MITO: Os ateus são mais inteligentes

Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças Te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.
Mateus 11:25

É um mito prevalecente nos dias de hoje, sem surpresa propagado pelos ateus, que os crentes religiosos são um grupo de pessoas sem educação que abandonou o uso da razão em favor da fé cega.

Devido a isso, no seu livro “Letter to a Christian Nation“, Sam Harris escreve que, para o resto do mundo, e por causa da sua religiosidade, os EUA aparentam ser um “gigante bélico, desajeitado e ignorante“.

Não é surpreendente que dois dos mais vocais autores ateus sejam britânicos; eles representam uma ilha conhecida nos dias de hoje pela sua indiferença religiosa.

Sem dúvida que a religiosidade não-apologética dos EUA faz com que muitos europeus se sintam desconfortáveis, no entanto muitos pensadores através da História (como por exemplo, Alexis de Tocqueville) identificaram as convicções religiosas dos EUA como a sua maior força.

Os livros ateus são sem surpresa melhor recebidos nas regiões costeiras da América, que se gabam de ser cosmopolitas, do que nas áreas “crédulas” da América central, também conhecidas por “Terras de Jesus“.

O crente ateu Richard Dawkins declara:

O que é impressionante é a contradição entre a religiosidade do público americano no seu todo com o ateísmo da sua elite.

Dawkins referiu-se recentemente aos estados da “Cintura Bíblica” como o “o cérebro reptilínio do sul e do centro da América” em contraste com o “cortéx cerebral do norte e das áreas costeiras” americanas.

O ateu Dawkins está certo até um certo ponto.

É perfeitamente sabido que, não só as áreas costeiras orgulham-se da sua visão liberal e irreligiosa, como também que a prática religiosa diminui não só nessas mesmas áreas mas também nos círculos universitários. O significado disto é um ponto de debate.

A elite intelectual também era bem mais susceptível de ser enganada pelas mentiras do ateísmo político (comunismo) e pelo eugenismo evolutivo de Hitler do que o resto da população. Curiosamente, em média os assassinos em série possuem QIs (Quociente de Inteligência) mais elevados do que a norma. Os génios são também mais propensos a enlouquecerem do que os demais. O que é que isto prova? Muito pouco.

Qualquer correlação entre a fé e a educação diz-nos muito pouco sobre a questão se Deus existe ou não. Se é verdade, como sugere o Senhor Jesus, que os simples e os humildes descortinam as verdades importantes mais facilmente que os educados e orgulhosos (Mateus 11:25), então não é surpresa nenhuma que os sem educação formal sejam tão ou mais sábios nos caminhos de Deus do que os hiper-educados.

Nós podemos verificar isto empiricamente: muitas pessoas inteligentes e bem formadas navegam nos blogues e grupos de discussão ateus, mas se fossemos perguntar a todos eles se eles acreditam que um réptil se pode transformar numa ave através dos milhões de anos, a esmagadora maioria diria que sim. Porquê? Porque já viram isso a acontecer? Porque tem evidências que confirmem esse mito? Não, mas apenas e só porque é assim que eles foram ensinados a pensar. Para eles, ser intelectual significa acreditar em coisas ridículas como universos a criarem-se a si mesmos, formas de vida aparecerem na Terra por meios não-inteligentes e animais terrestres evoluírem para baleias.

Tal como na história do rei que ia nu, no Evangelho é-nos dito que as crianças observam a realidade mais claramente do que adultos argumentativos. O senso comum muitas vezes parece ter sido sufocado dentro dos antros académicos.

Isto não implica que algumas das mentes mais brilhantes da História não tenham sido fervorosos crentes religiosos.

Um breve prospecção ao nosso passado mostra que a crença religiosa permeia (e sempre permeou) todos os grupos sociais, incluindo os intelectuais. Alguns dos mais renomeados políticos, historiadores, artistas, cientistas, poetas, e filósofos através da História descobriram que a fé religiosa é complementar – e não antagónica – às suas escolhas profissionais.

