Artefacto do Tempo dos Juízes Bíblicos Encontrado

A cavilha da roda de uma carroça de ferro (“chariot”) foi encontrada em Israel aparentando ser do tempo dos Juízes Bíblicos. A cavilha contém gravada a imagem de uma mulher e está a ser datada como pertencendo aos anos de 1200 Antes de Cristo.

Os pesquisadores acreditam que o sítio onde foi encontrada a cavilha é a antiga Harosheth Haggoyim, o local de origem de Sísera – mencionado na história de Baraque e Débora em Juízes 4 e 5. O artigo na PhysOrg tem mais fotos e o site Bible Places Blog desenvolve esta e outras descobertas científicas que confirmam a Bíblia.


É sempre bom quando encontramos artefactos que emergem de sítios onde eventos Bíblicos ocorreram. Estes achados iluminam mais detalhes sobre a vida e as circunstâncias onde os eventos se realizaram. A arqueologia não pode confirmar/provar as histórias Bíblicas mas a mesma ajuda a validá-las aos mostrar que as mesmas são consistentes com as evidências físicas independentes.

A Arqueologia mostra também que os eventos Bíblicos não são mitos criados num vazio da História, mas sim factos que aconteceram a pessoas verdadeiras em locais verdadeiros – em zonas que podem ser visitadas e verificadas.

A cavilha da roda diz muito pouco em si, mas a soma total dos achados arqueológicos que são consistentes com a Bíblia é suficiente para oferecer confiança acrescida ao leitor das Escrituras de que o Senhor falou e actuou em favor daqueles que confiam na Sua Palavra.

Se naquilo que se pode testar e verificar, a Bíblia é historicamente fiável, porque é que há cristãos que tentam distorcer o Livro de Génesis de modo a este estar de acordo com mitos ateus?

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Ciência and tagged , , , . Bookmark the permalink.

1 Response to Artefacto do Tempo dos Juízes Bíblicos Encontrado

  1. Halph says:

    “Os pesquisadores acreditam que…” Incomoda-me a expressão em epígrafe. Remete-me a idéia de algo que pode e não pode ser. Para os crentes descobertas arqueológicas não devem mudar em nada a relação fé-Sagradas Escrituras. Exceto como ferramenta apologética. Descobertas como essas dizem respeito aos céticos, aos Tomés contemporâneos. Como bem diz o comentário da nota: “A arqueologia não pode confirmar/provar as histórias Bíblicas mas a mesma ajuda a validá-las aos mostrar que as mesmas são consistentes com as evidências físicas independentes”. Um olhar especial e que norteia a minha visão sobre a relação Bíblia-arqueologia é a tangenciamento das descobertas com as verdades históricas da palavra de Deus, isto é, as descobertas tocam e a Bíblia se tocam em um ponto de tangência. Para os homens de fé a reação as descobertas deve ser “eu já sabia”. E a para os céticos, a expressão deveria ser “eu não sabia”. Mas isso depende da qualidade da fé de cada um. A Deus toda honra e toda a glória, pois a medida que os homens tentam matá-lo, a nos descortina os fatos cobertos aos homens de coração duro. “Disse Jesus: Porque me viste, Tomé, crestes; bem-aventurados os que não viram e creram” (João 20.29).

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s