Governo secular alemão promove pedofilia e incesto

Leiam se tiverem estômago. Estas são as consequências do avanço do ateísmo: tudo é permitido, por mais doentio que seja. Dentro da visão Bíblica da paternidade coisas como estas são totalmente proibidas, mas de acordo com o ateísmo não há problemas nenhuns. Cada um decide por si só o que está certo e o que está errado.

Micheal O’Brien, que escreve sobre a crise cultural do Ocidente, diz que esta “intervenção do Estado alemão na vida familiar é um novo nível de autodestruição”

John-Henry Westen

BERLIM, Alemanha (LifeSiteNews.com) — Livretos de uma subsidiária do Ministério de1 a 340 páginas intitulados “Amor, corpo e brincando de médico” do Centro de Educação de Saúde do governo federal alemão (Bundeszentrale für gesundheitliche Aufklärung – BZgA) têm como alvo os pais — o primeiro lidando com crianças de 1 a 3 anos e o outro com crianças de 4 a 6 anos de idade. anos de idade. Dois livretos de Assuntos da Família do governo alemão incentivam os pais a massagear sexualmente seus filhos de

“Os pais (homens) não dedicam atenção suficiente ao clitóris e vagina de suas filhas. Raramente eles fazem carinho nessas regiões, embora seja o único jeito de as meninas desenvolverem um sentimento de orgulho de seu sexo”, declara o livreto para crianças de 1 a 3 anos. Os autores desculpam: “A criança toca todas as partes do corpo de seu pai, às vezes provocando excitação nele. O pai também deve fazer a mesma coisa com a criança”.

O autor e palestrante público canadense Michael O’Brien, que já escreveu muito sobre a crise cultural no Ocidente, falou com LifeSiteNews.com sobre esse fenômeno chocante e extremamente preocupante. Isso, disse ele, é “incesto incentivado pelo Estado, o que na maioria das sociedades é crime”. Essa progressão, indica ele, é resultado natural da rejeição da ordem moral judaico-cristã.

“A revolução social imposta que vem varrendo o mundo ocidental está caminhando para uma nova fase, enquanto executa as conseqüências lógicas de sua perspectiva acerca do valor do homem”, disse O’Brien. “Está meramente obedecendo à sua filosofia estritamente materialista acerca do homem. Se o homem não é mais do que uma criatura criada para o prazer ou poder e se ele não é mais do que uma célula no organismo social, então nenhum padrão moral, nenhuma verdade psicológica e nenhuma verdade espiritual conseguirão refutar a ‘vontade do poder’ e a ‘vontade do prazer’”.

O livreto aconselha os pais a permitir que as crianças novas “se masturbem o quanto quiserem”, a não ser que danos físicos se tornem evidentes. Dá o seguinte conselho: “As crianças precisam aprender que não existe tal coisa como partes vergonhosas do corpo. O corpo é um lar, do qual você tem de sentir orgulho”. Para crianças de idades entre 4 e 6, o livreto recomenda que as crianças sejam ensinadas sobre os movimentos da cópula.

Outro produto da BZgA é um livro de músicas para crianças de 4 anos que inclui várias músicas defendendo a masturbação. O livro de músicas com o título de “Nariz, barriga e bumbum” inclui uma música com a seguinte letra: “Quando toco meu corpo, descubro o que tenho. Tenho uma vagina, porque sou menina. A vagina não é só para fazer xixi. Quando eu a toco, tenho uma sensação agradável”.

“A posição mais sábia da maioria das civilizações reconhecia que as crianças precisam de um período de inocência”, comentou O’Brien. “Agora o Estado, o Estado alemão, está incentivando a destruição da inocência”, acrescentou ele. “Isso tudo está de acordo com a filosofia materialista que vê todas as normas morais e todas as verdades acerca da natureza humana como repressivas. O prazer e seu conceito distorcido de liberdade são seus únicos princípios de direção”.