De acordo com os estudos de John Galbraith Simmons, dos 20 cientistas de topo da História, 15 eram crentes religiosos (destes, 4 eram deístas), 2 eram agnósticos, e 3 eram ateus. Havia mais Católicos entre eles do que agnósticos ou ateus, e outros 5 vieram de outras denominações cristãs. Portanto, uma boa metade dos cientistas mais influentes da História eram cristãos.

Sir Isaac Newton, por exemplo, a quem Simmons confere o título do cientista mais importante que alguma vez viveu, foi grandemente ajudado nas suas pesquisas científicas pela sua crença num universo ordenado, criado por Um Deus Ordenado . Devido a isso, este cientista criacionista pôde escrever:

É a perfeição das obras de Deus que elas sejam todas feitas com a maior das simplicidades. Ele é o Deus da ordem e não da confusão. [alusão ao verso 1 Cor 14:33]

Newton não viu nenhuma incompatibilidade entre a sua fé cristã e a pureza da sua ciência uma vez que uma complementava a outra. O mesmo afirmou:

Na ausência de qualquer outra prova, o polegar por si só convenceria-me da existência de Deus.

Conclusão:

Nenhuma visão do mundo tem o monopólio dos “ignorantes”. Acho que todos nós já encontramos pessoas inteligentes e pessoas menos inteligentes entre ateus e entre cristãos. A pseudo-sofisticação das nossas elites, com a sua pretensão de superioridade moral, não nos deveria impressionar (muito pelo contrário).

Em suma, podemos dizer que as verdades mais importantes da vida estão à disposição de todo o ser humano, independentemente da etnia, posição social, possessões ou passado familiar.

Deus ama a todos e revela-Se a todos de forma persuasiva e perfeitamente convincente.

Rom 1:19-20
Porquanto, o que de Deus se pode conhecer, neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.
Porque as Suas Coisas Invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o Seu Eterno Poder, como a Sua Divindade, se entendem, e claramente se vêem, pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inexcusáveis


About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Ciência, Sociedade and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

33 Responses to MITO: Os ateus são mais inteligentes

  1. eclypse says:

    Mats!

    Veja aqui uma definição, muito boa por sinal, que encontrei de ateu:

    ” (…) geralmente os ateus se consideram a última bolacha do pacote, pois se situam no tempo como se ninguém mais viesse depois deles e não existisse nada mais para descobrir.”

    (Fonte: http://www.respondi.com.br/2010/03/moises-quem-inventou-deus.html)

    Abraço!

    Like

  2. Mats says:

    Eclypse,
    haha Bem visto, e bem relevante. Hás-de reparar como muitos ateus usam a sua falta de conhecimento científico como evidência (“eu não sei qual é a função deste sistema biológico, e portanto ele não tem função!”).

    Em termos sociais, o ateísmo também considera-se o bastião da verdade, a última bolacha no pacote.

    Like

  3. ND says:

    o ateus são mais inteligentes porque têm um Byte a mais do que os cristãos…

    Like

  4. jonas says:

    Esse Byte é com certeza “evolução” de um cérebro altamente crédulo em estórias do processo imaginário da evolução.

    Like

  5. Mats says:

    o ateus são mais inteligentes porque têm um Byte a mais do que os cristãos…

    Só se for o “byte” embora, ó melga! 😉

    Like

  6. Wallace says:

    É um mito tão óbvio que chega a ser constrangedor ver ateus se gabando nos seus blogs e sites… “não sigo mitos, estou ao lado do saber”, “tenho senso crítico, não sou ovelhinha de pastores, penso por mim mesmo “.
    Pura empáfia…

    Like

  7. ND says:

    @Mats
    não era nisso o que estava a pensar, mas deixaste-me sem resposta 😉

    Like

  8. Luciano says:

    Só para contribuir com a discussão aqui, eu tenho minhas dúvidas em relação a fonte das informações vindas de John G. Simmons, mas várias boas referências indicam que entorno de 97% dos cientistas ganhadores do prêmio Noble (que seriam o topo de qualquer relação de cientistas influentes) se dizem ateus. Será que a relação do Sr. Simmons foi produzida com tendenciosidade?
    Além disso, existem 43 artigos científicos que mostram a relação inversa entre QI e religiosidade, e que mostram que os ateus são, na média, 6 pontos mais “inteligentes” do que os que acreditam em alguma forma de deus.

