Imagem: Obama e uma “t-shirt”

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Política and tagged , , . Bookmark the permalink.

28 Responses to Imagem: Obama e uma “t-shirt”

  1. Deviam atirar-lhe uma destas á cara:

    Mas o melhor é este video abaixo. Até estava a pensar em publicá-lo no meu blogue, mas dou-te a prioridade se estiveres interessado em divulgar a versão, de 2008, do hino da união soviética, que Glenn Beck alterou para se adaptar ao Grande Socialista Obama : ) :

    Like

  2. Mats says:

    Excelente, Jairo. Não admira que os progressistas tenham tanto ódio ao Glenn Beck.

    Like

  3. Sérgio Sodré says:

    Parece que é mais cristão deixar milhões sem acesso à saúde do que tocar nos bolsos dos ricos, bem como deixar todos andarem bem armados do que se habituarem a não terem armas (mas a Bíblia não diz qualquer coisa em prol dos mansos?)
    Nunca tive simpatias “à esquerda”, mas isto não só é dum puro primarismo como não tem nada a ver com cristianismo e blogues cristãos,… nem Obama deixa de ser um puro produto do sistema capitalista americano que de modo nenhum pretende por em causa…, é hoje um mulato, amanhã uma mulher, depois um homossexual… tão “à frente” que os americanos são… diz o pagode boquiaberto… agora “socialismo” só se for para rir! Estão a xuxar connosco.

    Like

  4. Mats says:

    Sodré,
    Estás tão imerso no socialismo nem te apercebes do irrealismo que propões.

    Parece que é mais cristão deixar milhões sem acesso à saúde do que tocar nos bolsos dos ricos

    Mas a nacionalização da saúde do Obama 1) nada teve a ver com dar acesso aos que não tem e 2) é incomportável.
    Além disso, achas justo roubar dinheiro a quem o ganhou de forma justa e legal entregá-lo a quem o governo ACHA que “precisa”?

    bem como deixar todos andarem bem armados do que se habituarem a não terem armas

    Mas o porte de armas REDUZ a criminalidade. Se tu fores um criminoso, e souberes que numa casa o dono tem uma arma, vais tentar assaltá-la?
    Além disso é um direito constitucional americano o porte de armas.

    Nunca tive simpatias “à esquerda”, mas isto não só é dum puro primarismo como não tem nada a ver com cristianismo e blogues cristãos

    Passa a ter quando o Obama se qualifica como “cristão”. Além disso o facto dum blog ter uma temática dominante não significa que não possa abordar outros temas socialmente relevantes.

    nem Obama deixa de ser um puro produto do sistema capitalista americano

    haha
    O Obama é exactamente o oposto do “sistema capitalista americano”. Os seus mentores são radicais da esquerda como Saul Alinsky e Bill Ayers. Alinsky dedicou o seu livro “Rules for radicals” a… .Satanás. Isso demonstra bem como o revolucionário é um doente moral. Bill Ayers e a sua mulher colocaram bombas em edifícios estatais durante nos anos 60/70. Devido a tecnicalidades, nenhum deles foi condenado.
    A “igreja” onde Obama passou 20 anos a ouvir sermões é da extrema-esquerda americana, racista e anti-americana. O “Reverendo” dessa “igreja” disse, por exemplo, que a SIDA foi uma invenção do homem branco para atacar o homem negro.

    Obama passou 20 anos a ouvir este lixo. Devido a isto, não sei como podes considerá-lo “um produto do sistema capitalista americano”.

    Só se quiseres dizer que a sua presidência é um produto de marketing e dos média. Se for isso, então sim, o Obama é um produto muito bem vendido. Os esquerdistas e os independentes estão a aperceber-se que o produto não tem qualidade nenhuma. Os conservadores já sabiam disso há mais de 2/3 anos.

    As coisas estão tão más para o Obama que há democratas a fazerem anúncios políticos (tendo em vista as eleições de Novembro) a DISTANCIAREM-SE dele, da horrível (em termos éticos e morais) NAncy Pelosi e do mentiroso Harry Reid.
    Portanto, os americanos estão a abrir os olhos e Novembro pode ser aquilo que alguns chamam de Obamaggedon.

