Ajuda “Humanitária” Para Gaza Levava Armas de Fogo

Julio Severo
O governo turco está se mobilizando para que as autoridades israelenses sejam julgadas pela Corte Criminal Internacional em Haia, na Holanda, porque Israel “ousou” inspecionar navios “humanitários” destinados aos árabes palestinos. Os navios, que saíram da Turquia, continham também armamento escondido, inclusive foguetes.
Afinal, como é que os árabes palestinos conseguirão prosseguir seus ataques contra Israel sem a ajuda “humanitária” de foguetes e outras armas?
A Turquia, país esmagadoramente muçulmano que tem um longo histórico de derramamento de sangue cristão, ficou histérica com as ações de Israel, que desmascarou o humanitarismo disfarçado. Os “pacifistas” enfrentaram os inspetores militares israelenses com extrema violência. E receberam o devido tratamento e resposta.
Desde quando armamento para uso contra cidadãos israelenses é ajuda “humanitária”? Se, num ousado cenário oposto, uma flotilha com semelhante “ajuda” fosse destinada à minoria separatista curda da Turquia, os turcos reagiriam com delicadeza? Aliás, a mesma Turquia que exige de Israel um estado para os árabes palestinos também persegue a minoria curda na Turquia, por querer um estado! Os bondosos turcos estão determinados a exterminar o desejo dos curdos.
Para os turcos, pode haver perseguição e derramamento de sangue à vontade, desde que não seja contra sua religião muçulmana favorita. Esse é o motivo por que a Turquia condena as tentativas da ONU de condenar o Sudão, cujo governo muçulmano assassinou aproximadamente meio milhão de sudaneses que não são muçulmanos. A maioria dos massacrados são cristãos.
No Conselho de Segurança da ONU — onde há décadas Israel é condenado sistematicamente por pressão dos países islâmicos —, o Sudão é protegido de toda condenação. Mesmo que seis milhões de judeus estivessem sendo assassinados hoje, por pura pressão ideológica a ONU acabaria dando um jeito de condenar Israel e inocentar o Sudão.
O primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdog disse: “Não é possível um muçulmano cometer genocídio. É por isso que estamos à vontade [com a visita do presidente islâmico do Sudão à Turquia]”.
A Turquia não tem motivo nenhum para reconhecer e se opor a genocídios cometidos por islâmicos. Logo antes da 1ª Guerra Mundial, o governo islâmico da Turquia assassinou a sangue frio centenas de milhares de homens, mulheres e crianças armênios cristãos. Até hoje, a Turquia não tolera quando alguém diz que esse massacre de inocentes foi genocídio.
A Turquia fala a partir da posição de quem cometeu genocídio e de quem hoje defende o governo genocida islâmico do Sudão.
Israel responde a partir da posição de quem sofreu o genocídio de mais de 6 milhões de judeus durante a 2ª Guerra Mundial. Com essa trágica experiência, Israel nunca pode descuidar da defesa de suas famílias, mesmo quando um carregamento de armas vem disfarçado em “inocentes” navios de ativistas esquerdistas da paz trazendo bombons e remédios.
Quanto à Corte Criminal Internacional, que tal a Turquia e o Sudão prestarem contas por suas atrocidades contra populações inocentes?

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Política, Religião and tagged , , , . Bookmark the permalink.

5 Responses to Ajuda “Humanitária” Para Gaza Levava Armas de Fogo

  1. MVR says:

    Como não estou surpreso? Ah… Porque já sabia que era assim… Ajuda humanitária uma ova.

    Like

  2. Muito bom o texto.
    Mas alguém pode me explicar uma coisa:
    SE OS JUDEUS QUE CRUXIFICARAM CRISTO, E TODOS SABEMOS QUE ELES NÃO CREEM NO SENHOR JESUS CRISTO, QUAL O MOTIVO DE SE CITAR O CRISTIANISMO, OU OS CRISTÃOS NESSE COMBATE.
    OS PAISES CRISTÃOS DEVEM APOIAR QUEM, OS MULÇUMANOS QUE EM SUA MAIORIA ACREDITAM EM JESUS, ATÉ MESMO COMO UM PROFETA, OU APOIAR OS JUDEUS, QUE NÃO ACREDITAM EM JESUS, OU AQUELES QUE ACREDITAM, CREEM APENAS COMO UM BOM HOMEM.

    Like

  3. MVR says:

    /\
    Triste tentativa de voltar os cristãos contra os judeus. Apesar da típica arrogância de alguns judeus, especialmente contra cristãos, continuamos a dar apoio a quem está certo.

    Like

  4. Adalberto Felipe says:

    e aposto que isso não vai sair na mídia…

    Like

  5. Mats says:

    José Marcelo,
    Consegues escrever sem ser em letra maiúscula?

    SE OS JUDEUS QUE CRUXIFICARAM CRISTO, E TODOS SABEMOS QUE ELES NÃO CREEM NO SENHOR JESUS CRISTO, QUAL O MOTIVO DE SE CITAR O CRISTIANISMO, OU OS CRISTÃOS NESSE COMBATE.

    Há muitos judeus que sabem que o Senhor Jesus é o Messias. Os Apóstolos do Senhor eram todos Judeus.

    Além disso, a luta dos Judeus contra o islão e o ateísmo europeu é apenas uma frente da mesma guerra. Eles detestam os Judeus pelos mesmos motivos que detestam os cristãos. Se tu te vais por ao lado dos muçulmanos e dos ateus europeus nesta luta, a próxima vítima és tu.

    O mesmo se passa com os ataques que eles fazem aos católicos por causa do que os homossexuais andam a fazer dentro das suas igrejas. O motivo da sua raiva não é que eles são homossexuais ou que eles sejam católicos mas sim porque são cristãos.

    OS PAISES CRISTÃOS DEVEM APOIAR QUEM, OS MULÇUMANOS QUE EM SUA MAIORIA ACREDITAM EM JESUS,~

    Não, não acreditam. Eles acreditam no aue o seu “profeta” lhes disse àcerca do Senhor Jesus. Eles não aceitam que o Senhor Jesus Cristo seja o Criador de todas as coisas, como ensina a Bíblia.

    ATÉ MESMO COMO UM PROFETA,

    A sua versão de “profeta” e não o que a Bíblia diz.

    OU APOIAR OS JUDEUS, QUE NÃO ACREDITAM EM JESUS, OU AQUELES QUE ACREDITAM, CREEM APENAS COMO UM BOM HOMEM.

    Crer que o Senhor é apenas “Um Bom Homem” ou não acreditar nEle tem o mesmo fim. Ele não só foi Um Bom Homem, como Ele é o Criador e o Salvador da humanidade. ISto é o que os muçulmanos não aceitam.
    Portanto, o que eles acreditam ou deixam de acreditar é irrelevante. É nosso dever e honra ficar do lado da justiça, da verdade e do lado de Israel neste tempo conturbado.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s