    Um outro parágrafo menciona a presença do pensamento religioso na história. Deve-se lembrar que só recentemente a humanidade se livrou da “opção” entre ter uma religião ou ir para a fogueira. Lembrando a era do Macartismo nos anos 50, nos EUA, você poderia ser considerado comunista se se declarasse ateu e, sendo declarado comunista, você iria perder seu emprego, seus bens e amigos.
    Então, devido à opressão exercida pelas religiões durante os séculos, é natural que muitos dos cientistas de épocas passadas se dissessem crentes em deus.
    Sou farmacêutico com mestrado em bioquímica, trabalho com pesquisa científica há mais de 15 anos nas áreas de saúde pública, imunologia molecular e química teórica.

    Like

  9. Mats says:

    Luciano,

    Só para contribuir com a discussão aqui, eu tenho minhas dúvidas em relação a fonte das informações vindas de John G. Simmons, mas várias boas referências indicam que entorno de 97% dos cientistas ganhadores do prêmio Noble (que seriam o topo de qualquer relação de cientistas influentes) se dizem ateus.

    O Simmons provavelmente falava de cientistas como Newton, Faraday, Pascal, e outros tantos, que sendo do topo que o mundo já viu, eram crentes em no Deus da Bíblia.

    Será que a relação do Sr. Simmons foi produzida com tendenciosidade?

    Acho difícil.

    Além disso, existem 43 artigos científicos que mostram a relação inversa entre QI e religiosidade, e que mostram que os ateus são, na média, 6 pontos mais “inteligentes” do que os que acreditam em alguma forma de deus.

    Os assassinos em série também. O que é que isso prova?

    Um outro parágrafo menciona a presença do pensamento religioso na história. Deve-se lembrar que só recentemente a humanidade se livrou da “opção” entre ter uma religião ou ir para a fogueira.

    Falsa dicotomia. Tu assumes TODOS os grandes pensadores cristãos da história só eram cristãos apenas por medo da morte.

    Lembrando a era do Macartismo nos anos 50, nos EUA, você poderia ser considerado comunista se se declarasse ateu e, sendo declarado comunista, você iria perder seu emprego, seus bens e amigos.

    Irrelevante para a questão.

    Então, devido à opressão exercida pelas religiões durante os séculos, é natural que muitos dos cientistas de épocas passadas se dissessem crentes em deus.

    Mesmo aqueles que tinham cargos dentro da igreja, como Copérnico?

    Sou farmacêutico com mestrado em bioquímica, trabalho com pesquisa científica há mais de 15 anos nas áreas de saúde pública, imunologia molecular e química teórica.

    Ok.

    Like

  10. Luciano R K says:

    Muito bem Luciano (meu xará). Enquanto eu lia a matéria principal bradei comigo mesmo exatamente o que vc escreveu: até bem pouco tempo atrás ou vc acreditava em deus ou ia para a “fogueira”. Coloco entre aspas pois no decorrer da história vários foram os métodos para subjugar os “infiéis” e hereges (haja vista este relato sobre uma grande estudiosa da mesma época da Biblioteca de Alexandria: Hipátia (370-415 DC), filha de Theron, era uma cientista, matemática, astrônoma, líder da escola de filosofia neo-platônica e diretora da Biblioteca de Alexandria. Cirilo, o arcebispo de Alexandria, a odiava por ela ser um símbolo da ciência e da cultura que, para a igreja primitiva, representavam o paganismo. Ela continuou seu trabalho apesar das ameaças até que, no ano de 415, foi cercada pelos monges e paroquianos de Cirilo, despida e esfolada até a morte com cacos de cerâmica. Seus restos foram queimados, suas obras destruídas e Cirilo foi canonizado)

    Esta morte apenas vem a se somar às milhares e milhares de outras vidas que se perderam em guerras e mais guerras movidas por fins religiosos que se arrastam até hoje manchando nossa história.

    Eu, pessoalmente, sou agnóstico, não ateu… sei que a humanidade em geral necessita de uma religião para se congregar e se apoiar por isso acredito que a maioria não esteja pronta e preparada para compreender um mundo por trás do véu da religiosidade.

