CS Lewis: O Ateu Não Tem Justificação Para Usar o Argumento do Mal

C.S. Lewis:

O meu argumento contra Deus era o de o universo parecia cruel e injusto. Mas donde é que eu aprendi os conceitos do justo e injusto? Um homem não qualifica uma linha torta de “torta” a não ser que ele tenha uma ideia do que uma linha recta é. Com o quê é que eu comparava o universo quando o qualifiquei de “injusto”?Se tudo o que aconteceu desde o princípio foi mau e injusto, como é que eu, que supostamente faço parte do espectáculo, me encontro da posição de rebeldia contra a situação? Um homem sente-se molhado quando cai na água porque ele não é um animal aquático: um peixe nunca se sentiria molhado.

Claro que eu poderia ter abandonado a minha ideia de justiça afirmando que ela apenas era uma ideia pessoal minha. Mas se eu fizesse isso, então o argumento contra Deus tinha um colapso uma vez que o argumento depende do facto de o mundo ser de facto injusto e não simplesmente que ele não agradava as minhas preferências pessoais.

Portanto, durante o acto em tentar provar que Deus não existe – por outras palavras, que a realidade era sem sentido – vi que era forçado a assumir que uma parte da realidade – nomeadamente, a minha concepção de justiça – fazia sentido. Consequentemente o ateísmo revela-se muito simples.

Se o universo não tem propósito nós nunca haveríamos de saber que ele não tem propósito ou sentido: do mesmo modo que se não existisse luz no universo, e portanto não houvesse criaturas com olhos, nós nunca saberíamos que ele estava escuro.

A palavra “escuro” não faria sentido.

O que o C.S. Lewis implicitamente diz é que quando o ateu usa o argumento do “mal”, ele está a assumir coisas que contradizem o que ele tenta provar com esse mesmo argumento do “mal”. Ele está a revelar ter conhecimento que vai para além do mundo em que nós vivemos.

O argumento do mal assume muitas coisas, uma delas sendo que o ser humano não foi feito para viver com o que o ateu qualifica de “mal”. Mas donde vem essa crença? Se a morte, violência, assassinatos, violações, pedofilia, terremotos e outras coisas mais sempre fizeram parte da existência humana, donde é que vem o conhecimento de que essas coisas são más? Com o quê é que o ateu as compara? Existe algum padrão absoluto na base da qual o ateu qualifica comportamentos e eventos? Houve alguma altura em que o homem não sofreu? Será que há uma versão ateísta do Jardim do Éden?

Claro que a razão pela qual o ateu sabe que isto está errado é a Natureza de Deus em si. A Bíblia diz-nos que o ateu sabe que Deus existe (Romanos 1) e que conscientemente rejeita o que Deus lhe diz como forma de manter a sua moralidade intacta. A forma através da qual nós podemos ver que o ateu sabe que Deus existe é a sua constante alusão ao “problema do mal”. Se Deus não existe, não há Padrão Absoluto que sirva de modelo comportamental, e como tal o ateu não tem argumento nem forma de classificar situações e comportamentos como “maus”.

Mas como o ateu sabe que Deus existe, então ele apela a uma Lei Moral Absoluta, embora se tente convencer de que o Criador dessa Mesma Lei não existe.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Cosmologia, Religião and tagged , , , . Bookmark the permalink.

15 Responses to CS Lewis: O Ateu Não Tem Justificação Para Usar o Argumento do Mal

  1. Dumane says:

    Grande Lewis.
    Parabéns pelo “post”. Excelente contributo.

    Abraços

    Like

  2. Muito bem explicado, Mats.

    Like

  3. Márcio Carneiro says:

    Bom Mats.

    Uma coisa que, para mim, divide bem entre pensadores ateus e pensadores neo-ateus é a falta da necessidade desse segundo ser coerente em seus argumentos.

    O argumento do Mal é um clássico para esse exemplo. E acrescentaria mais, para ser bem usado para o cristianismo deve ser levado em conta o que cristianismo diz que é Deus e o que é mal. Só assim faria sentido discutir isso dentro do cristianismo.

    Like

  4. ND says:

    A exclusividade de classificar bem ou mal, correcto ou incorrecto não é apenas religiosa. Eu também o faço e todas as outras pessoas no mundo. E a vastíssima maioria das pessoas nem se quer se lembra da Bíblia quando o faz. E as coisas tem andado.

    Assumem que existe uma qualquer regra marada divina que classifica acções como boas ou más. Quando a única coisa que conseguem para o demonstrar são jogos de palavras: “se os ateus consideram haver o bem e o mal, então há uma referência”. Ricas conclusões…

    Like

  5. Mats says:

    Nuno,

    A exclusividade de classificar bem ou mal, correcto ou incorrecto não é apenas religiosa.