    Like

  5. Sérgio Sodré says:

    Mats,
    Além disso, achas justo roubar dinheiro a quem o ganhou de forma justa e legal entregá-lo a quem o governo ACHA que “precisa”?
    O enriquecimento de forma realmente justa e sem exploração abusiva de terceiros provavelmente ocorre apenas com uma minoria de gente especialmente dotada, mas na verdade os grandes cientistas de alto QI não são tão ricos assim… Se o enriquecimento não tivesse quase sempre algum “senão” dificilmente se justificaria a parábola do “rico, do camelo e do buraco da agulha”. Se a propriedade não tiver uma função social, se os ricos, como dizia Margaret Tatcher, não agirem de forma a serem a “esperança dos pobres” em vez de um “socialismo” que já se revelou incapaz, então, em vez de gastarem parte do seu dinheiro a combater a pobreza acabarão por o gastar em forças de repressão para se protegerem…
    Não é justo o governo americano “tirar aos ricos para dar aos pobres”, mas é justo tirar aos ricos para dar a um aparelho militar superior ao de todos os outros países juntos. Diminuir o aparelho militar para construir um melhor sistema de saúde não impediria que os EUA se mantivessem bem à frente de qualquer outro país em termos militares.
    Quanto aos revolucionários doentes morais,… será que te recordas de como começou a América? Talvez com a “mãe de todas as revoluções” e será que te recordas como os americanos receberam a notícia da revolução e queda do Csar russo? E como a Ford e outras empresas investiram a ajudaram a industrialização soviética nos primeiros anos?

    Like

  6. Mats says:

    Sodré,

    “Além disso, achas justo roubar dinheiro a quem o ganhou de forma justa e legal entregá-lo a quem o governo ACHA que “precisa”?”

    O enriquecimento de forma realmente justa e sem exploração abusiva de terceiros provavelmente ocorre apenas com uma minoria de gente especialmente dotada

    Achas justo que o Estado se assenhoreie desse dinheiro e o re-distribua a quem o governo ache melhor?

    Se o enriquecimento não tivesse quase sempre algum “senão” dificilmente se justificaria a parábola do “rico, do camelo e do buraco da agulha”.

    Que parábola é essa?

    Se a propriedade não tiver uma função social, se os ricos, como dizia Margaret Tatcher, não agirem de forma a serem a “esperança dos pobres” em vez de um “socialismo” que já se revelou incapaz, então, em vez de gastarem parte do seu dinheiro a combater a pobreza acabarão por o gastar em forças de repressão para se protegerem…

    Mas os ricos só devem fazer isso se quiserem e não por coerção do Governo. Estás a dizer que o Estado DEVE roubar o dinheiro de quem produz (em impostos) como forma de “garantir” que os ricos cumpram a sua “função social”?
    As pessoas são livres de gastar legalmente o dinheiro que elas legalmente ganharam. Se o Estado receia que a sociedade se torne demasiado materialista, então tem que fomentar comportamentos que visem a compaixão e o “olhar pelos mais fracos”, e não roubar aos que o Estado pensa que são os ricos e entregar a quem o Estado pense que precisa de ajuda.
    Claro que a única ideologia que tem de forma sistemática lutado para dignificar os pobres, os fracos, os doentes e os rejeitados das sociedade tem sido o judaico-cristianismo, exactamente a mesma ideologia que os esquerdistas tanto combatem. Ou seja, eles querem “justiça social” mas quem decide o que é “justiça” é o Estado.
    Querem combater a injustiça e ajudar os pobres mas combatem a ideologia que DE FACTO tem ajudado os pobres ao longo dos séculos.

    Não é justo o governo americano “tirar aos ricos para dar aos pobres”, mas é justo tirar aos ricos para dar a um aparelho militar superior ao de todos os outros países juntos.