    Pratico o bem independente de quaisquer dogmas. todas a religiões tem coisas boas e ruins… mas infelizmente é sempre o “homem” que deturpa e arranja um jeito de aproveitar a boa fé do semelhante para colocar-se acima deste.

    “a religião foi criada quando o primeiro esperto encontrou o primeiro otário para morrer por ele sem questionar” Autor: eu

    Like

  11. Tio Chico says:

    Gostaria de comentar sobre uma parte do texto “eles acreditam que um réptil se pode transformar numa ave através dos milhões de anos, a esmagadora maioria diria que sim. Porquê? Porque já viram isso a acontecer? Porque tem evidências que confirmem esse mito? Não”. Nesta passagem do texto o autor fala sobre a evolução, quer dizer que não existem evidencias para a evolução e/ou seleção natural? então fosses seriam o que? arqueologia então não revelou nada até hoje?
    Outra coisa essa pesquisa se baseia em fatos, e contra fatos não existem argumentos, foram utilizados métodos científicos para se chegar ao resultado, não é uma afirmação e tampouco opnião de quem fez a pesquisa, isso é o que mais incomoda.

    Like

  12. Sérgio Sodré says:

    “Na Pré-História, baleia com patas
    Paleontólogos americanos encontraram no norte do Egito o esqueleto de uma baleia antiga com patas.
    Paleontólogos americanos da Universidade de Michigan e da Universidade Duke, na Carolina do Norte, encontraram, no norte do Egito, o esqueleto de uma baleia antiga com uma característica surpreendente – patas rudimentares. O animal com corpo em forma de serpente, chamado Basiliosaurus, viveu há cerca de 40 milhões de anos e deve ter sido um ancestral comum das modernas baleias e dos mamíferos terrestres, que se deslocam sobre pés. Os pesquisadores já desconfiavam que. em um passado remoto, antes de se tornarem seres aquáticos, as baleias possuíam membros para se locomover. O esqueleto recém-descoberto, além de confirmar a suspeita, ajuda a entender o processo que levou à perda das patas. O exame dos ossos mostra que as patas dianteiras do Basiliosaurus, muito pesadas e com pouca capacidade de movimentação, deviam dificultar a sobrevivência do bicho na água: por isso, provavelmente, deram lugar a ágeis nadadeiras. As patas traseiras, pelo mesmo motivo, desapareceram quase completamente, embora em algumas espécies de baleias ainda se possam notar pequenos nódulos na pélvis, no lugar onde os membros costumavam ficar.”

    É a tal falta de evidências….e mito da Evolução… Digam o que quiserem que a ciência não vai voltar atrás nestas conclusões.

    Like

  13. Sérgio Sodré says:

    Ao menos admitam que o Desenhador Inteligente resolver Redesenhar aos poucos… e os incautos julgam ver nisso uma “Evolução”. Que tal o compromisso?

    Like

  14. Mats says:

    Sodré,
    Os tais membros rudimentares não tem nada a ver com a locomoção da baleia.

    Se quiseres evidências científicas que demonstrem o teu erro, é só pedir.

    O falecido E.J. Slijper disse:

    “Nós não temos um único fossil das formas transicionais entre os animais acima referidos [i.e., carnívoros e ungulados] e a baleia.”

    https://darwinismo.wordpress.com/2008/03/22/resposta-ao-ludwig-krippahl-evolucao-das-baleias-3/

    Like

  15. Sérgio Sodré says:

    E o que me dizem da descoberta dos Denisovanos publicada no “Público” de 23DEZ, homens que viviam há 30.000-50.000 anos antes do homem moderno e que tinham um ADN diferente do homo sapiens sapiens e do homem de Neandertal? Além disso também ficou provado que estes 3 tipos de homem se cruzaram entre si para darem a menor diversidade do homem moderno…. Só que há 100.000 anos havia pelo menos 3 tipos de homem: o Denisovano; o Neandertal; e os antepassados mais próximo de nós que ainda estavam e África; a que seria de acrescentar um 4º tipo na pessoas dos homens erectus de Java… Seja como for, o Denisovanos revelam um novo homem… Agora, a pergunta é: onde se enquadram Adão e Eva?