    Nem eu disse que era.

    Eu também o faço e todas as outras pessoas no mundo.

    O Hitler também fez, o Stalin também fez, o Pol Pot o mesmo e todos os grandes ditadores do passado. Quem estava certo?

    E a vastíssima maioria das pessoas nem se quer se lembra da Bíblia quando o faz. E as coisas tem andado.

    Menos para os 6 milhões de Judeus que morrerram em campos de concentração, e menos para os mais de 100 milhões de almas que morreram debaixo do jugo do ateísmo político (comunismo), Para esses, o facto de as pessoas ignorarem a Bíblia não funcionou muito bem.

    Assumem que existe uma qualquer regra marada divina que classifica acções como boas ou más. Quando a única coisa que conseguem para o demonstrar são jogos de palavras: “se os ateus consideram haver o bem e o mal, então há uma referência”. Ricas conclusões…

    São inferências logicas que partem de pressupostos lógicos.

    Se Deus não existe, então todos os comportamentos tem o mesmo valor moral.

    Além disso o texto foca-se mais na referência ao “problema do mal” que os ateus julgam ser um argumento contra a Bíblia, sem entenderem que sem o Deus da Bíblia, não há forma de classificar em termos absolutos o que é o “mal” e o que é o “”bem”. Cada pessoa decide por si só o que é o mal e o bem, e pronto. O problema surge quando as várias concepções morais chocam umas com as outras, como acontece entre os aborcionistas e os pró-vida.

    Quem está certo?

    Like

  6. Alchem Dig says:

    Gostaria de citar teu post (este post ao qual estou a comentar) no meu blog.
    Posso?

    Aguardo tua resposta.

    Digi-Alchemist

    Like

  7. Mats says:

    Sim, claro, Alchem. Se quiseres podes deixar depois aqui o link para o teu blog.

    Mjuitas das coisas que eu ponho aqui são traduções de outros autores, portanto eu não tenho direito de autor nenhum sobre eles.

    Podes sempre ver no final do post (se for uma tradução) donde é que eu fui buscar o texto.

    Fica à vontade.

    Abraço.

    Like

  8. Lourival Pereira says:

    Essa questão de ser ateu ou crente já por demais debatida, sem chegar a lugar algum, já está saturada e merece uma atençao mais acurada. Por exemplo: Os crentes vivem para a religião. Os ateus não acredidam em Deus. Os crentes dizem que existe um Deus. Os ateus não acreditam em divindades. Os crentes não podem provar que Deus existe. Os Ateus não podem provar que Deus não existe. Agora, usar o argumento de que Deus existe porque não se pode provar sua inexistência é o mesmo que dizer que Deus não existe porque não se pode provar sua existência. Então, não se chegou a lugar algum mesmo. Os crentes vao ficar discutindo o conteúdo da bíblia e os ateus vão ficar contestando.
    Mas existe um detalhe aí que incomoda muita gente. Porque várias pessoas fazem alusão de que os ateus são inteligentes? Será que todos os que acreditam em Deus não são inteligentes bastante?
    A verdade, pelo menos no que me concerne, é que não se deve viver para a religião, deve se viver com a religião. Ficar com a cangalha nas costas e não usufruir das coisas boas da vida com medo de pecar é exagerar na fé cega e imposta pelos senhores doutores religiosos. Vamos ser fieis, mas vamos viver também. No fundo estou com os ateus, porque são livres e não vivem amarrados ao clero.

    Like

  9. credulo says:

    Acho que este aqui merece uma resposta à altura:

    “Mas existe um detalhe aí que incomoda muita gente. Porque várias pessoas fazem alusão de que os ateus são inteligentes? Será que todos os que acreditam em Deus não são inteligentes bastante?”

    Você está sugerindo que quem crê em Deus é idiota? Pois saiba que o chefe do Projeto Genoma, Francis Collins, é anglicano. E conhece Senhor dos Anéis? Foi escrito por um cristão ortodoxo. Sabe Newton? Ele foi teólogo. Sabe do Mendel, o pai da genética? Era monge. E na boa, você sabia que a Igreja Católica foi a instituição que mais contribuiu para a Ciência?

    Sabe de onde vem esse senso comum de que crente é burro e ateu é inteligente? Do iluminismo francês, que queria desplugar a fé das pessoas e implantar um regime revolucionário. A mesma coisa foi feita nos países socialistas, que destruíram catedrais em nome do secularismo.

    “A verdade, pelo menos no que me concerne, é que não se deve viver para a religião, deve se viver com a religião.”
    Virou detentor da verdade agora?

