Ateus da FIFA para Selecção do Brasil: Por Favor Não Nos Humilhem Outra Vez

O mundial ainda nem começou e a selecção brasileira já começa a espalhar o medo. Desta vez, porém, o medo que espalha não é só ao nível desportivo mas também ao nível ideológico.

Os ateus da FIFA estão “preocupados” com manifestações religiosAs em torno de conquistas futebolisticas. Não podendo de forma racional acabar com a fé cristã, os ateus tentam doutra forma: usando o sistema legal para seu proveito.

Vêr também:

1. Brasileiros escandalizam o mundo (outra vez)

2. Ateu afirma: Orar é como matar galinhas em público!

Um conselho para os ateus: se não querem ver os cristãos a orar (depois do jogo), mudem de canal.

POLÊMICA: FIFA ESTUDA PUNIÇÃO PARA COMEMORAÇÃO RELIGIOSA

Johanesburgo, 03 jun (RV) – A Fifa enviou um comunicado a cada uma das 32 seleções que disputarão a Copa do Mundo, na África do Sul, pedindo aos jogadores moderação na expressão de sua fé durante as partidas. A ideia é fazer com que os jogadores deixem de comemorar seus gols e vitórias com mensagens religiosas.

Segundo a Fifa, o Brasil é o país que mais preocupa quando se trata de manter futebol e religião separados. O uso de camisetas com mensagens escritas, por baixo do uniforme, é proibido pela entidade. No entanto, os atletas aguardam o final do jogo para exibi-las e expressar sua fé.

A polêmica surgiu na conquista brasileira sobre a Alemanha, na Copa de 2002. Os jogadores do Brasil aproveitaram a ocasião, entre eles Kaká, para exibirem suas mensagens. O assunto voltou a ser discutido depois de um ano, após a conquista da Copa das Confederações, na África do Sul, quando os brasileiros repetiram as manifestações.

O secretário-geral da Fifa, Jérome Valcke, acredita que a solução é pedir o compromisso das seleções para evitar as mensagens religiosas. A assessoria de imprensa da Fifa disse que, ainda esta semana, cada seleção receberá a visita de um representante da entidade, para falar sobre assuntos relacionados à Copa e sobre o comportamento dos jogadores.

A Fifa não é contra a inclusão de religiosos na comitiva, mas proíbe a promoção de qualquer religião. As autoridades esportivas não querem transformar a Copa num evento político ou religioso. A entidade já estudou a aplicação de multas, mas teme que as punições possam suscitar polêmicas e possíveis acusações de cerceamento religioso. (AF)

Se Portugal não for campeão, Deus queira que o Brasil seja campeão e que o Káká não deixe de mostrar a sua mundialmente famosa T-Shirt que diz:

I Belong to JESUS

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Religião, Sociedade and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

9 Responses to Ateus da FIFA para Selecção do Brasil: Por Favor Não Nos Humilhem Outra Vez

  1. Jefferson says:

    A questão é bem mais ampla do que simplesmente o direito de alguém orar por seu deus, seja lá qual for, em campo.
    É uma Copa do Mundo, um campeonato mundial que envolve pessoas de todos os credos, inclusive dentro dos mesmos times.
    Se meu time ganha e começa a reverenciar e agradecer ao meu deus pela vitória, quer dizer então que o deus do outro foi pior ou mais fraco? E se for o mesmo deus, por que escolheu um time em e não o outro outro? É porque são mais fieis que aqueles? E se os outros jogadores não forem da mesma religião, estarão em seu direito de sentirem ofendidos as suas crenças, pois para eles quem ajudou a ganhar foi todo o time e não o deus de só um dos atletas.

    O Abbadon do Ceticismo.net falou de coisas interessantes na qual reproduzo um trecho e deixo o link para o seu site para quem quiser ler na íntegra:
    http://ceticismo.net/2010/06/04/fifa-proibe-manifestacoes-religiosas-dos-jogadores-durante-a-copa/


    “Mas em que medida a religião poderia atrapalhar o show do mundo do futebol? Bem, a resposta é a seguinte: uma manifestação religiosa de um determinado jogador de religião X desagradaria a todos que não fazem parte dela. E no mesmo time, há jogadores que pertencem às religiões X, Y, Z e W. O que pensar da união do time, se o jogador de religião Y comemorar efusivamente e agradecendo ao deus Y, mas desprezando a sensibilidade religiosa dos jogadores X, Z e W, esquecendo-se dos esforços deles que levaram ao gol feito por Y? Isso desune o time, acirra ânimos, cria-se um clima de inimizade e preconceito.”
    […]

