Olavo de Carvalho fala sobre o Mackenzie e Luiz Mott

……….

……….

Aviso: O vídeo contém linguagem forte e vulgar para se referir a práticas fortes e vulgares que os homossexuais cometem.

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Sociedade and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Olavo de Carvalho fala sobre o Mackenzie e Luiz Mott

  1. Nuno Dias says:

    http://www.libertar.info/news/morda%C3%A7a%20gay%3A%20universidade%20mackenzie%20irrita%20comunidade%20gay%20e%20manifesto%20e%20retirado%20do%20ar/

    Caro Olavo, cada um chupa o que quer, no teu caso cigarros. No entanto, caso não tenhas dado conta, não está em causa a quantidade de vezes que se chupa mas o direito a o fazer.
    Este manifesto, vai contra o princípio de protecção de minorias cujos direitos que apenas existem em teoria.
    Basta estabelecer analogias com o sexo feminino, etnias ou raças.

    Like

  2. Mats says:

    Nuno,

    Caro Olavo, cada um chupa o que quer, no teu caso cigarros.

    Mas o Olavo não está a tentar forçar legislação para punir quem critique o seu (mau) hábito de fumar. Os homossexuais querem usar a lei para impedir a sociedade de criticar o seu auto-destrutivo comportamento sexual.

    No entanto, caso não tenhas dado conta, não está em causa a quantidade de vezes que se chupa mas o direito a o fazer.

    Mas os homossexuais tem o direito de o fazer. Isso nem é a questão. A questão é que os homossexuais não aceitam que as pessoas critiquem os comportamentos que eles tão diligentemente trazem à praça pública.

    Ou seja, somos obrigados a ver a não dizer nada senão os pobres coitados dos homossexuais ficam ofendidos. Pobrezinhos.

    Este manifesto, vai contra o princípio de protecção de minorias cujos direitos que apenas existem em teoria.

    Não, este manifesto não tem nada a ver com os direitos de protecção das minorias. Aliás, os homossexuais não querem protecção mas sim o SILÊNCIO dos críticos. Ou seja, querem usar a lei para impedir críticas.

    Basta estabelecer analogias com o sexo feminino, etnias ou raças.

    MAs não há analogias entre características biológicas e comportamentos sexuais.

    Like

  3. hamas says:

    Ele so pegou um pouco pesado nas palavras. Mas o que ele falou tem sentido.
    Lutam por uma causa, para tentar rebaixar a um nível mínimo os valores cristãos. Alguem pode até afirmar que todos são livres e iguais perante a lei. E de fato é. No entanto não se pode usar tal argumento para tentar silenciar de uma vez por todas os princípios morais que inclusive, estão como inspiração maior em quase todas as leis humanas. Você é livre para o que quiser fazer. Mas era bom se todos dessem o devido respeito.

    O fato é que há uma inversao total de valores. O que antes era um escandalo o adulterio, hoje é mais banalizado do que tudo, e incentivado ainda em filmes, novelas etc… Existe uma libertinagem sem precedentes. A sociedade em geral está depravada. Mas enfim, a tendência é piorar bem mais. Veja a lei do divorcio: hoje se ambos os casais casarem hoje e quiserem se separar amanha ja conseguem facilmente, se ambos tiverem de acordo. Vamos ver o que vai dá daqui pra frente.

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s