    É graças a esse aparelho militar que a Europa sobreviveu ao nacional socialismo e ao socialismo soviético. Queres cuspir no prato que comeste?

    Diminuir o aparelho militar para construir um melhor sistema de saúde não impediria que os EUA se mantivessem bem à frente de qualquer outro país em termos militares.

    Mas nem a diminuição do aparelho militar é feito para melhorar o sistema de saúde, nem é o “sistema de saúde” algo que vai ajudar a população. Por isso é que há uma revolta popular entre os americanos pela forma como essa nacionalização ocorreu (subornos, ameaças, promessas de lugares, acordos com farmacêuticas, etc). Essa nacionalização do sistema de saúde foi tão “boa” que foi preciso subornar democratas para votarem nela.

    Quanto aos revolucionários doentes morais,… será que te recordas de como começou a América?

    Sim. Pessoas que se revoltaram contra a taxação excessiva e não representativa dos ingleses aos americanos. Ou seja, os americanos revoltaram-se contra a mesma coisa que tu estás a sugerir: taxar os produtores como forma de suportar projectos que não interessam aqueles que pagam os impostos!

    Essencialmente, os americanos revoltaram-se contra o socialismo light dos ingleses. Sim, sabemos que era para financiar as suas guerras, mas era uma versão protozoária do que um governo sobre-taxador se comporta.

    Like

  7. Essa treta de pretender acabar com o direito das pessoas a terem armas, é das coisas mais imbecis que já vi.
    Como quando fazem aquelas campanhas no Brasil, em que até a velhinha deita a arma do falecido marido que estava lá em casa, para o local onde passa um cilindro compressor. É tudo a bater palminhas, cheio de felicidade por um mundo mais pacífico. E os bandidos, que obviamente nunca entregam as suas armas, também ficam satisfeitos. À noite, já podem ir à casa da velha, sem medo de apanhar um tiro.

    Um estranho que ache que eu não deveria ter armas em casa, sem eu lhe ter feito mal ou ameaça alguma, só pode ser por ele temer que eu me defenda, se ele me fizer algum mal.

    Obama promove o banditismo. Ainda esta semana vi a notícia de que gangues narcotraficantes, lideradas por ilegais clandestinos, cortaram a cabeça a uma investigador policial no Texas, para mostrarem quem manda. Mas quando o Governo do Texas quer aprovar uma lei que permita a qualquer polícia pedir a qualquer cidadão que se identifique, para apurar se está legal no país; o Governo Federal levanta obstáculos, porque isso é “racismo”. Uma lei que apenas diz que um polícia tem o direito de pedir o “Green Card” a qualquer cidadão que passe na rua, não referindo essa lei qualquer raça, aborrece o Obama.
    Só prova que ele sabe que a maioria dos crimes são cometidos por imigrantes ilegais e quer deixar as coisas como estão.

    Like

  8. Perdão, fiz confusão, o polícia foi assassinado no Texas, mas a lei que referi e desagrada a Obama é do Arizona. É que nessa notícia também ouvi um governante texano a criticar o governo federal por criar obstáculos ao ataque aos imigrantes ilegai criminosos, daí a confusão.

    Like

  9. Sérgio Sodré says:

    Mats,
    Os americanos não vieram libertar a Europa, mas antes garantir o seu domínio mundial, neutralizar o poder europeu e levar à expulsão dos europeus dos seus territórios ultramarinos e colónias, enquanto ofereciam (contra a vontade britânica) metade da Europa aos russos como forma de a neutralizar de vez e transferir definitivamente o eixo do poder mundial para fora da Europa. O Imperialismo americano apenas eliminou o imperialismo alemão, japonês e (na realidade também) britânico, em aliança com o imperialismo russo. A isto sucedeu-se a luta bipartida com o imperialismo russo… A questões ideológicas não eram o fundamental da luta.

