Bento XVI e a hipocrisia dos homossexuais

O Henrique faz uma alusão a uma coisa que tem sido observada com frequência: os esquerdistas são muito “corajosos” no que se toca a criticar Bento XVI mas são estranhamente controlados no que toca a criticar os muçulmanos.

Nenhum grupo ideológico mata mais homossexuais do que os muçulmanos. Porque é que só os cristãos – os católicos em particular – são alvo de “mega-beijos” na praça pública? Onde estão os grupos homossexuais que se beijam em frente a mesquitas como forma de protestar pela matança de homossexuais nos países islâmicos?

Em Barcelona, um grupo de gays-tão-gays fez uma triste figura junto do Papa. Além de ser uma mera provocação, aquele exibicionismo sexual revela intolerância (contra os católicos) e cobardia (ante os muçulmanos).

I. Em Barcelona, o Papa foi recebido por um grupo de gays-tão-gays: este esquadrão de valentões começou a dar beijinhos repenicados à frente do Papa-móbil. Como é óbvio, esta bravura soft porn era uma espécie de protesto grupal contra as posições da Igreja na questão do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Aqueles gays-tão-gays estavam, no fundo, a dar pulinhos corporativos, como que a dizer “olhem para nós, camaradas, olhem para nós, vejam como nós somos tão livres e corajosos perante o tirano que veste de branco. Olhem, olhem”.

II. Toda esta cena tem sérios problemas. Em primeiro lugar, é uma triste demonstração de exibicionismo sexual. Se eu demonstrar o meu “orgulho heterossexual”, corro o risco de ser acusado de “machista” ou “marialva”, mas se um gay demonstrar o seu “orgulho gay“, ah, é logo considerado um bravo libertador, um pensador da liberdade. Beija o teu homem à frente do Papa e serás considerado um Kant em potência, eis um belo slogan para o “orgulho gay”. Depois, vamos lá ver uma coisa: o que é isso de “orgulho gay“? Se o desejo homossexual é tão natural como o desejo heterossexual, porque razão aquelas pessoas têm orgulho numa coisa que é natural? Se o desejo é natural, então a parte do “orgulho” não faz sentido.

III. Em segundo lugar, estas atitudes revelam uma profunda intolerância. Aquelas pessoas querem o quê? Querem que o Papa diga que o casamento gay é a melhor coisa do mundo? Meus amigos, o Papa e os católicos têm o direito às suas opiniões. Os católicos têm o direito de dizer que o casamento gay não devia ser legal. As opiniões são livres. No fundo, aqueles gays não toleram a ideia de alguém a pensar de forma diferente da sua. É sempre assim: os auto-proclamados donos da tolerância têm uma estranha atracção pela intolerância.

IV. Em terceiro lugar, estas demonstrações contra a – suposta – homofobia do Papa revelam uma profunda hipocrisia. Se quisessem mesmo lutar contra a homofobia motivada por líderes religiosos, estes gays podiam ir dar beijinhos para as portas das mesquitas (estou certo de que existem mesquitas em Espanha). Na Europa, as tais “comunidades muçulmanas” são rainhas e senhoras da homofobia. Portanto, a pergunta tem uma lógica cristalina: por que razão estes gays valentões não vão dar beijinhos à frente das mesquitas? Ide, valentes. Ide dar beijinhos ao pé do senhor imã.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Política and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

10 Responses to Bento XVI e a hipocrisia dos homossexuais

  1. Kleber says:

    Não sei o que é mais patético:

    O Papa de batina para mimetizar alguma santidade, ou os homossexuais a demonstrar sua liberdade com beijos, tudo muito humano, demasiado humano para ter alguma relevância!!!!!!

    Like

  2. Má argumentação.

    Todos estes movimentos passam-se em regimes democráticos. As igrejas tentam seguir as regras das democracias.

    Imagina que um governo democrático pratica algo de reprovável .

