USP cria nariz eletrônico

Mais uma sistema que tenta imitar o que Deus criou. Impressionante como os cientistas investem tanto tempo a tentar imitar os sistemas que estão na natureza, mas depois afirmam com confiança que “não há evidência design inteligente na Biologia”.Não há fé mais irracional que a fé ateísta.

Nariz eletrônico identifica cocaína e maconha no ambiente

O nariz eletrônico funciona independentemente para cocaína e para maconha, já que cada droga exige um sensor com um modificador químico diferente.[Imagem: Matheus Manoel Teles de Menezes]

Cientistas da USP no campus de Ribeirão Preto criaram um equipamento que consegue identificar cocaína e maconha pelo ar em menos de um minuto.

O equipamento, chamado de “nariz eletrônico, foi desenvolvido pelo químico Matheus Manoel Teles de Menezes, juntamente com o professor Marcelo Firmino de Oliveira.

Cheiro de cocaína e maconha

O aparelho é muito sensível, detectando cocaína e maconha mesmo em quantidades ínfimas, de até 10 nanogramas por centímetro cúbico de ar.

“A técnica utilizada funciona como um ‘nariz eletrônico’, identificando as drogas pelo ar. Os métodos atuais necessitam da abertura e coleta de uma porção da droga. Mas, com a nova técnica, é possível encontrar a droga escondida (num pacote, numa mala ou com a própria pessoa)”, comenta Menezes.

Segundo o químico, o método é ideal para batidas policiais em locais onde houve manuseio das drogas. “O equipamento poderia dispensar o uso do cão farejador, que fica vulnerável aos riscos do trabalho”, destaca. A técnica também pode ser utilizada em outros ambientes, como em aeroportos, nos contêineres embarcados em aviões de carga, onde muitas vezes são escondidas as drogas.

Menezes lançará futuramente um protótipo que deverá ter dimensões entre 10 centímetros (cm) e 15 cm de largura e entre 15cm e 20 cm de altura (mais ou menos o formato de uma caixa de giz), equipado com sensores específicos para cada droga. Apesar de que protótipos deste tipo já existam para outras finalidades, este será o primeiro desenvolvido no Brasil para drogas de abuso.

“O estudo possui uma aplicação direta na sociedade. Há uma crescente preocupação com o uso de drogas entre as várias faixas sociais e uma deficiência muito grande no estudo de metodologias que forneçam parâmetros seguros para a polícia”, afirma Menezes.

Sensores de drogas

Os sensores utilizados no trabalho são constituídos por uma finíssima lâmina de quartzo que é parcialmente recoberta por uma película de ouro, que funciona como eletrodo.

Nariz eletrônico identifica cocaína e maconha no ambiente

Esquema do sensor, baseado em um cristal de quartzo. O modificador químico vai acima da película de ouro (eletrodo metálico). [Imagem: Matheus Manoel Teles de Menezes]

É nesse eletrodo que o modificador químico – a substância orgânica que captura as drogas de interesse – é depositado.

O segredo da técnica consiste exatamente no modificador químico, que reage com as moléculas da cocaína e da maconha. Em seguida, um instrumento medidor de frequência aponta uma alteração no valor da frequência, fruto do contato das moléculas das drogas com o modificador.

“A substância do modificador químico ‘prenderá’ as moléculas da droga. Durante este processo, a frequência de vibração do cristal muda, até que um novo patamar de frequência seja atingido. Isto sugere que o modificador químico encontra-se saturado pela droga”, explica Menezes.

Chip de celular

Esse mecanismo funciona independentemente para cocaína e para maconha, já que cada droga exige um sensor com um modificador químico diferente.

O sensor de cocaína detecta diretamente as suas moléculas, destacando-as de substâncias que normalmente são misturados à droga, como a xilocaína, estricnina, cafeína e anfetaminas.

Já o sensor da maconha reconhece alguns dos canabinoides, substâncias que compõem a planta da maconha, e o &tetha;9-THC, principal canabinoide responsável pelas alterações no sistema nervoso central humano.

“Os sensores para cada droga funcionam como os chips de um celular: eles são diferentes para cada operadora, mas podem ser usados no mesmo celular”, ilustra o químico.