    “E não foi o que o Kaká fez, quando entregou o seu troféu de “Melhor jogador do Mundo” que foi cedido pela FIFA, para aquele casal de estelionatários (no qual caiu o teto da sede e nada fizeram pelas vitimas), e agora esta em exposição? O premio não pertence mais a Kaká, e sim à uma igreja evangélica. Isso é proselitismo. Isso é favorecimento de uma determinada profissão de fé. O Kaká podia ter deixado o troféu em algum museu relacionado ao futebol, para que todos os brasileiros pudessem vê-lo, sem precisar frequentar uma igreja e sendo assediados por obreiros e pastores.”
    […]
    “E um culto islâmico, sendo visto por evangélicos, cristãos, hindus e judeus? Ou então, o sacrifício de uma galinha em campo ? Ou a imolação de uma ovelha, em favor de uma divindade para que esta lhes de graças e sorte no jogo ?”

    O que diríamos de uma disputa entre muçulmanos e cristãos??? Fica aí a reflexão.
    Não se trata de mais uma forma de atacar a religião, mas jogos e religião não se misturam, até porque o deus de Abraao é contra jogos.
    O autor do post deixou, digamos, um recado para os ateus: “Um conselho para os ateus: se não querem ver os cristãos a orar (depois do jogo), mudem de canal”
    Mas digo: quem quer ver reza ou oração, mude para um canal propício para isto ou vá a um templo, e não assista a um jogo de futebol que é um momento para a prática desportiva. Talvez se fossem os muçulmanos os melhores jogadores de futebol e tivessem a oportunidade de ostentar sua crença como Kaká, creio que o conselho do autor seria outro, não?!

    Like

  2. Mats says:

    Jefferson,

    A questão é bem mais ampla do que simplesmente o direito de alguém orar por seu deus, seja lá qual for, em campo.
    É uma Copa do Mundo, um campeonato mundial que envolve pessoas de todos os credos, inclusive dentro dos mesmos times.

    Irrelevante. A celebração dos cristãos foi feita DEPOIS do jogo terminar, e não DURANTE o jogo.

    Se meu time ganha e começa a reverenciar e agradecer ao meu deus pela vitória, quer dizer então que o deus do outro foi pior ou mais fraco?

    Irrelevante. A celebração de uma vitória não é evidência de que um “deus” é melhor que o outro.

    E se for o mesmo deus, por que escolheu um time em e não o outro outro?

    Boa pergunta, mas totalmente irrelevante.

    E se os outros jogadores não forem da mesma religião, estarão em seu direito de sentirem ofendidos as suas crenças, pois para eles quem ajudou a ganhar foi todo o time e não o deus de só um dos atletas.

    Tal como eu me sinto “ofendido! quando um programa ateu distorce a historia como forma de suportar o ateísmo. Se eu não gosto, mudo de canal. Do mesmo modo, se as pessoas não querem ver os cristãos a agradecer a Seu Deus DEPOIS DO JOGO ACABAR, mudem de canal.

    O Abbadon do Ceticismo.net falou de coisas interessantes na qual reproduzo um trecho e deixo o link para o seu site para quem quiser ler na íntegra:

    Já li. O que ele diz é do mais ilógico que já vi. ORa vejamos:

    “Mas em que medida a religião poderia atrapalhar o show do mundo do futebol?

    Não atrapalha porque os brasileiros oram DEPOIS DO JOGO ACABAR. Bolas, será difícil vÊr isso?

    Bem, a resposta é a seguinte: uma manifestação religiosa de um determinado jogador de religião X desagradaria a todos que não fazem parte dela.

    Tal como a manifestação religiosa dos ateus me desagradam. Será que devemos impedir o livre exercício da fé ateísta numa sociedade só porque os não ateus se sentem ofendidos?

    E no mesmo time, há jogadores que pertencem às religiões X, Y, Z e W. O que pensar da união do time, se o jogador de religião Y comemorar efusivamente e agradecendo ao deus Y, mas desprezando a sensibilidade religiosa dos jogadores X, Z e W, esquecendo-se dos esforços deles que levaram ao gol feito por Y?

