Afiliação Religiosa e as Tentivas de Suicídio

Kanita Dervic, M.D., Maria A. Oquendo, M.D., Michael F. Grunebaum, M.D., Steve Ellis, Ph.D., Ainsley K. Burke, Ph.D., and J. John Mann, M.D.

OBJECTIVO:

Poucos estudos investigaram a associação entre a religião e o suicídio nos termos da hipótese de integração social de Durkheim ou nos termos da hipótese dos benefícios reguladores da religião. A relação entre a religião e as tentativas de suicídio tem recebido ainda menos atenção.

MÉTODO:

Pacientes em estado de depressão (N=371) que reportaram pertencerem a uma religião específica ou descreveram-se como não tendo nenhuma afiliação religiosa foram comparados em termos das suas características demográficas e clínicas.

RESULTADOS:

Pessoas sem afiliação religiosa tinham mais tentativas de suicídio durante as suas vidas e mais parentes em primeiro grau que tentaram suicídio do que sujeitos que revelaram terem afiliação religiosa.Os membros não afiliados a organizações religiosas eram em média mais jovens, mais frequentemente solteiros, menos frequentemente com filhos e tinham menos contacto com membros familiares.

Além disso, os indivíduos sem afiliação religiosa afirmaram terem poucas razões para viver, e, particularmente, menos objecções morais contra o suicídio.

Em termos das características clínicas, os religiosamente não afiliados tinham mais impulsividade durante a sua vida, mais agressividade e maiores taxas de desordem ao nível de consumo de substâncias no passado.

Não foram encontradas diferenças nos níveis de depressão objectiva e subjectiva, falta de esperança (eng: “hopelessness”) ou eventos stressantes.

CONCLUSÃO:

A afiliação religiosa está associada a comportamentos menos suicidas em pacientes em depressão. Depois dos outros factores terem sido controlados, descobriu-se que maiores objecções morais contra o suicídio e menores níveis de agressividade nos sujeitos religiosamente afiliados pode funcionar como factores protectores contra as tentativas de suicídio.Estudos mais aprofundados acerca da influência da afiliação religiosa em torno do comportamento agressivo e como as objecções morais podem reduzir as probabilidades de agir em conformidade com os pensamentos suicidas pode oferecer novas estratégias terapêuticas na prevenção dos suicídios.



Este tipo de estudo científico (e as suas conclusões) só são uma surpresa para quem não leva o pensamento ateu para as suas consequências lógicas. Se o ser humano nada mais é que uma composição aleatória de químicos que surgiu sem plano e sem propósito, quem é que o impede de terminar a sua vida quando as coisas se tornam (aparentemente) demasiado pesadas para ele aguentar?

Se o homem decide o que está certo e o que está errado, então uma pessoa a atravessar um período de depressão pode muito bem acabar com a sua vida. As crenças tem consequências sérias, e isso é algo que tem que se levar em conta antes de se propagar como uma “filosofia de vida”.

O ateísmo é a ideologia do desespero e isso é algo que muitos ateus tentam esconder. Quando as dificuldades e as tribulações chegam a vida do ateu, ele, sem Deus, erradamente assume que a sua vida não tem propósito ou valor. Ou isso ou então o “propósito” que ele arbitrariamente criou para si deixou-o mais vazio do que ele tencionava. Para quem se virar? Não para Deus, porque ele não acredita em Deus. Então se calhar o melhor é saltar de um prédio e terminar a vida.

Felizmente que Deus tem Um Plano para todo o ser humano. Ele criou-nos para termos comunhão com Ele, mas a dada altura o nosso pecado estragou essa comunhão perfeita. Ele, cheio de amor por nós, já tinha antevisto o nosso erro e como isso comissionou o Seu Filho para restaurar o que o nosso pecado tinha quebrado.

Se a tua vida está naquilo que tu chamas “um beco sem saída”, não desesperes nem faças algo que te vais arrepender para toda a eternidade. Confia em Deus. Restaura a tua relação com Deus ao reconheceres que tens violado os Mandamentos de Deus, e confia naquilo que Ele já fez por ti. A partir do momento que genuinamente receberes Cristo como teu Salvador vais-te tornar noutra pessoa.

2 Cor 5:17
Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

Ao receberes a justiça de Deus mediante a fé no Senhor Jesus Cristo, Deus vai-Se tornar Presença Constante e Firme na tua vida. As tribulações, as perseguições e as tentações vão continuar, mas, mediante a tua fé, tu vais ter o Poder do Todo Poderoso para te dar tranquilidade no meio da tribulação.

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente, para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto.
Porque, os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho; a fim de que Ele seja o primogénito entre muitos irmãos.
E, aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a estes também justificou; e aos que justificou, a estes também glorificou.

Romanos 8:28-30

Para veres o que o Poder de Deus pode fazer na vida de uma pessoa, vê o que Deus fez com esta mulher:

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Bíblia, Religião, Sociedade and tagged , , , . Bookmark the permalink.

8 Responses to Afiliação Religiosa e as Tentivas de Suicídio

  1. neily says:

    Pelo rosto da mulher já é possível ver que está desequilibrada. E esses dados são irrelevantes, pois: [1] no Brasil, os estados com maiores taxas de religiosos são os que mais tem suicídas [2] na América do Sul, os países com maiores taxas de religiosos são os que mais têm suicidas.