Agora Menezes pretende aprofundar sua pesquisa em sua tese de doutorado. “A próxima etapa visa aperfeiçoar os estudos relacionados à cocaína e seus interferentes.”

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Biologia and tagged , , . Bookmark the permalink.

16 Responses to USP cria nariz eletrônico

  1. Nuno Dias says:

    o que leva a pensar porque terá Deus criado a Marijuana se não queria que a fumássemos?

    Like

  2. Dalton says:

    Deus não quer que façamos muitas coisas ruins, mas ele nos deu o livre arbítrio. Podemos fazer tudo, mas no final das contas responderemos por cada atitude nossa.

    Agora, não faça falsas atribuições, que legislou a droga como criminosa foi o estado.

    Like

  3. Mats says:

    Nuno,

    o que leva a pensar porque terá Deus criado a Marijuana se não queria que a fumássemos?

    A tua pergunta, embora feita em tom de brincadeira, erradamente assume que o único propósito da marijuana é ser usada como narcótico. Tens que dizer o porquê de pensares assim.

    Like

  4. Nuno Dias says:

    @Mats
    Ok, eu reformulo.
    Porque terá Deus colocado à disposição a maça se não queria que se pecasse?
    Não me parece muito inteligente deixar uma faca num berçário…

    Like

  5. Mats says:

    Nuno,

    Porque terá Deus colocado à disposição a maça se não queria que se pecasse? Não me parece muito inteligente deixar uma faca num berçário…

    Primeiro, não há maçã nenhuma no Livro de Génesis. Isso é um erro muito comum.

    Segundo, a tua analogia do berço e da faca nao se aplica a Adão e Eva. O bebé não sabe dos perigos da faca mas Deus avisou a Adão quais os perigos de se violar a vontade de Deus. Adão fez uma escolha consciente sabendo quais eram as ramificações do que fazia. O bebé não está nessa posição.

    Like

  6. Jezz says:

    Realmente facas e bebes não se aplicam ao caso. Se formos analisar a situação é muito mais complexa:
    Deus deixou claro que comer do fruto os mataria e eles não comeram. Mas dai, deus deliberadamente deixou seu inimigo milenar entrar no seu jardim, na forma de serpente e dizer para Eva que era papo furado esse negócio de morrer. Na verdade, ela só ia adquirir o conhecimento do bem e do mal, desconhecendo maldade ela não viu nada de errado nas palavras da serpente e comeu. Vendo que não tinha morrido ficou claro que a serpente falava a verdade, ofereceu ao seu marido.
    Então vem a questão, realmente foi consciente a escolha de Adão ? A informação que deus deu para ele foi que quem comece do fruto morreria, ele vê Eva viva apos comer, o perigo que deus alertou não se concretizou. Em quem acreditar ?

    Like

  7. Jezz, esses jogos de palavras não disfarçam o facto de que Adão e Eva sabiam que estariam a desobedecer a Deus ao comer do fruto. Apesar de Deus se estar a referir não apenas à morte física, a passagem diz “No dia em que dela comerdes certamente morrereis”.

    Like

  8. Nuno Dias says:

    @Mats
    Primeiro, não há maçã nenhuma no Livro de Génesis. Isso é um erro muito comum.
    Obrigado por esclareces a minha ignorância, realmente o fruto proibido. 😉 curioso os mitos que se criam

    No entanto, não estava a fazer o juízo moral de Eva e Adão(1) mas no juízo moral do vosso Deus. Afinal que pai é este que coloca disponíveis todos os instrumentos (o fruto e a cobra) para a desgraça? Não era mais simples não haver fruto e cobra?

    (1) reparam na troca, na inversão de papéis? a mulher em primeiro com um papel preponderante e que lidera o homem como fez ao o conduzir a pecar (uma pequena provocação aos machistas evangélicos)

    Like

  9. Mats says:

    Nuno,

    Obrigado por esclareces a minha ignorância, realmente o fruto proibido. 😉 curioso os mitos que se criam

    Agora imagina todas as coutras coisas que as pessoas te dizem sobre o cristianismo que não é verdade. 🙂

    No entanto, não estava a fazer o juízo moral de Eva e Adão(1) mas no juízo moral do vosso Deus. Afinal que pai é este que coloca disponíveis todos os instrumentos (o fruto e a cobra) para a desgraça? Não era mais simples não haver fruto e cobra?