    Falas no ESTADO contra os RICOS nos EUA, como se fosse algo de profundo e real. Será que nunca pensaste que na América o ESTADO é basicamente um mero instrumento dos RICOS e que ninguém ganha eleições presidenciais sem o apoio das grandes empresas e lobis endinheirados. Mesmo um candidato muito rico, se se afirmar como independente corre risco de vida e é ameaçado se não entrar no “esquema” dos lobis endinheirados. Na América os “esquerdistas” e “radicais” e “socialistas” afinal são LIBERAIS, o que é elucidativo.
    Claro que isto não obsta e se calhar até é importante para haver liberdades individuais para todos (ou quase, quem passa fome não é livre), mas na realidade é uma OLIGARQUIA RICA quem controla o ESTADO e o usa a seu contento (parte dessa oligarquia é evidentemente de “esquerda”).
    Nós não pagamos impostos para o Estado fazer os projectos que nos interessam, mas sim para que o Estado faça o que é do interesse de toda a Nação, inclusive da parte que não paga impostos.

    Like

  10. Sérgio Sodré says:

    Bem se o facto de cada cidadão possuir a sua arma de fogo reduzir as mortes por arma de fogo, então eu até acho que cada um deve ter duas (uma para a mão direita e outra para a mão esquerda).

    Like

  11. Mats says:

    Sodré,

    Os americanos não vieram libertar a Europa, mas antes garantir o seu domínio mundial

    E como é que eles fizeram isso? Fazendo o trabalho sujo que os europeus não foram capazes: destruindo o nacional socialismo e o socialismo soviético.

    Falas no ESTADO contra os RICOS nos EUA, como se fosse algo de profundo e real. Será que nunca pensaste que na América o ESTADO é basicamente um mero instrumento dos RICOS e que ninguém ganha eleições presidenciais sem o apoio das grandes empresas e lobis endinheirados.

    Mesmo que isso fosse verdade, isso não justifica que os socialistas americanos queiram TAXAR os ricos como forma de redistribuirem a quem os socialistas ACHEM que “merece”.

    As pessoas são livres de gastar o dinheiro que eles legalmente ganharam em qualquer actividade legal e moralmente aceitável.

    Na América os “esquerdistas” e “radicais” e “socialistas” afinal são LIBERAIS, o que é elucidativo.

    Não entendo o que isto implica…

    Nós não pagamos impostos para o Estado fazer os projectos que nos interessam, mas sim para que o Estado faça o que é do interesse de toda a Nação

    Quem é que decide o que é do “interesse de toda a nação”? Ora, o MESMO Estado que rouba dinheiro a quem produz riqueza, o entrega a projectos irrealistas ou a grupos próximos do socialismo.

    este post no blog “Paio com Ervilhas” para veres o funcionamento dum dos “projectos do interesse de toda a nação”.

    Basicamente, os socialistas acham que podem gastar o dinheiro dos outros melhor do que aqueles que o geram inicialmente.

    Margaret Tatcher bem que disse: “O problema do socialismo é que mais cedo ou mais tarde o dinheiro dos outros acaba”.

    Like

  12. Mats says:

    Sodré,

    Bem se o facto de cada cidadão possuir a sua arma de fogo reduzir as mortes por arma de fogo, então eu até acho que cada um deve ter duas (uma para a mão direita e outra para a mão esquerda).

    Estás a tentar mudar o foco do argumento. O mesmo é:
    * quando os cidadãos tem acesso a formas de auto-defesa (nomeadamente, o porte de armas de fogo), a criminalidade geralmente diminui.

    Eu nunca disse ” o facto de cada cidadão possuir a sua arma de fogo reduz as mortes por arma de fogo”.

    * “80-Year-Old Chicago Man Kills Armed Home Invader

    * “Guns do not kill people. PEOPLE kill people. When will liberals ever get that through their thick skulls? Banning guns does not end crime, as the British could tell you. They banned guns, and guess what happened? Stabbing deaths skyrocketed. If someone wants to murder someone, they’re going to find a way to do it. They likely won’t care about breaking one more law to get a gun, either. Banning guns takes guns out of the hands of law-abiding citizens and yet, criminals will continue to have them.” (Fonte.

