Fanático ambientalista queria mais programas dedicados a Darwin

Foi assustador e patético o que se verificou em Maryland, nas instalações do Discovery Channel, quando um terrorista ambientalista reteve alguns reféns durante um período de tempo. O acto foi uma tentativa de forçar a emissora televisiva não só a mostrar mais programas em torno de Malthus e Darwin, como também a forcá-los a difundir mais a mensagem da “sobre-população” e o do não-existente aquecimento global antropogénico (AGA).

Notoriamente ausente das reportagens iniciais estavam as referências a Darwin, no entanto, num manifesto por si feito, James J. Lee deixa bem claro quais eram as ideologias que o motivavam:

Desenvolvam programas que mencionam o facto das ciências Malthusianas mostrarem que produção alimentar conduz a uma sobre-população da raça humana. Falem da evolução. Falem de Malthus e Darwin até que isso seja assimilado pelos cérebros estúpidos das pessoas!!

A trindade do inferno está bem patente nestas breves palavras:

  • 1) ódio ao ser humano
  • 2) evolução
  • 3) controle dos recursos alimentares.

Já imaginaram o que é um país ser dominado por pessoas que querem fazer um controle populacional, mesmo que para isso tenham que reduzir a produção alimentar, ou matar bebés em larga escala? Bem, não pensem mais. Vejam este vídeo.

É curioso que Lee tivesse exigido que o Discovery Channel emitisse mais programas acerca da evolução quando este deve ser um dos canais que mais propaganda faz ao mito ateu com o nome de evolução. Pelos vistos não era o suficiente para Lee porque as pessoas teimavam em continuar a ter filhos e teimavam em continuar a produzir mais alimento para saciar a população.

Aquando do massacre de Columbine a alguns anos atrás, a conexão darwinista foi também omitida pelos órgãos de informação embora tenha sido bem explícito nas palavras dos dois assassinos. Pelos vistos o ateu James Lee vai ter a sua mensagem revista como forma de proteger o barbudo vitoriano.

Ideias tem consequências, e a crença de que o ser humano nada mais é que um acidente fortuito no grande esquema da vida tem as suas consequências. Primeiramente, se se ensina as crianças que nós somos animais então eles vão-se comportar como tal. Segundo, se essas mesmas crianças crescem debaixo da indoutrinação da “sobre-população”, eles ficam mais susceptíveis de desenvolver um ódio irracional contra o ser humano.

É sempre de estranhar quando uma ideologia tenta avançar com métodos que envolvam exterminar seres humanos. O ser humano não só é a mais maravilhosa criação que Deus colocou na Terra como também é a razão pela qual a natureza existe. Sem o homem, a natureza não faz sentido.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Política, Sociedade and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Fanático ambientalista queria mais programas dedicados a Darwin

  1. Nuno Dias says:

    “Primeiramente, se se ensina as crianças que nós somos animais então eles vão-se comportar como tal.”
    nem toda a gente é estúpida.

    Like

  2. Mats says:

    Nuno Dias,

    “Primeiramente, se se ensina as crianças que nós somos animais então eles vão-se comportar como tal.”

    nem toda a gente é estúpida.

    Mas não é estupidez agir de acordo com a teoria da evolução.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s