    “Ficar com a cangalha nas costas e não usufruir das coisas boas da vida com medo de pecar é exagerar na fé cega e imposta pelos senhores doutores religiosos.”
    Fé cega de doutor religioso? Onde você viu isso? Jesus era terminantemente contra este “farisaísmo”, ou você sequer analisa a Bíblia antes de falar mal do cristianismo? Ou pra você cristão é quem fala “se o pastor disse então é verdade”? Me lembra um episódio do Chaves em que o seu Madruga fala algo como “E se eu te mandar se jogar do arranha-céu você se joga??”

    “Vamos ser fieis, mas vamos viver também.”
    Falso dilema.

    “No fundo estou com os ateus, porque são livres e não vivem amarrados ao clero.”
    Self Selling. Quem disse que crente é preso ao clero e que ateu pensa livremente? Nem sabe que existem teístas livres-pensadores… Hahaha!

    Like

  10. Gustavo says:

    A crença em Deus é mais intuitiva. A crença na evolução é racional.

    [[ Como é que acreditar que lobos evoluíram para baleias, ou dinossauros para pássaros é algo “racional” ? ]]

    Fonte: [[ *editado*. Já te disse que esta secção de comentários não é para fazer publicidade a blogs darwinistas]]

    Isso NÃO significa que os evolucionistas são mais inteligentes, mas algumas pessoas pensam assim.

    Like

  11. Gustavo says:

    Desculpe-me. O link era de um banco de dados, achei que como não era um blog podia.

    Acho que os cientistas evolucionistas se baseiam apenas em evidências para interpretar a natureza.

    [[ Que tipo de evidências lhes faz pensar que um animal terrestre evoluiu para uma baleia? Que tipo de evidências lhes faz imaginar que um réptil evoluiu para uma áve? Alguém já viu uma áve a surgir daquilo que não é uma áve? ]]

    Mesmo que você considere as interpretaçoes erroneas, elas são baseadas em fatos apenas.

    [[ Não, não são. São baseados na crença no naturalismo. ]]

    Os cristãos se baseiam também na bíblia e experiências potencialmente sobrenaturais fora de ambientes controlados. Isso é mais intuição.

    [[ Tens que ler mais blogs criacionistas porque o que tu pensas que nós acreditamos não corresponde à verdade. Vê os artigos que falam em “bio-design” e vê como a ciência por si só é suficiente para refutar a teoria da evolução. ]]

    Like

  12. Gustavo says:

    Eu gostaria que você me indicasse algum artigo bom de bio-design então para eu começar.

    Já falei um pouco do que acho dos répteis-aves, apesar de ninguém ter visto um réptil virar ave. Então vou me concentrar nas baleias.

    Não é MUITA coincidência que a baleia, ao contrário dos peixes e exatamente igual aos outros mamíferos terrestres, tenha PULMÕES perfeitamente desenvolvidos, DEDOS na nadadeira (quando o esqueleto é observado), GLÂNDULAS MAMÁRIAS produtoras de leite, reprodução vivípara, PÊLOS. Tudo isso a baleia tem em comum com os mamíferos, portanto, eles devem ter alguma relação evolutiva. Árvores filogenéticas também corroboram que as baleias são mamíferos. Até aqui, a única explicação alternativa à evolução seria se Deus tivesse pensado: “Vou criar um mamífero na água”.

    Agora vem a pergunta: Os mamíferos terrestres evoluíram para as baleias ou as baleias evoluiram para os mamíferos?

    Como conhecemos registros fósseis dos répteis que deram origem aos mamíferos terrestres (Pelicossauros ->Terapsidas cinodontes-> Probainognathia -> mamíferos basais (megazostrodon)) é lógico se afirmar que os primeiros mamíferos surgiram antes das baleias. Após o surgimento dos primeiros mamíferos terrestres, algumas linhagens de mamíferos “entraram e saíram” da água algumas vezes (os elefantes, por exemplo, apresentam evidências de ancestralidade aquática em seus rins).

    Além disso, são conhecidas por fósseis diversas formas de transição. As formas terrestres (mesoniquídeos), com patas, que deram origem aos Pachicetidae (animais parcialmente aquáticos, que viviam próximos ao mar).

    Pachicetidae deram origem aos Ambulocetidae (patas bem menores e esqueleto mais adaptado à água).

    Ambulocetidae deram origem aos Remingtoncetidae (Um pouco mais aquáticos, já não bebiam água doce), que deram origem aos Protocetidae (que tinham patas (que já eram quase nadadeiras) ainda mais reduzidas, e eram desajeitados em terra).

    Finalmente, os Protocetidae deram origem aos Basilosauridae (Já eram as primeiras baleias! Que quase não tinham nadadeiras traseiras e tinham nadadeiras caudais semelhante às baleias atuais).

