Grilos Confirmam Teoria da Evolução

Salmo 36:6
A Tua justiça é como as grandes montanhas; os Teus juízos são um grande abismo; Senhor, Tu conservas os homens e os animais.

Os grilos machos atraem as fêmeas com o seu “cantar” distinto.

No entanto, alguns machos são incapazes de gerar este tipo de som. Recentes pesquisas mostram que estes machos silenciosos são afectados pelos seus camaradas “cantores”.

Os machos silenciosos que se desenvolvem perante a abundante presença de machos cantores tendem a ser maiores e com maior potencial reprodutor do que machos que crescem em ambientes silenciosos. Os insectos são mais complicados do que se pensava anteriormente.

Como explicou um pesquisador:

As pessoas geralmente pensam que os insectos – especialmente os insectos não sociais – são apenas autómatos descuidados pré-programados para levar a cabo procedimentos simples através da sua vida. Afinal de contas, o que aconteceu, por acaso, é que eles evoluíram.

As nossas pesquisas não só mostram exactamente o contrário, como também demonstram que até os pequenos e modestos animais respondem aos caprichos do seu ambiente social ao capitalizarem sobre os pequenos sinais que são destinados a receptores distintos.

Portanto nós agora sabemos que uma mutação aleatória fez com que os grilos ficassem sensíveis às canções do seu meio ambiente. Outra mutação aleatória fez a ligação entre a sua sensibilidade musical com o crescimento incrementado e o aumento do potencial reprodutivo.

Esta pesquisa claramente mostra o poder das modificações evolutivas.


Modificado a partir do original

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , . Bookmark the permalink.

4 Responses to Grilos Confirmam Teoria da Evolução

  1. Wallace says:

    hehehehe…
    até que enfim tu paraste de ser um ‘criacionista ignorante’ 🙂

    Eu sou completamente indiferente à TE. Acho que apenas é uma boa tentativa de explicar a biodiversidade. Se há um viés anti-teísta nos que a promovem, acho que isso não diz nada sobre a TE em si.

    Like

  2. Mats says:

    Oi Wallace.
    Acho que a TE desde o princípio sempre teve uma conotação anti-Deus. Lembraste das palavras de Darwin a tentar refutar o argumento para o Design the William Paley? Bem, se bem me lembro, Darwin nunca citou Paley explicitamente, mas acho que todos sabemos que essa era a intenção de Darwin: refutar Paley.

    Por isso é que Darwin e os seus seguidores fazem alusões ao suposto “mau design” que existe na natureza. Para eles, isso é evidência CONTRA Deus e a favor do seu ateísmo biológico (evolução).

    Mas obrigado pela tua opinião.
    Abraço.

    Like

  3. Wallace says:

    Vou pesquisar a respeito disso…

    Like

  4. Wallace says:

    Ah sim, eu agora li rapidamente e me lembrei qual era… é a analogia do relógio.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s