    * Senior Citizen Opens Fire on Two would-be robbers <– hehe Até os velhotes se podem defender dos larápios. Imagina o que aconteceria se o homem não tivesse forma de defesa (uma arma).

    * Less Citizens with Guns = More Crime

    * After 6 Years, More Guns = Less Gun Deaths in Michigan

    Acho que é o suficiente. Por aqui podes ver que, ao contrário do que pensam os esquerdistas, as armas na mão de cidadãos obedientes à lei reduz a criminalidade e torna as pessoas mais seguras de si e – e eis aqui o motivo pelo qual os esquerdistas odeiam que a população tenham armas – mais independentes do Governo para a sua protecção.

    Like

  13. Mats says:

    *A man, his wife and his school-age brother were asleep in their apartment when an intruder forced his way inside. Illegally wielding a gun, the suspect ordered the tenants into the bathroom. The male tenant asked to retrieve a blanket—a ruse to go get his pistol. Police said he returned and fired a single shot, wounding the intruder and causing him to flee the apartment. The suspect, who has several felony convictions, was arrested at the hospital when he sought treatment. (Tulsa World, Tulsa, OK, 07/05/10)

    *Residents of a neighborhood suffering from a string of terrifying burglaries decided they’d had enough. At least two residents obtained firearms for home defense. One resident, Daniel Guajardo, borrowed a friend’s 12-ga. shotgun after his home’s third invasion. According to police, a few months later a burglar approached Guajardo’s home, and it wasn’t likely his first visit. Guajardo was not home, but his nephew, Clinton, was there. The burglar burst through the door and Clinton ran for the shotgun. He opened fire, killing the intruder. Neighbor Frank Villanueva said he knew the burglary spree would end badly for the suspect. “I was waiting for them,” he said. “If it hadn’t been Clint, it would have been me.” (Express-News, San Antonio, TX, 07/13/10)

    Like

  14. Sérgio Sodré says:

    Mats,
    Um liberal é um individualista quase puro e nunca um colectivista socialista/comunista. Vê como em Portugal (é o que interessa e não os EUA) os de esquerda falam dos liberais e do liberalismo.

    dizes “É graças a esse aparelho militar que a Europa sobreviveu ao nacional socialismo e ao socialismo soviético. Queres cuspir no prato que comeste?”

    Não comi nada, Portugal manteve-se fora da guerra, os EUA não nos vieram salvar mas apenas colocar uma base nos Açores. É verdade que derrotaram o bolchevismo soviético, MAS foram eles quem deu força aos russos e impediram que outros os batessem, e permitiram que eles fizessem as suas armas nucleares à vontade sem o eliminarem antes…

    Também não esqueças que foram a profundas políticas sociais na Europa (hoje em causa) que contribuiram para derrotar o comunismo ao afastarem e desinteressarem os trabalhadores europeus do modelo comunista. Para isso foi preciso que os ricos pagassem impostos a contragosto.

    Tu tens falado dos impostos injustos sobre os ricos, mas toda a gente sabe que quem efectivamente aguenta os impostos do Estado é a classe média. Não são os ricos nem os pobres.

    Like

  15. Sérgio Sodré says:

    Há algum tempo li uma notícia de um pai americano que tinha morto a tiro a sua filha junto da árvore natal e na respectiva noite. A criança levantou-se de noite para ir ver os presentes e o pai ouviu barulho e pouco depois disparava na escuridão contra o assaltante.
    Este é o contraponto em que se deve meditar…

    Like

  16. Mats says:

    Sodré,

    Um liberal é um individualista quase puro e nunca um colectivista socialista/comunista. Vê como em Portugal (é o que interessa e não os EUA) os de esquerda falam dos liberais e do liberalismo.

    AS palavras tem o significa que o uso lhes atribui. Dentro do contexto americano, o liberal está bem mais próximo do socialismo que o conservador ou republicano.

    dizes “É graças a esse aparelho militar que a Europa sobreviveu ao nacional socialismo e ao socialismo soviético. Queres cuspir no prato que comeste?”

    Não comi nada, Portugal manteve-se fora da guerra, os EUA não nos vieram salvar mas apenas colocar uma base nos Açores.