    Qual a chance de Deus resolver criar tantos fósseis progressivos? Não seria melhor Deus estar por trás da evolução?

    Se alguém quiser ver ilustraçoes para a evolução da baleia, tem nesse artigo (se não puder postar por favor tire isso Mats): Origin of whales from early artiodactyls: hands and feet of Eocene Protocetidae from Pakistan.Science.

    Like

  13. jefferson says:

    Fósseis de
    transição?????????????????????????????????????????????????????

    Darwin pensava que as baleias podiam ter evoluído a partir do urso.[o eterno ancestral fantasma]
    Há cientistas que pensam que ela pode ter evoluído apartir de um animal parecido aos felinos[ancestral fantasma].Outros acreditam que foi a partir de um animal semelhante às hienas[ancestral fantasma].
    Cientistas japoneses pensam as baleias evoluíram de animais parecidos aos os hipopótamos[ancestral fantasma],baseando-se nas semelhanças no DNA.

    Se a evolução das baleias é tão clara e se os fósseis de transição SÃO TÃO ABUNDANTES,então pq é que os cientistas ñ estão de acordo sobre que tipo de animal terrestre evoluiu para as baleias?

    Like

  14. Gustavo says:

    Charles Darwin nasceu em 1809, há mais de 200 anos. A evolução das baleias só se tornou mais clara nas últimas décadas, quando os principais fósseis de transição foram encontrados e análises filogenéticas foram realizadas (Exemplo: No Paquistão se encontraram vários fósseis em 2000).

    Esses outros cientistas dos quais você fala, eu não tenho conhecimento. Se você mandar a fonte da onde tirou isso eu posso dar uma olhada.

    A baleia claramente não veio de nenhum animal existente na fauna atual, mas de um animal ancestral extinto. Isso também pode ser uma fonte de confusão, já que muitos cientistas tentam comparar esse animal exinto com algum animal atual para dar uma idéia melhor para as pessoas.

    Muitas vezes, esses animais extintos podem ser relacionados ou ter originado vários animais atuais, podendo também essa ser a fonte de confusão (Se um animal originou, por exemplo originou os porcos e hipopótamos, as pessoas poderiam dizer que o animal que originou os porcos se parecem com hipopótamos, enquanto outras diriam que os animais que originaram os hipopótamos se parecem com porcos).

    As baleias, têm relação evolutiva (se fosse em uma famlia diria prima) de vários animais viventes como os carnivora (felinos, canídeos), suínos, camelos, hipopótamos, ruminantes…

    Dito isso, gostaria de esclarecer, que embora tenhamos muitos registros fósseis CLAROS de baleias primitivas com patas evoluindo, não está provado com 100% de clareza qual animal deu origem às primeiras baleias com patas, e a confusão que você citou também pode estar aí.

    Os mesoniquídeos (Mesonychia), citados por mim no texto acima são muito provavelmente esses animais que deram origem às primeiras baleias. Mas antes alguns pesquisadores achavam que ancestrais dos hipopótamos poderiam ter originado as baleias.Todos esses fósseis existem (nenhum deles é “fanstasma”), mas a discussão era saber qual originara as tais baleias com patas.

    Os estudos mais recentes, contudo, mostram fortes evidências de que os que mesoniquídeos tenham originado as baleias, e até que novas evidências sejam encontradas, isso é o que é aceito como a teoria “vigente”.

    Não obstante, as baleias com patas são fósseis claros que não deixam dúvidas.

    Like

  15. jefferson says:

    Os fosséis?EVIDÊNCIAS?
    http://designinteligente.blogspot.com/2009/05/os-fosseis-nao-mentem-porque-o.html
    O Pakicetus é 4 MILHÕES d anos + VELHO que o Indohyus.Para um darwinista,isto ñ importa!:o Pakicetus é “mais parecido com as baleias” dq o Indohyus,pelo q deve situar-se entre o Indohyus e as baleias modenas,independente da EVIDÊNCIA FÓSSIL.
    Isso me faz lembrar a evidencia do ancestral das aves ,a ARCHAEOPTERYX,DATADO EM 145 MILHÕES D ANOS…mas os chamados fosséis de dinonssauros d penas ñ voadores que deveriam ter surgido antes do archaeopteryx,surgiram milhões de anos depois.
    Como sempre vamos manipular os fatos,para q eles possam se encaixar nessa teoria ,q já teve o homem de Piltdown,homem de Nebrasca[seria isso só a ponta do iceberg?]

    p.s:A evolução e meu ceticismo qnto a ela [sendo redundante ao extremo] são profundamente intrínsecos,devidos as evidencias serem fartas!

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s