    Porém, na Europa, se demonstra ao contrário. Então posso sugerir uma coisa: religião – ou ausência dela – e taxas de suícidio se relacionam em nada. E, pasmem; os ateus são a minoria mais odiada no mundo. Se os ateus fossem frágeis, como alguns religiosos, era para ser REGRA ver ateus SEMPRE se suicidando. Eu simplesmente não entendo como um CRISTÃO, ou um RELIGIOSO qualquer, consegue se suicidar; fazem parte da maioria, todo lugar que vão há pessoas que concordam com suas idéias!!! Me falta inteligência para entender isso! E para os seguidores da mitologia cristã fica um recadinho: não é o cristianismo o dono do primeiro lugar de ideologias menos suícidas.

    O Brasil que é considerado o segundo país mais religioso do mundo, foi considerado, a um tempo atrás, o país que tem mais suícidios no mundo [atenção, eu disse suicídios, e não taxas de suícidio].

    Quanto aos dados, que é um fato, não tenho nada a dizer, pois sei como funciona. Sair de uma depressão é bem mais fácil com uma religião; um ateu, que vive no corre-corre da cidade, escuta em todo lugar que ateus são lixos, etc., tenderá a sofrer com isso, e eu acredito que é isso o que acontece com as pessoas da pesquisa. Entretanto, se o ateu simplesmente não dá atenção para o que as pessoas – como os freqentadores desse blog – dizem, sabe o valor da vida, faz aquilo que gosta, tem contato com a natureza nada disso acontece.

    Eu sei o peso de ser ateu nos tempos de hoje. Há até pessoas que, por incrível que pareça, GOSTAM de notícias como essas, como por exemplo o “Vanilla!”, ali. Essas pessoas, dizem elas, seguem as lições de Jesus, que diz, segundo eles novamente, para amarmos todos. Eu, particulamente, acho que vocês estão fazendo isso errado.

    “Agora deixe-me assistir ao programa do Datena”. Se um ateu pensar e fizer isso, ele irá ter de aguentar um gordo metido a dono da razão dizendo que os ATEUS SÃO LIXO. […] Isso não é depressivo? Não seria, se fosse só ele – o Datena – fazendo isso; mas isso não faz só ele, fazem quase todos os religiosos do mundo. Isso é depressivo, é cruel; é religioso.

    Like

  2. Mats says:

    Neily,

    E, pasmem; os ateus são a minoria mais odiada no mundo.

    Quem disse isso?

    Like

  3. Adalberto Felipe says:

    neily,

    Não venha julgando a mulher pelo rosto. Está virando muitos psicólogos por aí, em que o mínimo ou aparente sinal já fazem julgamentos?

    Quais são as fontes das taxas de suicídio por favor?

    Onde a bíblia fala para se suicidar?

    Ah, posso mostrar algumas fontes de que países ateus como a Suécia e a Dinamarca e outros da Europa não é lá assim o que os ateus pensam não.

    Os ateus pessoas mais odiadas do mundo? Vai nesses fóruns ateus aí e vê o que “grandes” revistas e cientistas falam de quem acredita na criação.

    “Agora deixe-me assistir ao programa do Datena”. Se um ateu pensar e fizer isso, ele irá ter de aguentar um gordo metido a dono da razão dizendo que os ATEUS SÃO LIXO. […] Isso não é depressivo? Não seria, se fosse só ele – o Datena – fazendo isso; mas isso não faz só ele, fazem quase todos os religiosos do mundo. Isso é depressivo, é cruel; é religioso.

    O Datena errou nas suas declarações e os ateus ficaram furiosos e até ameaçaram processá-lo, mas nisso vocês tem razão e dessa vez eu admito que nós cristãos podemos aprender com vocês ateus, pois há vários sites com charges horríveis sobre os religiosos e vários ateus falando barbaridades no youtube, como PC Siqueira, Cauê Moura e até o famoso médico Dráuzeo Varela. Se fôssemos processar vocês ateus, vocês ficariam em maus lençóis.

    Like

  4. niely says:

    10 de setembro de 2010: A Igreja católica da Bélgica publica uma centena de depoimentos de vítimas de sacerdotes pedófilos – quase 500 vítimas – e revela 13 casos de suicídio.

    Alô som!, testando!
    1, 2, 3; testando!

    Like

  5. niely says:

    “Troll face”

    Like

  6. Mats says:

    Niely,

    10 de setembro de 2010: A Igreja católica da Bélgica publica uma centena de depoimentos de vítimas de sacerdotes pedófilos – quase 500 vítimas – e revela 13 casos de suicídio.

    Esqueces-te de dizer o que é que isto suporta. Por trás da apresentação de um facto tem que existir um argumento. Qual é o teu argumento?

    Like

  7. niely says:

    Esqueces-te de dizer o que é que isto suporta. Por trás da apresentação de um facto tem que existir um argumento. Qual é o teu argumento?

    “troll face”

    Like

  8. niely says:

    “Se fôssemos processar vocês ateus, vocês ficariam em maus lençóis.”

    Ainda bem que não processam; e ainda bem que não fazem mais como faziam na idade média, né? h3h3h3h3h3h

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s