    O que é que achas que aconteceria a Portugal se a onda nacional socialista tivesse ganho a guerra? Ou se os socialistas russos tivessem conquistado toda a Europa?

    É verdade que derrotaram o bolchevismo soviético, MAS foram eles quem deu força aos russos e impediram que outros os batessem, e permitiram que eles fizessem as suas armas nucleares à vontade sem o eliminarem antes…

    Fizeram um erro em “dar força aos russos” mas corrigiram esse erro (partilhado por TODA a europa) ao destruirem os socialistas soviéticos.

    Também não esqueças que foram a profundas políticas sociais na Europa (hoje em causa) que contribuiram para derrotar o comunismo ao afastarem e desinteressarem os trabalhadores europeus do modelo comunista.

    Isso e o facto de existirem líderes como Ronald Reagen e João Paulo II, conhecedores do mal que o socialismo é. Se não fossem os militares americanos a darem a sua vida um pouco por todo o mundo para conter o avanço dos soviéticos, onde estaria o mundo?
    Portanto, tu indirectamente beneficiaste dos esforços militares dos americanos.

    Tu tens falado dos impostos injustos sobre os ricos, mas toda a gente sabe que quem efectivamente aguenta os impostos do Estado é a classe média. Não são os ricos nem os pobres.

    E os socialistas destroem essa classe média tal como destroem os que produzem riqueza e dão empregos aos outros (os ricos).

    Há algum tempo li uma notícia de um pai americano que tinha morto a tiro a sua filha junto da árvore natal e na respectiva noite. A criança levantou-se de noite para ir ver os presentes e o pai ouviu barulho e pouco depois disparava na escuridão contra o assaltante. Este é o contraponto em que se deve meditar…

    É triste que tal tenha acontecido, mas isso em nada refuta o facto de armas nas mãos de cidadãos responsáveis diminuirem a criminalidade.

    Like

  17. Sérgio Sodré says:

    Mats,
    Não tenho nada a objectar a qualquer dos pontos.

    Like

  18. Vamos lá a ver se o Obama consegue fazer um sistema nacional de saúde e diminuir o número de pobres nos EUA.

    Um terço dos americanos são pobres e mais de 40% não tem acesso a cuidados de saúde.

    É inacreditável como a maior economia do mundo apresenta valores dignos de terceiro mundo.

    De facto o modelo europeu consegue melhores resultados nos indicadores de qualidade de vida. Os sistemas de saúde, ensino e apoios sociais nos países menos ricos da Europa, como Portugal, estão muito à frente do sistema americano.

    E mesmo durante a maior crise de sempre continuam a funcionar.
    Duvido que mesmo em duas legislaturas o consiga. Vai mexer em muito interesses.

    Se conseguir reduzir um pouco a pobreza já fez alguma coisa….

    Like

  19. Mats says:

    João Melo,

    Vamos lá a ver se o Obama consegue fazer um sistema nacional de saúde e diminuir o número de pobres nos EUA.

    Por enquanto está a fazer exactamente o contrário. Aumentou o desemprego, o défice aumentou, o endividamento aumentou, há mais pobreza e a confiança dos investidores diminuiu.

    Um terço dos americanos são pobres e mais de 40% não tem acesso a cuidados de saúde.

    No entanto o sistema de saúde americano é o melhor do mundo.

    É inacreditável como a maior economia do mundo apresenta valores dignos de terceiro mundo.

    Excepto que não apresenta.

    De facto o modelo europeu consegue melhores resultados nos indicadores de qualidade de vida.

    Não consegue não. Por exemplo, em termos de cancro da mama as mulheres americanas tem taxas de sobrevivência maiores que as inglesas. Porquê? Porque como as americanas não estão à espera do racionamento socialista que há na Inglaterra, os casos são detectados mais cedo.

    Os sistemas de saúde, ensino e apoios sociais nos países menos ricos da Europa, como Portugal, estão muito à frente do sistema americano.

    Não estão não.

