Portal Ateu alegra-se com invasão de espaço religioso

A militância ateísta deixa os homens que a seguem cegos à razão e ao bom senso. Digo homens porque as mulheres no geral não parecem interessadas no ateísmo.

O Jairo fez um post onde um militante ateu humoriza uma situação que poderia ter causado danos físicos sérios (e talvez mortais) aos católicos que se encontravam no local.

Reproduzo-o na íntegra.


 

Esta semana, um indivíduo ao volante de um automóvel invadiu o recinto do Santuário de Fátima, colocando em perigo a integridade física e desrespeitando o sentimento e a liberdade religiosa dos peregrinos.

Tratando-se de um episódio isolado e que acabou em bem, talvez originado em alguma deficiência mental ou estado de bebedeira/”pedrada” do condutor do veículo, e não se tendo registado qualquer ferimento; ainda assim não há dúvidas de que este episódio é condenável.

Rui Janeiro, membro do Portal Ateu, achou que esta notícia justificava ser divulgada naquele espaço, supostamente dedicado ao “ateísmo”. Colocou-a na categoria “Humor”, deu-lhe o título “Uma alternativa à peregrinação dita standard” e introduziu o video com o seguinte comentário:

 

“Carmageddon!Então já não se pode pagar a promessa? Não sei quantos quilómetros com techno a altos berros seguidos de meia dúzia de peões no Santuário em honra da Virgem.”

 

“Carmageddon” é um jogo de video, simulação de corrida automóvel em que um dos objectivos é atropelar o maior número de pedestres para obter pontuação. O termo “peões” designa os que andam a pé. “Piões” é o plural de “pião”, o brinquedo em forma de pinha que gira, e também o nome que se dá à manobra de fazer um automóvel girar. Ou Janeiro cometeu uma gaffe, ou acha mesmo divertido imaginar uma sessão de carmageddon real naquele local.

De qualquer forma, só um estúpido e fanático anti-religioso, pode achar divertida a invasão de um espaço de culto. Como, já anteriormente, só a mesma qualidade de imbecis podia ter achado piada à agressão a um homem idoso, apenas porque não gostam nem querem seguir a religião dele.

Os cobardes que não têm coragem para passar à acção contra quem odeiam, arcando com as consequências desses actos, alegram-se quando alguém mentalmente debilitado manifesta esses comportamentos anti-sociais. O que os torna duplamente cobardes.

Há tempos, tivémos em Espanha o caso de um ateu que interrompeu um batismo cristão, insultando os presentes e gritando que a cerimónia representava nada. Estamos perante o mesmo tipo de comportamento. Como os cultos e rituais religiosos não significam algo real para os ateus portalados, torna-se divertido que cerimónias e cultos religiosos sejam interrompidos por agressões e outros números do género.

Tudo de acordo com a cartilha neo-ateísta de Sam Harris e companhia, para quem o próprio respeito à religião é uma coisa má. Imaginando que alguém invadia e estragava uma destas “cerimónias pessoais humanistas” promovidas pelo Portal Ateu, fazendo uns piões no local ou agredindo um dos presentes; certamente os ateus portalados iriam compreender, como qualquer pessoa, que a ofensa e intromissão nada teria de divertida ou humorística. Mas basta a cerimónia ou local ter característica religiosa, e isso faz toda a diferença para estes tolerantes e nada violentos ou facciosos, militantes por um mundo melhor.

O líder máximo do Portal Ateu, gosta de se pavonear pelas televisões, com as suas falinhas-mansas. Mas aos membros da Associação PAMPAP-Portal Ateu Movimento Ateísta Português, tal como à Associação Ateísta Portuguesa, ninguém os mandatou como porta-vozes de “os ateus”.

Também não temos qualquer razão para aceitar que alguém, apenas por ser ateu, se considere um legítimo juíz moral, provedor ou fiscalizador das actividades religiosas em Portugal.

É inadmissível que a comunicação social convide, entreviste e dê tempo de antena para estes ignorantes fanáticos se colocarem no papel arrogante de quem tem o direito de criticar e determinar qual o papel da religião na sociedade; mas nunca prepare as entrevistas, documentado-se previamente sobre a natureza deste tipo de militância e fazendo as perguntas que realmente se justificam.

Como seja, por exemplo, questioná-los olhos nos olhos e perante os telespectadores:

Qual a piada de alguém agredir um sacerdote ou utilizar um carro para invadir um espaço de culto religioso, e como se justifica que isso seja considerado assunto “ateísta”?!

Neo-Orcs são seres de peles enrugadas e reptilescas com uma tonalidade que vai do verde musgo ao marrom escuro. As novas sociedades Orc são de formação semelhante ao voyeurismo militante. Passam o dia a imaginar e a observar os comportamentos de quem consideram inimigos, à espera de que algo de mal lhes aconteça. Neo-Orcs acreditam supersticiosamente que um dia dominarão a terra e tornarão a sociedade humana feliz.”