    Há um movimento a manifestar-se contra e o governo diz:

    – Cobardolas! contra mim falam mas queria era ver-vos na Coreia do Norte a manifestarem-se pela liberdade de imprensa.

    O facto dos regimes não democráticos atropelarem os direitos humanos e a liberdade de expressão não legitima os actores em democracia para fazerem o mesmo.

    O Uganda Condena à morte homossexuais. Sabemos que é uma ditadura sangrenta e não justifica que por cá se possam perseguir só porque no Uganda até se faz pior.

    É má defesa dizer que não se deve ser preso por furto até porque há quem faça muito pior….

    E não deixa de haver uma certa ironia quando vemos o Papa e os senhores bispos de saia a verberarem contra a homossexualidade.
    Será que bate com os pés no chão e fazem beicinho ?

    Like

  3. Adalberto Felipe says:

    Qeria ver eles fazerem isso nos países dos aiatolás e fazeram também as paradas gays lá no estilo as que fazem aqui no Brasil em São Paulo e várias outras capitais.

    Por quê eles não fazem isso lá se eles tem tanta coragem assim?

    Like

  4. Mats says:

    João Melo,

    Porque razão é que o lobby homossexual não se manifesta em frente às mesquitas que há AQUI NO OCIDENTE?

    São só as “igrejas tentam seguir as regras das democracias” ? Os muçulmanos não?

    O lobby homossexual é hipócrita.

    Like

  5. Nem os gays, nem os católicos, nem os defensores da igualdade entre os sexos se podem manifestar em países não democráticos. Não se trata de cobardia de cristãos ou gays mas de mero bom senso. Se tens dúvidas vai para Pyong Yang fazer uma manifestação a exigir eleições livres…..

    Nem gays nem cristãos se manifestam em frente a mesquitas por terem bom senso. Uma manifestação de cristãos a exigirem o fim da poligamia e o respeito pelo domingo em frente a uma mesquita nem me parece boa ideia.

    Os cristãos manifestam-se em frente a paradas Gays ou clínicas que fazem IVG e não em frente a mesquitas que defendem regimes que matam cristãos ou que apelam à destruição do ocidente ateu.

    Cristãos, Gays, defensores dos direitos humanos e feministas sabem que era inútil e que iria causar mais problemas que soluções.

    As manifestações pró e contra são uteis em democracia e com actores que respeitam o regime democrático.

    Na nossa sociedade, democrática, considera-se que uma freira que renuncia à sua sexualidade ou um homossexual que a assume duma forma diferente da maioria tem o direito de não ser incomodado por isso.

    É de reprovar uma manifestação à porta dum convento a reprovar o comportamento sexual das freirinhas. Se elas dormem umas com as outras, com o senhor padre cura, com o cãozinho do convento ou até se se abstém de qualquer actividade sexual é um direito que tem. E mais do que isso de não serem incomodadas por isso.

    É também um direito que as pessoas tem de acharem errado o comportamento delas. Não se pode é permitir que andem a fazer manifestações e a insultar as pobres das senhoras porque são virgens ou tem relações umas com as outras ou com o Bobby.

    Like

  6. Mats says:

    João Melo,
    Não respondeste à minha pergunta:
    Porque é que no ocidente o lobby homossexual não se manifesta em frente às mesquitas tal como se manifestam em frente às igrejas ocidentais?

    Tal como já disse: o lobby homosssexual é composto por hipócritas. É fácil atacar velhotes de 80 anos (Bento XVI) e os pacíficos católicos mas quando se trata de criticar os muçulmanos (que enforcam homossexuais nos países islâmicos e atiram-nos aos rios ou pior no ocidente) o lobby homossexual está totalmente silencioso.

    Podes me dar algum motivo para esta dualidade de critério?

    Like

  7. Porque as igrejas ocidentais se revêem, ou dizem rever, na democracia.

    Os crentes cristãos também não se manifestam em frente a mesquitas a verberarem que os seus deuses se abespinham com as práticas de Mafoma.