    Like

  16. Sérgio Sodré says:

    Mats,
    O falecido E.J. Slijper disse:
    “Nós não temos um único fossil das formas transicionais entre os animais acima referidos [i.e., carnívoros e ungulados] e a baleia.”

    Não vale! É o argumento da autoridade! (supondo que o homem foi uma autoridade… senão,…já vale). E há a certeza de que este fóssil do Basiliosaurus não foi descoberto depois do falecido falecer? Será que ele o analisou ou conheceu?

    Like

  17. Roberto says:

    Meus caros,o ateu não é mais inteligente por ser ateu,ele é ateu porque é inteligente.
    Os ateus não são mais inteligentes,simplesmente usam sua inteligência como forma de questionamento constante para argumentar as coisas.Eles não temem pensar livremente e,isso faz com que desfrute de toda a sua capacidade intelectual.
    Ateus não são cientificamente mais espertos que os crentes,ambas as capacidades são as mesmas,só o que muda e a capacidade de pensar livremente.Por exemplo,em um debate entre um ateu e um religioso,sempre o ateu vai vencer,porque na maioria das vezes,ele estuda a bíblia e muito de teologia,aumentando ainda com as teorias científicas que contradizem o religioso,que tem como único argumento o fato de acreditar.Se o crente para pra se questionar,acaba se tornando ateu também.
    Vão no youtube e busquem por “The atheíst experience legendado”,um programa criado por ateus que debatem com religiosos que sabem menos da bíblia que eles!Quer dizer,ateus que já foram religiosos e acordaram pra vida.E ainda têm todo argumento possível contra as teorias bíblicas,por conhecê-las bem!
    O conhecimento está aí,desmentindo a bíblia ou,pelo menos as atuais interpretações dela.Mas as pessoas precisam dessa extenção da personalidade para viverem porque,elas nunca pararam para se questionar.
    Não estou dizendo que vocês devem abandonar a religião,mas apenas que compreendam que a bíblia não deve ser usada como um manual de regras literais.A bíblia é só um documento,escrito por mentes e corações humanos,que registra a tortuosa busca do homem por um sentido transcedente da existência.

    Like

    • harmo1979 says:

      São seres “tão inteligentes” que o ACASO vem do NADA que gera projeto cósmico, moralidade, ajuste fino e vida inteligente, formado pelas invisíveis mutações da química cega darwiniana de milhões de anos, onde cobras viram pássaros e pássaros viram mamíferos e que produz o homem dotado de ética, justiça, moralidade, etc, com um crebro PROGRAMADO para elaborar pensamentos PROPOSITAIS para distinguir os fatos da realidade

      Grande inteligencia essa de vcs, não? Não sabem nem provar a evolução, quanto menos as outras coisas

      Like

    • jephsimple says:

      Só falta vc dizer que o ateu tem livre arbítrio. e fazer uso do mesmo p questionar sobre a realidade… o.O….

      Like

  18. Adalberto Felipe says:

    Roberto,

    Sabe, em blogs como este de vez enquanto sempre aparece aquele ateu de primeira viagem, os que caem de pára-quedas, com comentários claramente decorados de sites ateus, de Dawkins e outras turminhas neo ateístas.

    Comentários que, apesar de não admitirem, são cheios de preconceitos e algumas vezes superam a lógica e a razão. Você é a prova disso.

    Vamos lá aos seus argumentos:

    Meus caros,o ateu não é mais inteligente por ser ateu,ele é ateu porque é inteligente.

    Eu, o dono deste blog, cientistas como Newton, Faraday e Galileu (cientistas que colaboraram para a ciência moderna) e outros milhões de cristãos não somos inteligentes então?

    Os ateus não são mais inteligentes,simplesmente usam sua inteligência como forma de questionamento constante para argumentar as coisas.

    Você falou que uma pessoa é inteligente, agora fala que os ateus não são mais inteligentes.