De acordo com o jornal polonês Rzeczpospolita, o livreto da BZgA é leitura obrigatória em nove regiões da Alemanha. É usado para treinar professores de creches, escolinhas e escolas do ensino fundamental. Ironicamente, esse mesmo livreto é recomendado por muitas organizações que oficialmente lutam contra a pedofilia, tais como a Kunderschutzbund. Anualmente, BZgA distribui milhões de exemplares desse livreto.

“Uma sociedade tal como a sociedade alemã que já está em profundo declínio — aliás, profunda degeneração moral — ganhará apenas a herança de um furacão de violência e mais níveis de degradação de seu próprio povo”, alertou O’Brien.

“Aconteceu antes na Alemanha. Aconteceu em outras nações. Diferentes causas, mas a mesma dinâmica, a rejeição da ordem moral do universo criado resulta no mal radical. A intervenção do Estado alemão na vida familiar é um novo nível de autodestruição”, disse O’Brien.

Rzeczpospolita noticia que BZgA afirmou que antes de distribuir o manual a organização consultou pais, educadores e psicólogos infantis — 93% dos quais deram uma avaliação positiva.

Até mesmo para uma nação ocidental, os outdoors e anúncios de TV da Alemanha chegam ao máximo do limite da pornografia pública. No ano passado, LifeSiteNews.com noticiou que uma revista bem popular entre adolescentes na Alemanha publica fotos de adolescentes nus em posições sexuais que seriam consideradas pornografia infantil ilegal na vasta maioria dos países.

Considerando que a nova “moralidade” da elite secular governante é a imoralidade e que a educação escolar em casa é proibida, os pais na Alemanha ficam imaginando o que ainda falta descobrir na educação pública.

“As crianças que não foram ‘liberadas’ pelos pais receberão aulas especiais em suas escolas onde passarão a aprender essas práticas?” perguntou O’Brien retoricamente. “Se o Estado intervém desse jeito, o que o impedirá de intervir nas outras áreas?”

O’Brien concluiu seu comentário citando G.K. Chesterton: “Quando os homens deixam de crer em Deus, depois disso eles não crêem em nada, então se tornam capazes de crer em qualquer coisa”.

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com.br; www.juliosevero.com

Fonte: http://www.lifesite.net/ldn/2007/jul/07073008.html

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

28 Responses to Governo secular alemão promove pedofilia e incesto

  1. Wallace says:

    Gente boa essa, cada idéia arrepiante… porém há de se convir que o secularismo tem sua importância. O que ocorre aqui é algo previsível quando se dá muito poder a um grupo em específico, ele começa a abusar.. ocorreu com os religiosos, agora ocorre com os seculares… isso é problema humano, portanto.

    Like

    • Leony says:

      Walace, não sei a qual época ou período que vc se referiu a atitudes erradas que ocorrem quando ”…se dá muito poder a um grupo em específico, ele começa a abusar.. ocorreu com os religiosos…”

      Se com ”os religiosos” você estiver se referindo ao catolicismo apostólico romano, na época da inquisição ou outras atrocidades, garanto a você que aquilo lá depois de oficializado por constantino, nunca esteve 100% embasado no que Jesus disse. Jesus nunca mandou matar ninguém. Isso mostra até onde a corrupção causada pelo pecado pode levar o homem.

      Todas estas abominações fazem parte de um cenário de caos que irá regir toda a Terra antes da vinda de Jesus, antecedida pelo governo do anticristo.

      Like

      • Carlos says:

        É o que ele diz quando fala que o erro é humano. Nada tem a ver com a religião.
        Porém cabe lembrar que a inquisição não é lá o que pregam sobre ela. Alguns chegam a dizer que a igreja matou mais gente do que existia no planeta à época. A inquisição foi uma das etapas da evolução da organização da sociedade moderna. Os povos antigos tinham métodos de julgamentos muito mais terríveis, mas que os iluministas parecem esquecer quando exaltam tais povos e condenam a idade medieval. Os nórdicos podiam inferir se alguém era ou não culpado por testes como segurar barras metálicas em brasas ou pela cicatrização de uma ferida. Torturas e execuções arbitrarias eram a regra.
        Já a inquisição, não só a católica(pois tornou-se sistema jurídico de vários reinos e nem foi novidade da igreja), inicia o surgimento do sistema jurídico na época: Acusação, defesa, apuração racional dos fatos, condenação, absolvição…
        Os costumes pagãos de tortura foram aos poucos abandonados, pois se percebeu que não fazia sentido confissões sobre tortura(coisa que foi descoberta pela inquisição a tempos atrás, porém muitos policiais parecem não entender. Logo não é algo tão óbvio, tanto que o mundo antigo não sabia).

