7

    e já agora, “os sempre fiáveis métodos” só o são na cabeça dos criacionistas

    Like

  2. Mats says:

    ND,

    A única coisa surpreendente foi terem desenvolvido jangadas para conseguirem chegar a uma ilha.

    Segundo as pessoas que fizeram as descobertas, há mais coisas evolutivamente surpreendentes nos achados. Afinal o texto diz “Pensava-se que o ser humano deste período de tempo não era capaz de construir barcos ou mesmo uma simples jangada – tecnologia considerada expressiva do comportamento moderno.”.

    Vamos lá a ser objectivos e analisar as coisas por o que valem. Sabemos, com a certeza absoluta, que a grande maioria dos textos são escrito para chamarem a atenção, e conseguiram não foi?

    Ah, é só isso que o texto tem em mente?

    e já agora, “os sempre fiáveis métodos” só o são na cabeça dos criacionistas

    Sim, porque são os criacionistas que os usam para medir a idade do universo.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s