    Esse negócio de questionamento é algo que vem muito dos ateus, principalmente de Dawkins, mas será que eles se questionam em relação ao ateísmo deles? Será que eles questionam por exemplo como uma bactéria pode se transformar num dinossauro? Como peixes saíram fora d’água e tornaram seres humanos? Em relação a essa posição anti Deus?

    Eles não temem pensar livremente e,isso faz com que desfrute de toda a sua capacidade intelectual.

    O que é pensar livremente? E desde quando acreditar em Deus impede de desfrutar da capacidade intelectual? Desde quando Deus tem haver com a capacidade intelectual, sendo que é Deus que nos deu a inteligência e o conhecimento?

    “Bem-aventurado o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento; Porque é melhor a sua mercadoria do que artigos de prata, e maior o seu lucro que o ouro mais fino”. (Provérbios 3:13)

    “Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio. Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia”. (I Cor 3: 18,21)

    “E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o lavor…” (Êxodo 31:3)

    Ateus não são cientificamente mais espertos que os crentes,ambas as capacidades são as mesmas,só o que muda e a capacidade de pensar livremente.

    Novamente o que é pensar livremente?

    Por exemplo,em um debate entre um ateu e um religioso,sempre o ateu vai vencer,porque na maioria das vezes,ele estuda a bíblia e muito de teologia

    Tanto que muitos adoram ficar indicando supostas “contradições bíblicas”, mas se recusam a ver a descontradição e muitos casos não sabem nem indicar passagens que mostram o contrário e indicam coisas que não tem nada haver e que nem são contradições. Pode ver isto aqui.

    Como falei, você parece cair de pára-quedas, é de primeira viagem, pois se frequentasse mais blogs como este, você iria ver que muitas vezes os ateus perdem em debates e falam enormes asneiras.

    aumentando ainda com as teorias científicas que contradizem o religioso

    Mas a própria ciência mostra como a bíblia está certa. É comum vermos arqueólogos descobrindo inscrições com nomes de reis e lugares bíblicos, cientistas intrigados com a enorme complexidade da natureza, dos nossos órgãos, do universo, descobertas sobre o Êxodo bíblico, etc.

    Se você não sabe, foi até até descoberto uma inscrição em Israel, que menciona uma pessoa da família de Noé, chamada Ofir, que é mencionado em Gêneses 10:26-30. Nesta inscrição está escrito: “Ouro de Ofir para Beth-Horon”, pois Ofir, é um dos genitores da humanidade depois do dilúvio e que na terra de Ofir, havia muito ouro, conforme mostra em Crônicas 29:3-4 e Salmos 45:9 (sem contar muitos nomes de lugares e povos que lembram de um certo modo filhos, netos e bisnetos de Noé – adoro estudar sobre isso!).

    que tem como único argumento o fato de acreditar.

    Não venha fazendo declarações preciptadas e achando que lê a nossa mente.

    Se o crente para pra se questionar,acaba se tornando ateu também.

    Lá vem de novo, parece frequentar sites ateus de mais… será que vocês questionam também em relação às suas posições?

    Vão no youtube e busquem por “The atheíst experience legendado”,um programa criado por ateus que debatem com religiosos que sabem menos da bíblia que eles!Quer dizer,ateus que já foram religiosos e acordaram pra vida.E ainda têm todo argumento possível contra as teorias bíblicas,por conhecê-las bem!

    Já conhecemos o Atheist Experience, um programa que usa muitas práticas ilegais e falácias, que podem ser refutadas. Se eu não me engane, aqui tinha um vídeo em que um menor de 14 anos os derrotou em um debate.

    O conhecimento está aí,desmentindo a bíblia ou,pelo menos as atuais interpretações dela.

    Não, não está… o problema são os ateus que se recusam a ver muitas descobertas como esta e esta daqui. Sem contar o fundamentalismo de muitos ateus.

    Mas as pessoas precisam dessa extenção da personalidade para viverem porque,elas nunca pararam para se questionar.

    Acreditar em Deus não é nenhuma extensão (com S, viu?) da personalidade. E sobre questionar já falei, mas muitos ateus insistem nisso.

    A bíblia é só um documento,escrito por mentes e corações humanos,que registra a tortuosa busca do homem por um sentido transcedente da existência.

