Homossexual Roubou 1.3 Milhão de Dólares da Paróquia Para Pagar Acompanhantes Masculinos

São sempre os membros do mesmo grupo sexual que traz mau nome à instituição, mas quando se trata de atacar os católicos, os esquerdistas “esquecem-se” de identificar a orientação sexual de quem comete os crimes. “Não é relevante” dizem eles. Claro que não. Só seria relevante se o propósito fosse reportar a verdade.

Patrick B. Craine
WATERBURY, Connecticut, EUA, 7 de julho de 2010 (Notícias Pró-Família) — Um padre católico romano de Connecticut roubou mais de um milhão de dólares de sua paróquia para pagar por várias extravagâncias e atividades ilícitas, inclusive acompanhantes masculinos, informa a polícia de Waterbury.
O Pe. Kevin Gray, de 64 anos, ex-padre da paróquia Sagrado Coração em Waterbury, foi acusado de apropriação indébita de primeiro grau após roubar 1.3 milhão de fundos da paróquia para pagar acompanhantes, hotéis, almoços e jantares fora e roupas.
Ele levava cartões de crédito para dois homens em sua conta — um a quem ele conheceu num clube de strip-tease, o outro de um serviço de acompanhante. Ele pagou a matrícula de Harvard para outro homem que ele conheceu no Central Park.
Até essa investigação ele tinha uma reputação excelente”, Christopher Corbett, capitão da polícia, disse para a Fox News. “A vida que ele estava levando na Cidade de Nova Iorque era muito diferente da vida que ele estava levando em Waterbury como padre. Ele é certamente um exemplo de alguém que estava levando uma vida dupla”.
O padre começou a pegar dinheiro quando foi transferido para o Sagrado Coração em 2003. Ele disse para a polícia que “desenvolveu um ódio de ser padre” e “sentia que a igreja estava em dívida com ele”.

Ele odiava o Catolicismo mas pelos vistos não odiava o dinheiro que os católicos lhe davam.

Este ódio a tudo o que se identifica com a Bíblia é bem comum entre os homossexuais.

As discrepâncias financeiras foram denunciadas pela arquidiocese em 27 de maio depois que o Pe. Gray ficou de licença médica em abril e desapareceu. Ele se entregou para a polícia na terça-feira, e foi incriminado com uma fiança estipulada em 750.000 dólares.

O depoimento policial juramentado diz que o Pe. Gray disse para a polícia que ele é homossexual e que ele tem objeções ao ensino da Igreja Católica sobre a homossexualidade.

Mas não tinha objecções em usar o dinheiro da igreja? Se ele não gostava do que a igreja ensinava, porque é que ele não abandonou o sacerdócio?

Ah, espera. Mas depois como é que ele sustentaria o seu comportamento homossexual, certo? Esqueci-me dessa parte.

Numa instrução de 2005, o Vaticano proibiu a admissão de homossexuais nos seminários, e avisou que “não se deve de forma alguma ignorar as consequências negativas que podem derivar da ordenação de pessoas com tendências homossexuais profundamente enraizadas”.

A ordem oficial foi ignorada em muitas dioceses, e recebeu até oposição direta de alguns bispos e ordens religiosas.

Ou seja, as instituições com autoridade dizem para não aceitar pessoas que adiram ao comportamento homossexual, mas as dioceses ignoram a ordem. No entanto, quando esses mesmos homossexuais são mais tarde acusados de abusar de meninos, é a liderança católica que tem que responder pelos actos. Portanto, os católicos tem que responder por crimes contra os quais eles estão a lutar enquanto que os homossexuais são mantidos como as “vítimas” neste processo todo.

Alguns comentaristas sugeriram que a instrução não tinha o objetivo de barrar homens com tendências homossexuais, mas meramente aqueles com uma sexualidade imatura.

Mas o Cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado do Vaticano, reafirmou o ensino em 2008, numa carta aos bispos do mundo, insistindo em que a proibição na admissão em seminários de homens com tendências homossexuais se aplica universalmente.

E com toda a razão.

Veja a cobertura relacionada de LifeSiteNews:

Homosexuals Not Permitted in Any Seminaries, Reaffirms Vatican
http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/may/08052009.html
Vatican Officially Releases Document on Homosexuality and the Priesthood
http://www.lifesitenews.com/ldn/2005/nov/05112903.html
Extracts From Official Release of Vatican Document on Homosexuality and the Priesthood
http://www.lifesitenews.com/ldn/2005/nov/051129a.html
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com

Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesite.net/ldn/viewonsite.html?articleid=10070705

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged . Bookmark the permalink.

9 Responses to Homossexual Roubou 1.3 Milhão de Dólares da Paróquia Para Pagar Acompanhantes Masculinos

  1. Será que ele fez o crime porque :

    Era cristão? ou por ser católico? ou homem ? ou homossexual ? Ou porque a carta astrológica disse que…?