        Like

  2. Jefferson says:

    Certíssimo Wallace. Se a lógica do artigo for verdadeira, ou seja, que isso é culpa do avanço do ateísmo, podemos dizer que a pena de morte, que genocídio, infanticídio, escravidão, misoginia, androcentrismo, radicalismo é culpa da religião. As pessoas de índole má usam a bandeira que mais lhe convir para justificar suas ações. Foi assim com Hitler, que se apoiou, dentre outras ideologias, no dogma cristão e nos seus preceitos. Claro, selecionou o que lhe convinha.

    Existem teístas e ateus extremamente pacíficos, quanto há extremamente radicais dos dois lados, uns a ponto de fazer do ateísmo uma pseudoreligião.

    Like

    • Carlos says:

      Fico a espera de saber quais dogmas cristãos Hitler baseava seus pensamentos. Genocídio, infanticídio, escravidão, misoginia, androcentrismo, tudo isto pode estar justificado sob falsas religiões. Mas cabe lembrar que a Europa cristã aboliu isto em seu território e que antes disso não se via problema algum nessas práticas. Logo não se pode culpar todas as religiões por tais coisas, pois algumas as condenaram e influenciaram fortemente em aboli-las.

      Like

      • dvillar51 says:

        “Mas cabe lembrar que a Europa cristã aboliu isto em seu território e que antes disso não se via problema algum nessas práticas.”

        Carlos,

        Muito obrigado por ter encontrado esse post, que espelha a educação no Brasil de hoje.

        Fica claro porque um post de 2010, sobre um tema tão assustador, tem poucos comentários.

        É porque ele mostra que a crença em Deus também nos proteger dessas atitudes tão degradantes.

        É uma mensagem poderosa para aqueles que insistem em relativizar a moral.

        Like

  3. ND says:

    tão fácil que é espalhar mentiras no reino do senhor
    e vergonha na cara? não será induzir em erro uma mentira?

    onde, além desse site-lixo encontras mais artigos sobre “Dois livretos de Assuntos da Família do governo alemão incentivam os pais a massagear sexualmente seus filhos”
    não será estranho que se encontre mais nada? ah! espera é censura dos homosexxuais-ateus-comunistas


    The booklet is real and it is true that it has been withdrawn after complaints. However the translation in the article is a bit misleading.
    “Fathers do not devote enough attention to the clitoris and vagina of their daughters. Their caresses too seldom pertain to these regions, while this is the only way the girls can develop a sense of pride in their sex,”My own rough translation from the booklet with a little context:Mothers often give various and sometimes loving names to the penis and through this they subconsciously express their appreciation. In contrast the vagina and especially the clitoris receive hardly any attention through naming or caressing touches (neither from the father nor from the mother) and make it more difficult for the girl to develop pride in her sexuality.*(* Although “sexuality” is a reasonable literal translation, it’s actually closer to something like “the quality of having a sex/gender”)

    I understand how that can be seen as an unfortunate somewhat ambiguous phrasing but the real text is not quite as sinister as the article claims. I can’t comment on the next alleged quote…The authors rationalize, “The child touches all parts of their father’s body, sometimes arousing him. The father should do the same.”… because I can’t find it in the booklet.

    American readers probably aren’t aware of this but there is a small tradition of slightly distorted news articles from some socially conservative American sources about the latest outrage from godless socialist Germany. Anybody remember that urban legend about the unemployed woman who was forced into prostitution by the employment office?”

    http://boards.straightdope.com/sdmb/archive/index.php/t-432401.html

    Wallace e Jefferson, parabéns por serem um cordeiros tão fiéis

    Like

  4. Claro que não poderia ser verdade. O alemão é que é lixado de traduzir.

    De qualquer é uma boa estória.

