Sensores de Dióxido de Carbono

Já te perguntaste sobre o porquê dos mosquitos te encontrarem tão rapidamente? Da próxima vez que tentares fugir dum mosquito, tenta não respirar uma vez que eles são atraídos pelo dióxido de carbono que tu exalas.

E como é que os insectos detectam o dióxido de carbono? Estudos recentes descobriram duas proteínas de célula neurónica (receptores neurais) que parecem ser as responsáveis pela operação. E isto com eficiência.

Tal como um estudo já explicou, os insectos que se alimentam de sangue usam um sistema olfactivo altamente sensível e especializado para localizarem os seus anfitriões. O estudo identificou dois receptores neurais nas moscas que, juntos, causam que sinais nervosos sejam enviados quando o dióxido de carbono está presente. A experiência mostrou que a presença de ambos os receptores é necessária – a presença de só um deles levou a que o insecto não detectasse o dióxido de carbono.

Tal como explicou um cientista, tais sistemas sensoriais moleculares são “delicadamente sensíveis” a níveis de dióxido de carbono que nós nem nos apercebemos. Eles são, de facto, “maravilhas da engenharia natural“.

Dada a presença de tal design específico nos insectos, e uma vez que ambos os receptores são necessários para o funcionamento do sistema, seria de esperar que os evolucionistas tivessem dificuldades em explicar a origem de tal sistema, mas isso não se verifica. Eles não te problemas com mais este sistema porque, como o evolucionista Ken Miller já afirmou, Deus nunca poderia ter criado os mosquitos, portanto eles só podem ter evoluído.

E com uma frase apenas os evolucionistas evitam ter que passar o embaraço de explicar como é que um sistema com tal nível de sofisticação e design pode ser o resultado de forças não inteligentes.

A ideologia naturalista aparentemente está acima da ciência e das evidências.


About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , . Bookmark the permalink.

9 Responses to Sensores de Dióxido de Carbono

  1. jonas says:

    Mats!
    Acho que é desnecessário chegar com aquele corolário de números probalísticos,pois a mente só se atém aquilo que quer ver.O naturalismo evolucionista “cegou” as mentes e impôs as pessoas um outro deus trino,o tempo,acaso e a seleção, dando poderes a estes que exercessem os “milagres” necessários acima das probabilidades ,possibilidades e racionalidade.Aqui neste caso DUAS MUTAÇÕES COORDENADAS E FUNCIONAIS são de uma incoerência estrutural da lógica assombrosa.Não vou dar números,pois muitos já sabem da “loucura” probalística da montagem de uma pequena proteína de 100 aminoácidos,quanto mais duas proteínas maiores e trabalhando conjunta e funcionalmente.
    “O primeiro problema para todos,homens e mulheres,não é aprender,mas desaprender.Gloria Steinem”Abraços.

    Like

  2. Quer dizer que a explicação alternativa é o criador – na sua infinita bondade – criou os mosquitos com mecanismos que lhe permitissem passar a malária ?

    E que fez as cobras venenosas para matarem as presas ?

    Ahh não ! dirás tu.

    Não sabemos se na altura as cobras venenosas já o eram e se não foi por um mecanismo ultra-rápido de evolução por selecção natural que as cobras se tornaram venenosas, os leões carnívoros a as aranhas predadoras notáveis.

    Gostava era de saber como é que com uma população de animais (e algumas plantas) carnívoras desde que há registos históricos se pode explicar uma evolução desde herbívoro em menos de 1500 anos.

    Ora explica lá como se eu fosse uma loira muito burra…!

    O Perspectiva alvitrou uma vez no Ktreta que os dentes dos leões eram para abrir melancias. Melancias que não existiam em África antes dos europeus…

    Claro que não há explicação alternativa a uma lenta e gradual evolução. No entanto gostava de ver a tentativa.

    Apoiada em factos. Que como sabemos são muito teimosos….