    Ora bolas !

    Se eu pegar nos criminosos que se chamam João ou Carlos, como eu, ou nos que tem olhos azuis posso até descobrir , se ignorar regras básicas de pesquisa, posso chegar a resultados enviesados que “provam” o que quer que a minha discriminação quiser.

    É dum péssimo gosto sugerir que cristãos, pretos, italianos, gregos, pessoas baixas, lésbicas, cariocas ou saloios sejam mais atreitos a serem criminosos ou violadores.

    Pode fazer sentir-se muito bem que se se sente superior por não ser cigano, homossexual, cristão, hindu, canhoto, benfiquista, branco, amarelo ou seja o que for.

    Não penso que seja errado alguem sentir-se superior e dar-lhe prazer por achar que é o eleito dos deuses, que é de uma raça superior ou que tem uma sexualidade superior.

    No fundo somos todos um bocado narcisos !

    Daí á ofensa vai uma diferença muito grande .

    Eu até nem sou gay. No entanto ficaria muito ofendido se por o ser me acusassem, com provas enviesadas, de ser pedófilo e violador.

    Caramba!

    Tenho imensos amigos cristãos e nunca me atrevi a insinuar que por o serem eram iguais a alguns padres católicos que abusavam de meninos.

    E S.Paulo disse muita coisa que nem se aplica agora.

    A questão das mulheres não poderem falar nos cultos.

    Um bocado mais de tolerância que nem todos os gays são violadores e nem todos os heteros, como eu, violam meninas.

    OK ?

    Like

  2. Mats says:

    João Melo,

    Será que ele fez o crime porque :

    Era cristão? ou por ser católico? ou homem ? ou homossexual ? Ou porque a carta astrológica disse que…?

    O próprio texto responde à tua pergunta:

    Um padre católico romano de Connecticut roubou mais de um milhão de dólares de sua paróquia para pagar por várias extravagâncias e atividades ilícitas, inclusive acompanhantes masculinos, informa a polícia de Waterbury.

    Qual é a causa que leva um homem a pagar para ter sexo com outros homens? É o seu alegado “cristianismo” (embora este homem tivesse ódio ao cristianismo), o ser “homem” ou… o facto de ser homossexual?
    Responde-me a essa pergunta.

    Like

  3. O padre apropriou-se de dinheiro indevidamente. Certamente abusando da confiança que depositaram nele meteu a mão no prato. Gastou-o com prostitutos. Ele é gay logo é pouco provável que o fosse gastar com mulheres.

    Quantos são os casos de homens que dão desfalques nas empresas e o gastam com mulheres ? Quantas empresas faliram porque o patrão gastou a guita com call-girls?

    Normalmente quando alguém mete a mão no prato as razões são : droga, jogo ou mulheres. Por vezes as três.

    E raramente, quando são apanhados, deixam de dar uma justificação qualquer : -nunca fui reconhecido pelo meu trabalho, eu ia devolver o dinheiro, o meu patrão também rouba ao estado não pagando impostos…..

    A pessoa em questão não gosta de mulheres logo gastou-o com homens.

    A orientação sexual não me parece relevante para os atos.

    De qualquer modo sempre é menos grave que abusar de crianças.

    Like

  4. Mats says:

    João,

    O padre apropriou-se de dinheiro indevidamente. Certamente abusando da confiança que depositaram nele meteu a mão no prato. Gastou-o com prostitutos. Ele é gay logo é pouco provável que o fosse gastar com mulheres.

    Então em relação às tuas perguntas “Será que ele fez o crime porque: Era cristão? ou por ser católico? ou homem ? ou homossexual ? Ou porque a carta astrológica disse que…?” fica claro que o que o motivou foi o seu homossexualismo.

    Este homossexual – que segundo ele, se opunha à posição da igreja em ser contra o auto-destrutivo comportamento homossexual – usou a sua posição dentro da igreja para desviar dinheiro como forma de satisfazer os seus apetites homossexuais.

    A pessoa em questão não gosta de mulheres logo gastou-o com homens. A orientação sexual não me parece relevante para os atos.

    A orientação sexual foi determinante deste caso uma vez que o dinheiro gasto foi usado em prostitutos homossexuais, e devido ao facto de ele ser contra a oposição Bíblica ao comportamento homossexual, mas ao mesmo tempo usar o dinheiro de cristãos para satisfazer o seu homossexualismo.

    De qualquer modo sempre é menos grave que abusar de crianças.

    Só Deus sabe quantas crianças este homossexual abusou dentro da igreja. Se ele não tinha problemas em usar dinheiro da igreja para a prostituição, e como ele nao via nada de mal com a homossexualidade – aliado ao facto de haver uma desproporcional presença de homossexuais nos casos de pedofilia dentro (e fora) das igrejas – não é de se colocar fora da mesa a suposição de que este homem pode ter abusado meninos. Mas isso são coisas que os esquerdistas nem querem mencionar.