    Se conseguir reduzir um pouco a pobreza já fez alguma coisa…

    Como não está a conseguir, então já vemos como sair ser penoso o tempo que falta à sua presidência.

    Mesmo a calhar:

    Homem sem rosto operado em Chicago.

    “O tumor, que cobria a maior parte do rosto e punha em risco a vida de José Mestre, foi retirado depois de três meses de preparação em Chicago, nos Estados Unidos, tendo sido necessárias quatro cirurgias. ”

    Se fores ver o resto da notícia, hás-de ver que médicos AMERICANOS ofereceram-se para o operar DE GRAÇA.

    Like

  20. Mats says:

    Ah, e não foi graças ao Obamacare porque esse “sistema de saúde” só entra em vigor (se entrar) em 2014.

    Like

  21. Sérgio Sodré says:

    Atenção que ter os melhores médicos, equipamentos, instalações, investigação médica, tecnologia significa que se vai à frente nesta área do saber, mas não quer dizer que a população americana no seu conjunto tenha melhor acesso à saúde do que populações doutros, porquanto isso já tem a ver com opções políticas dos respectivos governos. Se numerosos americanos não tiverem acesso à medicina de qualidade americana então talvez preferissem menos qualidade e acesso mais generalizado.
    Que a medicina americana é a melhor já sabiam os altos dirigentes de países colectivistas que a ela recorriam, quando tinham problemas mesmo graves, à custo do erário público e não do seu bolso.
    A questão é oura: como possibilitar o acesso de qualidade a milhões de americanos não suficientemente abonados, ou demasiado doentes, para terem acesso aos seguros de saúde?

    Like

  22. Mats says:

    Sodré,
    O Obamacare não vai “possibilitar o acesso de qualidade a milhões de americanos não suficientemente abonados, ou demasiado doentes, para terem acesso aos seguros de saúde”. Pelo contrário, como vai haver racionamento, a qualidade vai descer vertiginosamente. Para veres como este “sistema de saúde” é corrupto, nenhum dos democratas que o propôs está disposto a usá-lo na sua familia. Todos eles preferem o sistema de saúde privado.

    Portanto, os camponeses ficam com os restos (mesmo que tenham dinheiro para pagar por algo melhor) mas a elite liberal (vivendo Às custas dos impostos dos produtores) usa assistência médica topo de gama.

    É o que acontece em Cuba.

    Like

  23. O Caso americano é completamente diferente do Europeu. Cada qual seguiu a sua via.

    Francamente tenho orgulho ao dizer a amigos americanos que em Portugal, um dos países mais pobres da UE, os cuidados de saúde são universais e quase gratuitos, que o IPO do Porto é uma referência europeia e que um pobre ou rico tem garantidos cuidados de saúde que nos EUA estão limitados a uma percentagem da população. Sei que os EUA tem progredido e que , em alguns estado (poucos), apresentam uma mortalidade infantil inferior à de Cuba….

    Eu não discuto socialismo, liberalismo ou qualquer ismo.

    A economia tem de ser feita para as pessoas e não as pessoas para a economia.

    E continuo com orgulho duma sociedade que permite cuidados de saúde – de grande qualidade – universais, apoios a mães solteiras, desempregados e que até tem um rendimento mínimo.

    Claro que se tem de pagar bastantes impostos. Também vivemos em primeira classe e os luxos pagam-se.

    O Obama que trate de ver se reduz lá a miséria, o número de presos que é o maior por habitante dos países desenvolvidos e que faça um sistema de saúde se não igual ao da Suécia e Dinamarca pelo menos parecido com metade do que se faz em Portugal.

    Duvido.

    E se isso criar um pouco de desemprego que copie de cá o rendimento mínimo e os nossos apoios sociais, mesmo no meio da maior crise, não se perdia grande coisa.

    É que por cá casos de miséria gritante como nos EUA eram um escândalo.

    E tens razão Mats. O nosso sistema de saúde não é melhor que o americano.

    É muito melhor. Não fui justo. Faltou-me o muito.