    Prefiro a do Elvis vivo e a viver na Brandoa mas convenhamos que é engraçado imaginar o governo da Merkel a publicar um livro que incentivasse os pais a masturbar as filhas …

    Vou mostrar a uns amigos alemães conservadores. Vão-se fartar de rir.

    Like

  5. Jefferson says:

    “tão fácil que é espalhar mentiras no reino do senhor
    e vergonha na cara? não será induzir em erro uma mentira?

    onde, além desse site-lixo encontras mais artigos sobre “Dois livretos de Assuntos da Família do governo alemão incentivam os pais a massagear sexualmente seus filhos”
    não será estranho que se encontre mais nada? ah! espera é censura dos homosexxuais-ateus-comunistas”

    Desculpe-me ND, mas não entendi a sua insinuação. Talvez devido ao emprego da sua sintaxe.

    “Wallace e Jefferson, parabéns por serem um cordeiros tão fiéis”

    Bem, quanto a mim, não sou cordeiro e nem fiel a nenhuma religião, sou ateu, não sei se é o mesmo para o Wallace.

    O que disse concordar com o Wallace é o fato de independentemente da matéria ter sido deturpada ou não por este site – o que não duvido mas também não posso afirmar pois não sei ler alemão para buscar a fonte original (pois ler outro artigo em inglês afirmando que não é bem isso dá no mesmo), mas tive o trabalho de buscar pelo translator do google uma tradução chula de alguns pontos compreensíveis – sabemos que não importa o credo religioso ou a falta deste, pessoas de má índole existem em todas as instâncias da sociedade, e cada um busca uma ideologia na qual ele possa embasar (mesmo por meio de falácias e mentiras) sua conduta.

    O que eu queria salientar é que a suposta culpa atribuída pelo post ao avanço do ateísmo estar promovendo o caos social e deturpação dos valores é falsa, pois, conforme frisou o Wallace (e este foi o ponto em que concordei com o mesmo) é algo humano, aconteceu (e eu digo que ainda acontece) com os religiosos também, portanto não se trata de ser ou não ateu para regular tais situações, um exemplo que dei foi o de Hitler, que era cristão. Na verdade nem fiz tanto alarde em ser ou não verdade a notícia, mas como ela foi usada aqui nesse site.

    Fiz uma busca e encontrei aqui nesse link em alemão sobre o assunto http://www.spiegel.de/politik/deutschland/0,1518,497527,00.html
    e o mesmo diz que realmente foi ambígua a mensagem e alguns cidadãos alemães viram com maus olhos essa cartilha, tanto que esta foi retirada. Apesar de muitas coisas eu não ter entendido, como disse não conheço alemão mas fui pelo translator do google mesmo, o artigo aborda sobre a necessidade de não se punir o descobrimento do sexo pelas crianças, de não inibirem a masturbação deles, mas eles não dizem que os pais devem fazer com os filhos e incentivar isto (é o que o artigo diz, não tive acesso à cartilha em si. Pode ser mais uma manipulação da notícia também, não?!). Ou seja, a ideia do folheto era quebrar o tabu da sexualidade infantil, especialmente a feminina, mas não incentivá-las ao sexo, mas aceitar o descobrimento do mesmo como uma forma natural.

    Bem, se tiver algo a acrescentar sobre a notícia, seria muito proveitoso para todos, mas linkar um fórum em inglês de pessoas que não moram na Alemanha e que também mal entendem o Alemão, acho que dá no mesmo de ler este site.
    E reiterando mais uma vez, SOU ATEU.

    Like

  6. A parte mais divertida da fonte é que tem endereços para reclamar junto do governo alemão.

    Será que vão dar senhas para cursos de alemão mais baratos ?