    Like

  3. CONCORDO PLENAMENTE CONTIGO.
    MAS VMS. PENSAR TAMBÉM, PORQUE DEUS NÃO CRIOU SUA CRIATURA MAIS PRÓXIMA, DE ACORDO COM A BIBLIA, DOTADO DE SISTEMAS TÃO INCRIVEIS COMO O CITADO, COMO POR EXEMPLO, A AUDIÇÃO E O OLFATO DOS ANIMAIS.
    A MINHA PERGUNTA É SOMENTE, PORQUE SERÁ, ALGUÉM PODE ME AJUDAR?
    GRATO

    MARCELO
    PAZ DE CRISTO À TODOS

    Like

  4. Mats says:

    José Marcelo,
    Antes de mais, tenta não escrever em maiusculas.

    Segundo, porque é que Deus faria isso se o que nós temos é suficiente para vivermos como Ele quer?

    Terceiro, nós não sabemos como era o ser humano antes da Queda. Sabemos sim que desde então as nossas capacidades físicas e mentais tem vindo a degenerar-se mais e mais. Até pode ser que no Éden Adão e Eva tivesse uma audição melhor do que a que nós temos hoje, e um olfato mais apurado.

    Portanto, o facto do ser humano não ter HOJE um olfato tão apurado nem uma audição tão apurada como o de alguns animais não é argumento contra Deus.

    Like

  5. Mats says:

    João Melo.

    O Jónatas não disse que os dentes do leão eram para abrir melancias. Além disso, como deves saber, a dentição não é forma 100% segura de se saber a dieta de um animal. Vê o caso dos pandas que possuem dentes semelhantes ao dos ursos carnívoros.

    Segundo, como é que a tua evolução por mutações aleatórias explica a origem de MAIS UM sistema que, nas palavras do cientista citado no texto, são, de facto, “maravilhas da engenharia natural“ ? Conheces algum sistema que é uma maravilha da engenharia que não tenha um engenheiro por trás? Ou será que a tua fé no ateísmo te impede de fazer a inferência lógica, e ver que sistemas como os do mosquito tem Uma Causa Inteligente?

    Like

  6. Wallace says:

    Não que eu não aqcredite na TE. Mas sinceramente, mutações e seleção natural parecem muito pouco pra explicar tudo isso.
    Engraçado com tudo isso realmente aparenta ser complexo demais para eoluir em estágios, mas eles de fato acreditam que foi isso mesmo.
    Bom, pelo menos agora sei porque esse chatos zoam na minha cabeça quase toda noite. Exceto quando ponho spray🙂 espertinhos…

    Like

  7. Wallace:

    Eu a maior parte do ano vivo em África.

    Juro que não sei se é um método infalível mas eu tenho os quartos de dormir (com o ar condicionado) a menos de 17 graus centígrados.

    A empregada limpa, abre janela, mas eu horas antes de ir para a cama ligo o AC a 16,17, centígrados.

    Antes disso passo veneno no quarto.

    Os bandidos ficam meio lentos.

    Um cuidado que tenho, dado que tenho o quarto frio e durmo com muita roupa em cima , é passar repelente de mosquito na cara, orelhas e ….careca…

    Até agora não tenho sequer contacto com malária-paludismo.

    Quarto frio (abaixo dos 17 centígrados) e veneno (Baygon ou similar e repelente na pele exposta)

    Like

  8. E Wallace :

    Sei lá se foi Deus Nosso Senhor, a selecção natural ou mesmo outro mecanismo qualquer que fez e transmite a malária(paludismo).

    Com todo o respeito que devemos a Deus Nosso Senhor, caso tenha sido ele que após lá o que o desgraçado do tal Adão tenha feito, devemos proteger-nos disso com todos os meios que a ciência tenha.

    O tal e Adão, a ser verdade, não ia muito à minha missa. Nem assinava por baixo nada que ele dissesse. Coisa entre ele e o criador.

    Entre nós e o mosquito, obra involuntária do tal judeu Adão – cê sabe como eles são – ar condicionado é o mais seguro.

    E se Deus se meteu com judeu ou viado vai perder.

    Ele é que sabe!

    Like

  9. Agora uma abébia ao Mats( abébia quer dizer dou de barato)

    Usar preservativo em África ( como prevenção da Sida ou HIV) é eficaz ?

    Resposta do ateu e liberal e outras coisas ….?

    Não!

    Não e não.

    E outra vez não.

    Ainda outra vez não.

    Aí o Mats tem razão.

    A solução cristã parece-me melhor.

    Extraordinário dum ateu ?

    Talvez…..

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s