    Sim, mas para isso Deus teria que eliminar o livre arbítrio.
    Estás a defender a tese de que ter livre arbítrio e a capacidade de fazer escolhas morais é uma coisa má?
    Repara que não há outra alternativa:
    1. Ou Deus criava o livre arbítrio e deixava o homem tomar as suas próprias decisões
    2. Ou criava robôs sem livre arbítrio.

    QUal das duas achas que dá mais poder ao ser humano?

    (1) reparam na troca, na inversão de papéis? a mulher em primeiro com um papel preponderante e que lidera o homem como fez ao o conduzir a pecar (uma pequena provocação aos machistas evangélicos)

    Não sei o que entendes por “machistas evangélicos”.

    Like

  10. Darcy says:

    Nuno e Jezz,

    Vejam este vídeo, por favor:

    (Mats, Sabino, Dalton e demais amigos do blog, se ainda não o viram, recomendo que vejam).

    Like

  11. Jezz says:

    Sabino,

    Sim, eles comeram do fruto e não morreram, mas adquiriram o conhecimento do bem e do mal. Que morte deus se referia ? onde esta escrito na bíblia isso ? onde deus explica isso a Adão e Eva ? Sem o conhecimento do bem e do mal, como eles sabiam que desobedecer é errado ?

    Mats,
    O problema não é o fruto, pois nenhum dos dois tinham provado dele. Mas deus deliberadamente permitir o seu maior inimigo entrar no jardim e convencer Eva a provar.
    Para nós é fácil julgar a escolha dela, pois temos o conhecimento do certo e errado (bem e mal), mas sem ele como definir que desobedecer é errado ?

    Like

  12. Mats says:

    Jezz,

    O problema não é o fruto, pois nenhum dos dois tinham provado dele. Mas deus deliberadamente permitir o seu maior inimigo entrar no jardim e convencer Eva a provar.

    Mas ela só se deixou convencer porque quis.

    Para nós é fácil julgar a escolha dela, pois temos o conhecimento do certo e errado (bem e mal), mas sem ele como definir que desobedecer é errado ?

    Adão e Eva tinham o Mandamento de Deus (o bem) a indicar-lhes qual era o caminho a seguir.

    Like

  13. Jezz says:

    “Mas ela só se deixou convencer porque quis.”

    Então se tu deixa deliberadamente um pervertido sexual já conhecido por ti, entrar na tua casa, ver ele convencer um filho teu a tirar roupa. Tu achas que não tens parcela de culpa nenhuma, só porque tu avisou que é errado tirar a roupa.

    “Adão e Eva tinham o Mandamento de Deus (o bem) a indicar-lhes qual era o caminho a seguir.”

    Até surgir a serpente, que lê deu outra caminho, que só pode ser “o bem” também, já que desconhece o mal. Logo é o mesmo que escolher entre uma maça e uma banana.

    Like

  14. Mats says:

    Jezz,

    “Mas ela só se deixou convencer porque quis.”

    Então se tu deixa deliberadamente um pervertido sexual já conhecido por ti, entrar na tua casa, ver ele convencer um filho teu a tirar roupa.

    Mas se o filho é menor, e desde logo, ainda não totalmente ciente das consequências dos seus actos, então ainda é minha responsabilidade protegê-lo dos pervertidos sexuais.

    Adão estava perfeitamente consciente e conhecedor das consequências de se violar os Mandamentos do Criador. Mais uma vez, a analogia falha por falta de equivalência.

    Tu achas que não tens parcela de culpa nenhuma, só porque tu avisou que é errado tirar a roupa.

    Se é um menor, então sou parcialmente responsável por “deixar entrar” (embora o pervertido seja responsável pelo acto e só ele). Se o filho é maior, ele é responsável pelos seus actos.

    “Adão e Eva tinham o Mandamento de Deus (o bem) a indicar-lhes qual era o caminho a seguir.”

