Mais homofobia: polícia prende professora lésbica por ter caso com criança de 13 anos

Será que a homofobia nunca terá fim?

A professora de matemática Cristiane Teixeira Maciel Barreiras, de 33 anos, foi presa acusada de manter relações sexuais com uma aluna, X., de 13 anos. Cristiane foi presa em flagrante na casa da mãe, em Realengo, logo após passar a noite com a menor, desaparecida desde segunda-feira. A polícia tenta encontrar uma segunda aluna, Y., também de 13 anos, que teria sido outra vítima de Cristiane. A professora e X. mantinham um relacionamento amoroso desde maio.

As investigações começaram após a mãe de X. ter ido à 33ª DP (Realengo) comunicar o desaparecimento da filha, por volta das 17h de terça-feira. A polícia descobriu que já existia um registro de desaparecimento da menor em agosto deste ano e, na ocasião, a principal suspeita era a professora. Mas o registro foi arquivado quando a menina apareceu. O delegado titular da 33ª DP, Ângelo Lages, decidiu ir atrás de Cristiane.

— Fomos até a casa da professora e, ao conversar com o seu marido, descobrimos que ela também estava desaparecida desde segunda-feira. Começamos diligências ininterruptas para tentar capturá-la em flagrante, já que, por conta da lei eleitoral, uma pessoa só pode ser presa em flagrante — explica Ângelo.

Cristiane foi presa às 4h de ontem. Ela tinha acabado de deixar X. perto de sua residência. Na delegacia, as duas confessaram ter um relacionamento. Como o fato havia acabado de acontecer, foi caracterizado flagrante e a professora permanecerá presa. Ela responderá por estupro de vulnerável e corrupção de menores, com um aumento de pena devido à ascendência da professora sobre a aluna. Cristiane pode pegar de 15 a 30 anos de reclusão.

Em depoimento, Cristiane revelou que costumava passear de carro com X. As duas paravam em praças e num motel da Zona Oeste para namorar. Desde maio, elas se encontravam com frequência. Em agosto, a menor teria chamado uma amiga, Y. — também aluna de Cristiane —, para participar dos encontros. Cristiane disse sentir grande atração por X., e afirmou querer continuar se relacionando com a garota.

Fonte: Jornal Extra

About Mats

"Posterity will serve Him; future generations will be told about the Lord" (Psalm 22:30)
This entry was posted in Pecado, Política, Sociedade and tagged , . Bookmark the permalink.

4 Responses to Mais homofobia: polícia prende professora lésbica por ter caso com criança de 13 anos

  1. Alex says:

    homofobia onde? trata-se de um caso de pedofilia, certo? Como o daquela professora americana que tb se “relacionou” com o seu aluno e de quem teve pelo menos um filho…

    Like

  2. Fernanda (Brasil) says:

    Homofobia? Me poupe!
    Tá na cara que é pedofilia, não vi nenhum preconceito homofóbico nessa notícia, ou na condenação da professora.
    Se fosse um professor com uma aluna, aí seria pedofilia?
    Não tenho nenhum preconceito homofóbico, pelo contrário, tenho várias amizades com gays e isso nunca foi um problema para mim.
    Mas sei separar o que é um preconceito da população com um crime.

    Like

  3. Carol says:

    Cara, homofobia? Sério, não. Sou lésbica e morro de nojo desse caso.

    Uma mulher de trinta anos não tem que se meter com uma CRIANÇA de 13/14. E olha que eu acho besteira esses casos envolvendo meninas de, sei lá, 17 anos (caso ela não tenha sido coagida, claro, porque se tiver sido, não importa a idade, é muito errado) seja com homens ou mulheres mais velhos. Mas, poxa, eu tenho 19 anos e já acharia muito errado se alguém da minha idade pegasse uma menina de 15. Imagina alguém de 33 pegando (e tendo sexo!!!!!) com uma menina de 13.:/

    É verdade que as garotas hoje em dia não são mais tão inocentes quanto eram a décadas atrás. Essa é a idade que as garotas começam a experimentar um monte de coisas. Mas isso deve ser feito com orientação e com pessoas da idade dela, passo a passo, e não com uma pessoa muito mais velha que já vá a induzir para o sexo.

    E, poxa… isso pega tão mal pra comunidade gay. A mentalidade do brasileiro médio não vai saber separar as coisas, daí toda lésbica vai virar pedófila na cabeça deles. Que merda.

    Só tenho a lamentar.

    Like

  4. Adalberto Felipe says:

    Carol,

    Perante a Deus, o que você acha sobre ser lésbica?

    Like

Todos os comentários contendo demagogia, insultos, blasfémias, alegações fora do contexto, "deus" em vez de Deus, "bíblia" em vez de "Bíblia", só links e pura idiotice, serão apagados. Se vais comentar, primeiro vê se o que vais dizer tem alguma coisa em comum com o que está a ser discutido. Se não tem (e se não justificares o comentário fora do contexto) então nem te dês ao trabalho.

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s