    Totalmente irrelevante. Quando os cristãos foram orar no centro do campo, DEPOIS DO JOGO ACABAR, eles não forçaram ninguém. Só foi quem quis.

    Isso desune o time, acirra ânimos, cria-se um clima de inimizade e preconceito.”

    lol
    Como é que ele sabe disso? Ele já vi isso a acontecer? Além disso, se “desune o time”, porque é que os brasileiros continuam a fazer isso sempre que ganham? Se desunisse, eles já teriam parado há muito tempo.
    O “Abadon” (por sinal, o nome de um demónio) está totalmente errado.

    “E não foi o que o Kaká fez, quando entregou o seu troféu de “Melhor jogador do Mundo” que foi cedido pela FIFA, para aquele casal de estelionatários (no qual caiu o teto da sede e nada fizeram pelas vitimas), e agora esta em exposição? O premio não pertence mais a Kaká, e sim à uma igreja evangélica.

    O Kaka tem o direito de fazer o que ele quiser com o seu prémio de Melhor Jogador.

    Isso é proselitismo.

    Não, não é.

    Isso é favorecimento de uma determinada profissão de fé.

    Não, não é.

    O Kaká podia ter deixado o troféu em algum museu relacionado ao futebol, para que todos os brasileiros pudessem vê-lo, sem precisar frequentar uma igreja e sendo assediados por obreiros e pastores.”

    Mas o facto do seu prémio estar numa igreja 1) não impede os outros brasileiros de o ver 2) não implica que quem for ver vai ser “assedia por obreiros e pastores” loll

    Meu Deus, que “resposta” tão ilógica. 🙂

    Like

  3. Breno Peck says:

    Ateus e crentes sabem tanto de futebol quanto sabem de plantar batatas.

    A FIFA vetou comemorações religiosas dentro de campo em razão da crescente tensão religiosa no continente europeu. Neonazis, muçulmanos, imigrantes e nacionalistas se reúnem em torno de manifestações populares para fazer proselitismo e vandalismo.

    O autor do blog deveria no mínimo acompanhar as notícias sobre a copa da UEFA pra saber sobre o que fala.

    Like

  4. Mats says:

    Breno Peck,

    A FIFA vetou comemorações religiosas dentro de campo em razão da crescente tensão religiosa no continente europeu.

    Deves estar a falar dos muçulmanos. Isso é fora do campo ou dentro das 4 linhas?
    Mesmo assim, isto é ilógico. Como existe “tensão religiosa” na europa (causada por muçulmanos e ateus, e não por cristãos), então deve-se impedir aos cristãos de orarem DEPOIS do jogo ter terminado?

    Se se preocupam com a crescente tensão religiosa na europa, então deviam-se focar nas causas da mesma e não impedir o livre exercício da fé cristã.

    Neonazis, muçulmanos, imigrantes e nacionalistas se reúnem em torno de manifestações populares para fazer proselitismo e vandalismo.

    Ah, então é fora do campo, e não dentro do campo. O que motivou a Fifa a tentar limitar a liberdade de expressão dos cristãos foi o que os brasileiros fizeram em 2002 e em 2009.

    Por sinal o que eles fizeram nada tinha a ver com o “proselitismo” nem com o “vandalismo”, nem com o “nacionalismo” e muito menos com o movimentos nacionais socialistas (nazis).

    A FIFA, sendo uma organização dominada por seculares, não quer ver manifestações cristãs em lado nenhum, especialmente manifestações que possam ser vistas por todo o mundo, como foi em 2002 e em 2009. Eles apenas querem usar a desculpa da “tensão religiosa” para abafar o Cristianismo. No entanto, se o Brasil ganhar a copa, não creio que os ateus da FIFA vão censurar o seu livre exercício da fé cristã.

    Like

  5. Adalberto Felipe says:

    Enquanto isso: http://pos-darwinista.blogspot.com/2010/06/fifa-e-tatuagem-nazista-imoral-de-simao.html

    De boa, tem tanta coisa acontecendo nesse mundo que nem dá pra acreditar, mas, mas, como a bíblia diz, vai aparecer cada coisa no fim dos tempos!

    Like

  6. Mats says:

    Adalberto,
    Sim, é incrível que a FIFA não tenha notado nesse simbolo dos Nacional Socialistas alemães. Estão mais preocupados com pessoas a orarem depois do jogo do que com isso. Tem mais medo de Deus do que do nazismo.