    Like

  24. americano loko says:

    Mats, o melhor sistema de Saúde não é dos Estados Unidos, você está enganado. Segundo uma pesquisa feita em agosto pelo site americano de notícias, o Newsweek, o primeiro lugar em saúde está ocupado por Japão; sim, aquele país ateu que você ODEIA, mesmo que odiar não seja, em teoria, uma característica cristã.

    Segundo o dito site, Estados Unidos está em Vigésimo, atrás de países de mairia atéia como Noruéga, Suécia, Finlância, Dinamarca e o já citado Japão. João Melo de Sousa não esteve errado ao dizer que Portugal tem a saúde melhor que os Estados Unidos, pois, na lista, Portugal está em Vigésimo Terceiro lugar, ou seja, na frente dos Estados Unidos. Antes de opinar, informe-se; não faz mal.

    Like

  25. americano loko says:

    Correção: Estado Unidos, segundo a lista, está em Vigésimo Sexto lugar, ao invés de Vigésimo, como citei antes.

    Fonte: http://bit.ly/ajiiZd

    Like

  26. Mats says:

    Americano Loko,
    Se as tuas referências para a medicina é a Newsweek, então entendo o teu erro. Eis aqui alguma informação sobre os sistemas de saúde que TU chamas de “superiores”:

    * Nationalized Health Care Hell: UK to Cut Millions of Operations to Control Costs – Seniors Hardest Hit

    * Britain’s Socialized Medicine Turns Its Back on WWII Vet

    * American Health care is better than european

    EIs aqui o que a Newsweek não te disse:

    * Women with breast cancer have a 14 percent higher survival rate in the United States than in Europe. Breast cancer mortality is 52 percent higher in Germany than in the United States, and 88 percent higher in the United Kingdom.

    * Breast cancer mortality is also 9 percent higher in Canada than in the US.

    * Less than 25 percent of U.S. women die from breast cancer. In Britain, it’s 46 percent; France, 35 percent; Germany, 31 percent; Canada, 28 percent; Australia, 28 percent, and New Zealand, 46 percent.”

    * Compared to the US, countries with nationalized health care see more women die from brest cancer, see more preemie deaths and see hundreds of patients die each year while waiting in line for treatment.

    Portanto, isto é só um dos vectores em que o sistema de saúde é SUPERIOR ao dos socialistas europeus.

    Agora, perguntas tu “se é assim tão bom, porque é que o Obama quer mudar?” Felizmente que “pela boca morre o peixe:”

    * Howard Dean: Obamacare Is Redistribution of Wealth

    Se estás familiarizado com a terminologia comunista, facilmente vais ver que “redistribuição da riqueza” é uma crença comunista. Portanto, o sistema de saúde do Obamazinho tem apenas em vista retirar o dinheiro das pessoas que trabalham e produzem e entregá-los às pessoas que o Governo acha que precisam do mesmo. Ou seja, socialismo puro e simples.

    Deve ser por isso que a maioria dos americanos não quer este sistema de saúde socialista.

    Quanto ao sistema da saúde não aumentar os custos? Também falso. Obama MENTIU quando disse que não aumentaria.

    Mais uma coisa: eu não “odeio os países ateus”. Os países ateus odeiam-se a si mesmos.

    Like

  27. Mats says:

    João

    Francamente tenho orgulho ao dizer a amigos americanos que em Portugal, um dos países mais pobres da UE, os cuidados de saúde são universais e quase gratuitos

    Mas não são gratuitos. TU pagas por eles através dos impostos.

    Ou achas que os médicos operam de borla? Não operam e nem tem que operar.

    A Bíblia diz “DIgno é o operário do seu salário” (Lucas 10:7) e portanto os médicos tem que receber pelo seu trabalho. Se ninguém da população os paga, então adivinha que os está a pagar?

    Nós em Portugal levamos tal lavagem cerebral do socialismo que já nem conseguimos pensar fora da caixa esquerdista.

    Like

  28. Sérgio Sodré says:

    Japão um país ateu? Onde se viu tal disparate…

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s