    Até surgir a serpente, que lê deu outra caminho, que só pode ser “o bem” também, já que desconhece o mal.

    Mas Adão conhecia o mal. O mal era a violação dos Mandamentos do Criador. O bem era a vontade do Criador. Portanto, não há comparação.
    Adão e Eva estavam bem cientes do que estavam a fazer, e sabiam perfeitamente que estavam a fazer o mal ao não obedecer a Deus. A evidência disse é que quando Deus os confronta, nenhum deles tenta usar o tipo de lógica que tu estás a usar, mas tenta atirar com as culpas (o que mostra que sabiam que eram culpados) uns para os outros.

    Like

  15. Jezz says:

    Mats,

    “Mas se o filho é menor, e desde logo, ainda não totalmente ciente das consequências dos seus actos, então ainda é minha responsabilidade protegê-lo dos pervertidos sexuais.”

    Mas Adão não tinha total ciencia, a informação que tinha era de quem comece o fruto morreria e não aconteceu isso com Eva.
    A interação de uma entidade milenar que convenceu meio céu a se revoltar contra deus e duas pessoas que surgiram a poucos dias, sem conhecimento do bem e do mal, é muito similar ao de um adulto e uma criança inocente.

    “Mas Adão conhecia o mal. O mal era a violação dos Mandamentos do Criador. O bem era a vontade do Criador. Portanto, não há comparação.”

    Não, não conhecia. Gênesis é bem claro ao dizer que o conhecimento do bem e do mal é adquirido ao comer o fruto da “árvore do conhecimento do bem e do mal”, que alias tem um nome bem sugestivo.

    “A evidência disse é que quando Deus os confronta, nenhum deles tenta usar o tipo de lógica que tu estás a usar, mas tenta atirar com as culpas (o que mostra que sabiam que eram culpados) uns para os outros.”

    Quando deus os confronta eles já tinha comido do fruto, logo já tinha conhecimento do bem e do mal. É muito clara a mudança de comportamento dos dois após comer o fruto, justamente por ter adquirido esse conhecimento.

    Like

  16. Mats says:

    Jezz,

    “Mas se o filho é menor, e desde logo, ainda não totalmente ciente das consequências dos seus actos, então ainda é minha responsabilidade protegê-lo dos pervertidos sexuais.”

    Mas Adão não tinha total ciencia

    Adão tinha total ciência para saber que 1) Deus não queria que ele comesse o fruto, 2) Se comesse o fruto, iria começar com a sua morte. Portanto, tinha ciência suficiente.

    A interação de uma entidade milenar que convenceu meio céu a se revoltar contra deus e duas pessoas que surgiram a poucos dias, sem conhecimento do bem e do mal, é muito similar ao de um adulto e uma criança inocente.

    Não é de forma nenhuma similar porque a criança não sabe as consequências de certos actos mas Adão e Eva sabiam que morreriam.

    “Mas Adão conhecia o mal. O mal era a violação dos Mandamentos do Criador. O bem era a vontade do Criador. Portanto, não há comparação.”

    Não, não conhecia. Gênesis é bem claro ao dizer que o conhecimento do bem e do mal é adquirido ao comer o fruto da “árvore do conhecimento do bem e do mal”, que alias tem um nome bem sugestivo.

    Adão e Eva sabiam de antemão o que era o mal. Quando comeram o fruto passaram a sentir o que era o mal. Tiveram assim, mais conhecimento do que tinham antes do fruto. Mas esse novo conhecimento era algo que eles não precisavam.

    “A evidência disse é que quando Deus os confronta, nenhum deles tenta usar o tipo de lógica que tu estás a usar, mas tenta atirar com as culpas (o que mostra que sabiam que eram culpados) uns para os outros.”

    Quando deus os confronta eles já tinha comido do fruto, logo já tinha conhecimento do bem e do mal. É muito clara a mudança de comportamento dos dois após comer o fruto, justamente por ter adquirido esse conhecimento.

    Mas nenhum deles disse algo do tipo “MAs Deus, eu não sabia que isto iria acontecer!” Não. Todos eles sabem que são conscientemente culpados de violar os mandamentos do Criador.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s