    Vou escrever a reclamar…kkkk

    Like

  7. Mats says:

    Jefferson,

    Certíssimo Wallace. Se a lógica do artigo for verdadeira, ou seja, que isso é culpa do avanço do ateísmo, podemos dizer que a pena de morte, que genocídio, infanticídio, escravidão, misoginia, androcentrismo, radicalismo é culpa da religião.

    Depende da religião.

    Além disso, não tem paralelo nenhum. Enquanto que o cristianismo proíbe este tipo de práctivas perversas, o ateísmo acomoda-as. Se a sociedade alemã fosse mais Bìblica, eles nunca fariam estas coisas.

    As pessoas de índole má usam a bandeira que mais lhe convir para justificar suas ações. Foi assim com Hitler, que se apoiou, dentre outras ideologias, no dogma cristão e nos seus preceitos. Claro, selecionou o que lhe convinha.

    Hitler não se apoio da doutrina cristã. Se ele assim o tivesse feito, nunca acreditaria que um ser humano é superior a outro. De acordo com a Bíblia, nós somos todos iguais aos Olhos de Deus. Não há um ser humano superior a outro.

    Por outro lado, Hitler era um grande fã dos escritos do ateu Friedrich Nietszche, o mesmo que promulgou a teoria do “super homem”. Aliás, Hitler ofereceu pessoalmente uma cópia do livro de Nietzsche a Mussolini.
    Desde quando é que um “cristão” propaga livros que atacam a Bíblia?

    Não, amigo. Hitler, tal como Stalin, Mao Tse Tung, Pol Pot e todos os grandes ditadores do século 20 (os mesmos que causaram mais de 100 milhões de mortos em menos de 70 anos) estão firmemente fora da religião cristã, mas totalmente de acordo com a religiao ateísta.

    Like

  8. Wallace says:

    Cordeiros? Essa foi boa, Nuno, até parece que nunca me viu discordar do Mats ou destacar os exageros dele…

    Like

  9. Wallace says:

    Já vi que não adianta quando dizem pro Mats e pro Sabino pra pararem de deturpar as informações…

    Like

  10. Wallace says:

    Sério, Mats, será que o teu blog vai ter que ser um daqueles em que eu precise ler o original da notícia pra ver se não foi deturpado??
    Assim não dá pra confiar, eu busco nos blogs e fóruns um resumo das principais e mais importantes informações sobre temas específicos… presumo que distorções devam ser mínimas ou quase inexistentes.

    Like

  11. A culpa não foi do Mats.

    A fonte o tal Julio Severo é que inventou esta ou copiou doutro sitio.

    Por isso é que nos trabalhos académicos se tem de citar os originais.

    Eu li em diagonal o Júlio Severo e ele tem muito disto lá.

    Deturpa umas coisas, elimina outras, inventa uma coisita aqui, retira outra acolá, localiza a coisa longe e lá inventa uma estória gira.

    A net está cheia de coisas assim…terra plana, Elvis na Brandoa, talismãs da sorte…..

    Like

  12. Mats says:

    Já vi que não adianta quando dizem pro Mats e pro Sabino pra pararem de deturpar as informações…

    Tu podes sempre mostras onde estão as “deturpações”.

    Sério, Mats, será que o teu blog vai ter que ser um daqueles em que eu precise ler o original da notícia pra ver se não foi deturpado??

    Eu coloco o link original mesmo para as pessoas lerem. Quanto mais informado tu estiveres, menores são as hipóteses de seres enganado.

    Assim não dá pra confiar, eu busco nos blogs e fóruns um resumo das principais e mais importantes informações sobre temas específicos… presumo que distorções devam ser mínimas ou quase inexistentes.

    Podes sempre ajudar a melhorar os “blogs e foruns” apontando as deturpações.

    Já tentaste isso?

    Like

  13. Wallace says:

    Na proxima 🙂

    Like

  14. Mats says:

    Ficamos à espera.

    Like

  15. O Júlio Severo é mais prudente.

    Quando é apanhado na vigarice não deixa passar os comentários.

    Faz bem.

    Os vigaristas e malandros não estrilham, mudam de esquina.

    Nem era de esperar que um aldrabas falasse.