    A bíblia é mais que isso, sem contar inúmeras profecias dela que se cumpriram e vão se cumprir.

    Like

    • ser ateu não significa ser inteligente, mas a falta dela . pense comigo não nada nesse mundo que não tenha um autor ou um criador se vc vai a um mercado comprar um objeto é porque vc sabe que alguem produziu aquilo que vc precisa e esta la para ser vendido , certo. porque eu seria jumento de acreditar que todo esse universo aparece de outra forma sem ser criada

      Like

      • Se tudo tem um criador, quem criou o criador?

        [[ Vê este vídeo e fica a saber o quão idiótica essa pergunta é ]]

        Like

      • Será que os jumentos acreditam em alguma coisa?

        [[ Segundo a nova definição de “ateu”, todos os jumentos são ateus. Não estou a ofender; estou apenas a usar a vossa definição de “ateísmo”. ]]

        A diferença entre você, um não jumento, e eu, um ser pensante é que eu não sou tão idiota assim de achar que eu sei a verdade de todas as coisas, pois se for para “acreditar” em alguma coisa, eu serei igual aos crentes.

        [[Mostra-me um único crente que acredite que ele sabe todas as coisas. ]]

        As coisas tem de ser comprovadas e não “acreditadas”.

        [[Comprova-me essa frase que disseste em cima: “As coisas tem de ser comprovadas e não “acreditadas”. És capaz? É que se não conseguires comprovar essa frase, então entras em contradição. Fico à espera.]]

        Elas existem pos si sós e não por que eu creio nelas. Eu não sei quem criou tudo que existe e não atribuo isso a algum fenômeno que não sei explicar.

        [[Os Cristãos também não atribuem a origem do universo e da vida a fenómenos que não conseguem explicar.]]

        Já os crentes, atribuem tudo a deus.

        [[Falso. Nós não atribuímos os erros dos ateus a Deus. ]]

        O que for de bom, pois o que for de ruim atribuem ao diabo.

        [[E as pessoas? ]]

        Like

    • Não corrija uma pessoa que escreveu extenção com 2 s ou com ç, logo após escrever “coisas que não tem nada haver e que nem são contradições”, posto que a expressão “nada a ver” não se escreve com o verbo haver.

      Like

    • Sempre lembrando que extensão é com e significa, neste sentido: “Ato ou efeito de estender ou estender-se”.

      Like

    • Causa espanto a sua explicação sobre como as contradições apontadas pelos ateus “não são contradições” e indica o link que remete ao texto que enumera esta:
      “2) Ter em conta se a passagem está a falar da mesma pessoa, assunto ou lugar, no mesmo período de tempo. Por exemplo:

      Em Génesis 1:31, Deus diz que tudo o que fez era muito bom: “E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom“. Mas em Génesis 6:5 Deus diz que as coisas não eram assim tão boas: “Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente“.
      O nosso crítico ignora que as duas afirmações foram proferidas em alturas e circunstâncias diferentes, estando separadas por cerca de 1600 anos.”
      Peraí!!!? Alturas diferentes? Circunstâncias diferentes?? Que circunstâncias existem para aquela ao qual todos afirma que é “onisciente”??? Que sabe tudo?? Ora, deus se enganou com o homem. Que senhor do presente, do passado e do futuro é este que “se engana”???

      [[ Ó génio, mas tu estás a tentar ser esperto? Volta a ler Génesis 1 a 3 e vê o que ocorreu entretanto. COmentários deste tipo vao ser apagados. ]]