    Like

  7. jo says:

    entro aqui , simplesmente para lembrar que o Brasil é um Pais laico (pelo menos no papel) e que jogo é jogo e não se deve misturar com o resto ,se jogadores cristãos podem manifestar sua crença no estadios então espiritas também podem ,Muçulmanos ,bruxos(Wicca) e etc e logo logo não sera mais espetaculo mas proselitismo ,excelente decisão da FIFA que faz assim que seja o espetaculo garantido ,lembra do episodio das camisetas? todo mundo fazia gol e depois propaganda em rede nacional é verdade os cristãos gostavam porque era so eles mas e quando os muçulmanos ,Espiritas e outros começassem ?, acho que não iam gostar , terminou melhor assim respeito de todos os credos e não credos. Caso semelhante acontece agora no Reino Unido ,Canada e EUA onde religiosos protestantes fizeram campanha em onibus colocando cartazes chamando as pessoas para o cristo durante anos, até ai tudo bem ,mas quando foram outro grupo (ateus) que colocaram nos mesmos onibus dizendo que Deus não existe ,ai pegou eles querem guerra e estão na justiça ,mas então os direitos são iguais porque se aborreceram?? se um não pode ninguém pode ,se um pode todos podem isso se chama democracia laica.
    obrigado por me dar o espaço no seu blog , 😉

    Like

  8. Leonardo says:

    Essa é boa.Se ateu não acredita em nada,porque ficam se incomodando com quem crê?Antigamente os únicos atletas que comemoravam em forma de agradecimento ao SENHOR eram os cristãos.Aí querem que vire moda e que outras crenças religiosas comemorem também.É uma falta de capacidade racional de criarem e ficam depois se lamentando que cristãos podem comemorarem,outras crenças não.O problema é que até onde eu saiba e creio,que o único que morreu pela humanidade foi JESUS CRISTO.Agora se fulano é um desgraçado que não tem o dom da fé,porque esse mesmo infortunado age como um louco fanático por algo que não existe,que é a descrença?Outra coisa que os fanáticos ateus não comentam,porque não divulgam algum grande atleta que é ou foi ateu no passado?Sei de ateus que só sabem parasitarem sentados escrevendo,lendo ou bolando asneiras,mas não sei de nenhum que sejam práticos no dia-a-dia.Logo,logo são capazes de quererem provar que quem inventou o trabalho foram os cristãos.Só nos falta essa.O que as pessoas não são capazes de fazerem para não terem de trabalharem.Viram até ateus.Eita vida dura sô!

    Like

    • Jo says:

      Ola Leonardo em resposta a sua exposição acima : “Se ateu não acredita em nada,porque ficam se incomodando com quem crê?..” simples , porque quem crê quer obrigar a quem não crê a aceitar suas “verdades” .veja o que vc mesmo diz “..se fulano é um desgraçado …” ,”..ateus que só sabem parasitarem …” “…O que as pessoas não são capazes de fazerem para não terem de trabalharem.Viram até ateus…” sua tolerância e amor cristão ao proximo é comparavel a dos yatolas e dos cristãos da idade media !!! Chamar alguém de desgraçado ou julgar pessoas que com toda certeza você não conhece mostra sua falta de conhecimento religioso historico e da realidade humana é enorme .Aconselho vc a ler mais e viajar bastante conhecer pessoas e vera que seu universo religioso com sua “certezas” e “verdades” é minoria, o cristianismo (seita judaica ,se não sabia !?) tem cerca de 1 bilhão e 300 mil adeptos (cada um com certezas como a sua !!! mormons ,Ttjeovahs ,amish e passo um acusando o outro de orar para o falso jesus )e a população do planeta é de mais 6 bilhões pessoas !!!!!!! portanto muçulmanos com +- a mesma quantidade de cristãos ( e mais unidos!) consideram cristãos no fogo do inferno por adorar um falso Deus. Nesta breve exposição vc vê que sua arrogâcia de possuir a “verdade” esta muito longe da realidade ,so um cerebro fanatizado pode ter tantas certezas .Alias vc é ateu também sabia??? para o Deus dos outros !!! ou vc se coloca de joelhos para orar para Ganesh o Deus hindu(com cabeça de elefante )???? Espero que você evolua no respeito com as pessoas que pensam diferentes de você , siga a messagem do Cristo e seja humildade porque “certezas” e julgamentos apressados so levam ao fanatismo e a ofensa. na Paz do Cristo 🙂

      Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s