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Religião, Sociedade and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

8 Responses to Portal Ateu alegra-se com invasão de espaço religioso

  1. Nuno Dias says:

    Há ateus assim, não levam assuntos sérios, a sério. Alguns é mesmo só pelo prazer de chatear ou por falta de atenção!

    Mas já agora… estes discursos religiosos já têm teias de aranha.

    Like

  2. Mats says:

    Nuno,

    Há ateus assim, não levam assuntos sérios, a sério. Alguns é mesmo só pelo prazer de chatear ou por falta de atenção!

    Achas que a possibilidade incapacitação física de católicos (temporária ou permanente) é um assunto com o qual se possa fazer pouco?

    Se um católico fizesse pouco da morte de homossexuais por motivos da SIDA, será que os ateus achariam graça a isso?

    Quando é que os outros ateus chamam à atenção a estes ateus que há coisas com as quais não se brinca?

    O Jairo chama a atenção e muito bem que os ateus do portal ateu invocam para si a “autoridade” de falar pelos ateus portugueses. Tu vez-te refletido em coisas como as que eles fazem, nomeadamente, humorizar situações que poderiam ter acabado de forma trágica?

    Os ateus do portal ateu contam com o silêncio de ateus como tu para continuar com o seu ódio aos católicos. Porque é que os ateus “normais” não chamam a atenção a aqueles engenheiros?

    Like

  3. Adim says:

    A cada dia a violencia aumenta, todos dão rizada, quanto tempo sera que falta p esse animais começarem a derramar sangue NOVAMENTE ?
    Outra ´´Revolução Francesa“ vindo?

    A sorte de gentinha sem carater feito o Nulo e desses ateus é que a interpretação literal-falanciosa que fazem da Biblia é mentirosa.
    Se nos cristão fossem como eles dizem pegariamos o texto da lei de Moises.
    ´´O teu olho não perdoará; vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé. Deuteronômio 19:21“
    E os massacrariamos, igual a o que acontece em alguns paises Ateus e Islamicos.

    Temo pelo futuro.

    Like

  4. Nuno Dias says:

    Sois muito púdicos, quando se brinca com a religião “Ai! que Jesus vos castiga”.
    Se o humor é um tabu assim tão grande para a vossa religião (será que cartoons também não podem ser feitos como os que levantam o cú para cima?), então têm um problema muito grande de limitação intelectual nas vossas cabeças.

    Ah! e já agora… não vi no tal portal ateu qualquer promoção a este acto. Cheguem lume ao carro do tipo e fiquem a rir-se na cara dele. Olho por olho…

    Like

  5. Dias,

    “Sois muito púdicos, quando se brinca com a religião “Ai! que Jesus vos castiga”

    Temos de achar piada a agressões a idosos e à invasão de recintos pedestres por carros de corrida, se os idosos e o recinto forem líderes ou espaço religioso, não é?

    E ainda temos o ónus de não poder criticar as ofensas feitas aos religiosos, sob pena de sermos considerados uns fanáticos que não permitem “brincadeiras”.

    Dias, o humanista brincalhão:

    “A propaganda insistente contra uma comunidade exposta a risco não é simples expressão de opiniões: é ação criminosa, é cumplicidade ostensiva ou disfarçada com o genocídio. Aqueles que a praticam não devem ser apenas contestados educadamente, como se tudo não passasse de um pacífico debate de idéias: devem ser responsabilizados judicialmente por crimes contra a humanidade.”http://www.olavodecarvalho.org/semana/060123dc.htm

    A comunidade exposta a risco, é a religiosa. Os números de mortos iniciados com os discursos de “mundo melhor sem religião” e “brincadeiras” de profanar, insultar e ridicularizar o sentimento religioso das pessoas; são aos milhões.

    O dos Portal Ateu já vão no descaramento de se regozijarem publicamente com as ameaças e agressões físicas a religiosos. E tu, Dias,também és cúmplice moral com prática e ideologia genocida. Parabéns!

    Like

  6. Nuno Dias says:

    “E tu, Dias,também és cúmplice moral com prática e ideologia genocida. ”
    e o que raio quer isto dizer? ora explica lá, sff
    peço desculpa pela minha falta de delicadeza, mas começo a criar alguma intolerância a filósofos ou pseudo filósofos que fazem generalizações e a partir de 1 m**** criam 2 m****s.

    Like

  7. Queres um desenho?

    Um louco invadiu um espaço religioso na semana passada, ao volante de um carro de corrida.
    Uma louca agrediu o Papa no ano passado.

    O Portal Ateu achou piada às duas coisas.

    Tu ironizas com “sois muito púdicos quando se brinca com a religião”.

    A única razão para vocês, ateus fanáticos, acharem graça áqueles actos, é porque as vítimas e locais desrespeitados têm a característica “religioso”.

    Se fizessem o mesmo num local de reunião de ateus, vocês já conseguem compreender a gravidade da situação.

    Portanto, és cúmplice com a ideologia anti-religiosa do portal ateu, que em si mesma é genocida. Sabemos bem como começam e onde acabam estas “brincadeiras”.

    Like

  8. edgar curti says:

    Parabéns disse tudo

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s