    Like

  5. Marcos says:

    Mats
    E se ele tivesse gasto o dinheiro com prostitutas? Seria criminoso por ser heterossexual?

    Like

  6. Mats says:

    Marcos,

    E se ele tivesse gasto o dinheiro com prostitutas? Seria criminoso por ser heterossexual?

    Não, mas também ninguém disse que ser homossexual é um crime. É um crime é este homossexual usar a cobertura e o dinheiro da igreja para satisfazer os seus apetites homossexuais. Pior ainda quando ele diz que não gosta da posição cristã de ser contra o auto-destrutivo comportamento homossexual.

    Se não gosta do que a igreja católica ensina, porque é que ele não saiu? Se calhar porque fora da igreja já não teria fácil acesso a dinheiro alheio ?

    Like

  7. Mats:

    Crime é sempre. Ele meteu a mão no prato. Gastasse o dinheiro com os pobrezinhos, com mulheres ou homens o crime lá estava.

    A motivação dele foi sexual. Se conseguires demonstrar que o desvio de dinheiro para pagar parceiros sexuais é mais elevado em homossexuais que em heteros parabéns.

    Não me parece que seja e não tem nada a ver com a gênese do crime.

    Ele desviou dinheiro, aqui está o crime, se o deu aos pobres, jogou no casino ou comprou uma casa é quase igual.

    Dar aos pobres pode dar alguma simpatia do juiz. Da cadeia não se livra.

    Claro que em caso destes ninguém é preso. Isso obrigava a contas rigorosas dos rendimentos, a sua proveniência, para onde vão….coisas que não convém que saibam.

    Coisas que só mesmo Deus e a Igreja sabem. E se a Deus é discreto e não conta estas coisas muito menos a igreja.

    Essas coisas nunca chegam a tribunal. É que os juiz a páginas tantas quer saber quantos eram os rendimentos, a proveniência, em que foram gastos e como. No fundo ele sabia que ficava impune.

    E, nestas coisas do Senhor, quanto menos se falar dos proventos e da sua origem melhor. Não vá o diabo, que como toda gente sabe é tendeiro, começar a passar papeis e documentos.

    Que ele fez mal fez.

    Mesmo roubar a um barão da droga é roubar.

    Descansa que eles entendem-se.

    E nem foi tanto assim. Os gajos estão cheios dele e recuperam a guita num instante.

    Aquilo eles mostram um milagre, um sangue coalhado e assustam os clientes com as chamas do inferno que é ver o dinheiro jorrar.

    Like

  8. A propósito de dinheiro e roubalheiras várias.

    Aqui em Angola as igrejas pentecostais e evangélicas instalaram-se e apresentam um sucesso notável.

    A IURD é a mais próspera mas há imenso pastores e congregações que se instalaram de pedra e cal.

    Todos dão o apoio ao governo de Angola, no que demonstram serem pessoas agradecidas a quem os recebe, e tem um ponto em comum :

    o dizimo. Quanto ao resto até são bastante flexíveis.

    Tudo parecia estar a correr bem mas agora o fluxo de dinheiro que tentam retirar do país começa a asfixiar a economia.

    É que é muita guita mesmo!

    Como toda a gente sabe África não é um local que precise do dinheiro das igrejas. Retiram-no de cá para fazer obras benfazejas em países e continentes muito mais necessitados de tais obras pias.

    Parece que um destino carente, e nós sabemos como, é a Suíça.

    O problema é que agora, nem apelando para milagres, a fuga de divisas é fácil. Parece que o governo, mesmo com os elogios dos pastores, não está disposto a deixar sair tanta guita.

    Perseguição clara e Cristofobia.

    Lá se vai a palavra do Senhor!

    Parece que na Nigéria a coisa está mais fácil. No entanto, pelo que ouvi dizer, se é fácil tirarem de lá a guita os pastores resolvem o problema da concorrência com metralhadoras.

    A IURD, pelo que ouvi dizer, está lá associada a narcos e tem tido sucesso.

    Se calhar é infâmia.

    Like

  9. Mats says:

    João,

    A motivação dele foi sexual.

    Homossexual, para ser mais específico.

    Em relação à IURD: o seu “Bispo” (Edir Macedo) defende o aborto e o casamento homossexual, portanto ele parece-se mais com os ateus do que com os cristãos.

    Ele mostra bem que não leva a Bíblia muito a sério, portanto tentares usar as acções de quem não leva a Bíblia a sério contra aqueles que a levam, é inconsequente.

    Em relação ao trabalho de genuínos Cristãos em África: isso é algo tão benéfico para a cultura local que até outros ateus já mostram que Áfria precisa de Deus.

    https://darwinismo.wordpress.com/2010/05/07/ateu-afirma-africa-precisa-de-deus/

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s