      Like

  19. O pilar de toda religião é a existência de deus. Ou deuses, já que são tantas as religiões. Abrindo um breve parêntese, observamos que os evangélicos não acreditam no deus dos árabes, e nem nos deuses dos hindus, portanto, causa-me espanto que eles fiquem chocados quando alguém diz que nao acredita no deus deles. Basicamente, pelo mesmo motivo que eles não acreditam em Alá ou nos deuses hindus, o ateu não acredita no deus deles. Voltando ao assunto, já que a base da religião é deus ou a alma, acho inúteis as discussões teológicas de “alto nível”, pois se o conteúdo da base de tudo até hoje não teve sua existência provada. Nem deus, nem alma existem, do ponto de vista de que somente existe aquilo cuja existência foi provada. Estranho como que cientistas podem ser crentes, se por definição, aquilo que não foi comprovado não existe no mundo científico. Ora, na prática, eles deixam essas crenças de lado na hora da pesquisa, pois se acreditassem na Bíblia, ferrenhamente, não pesquisariam mais nada, pois a cura de todos os males está nela. Isso é uma contradição insuperável. Enquanto algusn c rentes dizem que a fé cura e faz milagres, outro naipe de crentes acha que a cura virá da pesquisa científica. Justamente da ciência, aquela que nos ensina a duvidar daquilo que não foi comprovado.

    [[ Muito bem. Agora prova tudo isso que disseste, se faz favor. ]]

    Like

    • Por que eu vou provar o que eu disse, se você não consegue provar que D”us existe? No máximo, poderia provar que a teoria da evolução está incorreta. E isto não prova que tudo que está nas escrituras (manuscritas por seres humanos) prova a existência de D’us.
      Sendo mais preciso, você que que eu prove qual dos fatos citados?
      Que o pilar de toda religião é a existência de deus. Ou deuses??
      Que os evangélicos não acreditam no deus dos árabes, e nem nos deuses dos hindus??
      Que os evangélicos ficam chocados quando alguém diz que não acredita no seu deus??
      Que, basicamente, os motivos que levam os crentes a não crer em Alá ou nos deuses hindus, são os mesmos que levam o ateu a não crer em D’us?
      Que ninguém nunca provou que existem a alma ou algum deus?
      Que está escrito nas escrituras que D’us ou Jesus ou a sua fé podem te curar de qualquer doença?
      Que é uma contradição um cientista crer cegamente naquilo que jamais teve sua existência provada?
      Como você viu EU NÃO TENHO QUE PROVAR COISA ALGUMA. São fatos corriqueiros.
      Que eu saiba, o seu site tenta provar que, em sendo a teoria da evolução uma loucura dos ateus, logo, D’us existe, pois assim dizem as escrituras.
      O que, sabidamente, é uma falácia.
      PS. Em tempo, pouco se me dá se a teoria da evolução ou se a do criacionismo são uma farsa, pois um ser humano mediano não necessita de nenhuma dessas teorias para viver tranquilo, ainda mais sendo um agnóstico por definição, mas um ateu, na prática.

      Like

      • Lucas says:

        Este foi o último comentário onde usaste “D’us” e não DEUS. Todos os demais que não tiverem a forma certa, serão apagados.

        Like

  20. O argumento furado de que dos 20 cientistas de topo da História, 15 eram crentes religiosos, 2 eram agnósticos, e 3 eram ateus, com isso querendo-se dizer que a maioria dos cientistas é crente é falso.

    [[ Ninguém disse que a maioria dos cientistas é (presente) crente. Tu leste bem antes de comentares? – Mats ]]

    Qual é a porcentagem de ateus no mundo? Uns 10%???? Não sei, mas vamos usar esse número. Nessa proporção, o número de cientistas crentes deveria ser 10 vezes maior do que o de ateus para ser igual, mas não passa de 5 vezes. Portanto, proporcionalmente, surgem mais cientistas no meio dos ateus e agnósticos do que entre os crentes.

    [[ Provavelmente, mas totalmente irrelevante para o post. – Mats ]]

    Like

  21. Marco Túlio says:

    ISAAC NEWTON, FÍSICO MAIS BRILHANTE DE TODOS OS TEMPOS

    SUAS TEORIAS SE TRANSFORMARAM EM LEI E SÃO VALIDAS ATE HJ, COM ESSA NATUREZA EM “EVOLUÇÃO”.

    ERA CRISTÃO E MAIS INTELIGENTE QUE TODO MUNDO AQUI]

    SÓ ESSE ARGUMENTO JA FATALIZA OS ATEUS IGNORANTES, QUE APELAM PARA A IGNORANCIA E PARA O ELO PERDIDO, KKKK

    ONDE ESTA O ELO?

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s