    Sabemos que não são vulneráveis a argumentos como soberania do povo ou uma ética centrada no homem.

    Ainda vão no tempo dos deuses…

    Até seria interessante uma manifestação de gays e cristãos em frente a uma mesquita a pedirem maiores liberdades em ditaduras islâmicas.

    Porque não ?

    Porque pareceria inútil. E se calhar perigoso.

    Os crentes e descrentes do ocidente já deixaram os deuses à sua sorte há muito tempo. Discutem e tem alguns pontos de vista distintos mas não metem os deuses nisso. Os deuses que se amanhem.

    Eles lá continuam a discutir se a Sura tal quer dizer isto ou aquilo…

    E num regime democrático insultar freirinhas ,por serem virgens, ou gays é no minimo má educação.

    Lá que uns deuses particulares se abespinhem ou tenham dispepsia por as freiras serem virgens nada contra isso. Desde que os crentes nesses deuses não venham insultar as pobres senhoras.

    E acusar as freirinhas de não fazerem manifestações em Pyong Yang é que não tem nada a ver…..

    Resolve lá os os problemas com a interpretação do que tu achas que os teus deuses acham e não venhas com sentenças insultuosas.

    Eu acredito que tens o direito de acreditares que os teus deuses não gostem que se coma manteiga, não permita as relações homossexuais durante a lua a cheia ou o que quer que seja.

    É má educação e prepotência não quereres que alguém que não acredite que Thor é o filho de Odin não possa comer manteiga.

    Acreditas que a homossexualidade é errada ? Que a hóstia se transubstancia ? Que acreditar nessas duas coisas te vai dar a vida eterna e agradar aos teus deuses ?

    Parabéns.

    Agora não venhas dizer que quem não acredita na infalibilidade Papal é um desviante e um tarado.

    Só não acredita na interpretação que tu dás às palavras e vontades dos teus deuses.

    E como os deuses não costumam vir a terreiro dizerem se permitem ou não o consumo de carne de porco ou se lhes agrada a castidade ou o swing o que tu poderás dizer é :

    – Na minha opinião, e salvo melhor interpretação, parece-me que a vontade dos deuses, se existirem e se se tiverem manifestado, apontará para que o comportamento que parece lhes agradar será :

    A seguir vem a tua interpretação.

    Quem quiser seguir a tua interpretação das vontades dos deuses segue. Desde que, é claro, não seja contrária à lei.

    E mais: tem o direito de não ser perseguido ou enxovalhado por não comer fiambre ou manteiga de amendoim.

    E se quiserem fazer uma manifestação de orgulho por serem os eleitos dum deus qualquer por serem abstémios sexualmente ou não pronunciarem palavras começadas por êrre tem todo o direito.

    Agora queres tu iniciar um processo de manifestações para darem liberdade religiosa e sexual em países islâmicos em frente a mesquitas? Penso que alguns movimentos gays mais radicais até iam gostar da ideia.
    Eu acho que não é boa ideia.
    E tu ?

    Like

  8. Mats says:

    João Melo,
    os homossexuais não se manifestam em frente as mesquitas do ocidente porque os cristãos se revêem na democracia?

    Portanto, quando os cristãos deixarem de se rever na democracia, os homossexuais vão parar de de manifestar em frente às igrejas?

    Like

  9. Claro que sim. Se Cristãos fundamentalistas desatarem a queimar hereges numa ditadura qualquer e os de cá responderam a manifestações com rajadas de AK47 se calhar é melhor mandar lá é a policia e o exercito.

    Like

  10. Mats says:

    João Melo,

    Portanto é por uma questão de auto-preservação que o lobby homossexual se escusa de criticar os muçulmanos, certo?

    Embora os muçulmanos matem os homossexuais de forma humilhante, os homossexuais ocidentais, por medo de morrer, limitam-se a criticar os pacíficos cristãos (católicos ou evangélicos).

    É assim?

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s