Homossexual acusado de oferecer rapaz de 5 anos para sexo com adulto

Notícia com alguns anos, mas mesmo assim, relevante.

Oficial da Universidade Duke preso e acusado de oferecer rapaz de 5 anos para sexo.

Frank Mccorkle Lombard, director assistente do Centro para Políticas de Saúde, foi preso na Quarta Feira, 24 de Junho, depois de uma operação policial feita através da internet.

As autoridades afirmam que Lombard tentou persuadir uma pessoa – que ele não sabia ser um agente da polícia – a viajar para a Carolina do Norte para ter relações sexuais com uma criança.

Os detectives afirmam que Lombard declarou através da internet já ter molestado o rapaz. Os documentos legais dizem também que Lombard convidou o polícia a viajar até Carolina do Norte para ter relações sexuais com o pequeno rapaz, e até sugeriu que hotéis ele deveria usar.

Lombard disse que “gostava de incesto” e que ele tinha adoptado dois rapazes de etnia negra.

Oh.. mas as coisas ficam bem piores…

Na Segunda Feira, o detective Timothy Palchak da “Washington Metropolitan Police Department” conversou online com um indivíduo alcunhado de “F.L.“.O detective descreveu actos sexuais específicos que F.L. executou na criança de 5 anos.

Na transcrição das conversas entre o detective e F.L., este último é questionado sobre a forma de ter acesso a crianças tão jovens. Resposta do pedófilo?

“Adoptando. E o processo não é difícil se a criança for negra.

Este pedófilo homossexual com o “screen name” de F.L. (Frank Lombard?) diz que a forma mais fácil dum pedófilo ter acesso a crianças é…..adoptando.

Nessa tal conversa, F.L. disse ao detective Palchak que abusar crianças é “mais fácil quando elas não sabem o que lhes está a acontecer e quando eles não podiam falar.” O pedófilo homossexual acrescentou que a criança “tinha ingerido demasiado Benadryl. Estava completamente pedrado.


Drogar crianças e depois abusar delas. Mais um evento que reforça a “sabedoria” de se entregar crianças indefesas a grupos sociais cujo estilo de vida é marcado por excessos sexuais.

Advertisement

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , , . Bookmark the permalink.

6 Responses to Homossexual acusado de oferecer rapaz de 5 anos para sexo com adulto

  1. Nuno Dias says:

    http://gaycatolico.wordpress.com/2010/08/29/e-fundamental/

    antes que perguntes de que forma o link refuta o que escreveste. Em nada, em tudo.

    Like

  2. Como se dão crianças para adopção.

    Se calhar um bocadinho mais de trabalho impedia que algumas pessoas adoptassem de qualquer maneira.

    A orientação sexual – é claro – não tem nada a ver com o risco.

    Agora a metodologia que usam parece-me insuficiente.

    Like

  3. Mats says:

    João,
    A orientação sexual tem tudo a ver com o risco uma vez que há uma desproporcional presença de homossexuais nos casos de abuso de menores.

    http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/apr/10041916.html

    Além disso, uma vez que a esmagadora maioria das uniões homossexuais são de curta duração, não faz sentido nenhum colocar crianças em ambientes precários.

    Isto é mais um exemplo onde a ideologia coloca-se acima da segurança das crianças.

    Trágico.

    Like

  4. Karina says:

    Mats, onde eu vomito???

    Like

  5. Mats says:

    Karina,

    Mats, onde eu vomito???

    No cérebro vazio de quem quer entregar crianças a pessoas cuja vida é marcada por excessos sexuais (e não só).

    Bem a propósito:

    http://menteconservadora.blogspot.com/2010/09/48-dos-casos-de-hiv-sao-de-sexo-entre.html

    Like

  6. Sérgio Sodré says:

    João Melo de Sousa

    “Eu dou sempre o exemplo dos E.T´s : é lógico e provável que existam. Ser lógico e até provável não significa que existam.”

    Concordo em absoluto com esta lógica. Ser lógico e provável que existam, só por si NÃO significa que existam.
    Supondo que o João aplica esta lógica a Deus como fonte do Universo (eu aplico) há todavia uma consequência que é a de aceitar a existência de Deus embora admitindo, à falta doutras provas, que ele não exista de facto. Ou seja devemos seguir a RAZÁO e portanto a lógica e a conclusão será aquilo a que chamo um teísmo fraco: aceito como verdade (Deus é) mas admito estar errado. Do outro lado também há ateísmo fraco: não aceito como verdade (não há Deus) mas admito estar errado. Nos extremos temos os que acreditam e não admitem estar errados e os que não acreditam e também não admitem a possibilidade de erro. Tiro fora os agnósticos pois o mais normal é estes não se interessarem por este problema e esconderem o facto alegando agnosticismo.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s