A guerra do Reino Unido contra o Cristianismo

A pior coisa que pode acontecer a um cristão é cair nas garras de um estado ateu.

(Original)

O Reino Unido, país que há poucos séculos atrás enviou missionários para o mundo inteiro, agora caminha no sentido de criminalizar qualquer prática de fé cristã.
O Reverendo George Hargreaves, presidente do Christian Party, disse que recebeu uma queixa na justiça depois de veicular um outdoor dizendo que a “Inglaterra é um país cristão”. Foi dito que o anúncio era ofensivo a ateus e membros de outras religiões, e que incitava o ódio contra eles”.

(…)

A directora do Christian Concern for Our Nation – Andrea Minichiello Williams, adverte que se os cristãos britânicos não tomarem partido agora, o país está no caminho de finalmente criminalizar a prática do cristianismo em público.
“Tem havido um movimento maciço pelo lobby secularista para privatizar a religião”, disse ela. “Você pode ter fé, contanto que não o afete no local de trabalho. Contanto que você não a leve para o local de trabalho. Apenas a pratique em privado. Não pode ser público. Não pode afetar você na esfera pública”.
Outro fato que prejudica a liberdade cristã é o poderoso lobby gay. O cristão Kwabena Peat disse que foi forçado a comparecer a lições de treinamento de sensibilidade para lidar com homossexuais. A professora era lésbica e, em um certo momento, ela perguntou: “O que faz você pensar que ser heterossexual é natural?” Ele, então, saiu da sala e, depois, enviou uma carta para a professora explicando a posição bíblica sobre homossexualismo. Resultado: foi suspenso do trabalho por “assédio e intimidação”.
“Eles me disseram que falar-lhes sobre a Palavra de Deus constituia assédio e intimidação”, disse Peat.Fatos como esse acontecem corriqueiramente no Reino Unido.

(…)

Muitos acreditam que o arquiteto da nova cultura anti-cristã do Reino Unido foi o ex-primeiro-ministro Tony Blair, (maçom) que dizia professar a fé católica e era um forte defensor dos direitos dos gays e do aborto. Minnichiello-Williams, bem como outros advogados da defesa da liberdade cristã, dizem que Obama quer fazer o mesmo nos EUA, ao criar “crimes de ódio” e classes de pessoas e/ou religiões especiais protegidas.Fonte: CBN News

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Sociedade and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to A guerra do Reino Unido contra o Cristianismo

  1. existe um filme que mostra que tony blair, era cristão, será verdade que ele foi um dos responsáveis pelo fortalcimento anticristão, pois como pode um homem professar uma fé, e agir contrário a ela.
    Alguém poderia nos ajudar?

    Like

  2. Mats says:

    José,
    O que não falta por aí é “cristãos” (tanto entre os católicos como entre os evangélicos ou entre os ortodoxos) a viver contra o que a sua fé lhes ordena.

    Não acredito que o Tony Blair seja um firme crente nas doutrinas da Igreja Católica. Há uma então que lhe deve meter medo: aborto.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s