    Enfim…

    Agora que deixou o Mats mal deixou e ao menos poderia dizer alguma coisa em sua defesa.

    Claro que dele não esperamos nada de boa fé ou de homem.

    De bichona ressabiada tudo é de esperar…….

    Pronto!

    Lá vem o meu homofóbico.

    Desculpem.

    Like

  16. Mats says:

    João,
    Onde está a “vigarice” do Júlio Severo? É mentira que o governo alemão publicou esses livros? É mentira o que eles tem lá dentro?

    Diz-me qual é a “vigarice” para se poder confrontar os autores.

    Like

  17. ND says:

    mas este gajo existe?
    o quanto te custa a compreender que dar a mesma importância aos pénis e às vaginas se pode traduzir em promoção de pedofilia e incesto????

    Like

  18. Mats says:

    Nuno,

    o quanto te custa a compreender que dar a mesma importância aos pénis e às vaginas se pode traduzir em promoção de pedofilia e incesto????

    Ora vejamos como é que o texto “dá importância”:

    “Os pais (homens) não dedicam atenção suficiente ao clitóris e vagina de suas filhas. Raramente eles fazem carinho nessas regiões, embora seja o único jeito de as meninas desenvolverem um sentimento de orgulho de seu sexo”

    Portanto, de acordo com este livro secular, a única (não há outra!) forma das meninas sentirem “orgulho” em serem meninas é se o pai lhes acariciar o órgão sexual.

    Concordas com isto, Nuno? Tu tens filhos, já agora?

    E mais:

    “A criança toca todas as partes do corpo de seu pai, às vezes provocando excitação nele. O pai também deve fazer a mesma coisa com a criança”.

    Portanto, segundo este livro secular, o pai DEVE “tocar” nas partes íntimas das filhas.

    Concordas com isto, Nuno? Consideras isto como apenas “dar importância” ou está mais na linha da “pedofilia” e “incesto”?

    Cuidado com as respostas principalmente se tiveres filhos.

    Like

  19. O livro não diz isso.

    A discussão poderá ser:

    Se hipoteticamente um governo publicasse um livro que defendesse algo assim era certo ou errado ?

    Agora o livro NÃO diz isso.

    E , salvo melhor opinião, o tal de Júlio Severo tem suficientes conhecimentos de alemão para saber que o que escreveu é uma mentira descarada.

    Like

  20. ND says:

    o que tu estás a transcrever É UMA MENTIRA!!!
    o texto em alemão NÃO diz isso!!!

    “My own rough translation from the booklet with a little context:Mothers often give various and sometimes loving names to the penis and through this they subconsciously express their appreciation. In contrast the vagina and especially the clitoris receive hardly any attention through naming or caressing touches (neither from the father nor from the mother) and make it more difficult for the girl to develop pride in her sexuality”

    Like

  21. Mats says:

    Nuno,
    Chegaste a ler o que o teu texto diz?

    In contrast the vagina and especially the clitoris receive hardly any attention through naming or caressing touches (neither from the father nor from the mother) and make it more difficult for the girl to develop pride in her sexuality

    A implição é que os pais devem acariciar os órgãos das meninas como forma delas sentirem “orgulho” na sua sexualidade.

    É isso que defendes?

    Like

  22. Mats says:

    João,
    Segundo o que o Nuno mostrou, não é uma mentira descarada. Vê a citação que ele mesmo deu em cima.

    Like

  23. ND says:

    A implição é que os pais devem acariciar os órgãos das meninas como forma delas sentirem “orgulho” na sua sexualidade.

    AH AH AH

    Like

  24. Mats says:

    Nuno,
    Não respondeste à minha pergunta. O artigo claramente suporta essa implicação, e como tal o Julio Severo tinha razão. Porque é que tu e o João acusaram-no de mentiroso e outras coisas quando claramente ele estava certo?

    Vocês foram rápidos a defender os secularistas alemães mas agora vão ter que admitir que se puseram ao lado de publicações que propõe coisas horríveis e incestuosas.

    Tais são as consequências da rejeição da Moral Bíblica.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s